SAÚDE DO IDOSO EM TEMPOS DE PANDEMIA COVID-19: CUIDADOS DE ENFERMAGEM

Palavras-chave: Saúde. Idoso. Coronavírus. Covid-19. Equipe de Enfermagem. Isolamento Social

Resumo

Com advento do novo coronavírus, denominado como SARS-CoV-2, sobre os países tem criado a paralisação do cotidiano em suas atividades da população, devido à necessidade de isolamento social para frear o avanço da doença decorrente do virus. O objetivo dessa pesquisa foi identificar as principais fragilidades apresentadas pelos idosos, devido ao isolamento, imposto pelo novo Coronavírus. Os riscos dos idosos em desenvolver formas mais graves do Coronavírus, devido à comorbidade e fragilidade diante da infecção do vírus. Trata-se de uma revisão integrativa ou seja um dos métodos que busca analisar e sintetizar com finalidade de reunir resultados de pesquisas. O levantamento bibliográfico foi realizado sobre artigos disponíveis pela internet, por meio dos bancos de dados LILACS Latino- e SciELO. Como resultado, o risco de complicações pela COVID-19 aumenta com a idade, já que a maioria das mortes ocorre em idosos, especialmente aqueles com doenças crônicas. Conclui-se que, o enfermeiro atuante no ao combate ao Covid-19, deve promover a saúde, cuidar do paciente em todos os âmbitos, inclusive, promover a reabilitação em casos mais complexos. Ele é um promotor da saúde da família. O enfermeiro mantém contato direto e constante com o paciente idoso, gerando assim, uma responsabilidade, pois ele, orientará quanto às medicações, cuidados de enfermagem, orientação para familiares, enfim, ele cuidará do paciente nas mais diferentes situações.

Biografia do Autor

Maria Priscila Peixoto e Silva, FACESA-Faculdade de Ciências e Educação Sena Aires, FACESA, Brasil.

Acadêmica do Curso de Enfermagem Bacharelado da Faculdade de Ciências e Educação Sena Aires.

Walquiria Lene dos Santos, FACESA-Faculdade de Ciências e Educação Sena Aires, FACESA, Brasil.

Mestre em Enfermagem pela Universidade Federal de Goiás.

Referências

1.Zhang JJ, et al. Clinical characteristics of 140 patients infected by SARS-CoV-2 in Wuhan, China. Allergy. 2020. [Online ahead of print] doi:10.1111/all.14238

2. Zhang JJ, Dong X, Cao YY, Yuan YD, Yang YB, Yan YQ, et al. Clinical characteristics of 140 patients infected by SARS-CoV-2 in Wuhan, China. Allergy. 2020. [Online ahead of print] doi:10.1111/all.14238

3. Organizacao Pan-Americana da Saude (OPAS). OMS afirma que COVID-19 e agora caracterizada como pandemia [acesso em 27 mar 2020]. Disponível em: https://www.paho.org/bra/index. php?option=com_content&view=article&id=6120:omsafirma-que-covid-19-e-agora-caracterizada-comopandemia&Itemid=812

4.World Health Organization. Coronavirus di¬sease (COVID-19) pandemic. https://www. who.int/emergencies/diseases/novel-coronavi rus-2019 (acessado em 19/Mar/2020).
5 .Chen N et al. Epidemiological and clinical characteristics of 99 cases of 2019 novel coronavirus pneumonia in Wuhan, China: a descriptive study. Lancet. [Internet]. 2020[cited 2020 Apr 20];395(1):507-13. Available from: https://www.thelancet.com/action/showPdf?pii=S0140-6736%2820%2930211-7

6. Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). Orientações para serviços de saúde: medidas de prevenção e controle que devem ser adotadas durante a assistência aos casos suspeitos ou confirmados de infecção pelo novo Coronavírus (SARS-COV-2). [Internet]. 2020[acesso em 2020 abr 20]. Disponível em: http://portal.anvisa.gov.br/documents/33852/271858/NOTA+T%C3%89CNICA+N%C2%BA+05-2020+GVIMS-GGTES-ANVISA+

7. Yuzhen Z, Jiang B, Yuan J, Tao Y. The impact of social distancing and epicenter lockdown on the COVID-19 epidemic in mainland China: a data-driven SEIQR model study. Medrxiv [Internet]. Preprint. 2020[cited 2020 Apr 20];DOI: 10.1101/2020.03.04.20031187. Available from: https://www.medrxiv.org/content/10.1101/2020.03.04.20031187v1.full.pdf

8 Gallasch CH, Cunha ML, Pereira LAS, Junior JSS. Prevention related to the occupational exposure of health professionals workers in the COVID-19 scenario. Rev. enferm. UERJ. [Internet]. 2020[cited 2020 Apr 20]; 28:e49596. Available from: https://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/enfermagemuerj/article/view/49596/33146

9. Nunes, Vilani Medeiros de Araújo Nunes et al. COVID-19 e o cuidado de idosos: recomendações para instituições de longa permanência. Natal: EDUFRN, 2020.

10. Roman AR, Friedlander MR. Revisão integrativa de pesquisa aplicada à enfermagem. Cogitare Enferm. 1998 Jul-Dez; 3(2):109-12

11. Ministério da Saúde (BR). Secretaria de Vigilância em Saúde. Boletim Epidemiológico. Doença pelo Coronavírus 2019. [Internet]. Brasília: Ministério da Saúde; 2020. [acesso em 04 abr 2020]. Disponível em: https://portalarquivos.saude.gov.br/images/pdf/2020/April/03/BE6-Boletim-Especial-do-COE.pdf

12. Valença TDC et al. Deficiência física na velhice: um estudo estrutural das representações sociais. Esc. Anna Nery. [Internet]. 2017. [acesso em 05 abr 2020]; 21(1). Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414- 81452017000100208&lng=pt&nrm=iso

13. Goldani AM. “Ageism” in Brazil: what is it? who does it? what to do with it?. Rev. bras. estud. popul. [Internet]. 2010. [acesso em 05 abr 2020]; 27(2). Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S010230982010000200009&l=en&nrm=iso

14. Wu, B. Isolamento social e solidão entre os idosos no contexto do COVID-19: um desafio global. glob health res policy 5, 27 (2020). Disponivel em: https://doi.org/10.1186/s41256-020-00154-3

15. Instituto Nacional de Excelência em Saúde e Cuidados (NICE), em colaboração com o NHS England e o NHS Improvement. Gerenciando os sintomas do COVID-19 (inclusive no final da vida) na comunidade: resumo das diretrizes do NICE. BMJ. 2020; 369: m1461. PMID: 32312715; doi: 10.1136 / bmj.m1461.

16. Baker E, Clark LL. Biopsychopharmacosocial approach to assess impact of social distancing and isolation on mental health in older adults. Br J Community Nurs. 2020;25(5):231-238. Disponivel em: doi:10.12968/bjcn.2020.25.5.231

17. Costa SMM. Mais além da vida orgânica: a convivência como prevenção do isolamento social dos idosos e de promoção da saúde. Instituto Oswaldo Cruz. 2019, Rio de Janeiro. Disponível em: https://www.arca.fiocruz.br/bitstream/icict/39502/2/silvia_costa_ioc_mest_2019.pdf

18. Smith BJ, Lim MH. Como a pandemia COVID-19 está chamando atenção para a solidão e o isolamento social. Public Health Res Pract. 2020; 30 (2): e3022008.

19. Fakoya, OA, McCorry, NK & Donnelly, M. Solidão e intervenções de isolamento social para adultos mais velhos: uma revisão de escopo de revisões. BMC Public Health 20, 129 (2020). Disponivel em: https://doi.org/10.1186/s12889-020-8251-6

20. Noone C et al. Video calls for reducing social isolation and loneliness in older people: a rapid review. Cochrane Database Syst Rev. 2020;5(5):CD013632. 2020, maio. Disponivel em: doi:10.1002/14651858.CD013632

21. Eghtesadi M. Breaking Social Isolation Amidst COVID-19: A Viewpoint on Improving Access to Technology in Long‐Term Care Facilities. J Am Geriatr Soc, maio de 2020; 68 (5): 949-950iso.
22. Myers L et al. Características de adultos hospitalizados com COVID-19 em um sistema integrado de saúde na Califórnia. JAMA. 2020; 323 (21): 2195‐8. PMID: 32329797; doi: 10.1001 / jama.2020.7202.

23. Ferguson J et al. Características e resultados de pacientes com doença de coronavírus em condições não emergenciais, norte da Califórnia, EUA, março a abril de 2020 [publicado on-line antes da impressão, 2020 em 14 de maio]. Emerg Infect Dis. 2020; 26 (8): 10.3201 / eid2608.201776. PMID: 32407284; doi: 10.3201 / eid2608.201776.
Publicado
2020-10-22
Como Citar
Silva, M. P. P. e, & Santos, W. L. dos. (2020). SAÚDE DO IDOSO EM TEMPOS DE PANDEMIA COVID-19: CUIDADOS DE ENFERMAGEM. Revista JRG De Estudos Acadêmicos , 3(7), 214-223. https://doi.org/10.5281/zenodo.4118417

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##

##plugins.generic.recommendByAuthor.noMetric##