http://revistajrg.com/index.php/jrg/issue/feed Revista JRG de Estudos Acadêmicos 2020-09-22T19:11:46+00:00 Jonas Rodrigo Gonçalves professorjonas@gmail.com Open Journal Systems RevistaJRG; JRG; Estudosacademicos. http://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/117 SÍNDROME HEMOLÍTICA URÊMICA ATÍPICA (SHUA) PÓS TRANSPLANTE RENAL 2020-09-22T19:11:23+00:00 Thamara Cardoso Barbosa revistajrg3@gmail.com Mariellen da Silva Caixeta revistajrg@revistajrg.com Walquiria Lene dos Santos walquiria@senaaires.com.br Alice da Cunha Morales Álvares revistajrg3@gmail.com <p>A síndrome hemolítica urêmica (SHU) é uma doença que pertence ao grupo das microangiopatias trombóticas<sup>1 </sup>doença esta, grave definida pela tríade de anemia hemolítica microangiopática, trombocitopenia e lesão renal aguda. É dividida em dois subtipos, a SHU típica e a SHU atípica (SHUa). Essa divisão é baseada na apresentação clínica e, principalmente, nas causas da síndrome. O objetivo deste estudo foi identificar os casos de recorrência da Síndrome Hemolítica Urêmica Atípica Pós Transplante Renal. Trata-se de uma revisão integrativa de abordagem qualitativa, realizada nos meses de agosto de 2019 a junho de 2020. Buscou-se referências como: Scientific Eletronic Library Online, Jornal Brasileiro de Nefrologia, Ministério da Saúde, MEDLINE e BDENF, onde foram pesquisados e estudados 22, dos quais 6 tiveram mais relevância para o desenvolvimento deste trabalho. Os resultados do estudo demonstram que ainda que seja considerada uma doença grave, poucos são os estudos realizados sobre SHUa, e com longo intervalo de tempo entre as publicações, contudo conclui-se a recorrência de SHUa pós transplante renal necessitando de tratamento medicamentoso com Eculizumab ao longo da vida.</p> 2020-07-13T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2020 Thamara Cardoso Barbosa, Mariellen da Silva Caixeta, Walquiria Lene dos Santos http://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/118 A COMPREENSÃO DA EQUIPE DE ENFERMAGEM DE UMA CENTRAL DE MATERIAL E ESTERILIZAÇÃO FRENTE AOS RISCOS OCUPACIONAIS RELACIONADOS AO PROCESSO DE LIMPEZA DOS ARTIGOS MÉDICOS HOSPITALARES 2020-09-22T19:11:01+00:00 Kamila Alves Feitosa amilaalvesenfermagem2014@gmail.com Cinthya Ramires Ferraz cinthya_ferraz@yahoo.com.br Fábio Pereira Feitosa fabiotstfeitosa@gmail.com <p>Objetivos<strong>: </strong>avaliar a compreensão da equipe de enfermagem de uma central de material e esterilização frente aos riscos ocupacionais relacionados ao processo de limpeza de artigos médicos hospitalares; identificar os riscos ocupacionais que a equipe de enfermagem estão exposta durante o processo de limpeza dos artigos médicos e hospitalares na central de material e esterilização e investigar os mecanismos de autocuidado utilizados pela equipe de enfermagem que atuam em uma CME para reduzir a incidência de eventos relacionados aos riscos ocupacionais durante o processo de limpeza de artigos médicos hospitalares. <strong>Metodologia: </strong>Trata-se de uma pesquisa de campo descritiva e exploratória com abordagem quantitativa, que foi realizada na CME de um hospital privado do DF. Os dados foram coletados mediante uma entrevista individual, utilizando-se um questionário com 13 perguntas fechadas elaboradas pela pesquisadora utilizando a literatura disponível. A amostra do estudo foram 22 profissionais de enfermagem que atuam na Sala de recebimento e limpeza dos artigos de uma (CME).&nbsp; <strong>Resultados: </strong>A pesquisa demonstra que (100%) dos profissionais de enfermagem da CME têm consciência dos riscos que estão expostos durante o processo de limpeza dos artigos médicos hospitalares. <strong>Conclusão: </strong>conclui-se que os profissionais de enfermagem da CME estão expostos aos riscos biológicos, físicos, químicos, ergonômicos e psicológicos. Neste ambiente da CME se evidencia a importância dos mecanismos de autocuidado através do comportamento preventivo na utilização dos EPIs, a fim de evitar as doenças infectocontagiosas e lesões ocupacionais nas quais o profissional da enfermagem estar suscetível durante a exposição dos riscos ocupacionais presentes em seu ambiente de trabalho e nas suas atividades laborais.</p> 2020-07-13T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2020 Kamila Alves Feitosa, Cinthya Ramires Ferraz, Fábio Pereira Feitosa http://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/119 A IMPORTÂNCIA DA EQUIPE DE ENFERMAGEM NA PREVENÇÃO DO PÉ DIABÉTICO 2020-09-22T19:10:32+00:00 Beatriz Pereira pbeatriz022@gmail.com Meives Aparecida Rodrigues de Almeida revistajrg3@gmail.com <p>A diabetes mellitus (DM) requer tratamento clínico contínuo e ensino de autocuidados ao doente. Trata-se de uma doença com implicações importantes ao nível da saúde global e da qualidade de vida dos pacientes e das suas famílias. Os problemas do pé diabético é uma complicação comum da DM. É um estado fisiopatológico, que tem como característica presença de lesões nos pés decorrentes das alterações vasculares periféricas e/ou neurológicas especifica da doença. O enfermeiro tem um importante papel na prevenção e no cuidado, procurando identificar de forma precoce possíveis agravos e complicações, que impactam na vida do paciente diabético. O estudo teve o objetivo de mostrar a importância do enfermeiro para a prevenção do pé diabético através de diversas ações. Trata-se de uma revisão bibliográfica narrativa com a base de dados em pesquisa eletrônica de sites como: SciELO, LILACS, PUBMED e manuais do Ministério da Saúde. Os dados coletados são de artigos do ano de 2013 a 2020 completos em língua portuguesa e inglesa.</p> 2020-07-13T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2020 Beatriz Pereira, Meives Aparecida Rodrigues de Almeida http://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/130 A RELEVÂNCIA DAS POLÍTICAS PÚBLICAS PLURILÍNGUES 2020-09-22T19:10:00+00:00 Ariane Carreiro de Sousa ariane.carreiro@yahoo.com.br Mairy Aparecida Pereira Soares Ribeiro mairyribeiro@hotmail.com Juliana Guimarães Faria is.julianagf@ufg.br <p>Este estudo tem como objetivo analisar a relevância da implementação de políticas públicas plurilíngues, no Brasil, destacando a política linguística que legitima a língua de sinais da comunidade surda brasileira, a Lei 10.436, de 2002, Lei da Libras. Além disso, as políticas linguísticas conservam a cultura e a identidade de um segmento social que é minoritário, assegurando aos seus membros o direito de se manifestar como cidadãos, mesmo inseridos em uma comunidade linguística diferente da sua. À vista disso, ao se tratar do cidadão surdo brasileiro, são discutidas as ações que devem acompanhar a Lei da Libras, a fim de assegurar sua eficácia, bem como sua relevância para a pesquisa científica na área das linguagens. Logo, trata-se de um estudo bibliográfico, com abordagem qualitativa, sobre as políticas públicas plurilíngues e políticas públicas linguísticas, com base em uma análise documental da Lei 10.436, de 2002. Para atender aos objetivos da pesquisa, foram realizadas<strong> entrevistas semiestruturadas com duas pessoas surdas. Na avaliação dos sujeitos da pesquisa, concluiu-se que embora a implantação de políticas públicas plurilíngues seja importante, sua implementação ainda não se deu forma efetiva.</strong></p> 2020-07-22T19:15:36+00:00 Copyright (c) 2020 Revista JRG de Estudos Acadêmicos http://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/131 O PROCESSO DE APRENDIZAGEM DE SEGUNDA LÍNGUA 2020-09-22T19:09:38+00:00 Ariane Carreiro de Sousa ariane.carreiro@yahoo.com.br Mairy Aparecida Pereira Soares Ribeiro mairyribeiro@hotmail.com Juliana Guimarães Faria julianagf@ufg.br <p>O presente artigo tem como tema as concepções e abordagens relacionadas ao desenvolvimento e aprendizagem do sujeito fundamentadas na perspectiva sócio-histórico-cultural e dialética. Seu objetivo é demonstrar de que forma o processo de aprendizagem de segunda língua baseado nessa concepção pode se dar. A investigação desenvolvida utiliza as técnicas e procedimentos da pesquisa bibliográfica com abordagem qualitativa e está pautada na leitura dos trabalhos de dissertação de mestrado (1991) e tese de doutorado (1997) da professora Ivone Garcia Barbosa. Seguindo como base teórica os autores: Leontiev (1978), Luria (1984), Vygotsky (1988;2000) e Wallon (1986). &nbsp;Os resultados da revisão da literatura sobre esta temática apontam para a relevância da linguagem como mediadora no processo de desenvolvimento cognitivo, indicando que o processo cultural facilita a aquisição de uma segunda língua e que a relação entre sujeito e meio são determinantes para o processo de desenvolvimento do sujeito.</p> 2020-07-22T19:39:24+00:00 Copyright (c) 2020 Revista JRG de Estudos Acadêmicos http://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/132 ALGUMAS CONSIDERAÇÕES SOBRE O CONCEITO DE POLÍTICAS PÚBLICAS: O QUE O ESTADO LUCRA COM AS POLÍTICAS PÚBLICAS 2020-09-22T19:09:16+00:00 Jonas Rodrigo Gonçalves professorjonas@gmail.com Danilo da Costa danilocosta@institutoprocessus.com.br João Carlos Gonçalves joca.goncalves@yahoo.com.br <p>Este artigo analisa algumas conceituações sobre o conceito de políticas públicas, na perspectiva do que o Estado lucra, economicamente falando, com as políticas públicas. Aborda o seguinte problema: “Além do bem-estar social promovido por meio das políticas públicas, o Estado também possui outros ganhos, no que tange a aspectos econômicos?”. Como hipótese, acredita-se que sim, ou seja, que o Estado lucra economicamente falando com as políticas públicas. Analisar se o Estado lucra economicamente falando com as políticas públicas é o objetivo principal. Especificamente objetiva: tecer algumas considerações sobre o conceito de políticas públicas; avaliar se há viés romantizado sobre políticas públicas que apresente apenas os aspectos positivos de uma políticas pública; discutir o que o Estado ganha economicamente com a implementação de políticas públicas de diversas naturezas. Com isso, a pesquisa é relevante para docentes, para a ciência e para a sociedade. Fez-se uma pesquisa teórica qualitativa com base em artigos científicos e livros acadêmicos.</p> 2020-07-23T00:01:55+00:00 Copyright (c) 2020 Revista JRG de Estudos Acadêmicos http://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/133 FELICIDADE NO TRABALHO - ENTREVISTA COM PARTICIPANTE: MAX 2020-09-22T19:08:53+00:00 André Felipe Rosa andrecpol@gmail.com Cláudia Cristina Fukuda fukuda@ucb.br <p>Este trabalho científico aborda o tema acerca da felicidade no ambiente organizacional, na perspectiva da psicologia positiva. Para realização da pesquisa foi realizada entrevista qualitativa junto a um funcionário de uma Confederação, no qual foram exploradas as estruturas que induzem a felicidade no meio corporativo. Para preservar a identidade do colaborador, foi denominado um nome fictício chamado de Max.</p> 2020-07-28T01:58:11+00:00 Copyright (c) 2020 Revista JRG de Estudos Acadêmicos http://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/148 POST-MODERN HEALTH ECONOMY DEMAND PARADOX IN ECOMICS MODELS, EVIDENCE AFTER COVID-19 2020-09-22T19:08:31+00:00 Alessandro Aveni alessandro@unb.br <p>The paper seeks determinants of health demand using the economic analysis in order to clarify what could change after the market failures due to the Covid-19 pandemic during 2020. &nbsp;The economic models stated that the increase in public spending on health and in universal health systems had positive impacts on the economy of health and in general on collective health. This is a paradox because the opposite have been occurred in all economy and all over the world. Exploring the determinants of demand with bibliographic evidences form economic theories, the paper point out elements of reflection on what should be considered the demand for health for the public and private health. The results of the paper explain such paradox and underline the real demand determinants that must be assessed. The paper allows us to think how to overcome the past centuries health paradigm centered on offering medical assistance to the population through controlled markets, public health systems and the “health demand” assessment considering health as a capital good. The finals remarks of the paper could be used as a bridge to a postmodern health evaluation centered on the human being and not as an asset.</p> 2020-08-01T22:15:46+00:00 Copyright (c) 2020 Revista JRG de Estudos Acadêmicos http://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/149 COMO ELABORAR UMA RESENHA DE UM ARTIGO ACADÊMICO OU CIENTÍFICO 2020-09-22T19:08:09+00:00 Jonas Rodrigo Gonçalves jonas.goncalves@institutoprocessus.com.br <div class="page" title="Page 1"> <div class="layoutArea"> <div class="column"> <p>Este artigo tem como tema principal a elaboração de uma resenha de um artigo acadêmico ou de um artigo científico. Aborda o problema “Como elaborar uma resenha de um artigo acadêmico ou científico?”. Parte da hipótese “é possível orientar a elaboração de uma resenha de um artigo acadêmico ou científico a partir das orientações metodológicas sobre a elaboração de resenhas de livros”. O objetivo geral é explicar como se elabora uma resenha de um artigo acadêmico ou científico, a partir das orientações metodológicas de como se elabora uma resenha de um livro. Tem como objetivos específicos: entender como um tópico frasal pode gerar uma síntese; compreender como uma síntese pode ser parafraseada para originar um resumo; aprender a transformar um resumo numa resenha, a partir das técnicas de terceira pessoa explícita e de endosso. Justifica-se por ser a resenha um trabalho muito comum no universo do ensino superior, sendo interessante a docentes, discentes e sociedade. Este artigo representa uma pesquisa de tipologia teórica, a partir de base bibliográfica, enquadrando-se na modalidade de artigo de revisão de literatura.</p> </div> </div> </div> 2020-08-02T01:09:39+00:00 Copyright (c) 2020 Revista JRG de Estudos Acadêmicos http://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/150 ESTUDO DE CASO: EDUCAÇÃO INCLUSIVA IRRESTRITA NA PRÁTICA ESCOLAR 2020-09-22T19:07:47+00:00 Daniela dos Santos Borges Castro danielaborges.castro@gmail.com Marli Alves Flores Melo floresmelo@gmail.com <p>Este artigo trata de um estudo sobre a educação inclusiva implementada entre a teoria e a práxis-pedagógica, amplamente discutida entre educadores, pesquisadores e estudiosos renomados na área da educação. Objetivou-se identificar as diferenças da expressão educação “inclusiva irrestrita” no contexto escolar. Especificamente, neste caso, analisar como as práticas pedagógicas são efetivadas no cotidiano escolar por parte dos profissionais que interagem com alunos(as) com necessidades educativas especiais. Como método, optou-se em realizar um estudo de caso caracterizado como uma pesquisa descritiva na abordagem qualitativa. Revisitou-se ao longo do estudo legislações que norteiam o desenvolvimento das práticas pedagógicas no ambiente da educação. Nos resultados, constatou-se na escola pesquisada, que as infraestruturas físicas são inadequadas para cumprir os atendimentos educacionais especializados; e os profissionais que atuam na unidade escolar necessitam de formação continuada nessa modalidade de ensino da educação especial. Concluiu-se que nesse espaço escolar, melhorias devem ser feitas para receber os educandos especiais; as práticas pedagógicas desenvolvidas carecem de recursos para trabalhar com atividades específicas das deficiências dos(as) alunos(as), e&nbsp; existem limitações nos planejamentos pedagógicos. Nas implicações futuras, sugere-se a criação de ambientes inclusivos saudáveis, acolhedores, seguros, sobretudo, onde se dão às aprendizagens para todos.</p> 2020-08-19T23:50:36+00:00 Copyright (c) 2020 Revista JRG de Estudos Acadêmicos http://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/151 TRANSTORNO ALIMENTAR E OBJETIFICAÇÃO FEMININA: UM RESULTADO DAS RELAÇÕES DE PODER? 2020-09-22T19:07:25+00:00 Juliana Andreza Soares dos Santos revistajrg3@gmail.com Vanessa Lima Rodrigues da Trindade revistajrg3@gmail.com Ondina Pena Pereira revistajrg3@gmail.com Luciana da Silva Santos revistajrg3@gmail.com <p>A objetificação do corpo feminino é um conceito que tem ganhado cada vez mais visibilidade nas discussões sobre o machismo, sendo um conceito que se refere à banalização da imagem das mulheres, de maneira que a aparência é colocada em evidência em detrimento de todos os atributos que as definem enquanto seres humanos, levando à imposição de padrões sobre como devem aparentar e agir. Este estudo aborda diferentes concepções a respeito do corpo feminino e da subjetividade das mulheres sob a ótica do patriarcado, buscando discutir sobre as relações entre a cultura patriarcal,os papéis de gênero e o sistema&nbsp; de dominação, para compreender os termos pelos quais&nbsp;&nbsp; atravessam a saúde mental e corporal das mulheres. Dessa forma, este estudo procurou identificar e caracterizar a objetificação feminina por meio da literatura feminista e investigar os efeitos da objetificação sobre a autopercepção corporal de mulheres que desenvolveram transtornos alimentares, trazendo luz sobre a contribuição da Gestalt-terapia no processo de emancipação feminino. Considerando que muitas mulheres não se veem bonitas, cumpre destacar a contribuição do estudo para a Psicologia no que diz respeito à possibilidade de esta ciência proporcionar às mulheres a percepção de novas formas de existir, libertando-as do sofrimento psíquico que as relações de poder e de domínio podem causar. Vale destacar a importância de os demais profissionais, não somente das áreas da saúde, estarem atentos aos perigos da imposição dos padrões de beleza, a fim de contribuírem para intervenções saudáveis e positivas junto às mulheres.</p> 2020-08-20T12:48:27+00:00 Copyright (c) 2020 Revista JRG de Estudos Acadêmicos http://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/152 ERROS NA ADMINISTRAÇÃO DE MEDICAMENTOS: CONDUTA DO FARMACÊUTICO 2020-09-22T19:07:03+00:00 Alan de Souza Portela Passos alansouzaportela@gmail.com Guilherme Eufrazio Diniz gui.meuton@gmail.com Clézio Rodrigues de Carvalho Abreu revistajrg3@gmail.com <p>O artigo intitula-se por “equívocos na administração de medicamentos: conduta do farmacêutico”.&nbsp; Seu objetivo é apresentar os erros na administração de medicamentos e sua implicação na segurança dos pacientes, no formato de método, em revisão bibliográfica. O tema justifica-se devido ao fato de atualmente, ocorrer situações de má administração de medicamentos, e em muitos casos, as consequências são irreversíveis. Busca-se apresentar a implicação na segurança do paciente ao acontecer a má administração da medicação. O levantamento de dados ocorreu na base de dados Lilacs, Scielo e Bireme. Foram selecionados um total de 50 artigos para análise sucinta e criteriosa. Um total de 20 artigos foram descartados, por não possuírem os requisitos da pesquisa, que são artigos e teses com data a partir de janeiro de 2014. Na coleta restou, um montante de 30 artigos, que foram apreciados como embasamento teórico para o desenvolvimento do artigo científico. Conclui-se que, o farmacêutico deve ser e estar o mais qualificado possível, por está atendendo um paciente que em muitos casos, já encontra-se debilitado em seu quadro patológico, e de fato, uma intoxicação com medicamentos agravaria o quadro do paciente.&nbsp;</p> 2020-09-08T22:30:25+00:00 Copyright (c) 2020 Revista JRG de Estudos Acadêmicos http://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/154 A TEORIA DA CONFORMIDADE SOCIAL E A INFLUÊNCIA DO PERFIL DE AUTORIDADE NA PERSUASÃO DO VOTO ELEITORAL 2020-09-22T19:06:40+00:00 André Felipe Rosa andrecpol@gmail.com <p>Estudos e experimentos da psicologia social, segundo a visão de Acsh (1951) sugerem que os indivíduos tendem a imitar o padrão de comportamento em um dado núcleo que tenha uma maioria refletindo sobre o mesmo objeto. Mesmo raciocinando contrariamente, essas pessoas tendem a mudar a sua opinião em razão do grupo. A esse grupo Milgram (2009) também reflete sobre o perfil de autoridade neles presentes, na qual induz os pesquisados a seguir um perfil de influência na formação das suas escolhas e respostas. Não obstante, segundo uma análise política psicológica, aponta para uma influência de grupos que nele tenha atores que exercem uma certa autoridade, tal como os líderes religiosos, na figura da igreja, que podem persuadir os seus seguidores através da explicação desta teoria. Esse conformismo social também reflete a vontade de não se evidenciar em exposição ou vulnerável a maioria. Seguindo essa linha da psicologia social, este artigo irá explorar os pleitos eleitorais através da influência de líderes religiosos e locais na persuasão do voto eleitoral.</p> 2020-09-11T12:38:52+00:00 Copyright (c) 2020 Revista JRG de Estudos Acadêmicos http://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/155 PISA E AS POLÍTICAS PÚBLICAS DE EDUCAÇÃO: UMA ANÁLISE DAS MÉDIAS POR REGIÕES BRASILEIRAS 2020-09-22T19:06:18+00:00 Cristiane Alves Cardoso criscardosoprof@gmail.com Valdivina Alves Ferreira valdivina5784@hotmail.com <p>Este artigo trata de um estudo do Programa Internacional de Avaliação de Estudantes - tradução de <em>Programme for International Student Assessment</em> (PISA), tendo como objetivo geral, analisar a relevância da conjugação dos resultados das avaliações externas comparativamente com os indicadores sociais para a efetiva melhoria da qualidade da educação. Especificamente, identificar as conexões intrínsecas entre as médias de desempenho de estudantes e as desigualdades sociais; verificar como à qualidade da educação constitui uma realidade substancialmente diferentes entre países e regiões; identificar nos resultados se evidenciam uma realidade social desigual; revistar se a educação brasileira deve ser melhorada para se alcançar uma educação uniforme e de qualidade em todo o Brasil. Como método, optou-se pelo uso de pesquisas exploratória e bibliográfica, caracterizada como qualitativa explicativa.&nbsp; Extraiu-se os elementos com elos na produção de conhecimentos do tema investigado. Procedeu-se uma análise substancial estatística de forma quantitativa. Verificou-se em alguns dos resultados analisados, evidências que tangenciam o desenvolvimento das práticas extraescolares nos processos de ensino e aprendizagens; na edição de 2018 das aplicações das provas os dados foram estratificados por regiões brasileiras; interpretou-se o domínio da leitura em algumas unidades da federação brasileira. Conclui-se, ser imprescindível ouvir as vozes regionais, dialogar com as gestões, docentes, discentes, atores envolvidos na comunidade escolar, sociedade civil, levantar dados do local acerca dos aspectos socioeconômico, propor a implantação de projetos e a implementação de programas na finalidade e oferecer uma educação de qualidade para todos.</p> 2020-09-12T01:40:06+00:00 Copyright (c) 2020 Revista JRG de Estudos Acadêmicos http://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/116 SISTEMA NACIONAL DE EDUCAÇÃO CRÍTICAS: DIVERSOS OLHARES 80 ANOS APÓS O MANIFESTO 2020-09-22T19:11:46+00:00 Marli Alves Flores Melo floresmelo@gmail.com Marly Abrão Araujo marly1gf@yahoo.com.br <p>Resenha do livro “Sistema Nacional de Educação: Diversos Olhares 80º Anos Após o Manifesto” produzido no âmbito das comemorações dos 80 anos de publicação do Manifesto dos Pioneiros da Educação Nova, realizam um debate à luz do papel e das ações articuladas nas conferências sobre o Plano Nacional de Educação – PNE (BRASIL, Lei nº 13.005/2014) e Sistema Nacional de Educação (SNE).</p> 2020-07-13T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2020 Marli Alves Flores Melo, Marly Abrão Araujo