O PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO E POLÍTICA NACIONAL DE EDUCAÇÃO ESPECIAL: UM ESTUDO DE CASO SOBRE A EDUCAÇÃO INCLUSIVA NA PRÁTICA ESCOLAR

Palavras-chave: Inclusão. Pessoa com deficiência. Acessibilidade.

Resumo

O presente artigo tem como proposta analisar os elementos presentes no Plano Nacional de Educação (PNE) 2014-2024 relacionado com a Política Nacional de Educação Especial (PNEE 2008) a partir da análise empírica realizada em uma escola de educação básica, no Riacho Fundo I) na Perspectiva da Educação Inclusiva, procurando verificar como a instituição de ensino em questão tem atendido ao público que demanda atendimento educacional especializado. O artigo aborda sob o ponto de vista documental, bibliográfico e empírico a temática relacionada à implementação da meta 4 do PNE 2014-2024 e da PNEE tendo como pergunta a seguinte indagação: Qual é a realidade do cotidiano escolar que está sob a influência da Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva (2008) e do PNE (2014-2024) meta 4? O itinerário para a resolução da pergunta passa pela análise da legislação relacionado com um estudo de caso de uma realidade escolar específica. Os resultados mostram que a comunidade escolar não foi preparada com antecedência para o atendimento das pessoas com deficiência, não tem uma infraestrutura adequada para o atendimento ao público da Educação Especial e aponta para um grupo de profissionais da Educação que não receberam formação continuada por parte da Secretaria Estadual de Educação do DF como deveriam, mas, que estão desenvolvendo o trabalho baseado em seus próprios esforços. 

Biografia do Autor

Daniela dos Santos Borges Castro, Universidade Católica de Brasília, UCB, DF, Brasil

Mestranda em Educação pela Universidade Católica de Brasília, pós-graduada em Docência do Ensino Superior pela Universidade Cândido Mendes, graduada em Pedagogia em Início de Escolarização pela Universidade de Brasília, graduada em Pedagogia em Alfabetização pela Universidade Católica de Brasília.

Orcid: http://orcid.org/0000-0003-3237-7649.

E-mail: danielaborges.castro@gmail.com

Valdivina Alves Ferreira, Universidade Católica de Brasília, UCB, DF, Brasil.

Doutora em Educação pela Pontífica Universidade Católica de Goiás (PUC – Goiás) e professora do Programa de Pós-Graduação stricto sensu (Mestrado e Doutorado) em Educação da Universidade Católica de Brasília (UCB).

Denylson Douglas de Lima Cardoso, Universidade Católica de Brasília, UCB, DF, Brasil.

Mestrando em Educação na linha de pesquisa Processo Educacional e Formação de Professores da Universidade Católica de Brasília (UCB); Graduação em Filosofia pela Universidade Católica de Brasília (UCB); Pedagogia pelo Instituto de Ciências Sociais e Humanas (CESB) e Ciências Sociais pela Universidade Cidade de São Paulo; Possui especialização em Educação na Diversidade e Cidadania pela Faculdade de Educação da Universidade de Brasília (FE/UnB); Patrimônio, Direitos Culturais e Cidadania pelo Núcleo Interdisciplinar de Estudos e Pesquisas em Direitos Humanos da Universidade Federal do Goiás (NDH/UFG); Gestão e Orientação Educacional; Docência do Ensino Profissional e Superior pela União Educacional de Brasília (Instituto de Ciências Sociais Aplicadas). É professor de Filosofia na Católica de Brasília e de Sociologia/Filosofia na Secretaria de Educação do Distrito-Federal.

Referências

BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF:
Senado, 1988. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/ConstituicaoCompilado.htm.

BRASIL. Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva/2008. Brasília: SEESP/MEC, 2008.

BRASIL. Diretrizes Nacionais para a Educação Especial na Educação Básica. Brasília: MEC/SEESP, 2001.

BRASIL. Lei nº 13.005, de 25 de junho de 2014. Aprova o Plano Nacional de Educação - PNE e dá outras providências. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/ _ato2011-2014/2014/lei/l13005.htm

BORGES, Adriana Costa. et al. Reflexões sobre a Inclusão, a Diversidade, o
Currículo e a Formação de Professores. Disponível em:
http://www.uel.br/eventos/congressomultidisciplinar/pages/arquivos/anais/2013/ AT01-2013/AT01-040.pdf, acesso em 05/09/2020.

HATTGE, Morgana Domênica. A gestão da inclusão na escola e a formação continuada de professores. In. KLEIN, Rejane Ramos; HATTGE, Morgana Domênica. (Orgs). Inclusão Escolar: implicações para o currículo. São Paulo: Paulinas, 2010.

HENRIQUES, R. M. O Currículo Adaptado na Inclusão de Deficiente Intelectual.
Disponível em: www.diaadiaeducacao.pr.gov.br/portals/pde/arquivos/489-4.pdf

LIMA, Francisco José de; LIMA, Rosângela A. F. A educação inclusiva de faz, fazendo: dicas para professores. In. MARTINS, Lucia de Araújo Ramos; SILVA, Lucia Guacira dos Santos. (Orgs). Múltiplos Olhares sobre a Inclusão. João Pessoa: Editora Universitária da UFPB, 2009.

MANTOAN, M. Diferenciar para incluir ou para excluir? Por uma pedagogia da diferença. In: LUSTOSA, F.; MARIANA, F. Diversidade, diferença e deficiência: análise histórica e narrativas cinematográficas. Fortaleza: Edições UFC, 2017. p.25-34.

MANTOAN, M. Inclusão escolar: O que é? Por quê? Como fazer? São Paulo: Editora Moderna, 2006.

OBSERVATÓRIO DO PNE. Metas do PNE. Disponível em: http://www.observatoriodopne.org.br/metas-pne

SAVIANI, D. Sistema Nacional de Educação articulado ao Plano Nacional de Educação. In. Revista Brasileira de Educação v.15 n° 44 p. 380 – 412 maio/ago. 2010.

SILVA, Luzia Guacira dos Santos. Estratégias de ensino utilizadas, também, com aluno cego, em classe regular. In. MARTINS, Lúcia de Araujo Ramos. et al. (Orgs). Inclusão: compartilhando saberes. Petrópolis: Vozes, 2006.
Publicado
2020-11-17
Como Citar
Castro, D. dos S. B., Ferreira, V. A., & Cardoso, D. D. de L. (2020). O PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO E POLÍTICA NACIONAL DE EDUCAÇÃO ESPECIAL: UM ESTUDO DE CASO SOBRE A EDUCAÇÃO INCLUSIVA NA PRÁTICA ESCOLAR. Revista JRG De Estudos Acadêmicos , 3(7), 535-549. https://doi.org/10.5281/zenodo.4278017