http://revistajrg.com/index.php/jrg/issue/feed Revista JRG de Estudos Acadêmicos 2022-12-20T00:00:00+01:00 Jonas Rodrigo Gonçalves professorjonas@gmail.com Open Journal Systems Revista JRG http://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/386 Percepção da enfermagem sobre a humanização no cuidado ao paciente 2022-09-20T18:27:58+02:00 Daielle Cristina Rodrigues Sousa Silva daiellesousaenfer@gmail.com Tafnys Lorrany de Souza da Costa tafnys08@gmail.com Maria Salete Vaceli Quintilio saletevaceli@senaaires.com.br <p>O processo de humanização considera uma mudança na cultura da atenção dos usuários e na gestão dos processos de trabalho. Ou seja, a humanização é um processo que, além de promover o cuidado humanitário com a saúde, também visa a busca por conforto físico, emocional, psíquico e espiritual dos pacientes, familiares e equipe profissional. O principal instrumento de humanização da saúde no Brasil vem da Política Nacional de Humanização, implantada pelo Ministério da Saúde em 2003. Assim, este estudo tem o intuito de investigar o conhecimento de profissionais e estudantes de enfermagem acerca desta política e o real entendimento da humanização no atendimento ao paciente. O estudo foi desenhado como uma Revisão de Literatura baseada em artigos científicos publicados nos últimos dez anos em bases de dados gratuitas disponíveis na internet. A Humanização é extremamente necessária para os profissionais da Enfermagem, tanto os graduados quanto os estudantes, pois é fundamental a associação de competências científicas e técnicas a uma norma moral que considere e obedeça às necessidades do usuário e do profissional, respeitando assim, os limites de ambos em qualquer situação que requeira e produza atos de saúde. Neste contexto, se faz necessária uma nova forma de instruir os atuantes da área e futuros profissionais. É preciso mostrar a importância de uma reflexão e de um pensamento crítico ao se prestar uma assistência ao paciente, utilizando, ainda, a Humanização como modo de promoção, cuidado e preservação da saúde.</p> 2022-09-20T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2022 http://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/388 A visão do enfermeiro sobre a correlação da unidade de terapia intensiva e propagação da covid-19: revisão literária 2022-09-23T23:43:36+02:00 Ivaneide dos Santos Mendes ivaneidemendes72@gmail.com Nilceia Janine Pereira Ribeiro nilceia.j.ribeiro@gmail.com Erci Gaspar da Silva Andrade ercigaspar@senaaires.com.br <p>A Unidade de Terapia Intensiva possui tecnologia de ponta, onde é direcionados pacientes que necessitam de cuidados de alta complexidade, o enfermeiro deverá torna-se aliado da utilização desta tecnologia, o paciente acometido pela Covid-19, em estágio avançado necessitará de cuidados intensivos; Objetivo: Analisar a visão do enfermeiro sobre a correlação da Unidade de Terapia Intensiva e a propagação da Covid-19; Métodos: trata-se de revisão integrativa da literatura, elaborada com artigos oriundos das bases de dados Literatura Latino-americana do Caribe em Ciências da Saúde , Medical Literature Analysis and&nbsp; Retrieval System Online, e da Biblioteca Scientific Eletronic Library Online; Resultados: nove artigos publicados entre 2019 e 2021, foram selecionados. Esses apresentaram a atuação do enfermeiro na Unidade de Terapia Intensiva no contexto da pandemia, desafios diante da propagação da Covid-19 e as medidas socioeducativas direcionadas aos mesmos. Conclusão: tratando-se da propagação da Covid-19, o enfermeiro exerce um importante papel na Unidade de Terapia Intensiva destacando os inúmeros desafios no exercício profissionais e problemáticos que corroboram para danos psicológicos no âmbito do trabalho, sendo necessário resolutividade em meio aos problemas apresentados e mais publicações sobre a temática.</p> 2022-09-23T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2022 http://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/389 Reações adversas em vacinas: revisão integrativa 2022-09-24T00:21:23+02:00 Bárbara Sena Borgmann Rodrigues da Silva barbaraborgmann09@gmail.com Walquiria Lene dos Santos walquiria@senaaires.com.br <p>As reações adversas podem estar ligadas à toxicidade normal da vacina, acontecendo como parte da resposta imune. O objetivo geral dessa pesquisa foi analisar as principais reações adversas descritas em estudos pesquisados. Essas são raras, mas devido aos transtornos e lesões causadas, são altamente indesejadas. Trata-se de uma revisão integrativa considerando as informações nas bases de dados em buscas na literatura quanto à investigação de riscos associados à vacinação. Foram realizadas buscas de artigos científicos, pesquisados na internet por meio dos bancos de dados: Lilacs, Scielo e Medline/Pubmed. Total dos artigos encontrados 356 com os descritores imunização, vacinação, efeito colateral e reações adversas, após leitura exaustiva dos artigos e de acordo com os critérios de inclusão e exclusão, foram utilizados 08 artigos de acordo com os resultados. Os eventos adversos mais frequentes, de acordo com esta pesquisa foram: irritabilidade, dor de cabeça, cansaço, dor e vermelhidão no local da aplicação, perda de apetite, sonolência, diarreia, náusea, vômito, inchaço, mal-estar, febre baixa, endurecimento no local da aplicação.<sup>&nbsp; </sup>Entre 0,1% e 1% dos vacinados relatam sintomas respiratórios, rinite, vertigem, erupções na pele, dor muscular, rigidez muscular, diminuição da sensibilidade, dormências, coceira e calafrios. Os resultados comprovam que os benefícios de receber a vacina superam os riscos, as pesquisas demonstram que a maioria das reações adversas notificadas não foi grave. As principais limitações desse estudo ocorrem devido à falta de artigos publicados relacionado às reações adversas em todas as vacinas.</p> 2022-09-23T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2022 http://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/390 O papel do enfermeiro sobre as intercorrências causadas pela Covid-19 no âmbito hospitalar 2022-09-24T01:00:00+02:00 Jessica Alves Barbosa jessicaalvesbaroa@gmail.com Nathalia Souza Ramos Loula nathyibm@hotmail.com Erci Gaspar da Silva Andrade ercigaspar@senaaires.com.br <p>O enfermeiro é visto como uma grande força de trabalho no campo da saúde, refletindo o saber-fazer, em tempos de pandemia sua importância é destacada, porém intercorrências surgiram ao longo deste percurso. Objetivo: Analisar o papel do enfermeiro sobre as intercorrências causadas pela Covid-19 no âmbito hospitalar; Métodos: trata-se de revisão integrativa da literatura, elaborada com artigos oriundos das bases de dados Literatura Latino-americana do Caribe em Ciências da Saúde e Medical Literature Analysis and Retrieval System Online, e da biblioteca Scientific Eletronic Library Online. Resultados; 14 artigos publicados entre 2016 e 2021 foram selecionados. Esses apresentaram o papel do enfermeiro sobre as intercorrências no âmbito hospitalar e frente ao contexto causado pela a Covid -19.; Conclusão: tratando-se das intercorrências causadas pela Covid-19, o enfermeiro exerce sua profissão no cuidado de excelência prestada ao paciente no ambiente de trabalho, sendo necessário resolutividade em meio às problemáticas apresentadas.</p> 2022-09-23T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2022 http://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/391 O controle de qualidade nas indústrias farmacêuticas 2022-09-25T01:53:26+02:00 Julisson Marques Roque do Nascimento julissonm74@gmail.com Mirelle Rodrigues dos Santos mirellerodrigues444@gmail.com Maria Salete Vaceli Quintilio salete.vaceli@gmail.com <p>O controle de qualidade na indústria farmacêutica é a combinação de procedimentos usados para garantir que um produto atenda de forma eficiente aos requisitos propostos. Este estudo tem como objetivo destacar a importância do controle de qualidade na fabricação e embalagem de produtos nas indústrias farmacêuticas no Brasil. Trata-se de uma Revisão Literária Integrativa com abordagem qualitativa, realizada através da busca e seleção de artigos científicos publicados nos últimos dez anos, disponíveis nas principais bases de dados da área da saúde, usando-se descritores específicos como critério de inclusão. A qualidade dos processos industriais farmacêuticos, assim como sua execução, é de grande interesse para a indústria farmacêutica, principalmente no que diz respeito à sua padronização. O controle de qualidade estrito de produtos farmacêuticos agrega valor científico quando verificado a lisura do processo desde o seu início de fabricação, envolvendo a química farmacêutica, até toda a cadeia de produção da indústria farmacêutica. Portanto, executar o controle de qualidade é primordial para garantir e verificar se um medicamento atende aos padrões de qualidade exigidos por meio de avaliação segura em todos os protocolos estabelecidos pelas agências reguladoras em saúde.</p> 2022-09-24T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2022 http://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/392 Os riscos do uso de medicações para o emagrecimento 2022-09-25T02:04:40+02:00 Antônia Vanessa Ferreira Silva vanessaferreira170291@gmail.com Laryssa Bispo dos Santos laryssabispo11@gmail.com Fellipe José Gomes Queiroz fellipegomes2008@gmail.com <p>Objetivo deste tudo foi avaliar o os riscos de se utilizar medicamentos no processo de emagrecimento. Essa pesquisa tem o intuito de mostrar a importância da utilização de medicações corretas, receitadas por médicos de forma controlada, no processo de emagrecimento, encorajando o paciente a usa métodos não farmacológicos para se obter sucesso na perda de peso. <strong>Metodologia: </strong>Foi realizado um estudo de revisão de literatura, com a utilização das normas ABNT, por meio das bases de dados, SCIELO (Scientific Eletronic Library On-line), MEDLINE, LILACS, Google Acadêmico, Bireme, Ebsco Host, Pubmed, livros e artigos publicados entre os anos 2011 a 2021 em português, inglês e espanhol, foram incluídos os artigos que obedeceram aos seguintes critérios: (1) estudos que tenham como foco no uso de medicamentos para o emagrecimento e seus riscos (2) estudos que estejam disponíveis em texto completo. Foram excluídos da busca bibliográfica os artigos incompletos e não disponíveis. <strong>Conclusão</strong>: O uso indiscriminado de medicamentos para emagrecer pode causar efeitos adversos, como ansiedade, problemas cardíacos, confusão, insônia, alterações de humor e comportamento violento. Além desses transtornos, existem transtornos psiquiátricos, incluindo delírios, alucinações visuais e auditivas e delírios.</p> 2022-09-24T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2022 http://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/393 A importância da suplementação com ácido fólico em gestantes 2022-09-26T19:32:48+02:00 Andressa Bezerra Rodrigues Diniz andressabrdiniz@icloud.com Fellipe José Gomes Queiroz fellipegomes2008@gmail.com <p>O ácido fólico como suplemento alimentar para gestantes no auxílio da formação neural e do embrião. <strong>Problema</strong>: qual a importância do uso do suplemento ácido fólico por mulheres grávidas para a prevenção de problemas no sistema neural do embrião em formação nos primeiros estágios da vida? <strong>Hipótese</strong>: o ácido fólico é um recurso importante para a formação neural do embrião e deve fazer parte da vida da mulher gestante.<strong> Objetivos</strong>: analisar a importância da suplementação com ácido fólico para as gestantes e o embrião.<strong> Justificativa</strong>: as mulheres em sua gestação e durante o pré-natal no Brasil, busca qualidade de atendimento e oportunidade de gerar um filho com saúde plena, desde quando ainda é embrião em plena formação e desenvolvimento. <strong>Metodologia</strong>: Trata-se de revisão bibliográfica. <strong>Resultados</strong>. Os nutrientes ingeridos pela mãe durante a gravidez costumam ser essenciais para a gênese normal do embrião. Um micronutriente importante é a vitamina B9, o ácido fólico.</p> 2022-09-26T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2022 http://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/394 O uso dos esteroides anabolizantes androgênicos: uma revisão da literatura 2022-09-26T19:53:57+02:00 Hugo Leonardo Pereira de Sena hugoleonardo0904@gmail.com Fellipe José Gomes Queiroz fellipegomes2008@gmail.com <p>O culto ao corpo tem sido uma característica predominante da atualidade, de forma que há uma crescente busca pela melhora visual da aparência corporal. Sendo assim, nos últimos anos as técnicas de cuidado como dietas, musculação e cirurgias estéticas se tornaram mais frequentes, assim como o uso de substâncias sintéticas visando a melhora da aparência física. O estudo em questão aborda o uso de esteroides anabolizantes androgênicos, drogas sintéticas que são tidas como problema de saúde pública e utilizada por pessoas que visam uma melhora visual do seu corpo. Trata-se, normalmente, de homens e mulheres, em sua predominância homens, pautados nos aspectos socioculturais do consumo e do amor ao corpo. Foi utilizada como metodologia pesquisa bibliográfica, tendo em vista o uso de material já existente sobre a temática para embasar o trabalho em questão. Pode-se concluir que a relação entre o consumo de substâncias anabolizantes e a construção social da masculinidade precisa ser mais estudada no âmbito da saúde pública. Além disso, os resultados demonstraram que vários efeitos colaterais são causados pelo uso não terapêutico e abusivo dos EAA.</p> 2022-09-26T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2022 http://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/396 O uso do teste projetivo Rorschach para avaliação psicológica no contexto da segurança pública 2022-09-27T16:02:27+02:00 Beatriz Amália Albarello beatrizamalia@gmail.com <p>Este artigo teve como objetivo realizar uma pesquisa bibliográfica e busca sistematizada sobre o uso do teste projetivo Rorschach na avaliação psicológica em profissionais da segurança pública, especificamente policiais militares. Os achados sobre o tema não abordam especificamente a indicação dos testes projetivos como uso relevante para a avaliação psicológica. Pesquisas realizadas com o uso de avaliação psicológica para porte de arma de fogo indicam a importância dos testes projetivos Rorschach e Zulliger para a avaliação da personalidade em profissionais da área de segurança pública, tendo em vista as exigências do perfil profissiográfico e psicológico que é exigido pelo Conselho Federal de Psicologia para se avaliar os traços de personalidade para esse fim.</p> 2022-09-27T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2022 http://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/397 Saúde mental das gestantes: a importância dos cuidados de enfermagem 2022-09-27T16:08:16+02:00 Daniela Barbosa Borges de Oliveira dany-com@live.com Amanda Cabral dos Santos falacabral@terra.com.br <p>Existe uma alta prevalência de transtornos mentais identificados nos períodos pré-natal e puerperal que afetam a saúde da mulher. Os cuidados de enfermagem ofertados a essas mulheres devem ser desde o planejamento reprodutivo até o pós-parto, seguindo as recomendações dos protocolos e levando em conta os aspectos psicológicos que envolvem a saúde da mulher. Assim, este artigo pretende responder a seguinte questão: as equipes de atenção ao pré-natal e puerpério atuam na prevenção e na promoção da saúde mental das gestantes? <strong>Objetivo</strong>: Identificar evidências da literatura sobre a atuação da (o) enfermeira (o) no cuidado a saúde mental do início da gestação até o puerpério, principais problemas relacionados e fatores de risco. <strong>Métodos</strong>: Estudo exploratório e qualitativo, realizado por meio de pesquisa bibliográfica, com artigos selecionados do ano 2000 a 2020, nas bases de dados SCIELO. <strong>Resultados</strong>: Foram localizados 28 artigos e selecionados 6, os quais demonstraram os fatores de risco, fatores de proteção e a falta de capacitação dos profissionais das Equipes de Saúde da Família. <strong>Conclusão</strong>: as publicações sobre a atuação da enfermagem voltadas para a melhoria dos cuidados à saúde mental de gestantes e puérperas ainda são insuficientes para o estabelecimento de evidências científicas e o subsídio de políticas públicas que contemplem a saúde mental.</p> 2022-09-27T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2022 http://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/398 Câncer pediátrico e dinâmica familiar: uma revisão sistemática 2022-09-27T16:42:15+02:00 Acimar Gonçalves da Cunha Júnior acimarjr@hotmail.com Maria Aparecida Penso penso@p.ucb.br <p>Este trabalho consiste em uma revisão sistemática sobre o impacto do câncer pediátrico na dinâmica familiar a partir do referencial teórico sistêmico de abordagem das famílias. Foi realizada revisão literária pelo portal de periódicos da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior do Ministério da Educação (CAPES/MEC), com uso da ferramenta “busca avançada”, bem como a busca nas bases de dados LILACS, PEPSIC e SCIELO. Vinte e quatro artigos foram selecionados para leitura completa e, com a análise de conteúdo temática, quatro categorias foram construídas para o funcionamento familiar e os subsistemas: câncer pediátrico e dinâmica familiar – enfrentamento e função; câncer pediátrico e subsistema conjugal – coesão, flexibilidade e comunicação; câncer pediátrico e subsistema parental – ser pais o tempo todo; e câncer pediátrico e subsistema fraternal – qual o lugar dos irmãos? Identificou-se maior coesão, mais expressividade dos membros e menor conflito contrapondo-se a maior suporte no seio familiar. Observou-se que o diagnóstico de câncer perpetua mudanças perenes na dinâmica familiar, apesar do esforço desta de manter um senso de normalidade. Novas pesquisas são necessárias sobre as relações dos subsistemas e dos padrões familiares “herdados” para as ações de enfrentamento e ajuste.</p> 2022-09-27T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2022