O PAPEL DO ENFERMEIRO NA ORIENTAÇÃO AO IDOSO SOBRE O ENVELHECIMENTO NA ATENÇÃO BÁSICA: REVISÃO LITERÁRIA

Palavras-chave: Idoso. Envelhecimento. Enfermeiro. Atenção Básica

Resumo

Introdução: O enfermeiro como gestor na Atenção Básica, exerce inúmeras atribuições, entre elas a de orientador, pois o enfermeiro como gestor devera buscar ações encorajadas e educacionais. Objetivo: Analisar o papel do enfermeiro na orientação sobre o envelhecimento do idoso na atenção básica. Materiais e métodos: trata-se revisão integrativa literatura nas bases de dados virtuais: Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde (LILACS), Scientific Eletronic Library Online (SCIELO), Google Acadêmico e sites governamentais Resultados: foram selecionados 8 artigos cientificos publicados entre 2010 a 2020, foram analisados e identificados fatores de enfrentamento na orientaçao do processo de envelhecimento tanto para o idoso como para o enfermeiro Conclusão: o enfermeiro como orientador enfrenta dificuldades ao longo de sua jornada profissional devido a falta de alguns recursos, o enfermeiro como orientador enfrenta dificuldades ao longo de sua jornada profissional devido algumas intercorrencias na implantacoes de acoes de orientacao do processo de envelhecimneto, sendo necessario ampliacao na resolutividade dos problemas apresentados. 

Biografia do Autor

Flor de Liz dos Santos Silva, Faculdade de Ciências e Educação Sena Aires, GO, Brasil.

Mestrado em andamento em Ciências em Educação. Emill Brunner World University, EBWU, Estados Unidos.ercigaspar@senaaires.com.br. Orcid: http://orcid.org/0000-0002-3223-0041

Erci Gaspar da Silva Andrade, Emill Brunner World University, EBWU, Estados Unidos

Mestrado em andamento em Ciências em Educação. Emill Brunner World University, EBWU, Estados Unidos.ercigaspar@senaaires.com.br. Orcid: http://orcid.org/0000-0002-3223-0041

Referências

1. Silva JPA. Humanização e cuidados de enfermagem à saúde da pessoa idosa. Disponível em: https://dspace.uniceplac.edu.br/handle/123456789/285. Acesso em: 28 de março de 2020.
2. Paiva EP, Loures FB, Garcia W, Monteiro GOFA. Assistência dos enfermeiros ao idoso: um estudo transversal. HU Revista, Juiz de Fora, v. 42, n. 4, p. 259-265, nov./dez. 2016. Disponível em: https://periodicos.ufjf.br. Acesso em: 28 de março de 2020.
3. Brasil. Idosos indicam caminhos para uma melhor idade. Disponível em: https://censo2020.ibge.gov.br. Acesso em: 28 de março de 2020.
4. Resende JO, Silva FMR, Assunção RS, Quadros KAN. Assistência do enfermeiro ao idoso na estratégia saúde da família. R. Enferm. Cent. O. Min. 2015 set/dez; 5(3):1831-1843. Disponível em: http://www.seer.ufsj.edu.br. Acesso em: 28 de março de 2020.
5. Cabral JF, Silva JFG, Gleriano JS, Balderrama P, Borges AP, Silva AMC. Avaliação da atenção integral à saúde do idoso na percepção de profissionais. Rev. Bras promoç Saúde, 2019;328367. Disponível em: https://periodicos.unifor.br. Acesso em: 28 de março de 2018.
6. Brasil. Atenção Básica ou Primária – Principal porta de entrada para o Sistema Único de Saúde. Disponível em: https://saude.rs.gov.br. Acesso em: 28 de março de 2020.
7. Damaceno MJCF, Chirelli MQ, Implementação da saúde do idoso na estratégia saúde da família: visão dos profissionais e gestores. Rev. Ciência & Saúde Coletiva, 24(5):1637-1646, 2019. Acesso em: http://www.scielo.br/pdf/csc/v24n5/1413-8123-csc-24-05-1637.pdf. Acesso em: 15 de abril de 2020.
8. Brasil, Cartilha do idoso. Disponível em: https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/guia_viver_mais_melhor_melhor_2006.pdf. Acesso em: 16 de abril de 2020.
9. Veras RP, Oliveira M. Envelhecer no Brasil: a construção de um modelo de cuidado. Rev. Ciência & Saúde Coletiva, 23(6):1929-1936, 201Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/csc/v23n6/1413-8123-csc-23-06-1929.pdf. Acesso em: 15 de abril de 2020.
10. Brasil. Orientação Técnicas para a implementação de linha de cuidado para atenção integral á saúde da pessoa idosa no Sistema único de Saúde. Disponível em: https://www.saude.gov.br/images/pdf/2019/abril/05/Orienta----es-implanta----o-Linha-de-Cuidado-vers--o-final--ssima-30out2018.pdf. Acesso em: 16 de abril de 2020.
11. Schenker M, Costa DHC. Avanços e desafios da atenção à saúde da população idosa com doenças crônicas na Atenção Primária à Saúde. Ciênc. saúde coletiva [online]. 2019, vol.24, n.4, pp.1369-1380. Disponível em: https://doi.org/10.1590/1413-81232018244.01222019. Acesso em: 19 de abril de 2020.
12. Albuquerque MSV, Lyra TM, Farias SF, Mendes MFM, Martelli PJL. Acessibilidade aos serviços de saúde: uma análise a partir da Atenção Básica em Pernambuco. Saúde debate | rio de janeiro, v. 38, n. Especial, p. 182-194, out 2014.Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/sdeb/v38nspe/0103-1104-sdeb-38-spe-0182.pdf. Acesso em: 22 de abril de 2020.
13. Azevedo APB, Nascimento DS, Costa MFL. O papel da enfermagem na assistência a saúde a população idosa na atenção básica: uma revisão de literatura. Disponível em: http://ri.ucsal.br:8080/jspui/handle/prefix/1403. Acesso em: 22 de abril de 2020.
14. Mendes JLV, Silva SC, Silva GR, Santos. O Aumento da População Idosa no Brasil e o Envelhecimento nas Últimas Décadas: Uma Revisão da Literatura. Rev. Educ. Meio amb. Saú. 2018 jan/mar. V8 Nº 1. Disponível em: http://www.faculdadedofuturo.edu.br/revista1/index.php/remas/article/download/165/2. Acesso em: 15 de abril de 2020.
15. Alencar DL, Marques APO, Leal MCC, Vieira JCM. Fatores que interferem na sexualidade de idosos: uma revisão integrativa. Rev. Ciênc. saúde coletiva vol.19 no.8 Rio de Janeiro Aug. 2014. Disponível em: https://doi.org/10.1590/1413-81232014198.12092013. Acesso em: 15 de abril de 2020.
16. Aguiar RB, Leal MCC, Marques APO, Torres KMS, Tavares MTDB / 2018. Idosos vivendo com HIV – comportamento e conhecimento sobre sexualidade: revisão integrativa. Rev. Ciênc. saúde coletiva vol.25 no.2 Rio de Janeiro Feb. 2020 Epub Feb 03, 2020. Disponível em: https://scielosp.org/pdf/csc/2020.v25n2/575-584/pt. Acesso em: 15 de abril de 2020.
17. Castro APR, Vidal ECF, Saraiva ARB, Arnaldo SM, Borges AMM, Almeida MI. Promoção da Saúde da pessoa idosa: ações realizadas na atenção primária a saúde. Rev. Bras. Geriatr. Gerontol., Rio de Janeiro, 2018; 21(2): 158-167. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/1981-22562018021.170133. Acesso em: 22 de abril de 2020.
18. Oliveira KSM, Carvalho FPB, Oliveira LC, Simpson CA, Silva FTL, Martins AGC. Violência contra idosos: concepções dos profissionais de enfermagem acerca
19. da detecção e prevenção. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rgenf/v39/1983-1447-rgenf-39-e57462.pdf. Acesso em: 15 de abril de 2020.
20. Ferreira SRS, Périco LAD, Dias VRFG. A complexidade do trabalho do enfermeiro na Atenção primária a saúde. Rev Bras Enferm [Internet]. 2018;71(supl1):752-7. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/reben/v71s1/pt_0034-7167-reben-71-s1-0704.pdf. Acesso em: 23 de abril de 2020.
21. Vieira RS, Vieira RS. Saúde do idoso e execução da politica nacional da pessoa idosa nas ações realizadas na atenção básica á saúde. R. Dir. sanit., São Paulo v.17 n.1, p.14-37, mar./jun. 2016. Disponível em: http://www.revistas.usp.br/rdisan/article/view/117042. Acesso em: 15 de abril de 2020.
22. Pinheiro GML, Alvarez AM, Pires DEP/ 2012. A configuração do trabalho da enfermeira na atenção ao idoso na Estratégia de Saúde da Família. Rev. Ciência & Saúde Coletiva, 17(8):2105-2115, 2012. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/csc/v17n8/21.pdf Acesso em: 15 de abril de 2020.
23. Brasil. Notificação compulsória de violência contra o idoso tem evolução positiva. Disponível em: https://www.saude.gov.br/noticias/sas/24102-notificacao-compulsoria-de-violencia-contra-o-idoso-tem-evolucao-positiva. Acesso em: 21 de abril de 2020.
Publicado
2020-10-19
Como Citar
Silva, F. de L. dos S., & Andrade, E. G. da S. (2020). O PAPEL DO ENFERMEIRO NA ORIENTAÇÃO AO IDOSO SOBRE O ENVELHECIMENTO NA ATENÇÃO BÁSICA: REVISÃO LITERÁRIA. Revista JRG De Estudos Acadêmicos , 3(7), 197-206. https://doi.org/10.5281/zenodo.4106552

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##

##plugins.generic.recommendByAuthor.noMetric##