https://revistajrg.com/index.php/jrg/issue/feed Revista JRG de Estudos Acadêmicos 2024-05-28T22:19:58+02:00 Jonas Rodrigo Gonçalves revistajrg@gmail.com Open Journal Systems Revista JRG https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1066 A fiscalização e a operação de trânsito: perspectivas para o direito ao trânsito seguro 2024-05-06T23:23:28+02:00 Gustavo Vinicius Delmondes Chaves guetsbsb@yahoo.com.br <p>O presente artigo versa sobre a importância da fiscalização e da operação de trânsito como instrumentos para viabilizar a segurança no trânsito. Nele, aborda-se a questão do sustentáculo ou tripé do trânsito seguro (educação, engenharia e esforço legal) pode contribuir para a execução de ações em cada uma das áreas desse tripé por intermédio da operação e da fiscalização de trânsito. &nbsp;Há a discussão e o apontamento de como podem ser efetivadas as interações entre essas ferramentas e as áreas do tripé da segurança no trânsito, além de se tratar a abrangência do direito à segurança viária e as medidas a serem tomadas para sua real efetivação. Constatou-se que a fiscalização e a operação de trânsito são meios que podem colaborar para o desenvolvimento da educação, engenharia e esforço legal, consolidando o direito ao trânsito seguro.</p> 2024-05-16T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1008 A fé como estratégia de enfrentamento ao câncer 2024-04-12T18:44:02+02:00 Yara Martins Nunes yaramaezona@hotmail.com <p>As crenças espirituais podem influenciar a maneira como os indivíduos enfrentam as doenças, com impacto positivo na redução de sintomas físicos e emocionais. O objetivo deste estudo foi avaliar a influência da fé e da espiritualidade como estratégias de enfrentamento ao câncer. Estudo transversal descritivo realizado em um hospital público do Distrito Federal. Amostra de 30 pacientes com diversos tipos de câncer em tratamento quimioterápico. &nbsp;Os dados foram coletados por meio de entrevista semiestruturada e Escala de Coping Religioso-Espiritual (Escala CRE), primeiro instrumento de avaliação de CRE do Brasil, com base na escala norte-americana RCOPE de Pargament, Koenig e Perez (2000). Verificou-se relevante influência da religiosidade/espiritualidade no enfrentamento ao câncer e intensificação da fé após serem diagnosticados com a doença. Constatou-se que, subsequente ao diagnóstico, as pessoas procuram mais a religiosidade/espiritualidade, revendo valores e transformando-se para melhor enfrentamento do adoecimento.</p> 2024-05-24T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1006 Plantas medicinais que atuam no sistema endócrino: evidências clínicas no uso de bauhinia forficata e glycine max 2024-04-09T22:47:30+02:00 Bruna Chaves da Silva bruna.chaves.505@gmail.com Jamyle Sena Lobato Rodrigues jamylerodrigues37@gmail.com Tainã de Moraes Gentil tah.gentil@hotmail.com Wellina da Silva Lobato wellinalobato25@gmail.com Rafael Figueiredo Gomes rafaelfgomes20@gmail.com Allan Carlos da Silva Tiago allan.silva@faculdadefam.edu.br Paulo de Oliveira Paes de Lira Neto paulolira109@gmail.com Vanessa Gonçalves de Moraes nessamoraes@msn.com <p>O sistema endócrino é o sistema responsável por regular e coordenar as mais variadas funções do organismo humano por meio de glândulas secretoras de hormônios e, assim como qualquer sistema do organismo, ele está sujeito a sofrer com patologias e distúrbios capazes de afetar significativamente o seu equilíbrio como: o diabetes mellitus e o climatério. Nesse cenário, plantas medicinais como a <em>Bauhinia forficata</em> e a <em>Glycine max</em> podem se apresentar como uma alternativa terapêutica eficaz, pois elas possuem, em suas estruturas, substâncias ativas com a capacidade de tratar esses distúrbios, além de serem acessíveis para a população acometida. Diante disso, este estudo tem por objetivo investigar os efeitos terapêuticos comprovados, por meio de artigos científicos, da <em>Bauhinia forficata</em> e da <em>Glycine max</em> no tratamento do diabetes mellitus e dos sintomas do climatério, respectivamente. A metodologia deste trabalho consistiu em uma revisão bibliográfica utilizando os descritores <em>"Bauhinia forficata"</em>, "Diabetes mellitus", <em>"Glycine max</em>", "Climatério" e "Isoflavonas" pesquisados nas plataformas de dados Google Acadêmico, SciELO, Biblioteca Virtual em Saúde e Lilacs para artigos publicados entre 2013 e 2022. A partir dos estudos analisados, os resultados obtidos foram que essas plantas, de fato, apresentam propriedades terapêuticas e que é importante conhecê-las e entendê-las, por meio de estudos mais detalhados, para que possam proporcionar segurança e eficácia no tratamento. Portanto, a <em>Bauhinia forficata</em> e a <em>Glycine max</em> podem ser considerados vegetais com efeitos terapêuticos comprovados e de grande importância para a população.</p> 2024-05-23T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1105 Tratamentos estéticos para estrias 2024-05-15T22:18:44+02:00 Crislaine Aparecida Vicente de Lima cris.vicentelima@outlook.com Ronney Jorge de Souza Raimundo ronney.jorge@gmail.com <p><strong>Introdução:</strong> A pele é uma estrutura complexa do corpo humano que pode ser afetada por uma ampla variedade de condições dermatológicas. Essas condições podem ser influenciadas por fatores genéticos, lesões e o processo natural de envelhecimento. Entre essas condições, as estrias são comuns e representam uma preocupação estética significativa para muitas pessoas. <strong>Objetivo: </strong>Explorar o surgimento das estrias, compreendendo as suas diferentes características e etiologia para assim selecionar o tratamento mais eficiente. Tudo isso, ressaltando a importância do profissional de fisioterapia nesse contexto. <strong>Metodologia: </strong>Incluiu revisões sistemáticas detalhadas, bem como a análise de livros e artigos científicos publicados no período de 2010 a 2024. Ao todo, foram analisados 37 arquivos, todos contribuindo para embasar as discussões apresentadas neste trabalho. <strong>Resultados: </strong>Evidencia-se a importância do papel do profissional de fisioterapia no tratamento das estrias. Através de sua expertise no tratamento de alterações musculoesqueléticas e dermatofuncionais. <strong>Conclusão: </strong>Ressalta a necessidade de uma abordagem abrangente no tratamento das estrias, considerando os diversos métodos disponíveis e o papel crucial dos fisioterapeutas nesse processo. A compreensão aprofundada da fisiologia da pele e a colaboração interdisciplinar são essenciais para alcançar resultados satisfatórios na escolha e na aplicabilidade dos tratamentos para estrias.</p> 2024-05-22T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1123 Rodas de conversa sobre estratégias para aliviar a ansiedade em crianças hospitalizadas: um relato de experiência 2024-05-22T15:18:51+02:00 Thayná de Souza Oliveira thayna.s.cardoso@hotmail.com Jeani Maria da Conceição Santos jeani.jk@hotmail.com Uirassú Tupinambá Silva de Lima uirassu.lima@cesmac.edu.br <p><strong>Introdução:</strong> A ansiedade desde uma perspectiva psicobiológica é considerada como sendo um estado de alerta mediante a uma ameaça à integridade, seja física ou psicológica que desencadeia um gasto suplementar de energia na pessoa adoecida. <strong>Objetivo:</strong> Relatar a experiência de professores e estudantes de enfermagem de uma instituição privada de ensino superior na facilitação de uma roda de conversas sobre a utilização de estratégias de redução da ansiedade em crianças hospitalizadas. <strong>Método:</strong> Trata-se de um estudo de dados secundários, para a coleta de dados foram utilizados o diário observacional, roteiro de estratégias possíveis para nortear a conversa, ensaios fotográficos das atividades, plano diário das rodas de conversa. <strong>Resultados e Discussão:</strong> foram identificadas categorias de conhecimento, incluindo estratégias terapêuticas, equipe multidisciplinar, ressaltando a importância de uma abordagem integrada para o manejo da ansiedade em crianças no contexto de internamento. <strong>Conclusões:</strong> Evidenciou-se a necessidade de uma abordagem abrangente e integrada no cuidado da ansiedade em crianças durante o internamento hospitalar. A enfermagem desempenha um papel fundamental na promoção do bem-estar emocional e na qualidade de vida desses pacientes durante todo o processo de cuidado.</p> 2024-05-22T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1102 Remição penal pela leitura: uma revisão sistemática de literatura 2024-05-15T19:42:52+02:00 Marcos Antonio de Sousa Aguiar marcosirapoan@hotmail.com Giliarde Benavinuto Albuquerque C.V.R.N Gama benavinuto.gama@gmail.com <p>O presente estudo é resultado de um Trabalho de Conclusão de Curso, requisito parcial para a obtenção do grau de Bacharel em Direito pela Universidade Estadual do Tocantins, Câmpus Paraíso. O objetivo do estudo foi realizar uma revisão de literatura sobre remição penal por meio da leitura no âmbito do Sistema Penitenciário e Prisional brasileiro. A remição pela leitura se configura como um poderoso instrumento de reinserção social de privados de liberdade - PPL. Assim, o trabalho se justifica pela importância do levantamento de literatura ao direcionamento e desenvolvimento de políticas públicas mais eficazes na execução penal. A metodologia utilizada foi a revisão de literatura, que identifica, seleciona e avalia criticamente pesquisas consideradas relevantes para dar suporte teórico-prático à classificação e análise de estudos relevantes sobre o tema. Os dados foram coletados por meio eletrônico, disponíveis nas bases de dados <em>Scientific Electronic Library on-line</em> (Scielo) e Google Acadêmico, no período de 2020 a 2023. Para a realização deste trabalho, foi feito um levantamento bibliográfico (2020 e 2023). Concluiu-se que a remição pela leitura representa um avanço significativo à reintegração social dos PPLs ante o leque de oportunidades de leitura de vida além cárcere e, especialmente, a redução dos índices de reincidência criminal. No entanto, é importante ressaltar que ainda há desafios a serem superados, como a falta de investimento em projetos de reeducação e reinserção social, a escassez de recursos e materiais disponíveis nos presídios e a necessidade de um maior engajamento do governo na promoção de iniciativas que realmente visem à reintegração dos indivíduos e à redução da criminalidade.</p> <p>&nbsp;</p> 2024-05-15T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1118 A vivência de familiares de pacientes oncológicos em cuidados paliativos: uma revisão de escopo 2024-05-18T16:47:22+02:00 Mirele Emily Pires da Silva mirele.pires@unesp.br Leticia Viotto Lima mirele.pires@unesp.br Elisangela Cristina de Campos leticia.v.lima@unesp.br Guilherme Correa Barbosa g.barbosa@unesp.br Milena Temer Jamas milena.temer@unesp.br Anna Paula Ferrari anna.ferrari@unesp.br <p>Esta pesquisa objetivou analisar os mecanismos de adaptação psicológica utilizados na vivência de familiares de pacientes oncológicos em cuidados paliativos. Método: Trata-se de uma revisão de escopo envolvendo as bases de dados SCOPUS, Web of Science, PubMed e LILACS. Selecionou-se 33 artigos a partir dos critérios de inclusão: publicações que abordavam o coping, sem delimitação de tempo ou idioma. Os critérios de exclusão foram: artigos duplicados e aqueles que não respondiam à questão norteadora. Resultados: Identificaram temas importantes através da análise dos estudos, relacionados com a invisibilidade do cuidador, concomitantemente com o fato de que a maioria dos cuidadores familiares eram do sexo feminino; as principais estratégias adaptativas foram evitação, esperança, espiritualidade e apoio familiar. Conclusão: Este estudo permitiu evidenciar as principais estratégias de enfrentamento utilizadas pelos familiares de pacientes oncológicos em cuidados paliativos. Algumas intervenções como novos instrumentos de identificação do tipo de coping e escala de satisfação dos cuidadores com a equipe de saúde poderiam ser facilitadores do cuidado com esse público.</p> 2024-05-21T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1050 Os efeitos da diabetes gestacional no recém-nascido: revisão integrativa da literatura 2024-05-01T15:55:51+02:00 Thalita Isayane Lopes de Oliveira thalita.oliveira@eenf.ufal.br Amuzza Aylla Pereira dos Santos amuzza.santos@gmail.com Maria Elisângela Torres de Lima Sanches maria.sanches@eenf.ufal.br Lavínia Helena Rufino da Silva laviniahelena00@gmail.com <p>O estudo objetivou analisar na literatura os efeitos que a diabetes mellitus gestacional causa no recém-nascido. Trata-se de uma revisão integrativa da literatura, com artigos publicados entre 2013 a 2023, no idioma português e com texto completo disponível. Utilizou-se como questão norteadora: Quais as consequências da diabetes gestacional ao recém-nascido? A pesquisa bibliográfica foi realizada entre setembro e novembro de 2023, sendo realizada buscas nas bases de dados: Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde (LILACS), Scientific Electronic Library Online(SCIELO), Medical Literature Analysis and Retrieval System Online (MEDLINE) e Google Scholar, por meio dos Descritores em Ciências da Saúde (DeCS): diabetes gestacional, complicações na gravidez, recém-nascido, realizando combinações com os termos com o uso do operador booleano “AND”. Os resultados mostraram 11 artigos que obedeceram aos critérios de inclusão e exclusão, no qual respondiam a pergunta norteadora das consequências ao recém-nascido. Conclui-se que as gestantes com diabetes gestacional fazem parte do grupo classificado como gravidez de alto risco, o que representa um sério problema de saúde pública.</p> 2024-05-20T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1067 Associação entre risco nutricional e complicações pós-operatórias em pacientes cirúrgicos com câncer de cabeça e pescoço em um hospital público terciário do Distrito Federal 2024-05-07T04:39:03+02:00 Tamires Alves Torres tamiresatorres@gmail.com Jéssica Amarante de Oliveira jessica.amarante2@gmail.com Millena Irene Gonçalves dos Reis myllenairene@hotmail.com <p>Introdução: O câncer de cabeça e pescoço acomete a nasofaringe, hipofaringe, orofaringe, laringe e cavidade oral/ nasal. Sabe-se que a própria doença e o tratamento antineoplásico podem influenciar no aparecimento de sintomas gastrointestinais, perda de peso e baixa ingestão alimentar que contribuem para o desenvolvimento da desnutrição. Sabe-se que em pacientes cirúrgicos, há um risco elevado no aparecimento de complicações no pós-operatório, e que o bom estado nutricional interfere em menores complicações, maior qualidade de vida e menor tempo de internação. A triagem nutricional em pacientes cirúrgicos é utilizada para detectar risco nutricional, com o propósito de identificar médio e alto nutricional e realizar manejo nutricional conforme a necessidade do indivíduo. Objetivos: Associar o risco nutricional e complicações pós-operatórias em pacientes com câncer de cabeça e pescoço em um Hospital Público Terciário do Distrito Federal. Métodos: Trata-se de um estudo retrospectivo descritivo com pacientes admitidos para realizar cirurgia no período de Janeiro de 2019 a Dezembro de 2020, com diagnóstico de câncer de cabeça e pescoço. Os dados foram coletados a partir de prontuário informatizado <em>(TrakCare e Soul MV)</em>. O estado nutricional foi analisado por meio da triagem nutricional pela <em>Nutritional Risk Screening</em> (NRS-2002) realizada durante a admissão. Resultados: Foram incluídos no estudo 68 indivíduos, sendo o sexo masculino (79%) e idoso (59%) mais prevalente. Aproximadamente 51% dos pacientes apresentaram perda ponderal, sendo 50% classificados com médio risco e 4 % com alto risco. Observou-se que metade dos pacientes desenvolveram complicações após a cirurgia, sendo as fístulas as mais prevalentes, cerca de 61% dos pacientes que apresentou algum tipo de complicação no pós-operatório foram classificados em risco nutricional pela NRS-2002, porém não houve significância estatística. Conclusão: os resultados alcançados através desse estudo, reforçam a necessidade de novos estudos sobre estado nutricional e complicações pós-operatórias no público oncológico de cabeça e pescoço.</p> 2024-05-17T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1087 Assistência de enfermagem no pré-natal tardio: Consequências para o Binômio Materno-Infantil. 2024-05-11T00:58:22+02:00 Sandra Godoi de Passos sandygodoi21@gmail.com Lucivane Gomes de Medeiros Araujo medeiros.lucivane@gmail.com Natalia Cristina Silva Barbosa nataliacristina165@gmail.com Neila Patrícia Lima Hipólito patrícia.curinga@gmail.com <p>As consultas de pré-natal são de extrema importância para o bom desenvolvimento da gestação, visto que é nesse momento que se acompanha o crescimento do feto. Por esse motivo é imprescindível que seu início se dê no primeiro trimestre. O pré-natal é um importante indicador de saúde pública e isso envolve diretamente a assistência que está sendo prestada pelos profissionais<strong>. Objetivo: </strong>Denotar as consequências negativas trazidas pelo início tardio do pré-natal e as causas mais recorrentes na literatura, analisando como o enfermeiro auxilia nesse período. <strong>Metodologia:</strong> Trata-se de um estudo de revisão sistemática da literatura por meio de pesquisa na Biblioteca virtual de saúde, e nas bases de dados: Scielo, Google acadêmico, Pubmed e outros, realizada em fevereiro de 2024. A coleta de dados foi efetuada pela busca de artigos científicos completos ou revisados, publicados em língua portuguesa nos últimos 10 anos. <strong>Resultados:</strong> Foram encontrados 13 artigos pertinentes ao tema, divididos em dois subtemas distintos: um com o foco nas consequências do pré natal tardio e o outro com foco nas causas relacionadas. <strong>Conclusão:</strong> Com base nos dados analisados, solidificou-se que o pré natal feito de forma inadequada, principalmente iniciado tardiamente trás consequências negativas não somente para o feto, bem como para a mulher que está gestando e que as causas para o início do pré-natal tardio são causas evitáveis, principalmente, com educação em saúde e capitação precoce da população. Contudo, pode-se concluir que diversos fatores são preponderantes para o desfecho negativo do pré-natal, porém, a falta de acesso ao serviço, baixa escolaridade e fatores socioeconômicos, são, em sua maioria, determinantes e condicionantes da saúde dessa população e que a assistência prestada, pode, de alguma maneira, mudar essa realidade. &nbsp;</p> 2024-05-28T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1084 Estudo epidemiológico da cobertura vacinal contra o sarampo em menores de 01 ano pós pandemia do Covid-19 no Brasil e sua correlação com o ressurgimento dos casos de sarampo 2024-05-10T22:10:12+02:00 Julie Mayara da Silva Oliveira juliemayara25@gmail.com Nallanda Sophia de Lemos da Silva nallandasophia10@gmail.com Maria da Glória Freitas mgfgloriaf@gmail.com Marlene de Souza Lima marlenesl10@gmail.com <p><strong>Introdução</strong>: O ressurgimento do sarampo no Brasil tem sido uma preocupação significativa em saúde pública, especialmente após a pandemia do COVID-19. A queda na cobertura vacinal e a disseminação de desinformação contribuíram para o aumento dos casos da doença, destacando a necessidade de compreender a relação entre a cobertura vacinal e o ressurgimento do sarampo. <strong>Objetivo geral:</strong> Analisar a cobertura vacinal contra o sarampo em menores de 01 ano pós pandemia do COVID-19 no Brasil e sua correlação com o ressurgimento dos casos de sarampo. <strong>Metodologia:</strong> Trata-se de um estudo epidemiológico, descritivo, retrospectivo, de abordagem quantitativa. <strong>Resultados e discussão:</strong> Os dados revelaram uma redução na cobertura vacinal contra o sarampo ao longo dos anos estudados, com um aumento nos casos da doença, sobretudo entre 2019 e 2020, fato este que apresentou correlação com o contexto pandêmico, onde houve uma queda da cobertura vacinal em várias regiões do Brasil. A disseminação de desinformação, a desconfiança nas vacinas contra o sarampo e as interrupções nos serviços de saúde durante a pandemia do COVID-19 na queda da cobertura vacinal também foram fatores influenciadores. <strong>Conclusão:</strong> Portanto, destaca-se a urgência de promover a vacinação como uma medida de saúde pública para prevenir surtos de sarampo. São necessárias ações coordenadas para melhorar a cobertura vacinal, combater a desinformação e fortalecer os sistemas de saúde, visando proteger a população contra o sarampo e outras doenças, essas medidas são fundamentais para garantir a saúde e o bem-estar de todos os cidadãos brasileiros.</p> 2024-05-16T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1106 Integralidade da fisioterapia no tratamento do câncer de mama 2024-05-15T22:41:56+02:00 Amanda Santiago da Mota amandasantiago349@gmail.com Ronney Jorge de Souz Raimundo ronney.jorge@gmail.com <p style="text-align: justify;"><span style="font-family: 'Arial',sans-serif;">Introdução: Este trabalho propõe uma análise sobre o papel da fisioterapia no tratamento do câncer de mama, destacando sua relevância além da reabilitação física, adentrando nas dimensões psicossociais e emocionais da doença. Objetivo: Através de uma revisão da literatura evidencia-se a fisioterapia como um pilar essencial no cuidado oncológico multidisciplinar, atuando desde a detecção precoce até o suporte paliativo. Metodologia: A análise enfatiza a necessidade de uma abordagem integral que considere o paciente em sua totalidade, ressaltando a importância da educação, prevenção, e do apoio emocional no tratamento. Persistem desafios relacionados à integração da fisioterapia nas equipes de saúde e ao reconhecimento de seu potencial pleno por pacientes e profissionais. Resultados: O estudo aponta para a evolução contínua da fisioterapia oncológica e a urgência de uma prática que dialogue com as complexidades do ser humano diante do câncer de mama, promovendo não apenas a sobrevivência, mas também a qualidade de vida e o bem-estar integral. Conclusão: Conclui-se que a fisioterapia desempenha um papel crucial no tratamento do câncer de mama, não apenas abordando aspectos físicos, mas também oferecendo suporte emocional e psicossocial. No entanto, é necessário um maior reconhecimento e integração dessa disciplina nas equipes de saúde, visando a melhoria contínua do cuidado e da qualidade de vida dos pacientes.</span></p> 2024-05-17T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1104 A atuação fisioterapêutica em pacientes portadores da artrite reumatoide 2024-05-15T21:22:05+02:00 Pabline Souza Teodoro pabline.souzateodoro@gmail.com Ronney Jorge de Souza Raimundo ronney.jorge@gmail.com <p><strong>Introdução:</strong> A artrite reumatoide (AR) é uma doença autoimune que causa inflamação e danos irreversíveis nas articulações, afetando também órgãos como coração, pulmão, olhos e sistema nervoso, resultando em baixa qualidade de vida e incapacidade funcional. A detecção precoce da artrite reumatoide, combinada com avanços científicos e tecnológicos, possibilita tratamentos mais eficazes, controlando os sintomas na fase inicial e prevenindo danos nas articulações. Isso envolve cuidados farmacológicos e não farmacológicos para alcançar a remissão ou baixa atividade da doença, melhorando a qualidade de vida dos pacientes. <strong>Objetivo:</strong> revisar a literatura sobre tratamentos fisioterapêuticos para artrite reumatoide, destacando intervenções com resultados superiores.<strong> Metodologia:</strong> Se trata de uma revisão bibliográfica, onde a busca foi realizada em sites, livros e artigos nos principais bancos de dados, sendo eles o Physiotherapy Evidence Database (PeDro), National Library of Medicine (PubMed), Scientific Eletronic Library Online (SciELO) com estudos publicados em inglês e português entre os anos 2018 e 2024. <strong>Discussão:</strong> Tratamentos não farmacológicos para AR, como termoterapia, crioterapia, hidroterapia e cinesioterapia, são comuns na prática fisioterapêutica. Além disso, técnicas como a terapia com laser de baixa intensidade (LLLT) mostram promessa na redução da inflamação, enquanto a balneoterapia utiliza água mineral para melhorar a saúde. O Tai Chi Chuan e a acupuntura também são usados, embora a eficácia do Tai Chi na AR precise de mais estudos. O papel do fisioterapeuta inclui informar pacientes sobre suas opções de tratamento e entender suas necessidades não atendidas, como dor, fadiga e bem-estar emocional. <strong>Conclusão:</strong> A fisioterapia para AR inclui termoterapia, laser de baixa intensidade, exercícios supervisionados e independentes, educação e conscientização personalizadas sobre o tratamento, além de orientação sobre os melhores exercícios e a necessidade de acompanhamento com outros profissionais de saúde, visando melhorar o quadro geral e reduzir os sintomas, proporcionando uma vida com mais qualidade e conforto.</p> 2024-05-18T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1101 A relevância de teste do reflexo vermelho na detecção de leucocoria: uma revisão integrativa 2024-05-15T08:14:52+02:00 Rayssa Carolinne Costa Mota Estácio rayssaestacio@gmail.com Ana Jovina Barreto Bispo anajovina70@gmail.com Melissa Vieira Gomes melissavieirag19@hotmail.com Kahena Monteiro Almeida Monte kahena.almeida@souunit.com.br Júllia Beatriz Araujo Souza julliabaraujos@gmail.com Larissa Emily Ogando de Jesus Sena larisenna20@gmail.com <p><strong>Introdução: </strong>Estima-se que quase 80% das causas de cegueira infantil são preveníveis com rastreamento adequado, expondo a grande importância do rastreio nos primeiros anos de vida. A leucocoria pode estar presente em diversas doenças oculares e sempre que o reflexo vermelho for duvidoso ou ausente é imprescindível o encaminhamento da criança para o oftalmologista, a fim de realizar exame minucioso e completo. <strong>Objetivo:</strong> Analisar a relevância do teste do reflexo vermelho no rastreio de doenças oftalmológicas que se apresentam com o sinal da leucocoria em crianças. <strong>Métodos:</strong> Trata-se de uma revisão integrativa de literatura de artigos publicados entre 2019 e 2024 nas bases de dados PubMed, Biblioteca Virtual em Saúde (BVS) e SciELO Citation Index, utilizando-se a estratégica de busca “Leukocoria and red reflex test”; “Red reflex and neonate”; “Leukocoria and newborn”. <strong>Resultados: </strong>Compuseram a seleção final 9 artigos, após atenderem aos critérios de inclusão e exclusão pré-estabelecidos. <strong>Conclusão:</strong> O teste do reflexo vermelho, por meio da oftalmoscopia direta, tem grande importância na triagem de doenças oculares, as quais são potencialmente lesivas à população pediátrica. Deve ser realizado desde os primeiros dias de vida, estendendo-se durante toda a infância. A detecção precoce é a melhor forma de diminuir riscos ao desenvolvimento normal da visão do paciente.</p> 2024-05-16T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1138 As teorias etiológicas da esquizofrenia 2024-05-24T22:17:18+02:00 Gláucio Diré Feliciano glauciodire@hotmail.com Raquel Rodrigues da Costa raquelrodrigues.edf@gmail.com <p>Esse estudo de revisão de literatura intitulado "As teorias etiológicas da esquizofrenia" aborda as diversas perspectivas teóricas que buscam compreender as causas subjacentes ao desenvolvimento da esquizofrenia. Ao sintetizar e analisar estudos e pesquisas científicas relevantes, o artigo explora as principais teorias etiológicas, incluindo fatores genéticos, neurobiológicos, ambientais e psicossociais. A síntese crítica dessas teorias proporciona uma visão abrangente do estado atual do conhecimento sobre as origens da esquizofrenia, contribuindo para a compreensão mais aprofundada dessa complexa condição psiquiátrica e direcionando futuras pesquisas no campo.</p> <p>&nbsp;</p> 2024-05-28T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1098 Educação em saúde e endometriose: criação de um material didático como ferramenta de apoio 2024-05-15T14:17:23+02:00 Luiza Pereira dos Santos Evangelista evangelluiza@gmail.com Cinthya de Fátima Oliveira Strada cinthyafoliveira@hotmail.com <p><strong>Objetivo:</strong> elaborar uma ferramenta didática para auxílio no processo de educação em saúde voltada à conscientização sobre a endometriose. <strong>Metodologia:</strong> esta pesquisa adota uma abordagem híbrida, combinando análise qualitativa das entrevistas e o método do Design Thinking, com as etapas de levantamento de dados, analise das sugestões, prototipação, implantação e distribuição, para criar um material educativo sobre endometriose para enfermeiros da atenção básica. Os dados foram coletados em um município de tríplice fronteira, no Paraná. <strong>Resultados:</strong> na etapa de levantamento de dados, foi realizada entrevista com seis enfermeiros atuantes na atenção básica para identificar as necessidades dos profissionais quanto ao processo de educação em saúde voltadas à endometriose e como poderia ser construída uma ferramenta didática que auxiliasse nesse processo. As respostas revelaram a necessidade da criação de um material didático sobre a doença, incluindo definição, sintomas, diagnóstica e serviços de saúde. Os enfermeiros sugeriram linguagem acessível e integração prática. O protótipo do folder foi desenvolvido com base nas sugestões dos enfermeiros, incorporando elementos visuais e informações relevantes sobre endometriose e serviços de saúde locais. A implantação e distribuição do material resultaram em uma melhor compreensão da endometriose entre os profissionais de saúde <strong>Conclusão:</strong> o processo resultou na criação do material didático sobre a endometriose na Atenção Primária à Saúde, contribuindo para uma melhor compreensão e informação da doença. Além disso, destaca a necessidade de direcionar esforços para a promoção da saúde em regiões fronteiriças, considerando aspectos psicossociais e culturais específicos. Abordagens sensíveis e inclusivas têm o potencial de melhorar significativamente a saúde e qualidade de vida da população local.</p> <p><strong>Palavras-chave:</strong> Endometriose, Educação em Saúde, Saúde da Mulher.</p> 2024-05-27T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/920 Risk determinants associated with the non-performance of periodic preventive exams for cervical cancer in the Northern Region, municipality of Porto de Moz, Pará - Brazil: a descriptive study 2024-01-26T23:49:10+01:00 Ad’villa Silva Ramos advilla.ramos98@gmail.com Murilo Amorim murilotavares35@gmail.com Célio Amoêdo de Melo celioamoedo@gmail.com José Eduardo Gomes Arruda josearruda@ufpa.br Alexandre Mansuê Ferreira Carneiro alexandre.carneiro@prof.cesupa.br <p>Quantitative descriptive cross-sectional study using a pre-coded questionnaire containing socioeconomic information of patients assisted at a Basic Health Unit in the municipality of Porto de Moz, located in the interior of the state of Pará, Brazil. The data was collected from October 10 to 28, 2022, with the participation of 263 women aged 18 to 64 years who sought care at the research site. The objective of this study was to identify factors related to non-adherence to the Papanicolaou test. Approximately 19.5% of the women did not undergo the exam due to being single, having at least one child, and being between the ages of 18 and 23. Among those who had incomplete elementary education, 29.4% did not take the test, and the majority earned less than one minimum wage. Furthermore, it was found that women in stable relationships did not feel the need to use condoms, which has negative implications for the public health network.</p> 2024-02-16T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/898 Academic development in technical high school courses in the north region of Brazil: overcoming obstacles and promoting engagement 2024-01-08T16:41:40+01:00 Luana de Jesus Souza luana.j.souzaadm@gmail.com Dion Alves de Oliveira dion.oliveira@ifac.edu.br Rodrigo Duarte Soliani rodrigo.soliani@ifac.edu.br Simone de Freitas Ferreira Alves simonedeff@gmail.com Muller Padilha Gonçalves muller.goncalves@ifac.edu.br Leonardo Augusto Rodrigues da Silva Nora leonardo.nora@ifac.edu.br Francisco Bezerra de Lima Júnior francisco.junior@ifac.edu.br <p>Continuous development in academic learning can be hindered by rigid rules, resulting in a disconnection between students and the learning process. Promoting socialization and a sense of belonging in the academic environment contributes to student satisfaction. The ability to manage emotions is crucial when facing social challenges, preventing the emergence of emotional instabilities. This article presents a literature review that addresses the teaching and learning process. Based on this review, a structured questionnaire was developed and administered to 108 students from the integrated technical courses at the Tarauacá campus of IFAC, with the purpose of collecting relevant data on their perceptions, opinions, and experiences. Through this process, the psychological consequences of these aspects and their impact on academic performance and learning were aimed to be understood. Upon analyzing the selected studies and the questionnaire results, it is evident that there are practical, cognitive, and emotional challenges that affect students' learning process. To overcome these obstacles, it is important to address issues such as social pressure, differences in learning pace, and inappropriate practices, creating a positive learning environment and adapting pedagogical approaches to students' needs. The constructive approaches proposed in the reviewed studies positively influence students' academic performance, stimulating essential skills and promoting a holistic education. However, it is necessary to rethink the structure of education to keep students motivated, considering issues such as school dropout caused by challenges like remote campus location and financial limitations.</p> 2024-01-08T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1033 Clarify Artificial Intelligence (AI) decisions models rights in Intelectual Property (IP) system 2024-04-26T02:33:42+02:00 Alessandro Aveni alessandro@unb.br Luísa Campos Faria luisacamposf@gmail.com <p>The paper explores the relationships between Artificial Intelligence (AI) and Intellectual Property (IP) system of rights protection. The discussion clarify the characteristics of IP system, who is the registered owner, what is the registration object, and where the registration takes place. The research seeks WIPO's advice and the general trend of AI experts' discussions and tries to dig deep into definitions and meanings. The research also shows the mainstream explication why AIs not entitled as owner of an IP. In other case AI’s integrated into a process or a digital product a AI tool to solve a well-known problem, it is part of the organization's management and resources. Thus, innovation's certification belongs to the company or the public organization that sponsored it. The result of the research shows a summary framework of all the rights when used as a tool for decisions and risk of assuming AI as a system or as a model to support decisions specially for Public Administration.</p> 2024-04-25T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/931 Evolution of land cover from 1989 to 2023 in the southern region of the Ñeembucú department, Paraguay 2024-02-07T00:22:40+01:00 Porfírio Domingo Arévalos Vera darevalos@gmail.com Walter Esfrain Pereira wep@cca.ufpb.br <p>This research study, conducted in the southern region of the Ñeembucú Department, Republic of Paraguay, aims to investigate the evolution of land cover from 1989 to 2023. The study area encompasses the districts of Pilar, Humaitá, Paso de Patria, General Díaz, Mayor Martínez, Isla Umbú, Desmochados, Guazu Cuá, Tacuaras, Villalbín, and Laureles. The research was initiated due to concerns regarding the degradation of wetlands, especially since this region is considered unique in the country. In recent years, the southern region of the Ñeembucú Department has undergone numerous human interventions, primarily for productive purposes. The study area, covering a total surface of 6,636.5 km², was demarcated. Subsequently, LANDSAT satellite images were obtained through the U.S. Geological Survey, selected for less than 20% cloud cover. The selected area was then delineated by cropping the images to the specified extent using QGIS 3.32 software and the Semi-Automatic Classification plugin, facilitating the semi-automatic classification of land cover. Significant deforestation, an increase in areas without land cover, urban areas, and sparse vegetation, as well as a decrease in the extent of swamps, forests, grasslands, and prairies were observed.</p> 2024-02-28T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/578 Variability of temperature, rainfall and reference evaporation of catolé do Rocha-PB municipality, semi-arid region of Brazil 2023-05-29T15:14:46+02:00 Géssica Martins de Figueredo gessicamf2508@gmail.com Caio da Silva Sousa caiosilvafla16@gmail.com Evandro Franklin de Mesquita elmesquita4@pq.cnpq.br Francisco de Oliveira Mesquita mesquitaagro@yahoo.com.br José Paulo Costa Diniz josepaulo.rc06@gmail.com José Félix de Brito Neto netobritoagro@gmail.com Alberto Soares de Melo alberto.melo@servidor.uepb.edu.br Josinaldo Lopes Araújo Rocha jhosinal_araujo@yahoo.com.br <p><em>The state of Paraíba, specifically in the alto sertão of Paraíba, is characterized by the spatial and temporal variability of rainfall, of temperature and evapotranspiration, coming from the semi-arid climate that is inserted in the region, and yet, the performance of different meteorological systems. The objective was to quantify the rainfall, temperature and reference evaporation (mm/ month and mm/year) comprised in the experimental period between 2016 to 2020, in the municipality of Catolé do Rocha-PB, in order to determine the history of the rainy and dry season, and thus, minimize agricultural production losses due to environmental factors. The daily rainfall, temperature and reference evaporation data were obtained by means of a rain gauge and the indirect method of the class A tank, respectively. The rainfall (mm year<sup>-1</sup>) was analyzed by the nonparametric Friedman test, the Conover test and reference evaporation (mm year<sup>-1</sup>) applied the parametric test of the ANAVA and the test of Tukey HSD. Both parametric and non-parametric tests were analyzed by Real Statistics. Temperature data was compiled from the website (www.inmet.gov.br) in order to control, statically collecting and decision-making in the process of building scientific knowledge regarding meteorological data (climate - Temperature). Were also analyzed pearson's correlation matrices and elementary principal components analysis for the rainfall variables, Eto and Temperature in the studied experimental period. Were also studied the principal component analysis between the years 2016 to 2020 and its significance by the t test. The average reference evaporation between 2016 and 2020 was 2.1 times greater than rainfall. Mean rainfall and reference evaporation in Catolé do Rocha-PB between 2016 and 2020 were 827 mm ano<sup>-1</sup> and 1704 mm year<sup>-1</sup> and are compatible with historical averages of 800 mm year<sup>-1</sup> and 1700 mm year<sup>-1</sup>, respectively. Inglesa.</em></p> 2024-02-15T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/999 Acesso de pessoas com deficiência aos serviços de saúde bucal 2024-04-06T04:17:04+02:00 Lia Raquel Gomes Ferreira lia.raquel19@gmail.com Eliane de Oliveira Aranha Ribeiro earibeiro@uea.edu.br Gimol Benchimol de Resende Prestes gresende@uea.edu.br Joelson Rodrigues Brum jbrum@uea.edu.br <p>O acesso ao atendimento odontológico para as pessoas com deficiência (PCD) é um direito garantido no sistema de saúde público. No entanto, apesar das políticas públicas existentes, os desafios para esse acesso ainda são numerosos. O objetivo deste estudo é analisar a acessibilidade aos serviços de saúde bucal das PCD em uma policlínica odontológica de uma universidade pública. Este estudo foi realizado entre setembro a novembro de 2023. Foi analisado o tipo de deficiência, sexo, faixa etária, procedimento odontológico realizado, condição bucal inicial e tempo em lista de espera. A média de idade entre os pacientes foi de 43 anos; condição de saúde bucal foi classificada como “ruim” em 45% dos casos, com os procedimentos de adequação do meio bucal e exodontias sendo os mais realizados; os pacientes com doenças sistêmicas e crônicas foram atendidos em maior número (32%). Assim, as PCD que procuraram por atendimento tiveram suas necessidades de saúde bucal atendidas. Entretanto, a alta prevalência de pacientes com a condição de saúde bucal ruim, concomitante ao alto número de extrações dentárias identificadas, reitera a necessidade urgente de garantir acessibilidade aos serviços odontológicos de forma efetiva para estas pessoas.</p> 2024-05-06T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1059 Atuação da enfermagem na síndrome da mama fantasma em mulheres mastectomizadas 2024-05-05T15:46:08+02:00 Valmira Miranda dos Santos da Silva valmira.ms@hotmail.com Paulina da Silva Bezerra paulinasilva340500@gmail.com Clyvis Maurício Ferreira da Silva clyvis@hotmail.com Rosa Caroline Mata Verçosa de Freitas rosamatavercosa@hotmail.com <p><strong>Introdução</strong>: O interesse pelo tema surgiu durante os estágios realizados nas unidades de oncologia e também pela necessidade de compreender a complexidade dos cuidados de enfermagem no acompanhamento de mulheres mastectomizadas com a síndrome da mama fantasma. <strong>Objetivo: </strong>descrever a atuação da enfermagem na síndrome da mama fantasma em mulheres mastectomizadas. <strong>Método:</strong> Trata-se de uma Revisão Integrativa da Literatura. A busca dos dados documentais foi realizada acessando as seguintes bases de dados: Biblioteca Virtual em Saúde, artigos entre 2019 a 2024. <strong>Resultados:</strong> Foram catalogados 105 artigos, sendo que deste, foram selecionados sete artigos para a discussão do trabalho. <strong>Discussão: </strong>as ações de enfermagem são atividades importantes para o processo de tratamento das mulheres mastectomizadas com síndrome da mama fantasma, tanto no ambiente hospitalar quanto durante a reabilitação no ambiente domiciliar. <strong>Conclusão:</strong> os profissionais de enfermagem assumem um papel importante na prestação de apoio as mulheres mastectomizadas com síndrome da mama fantasma, proporcionando conforto e ajudando a retomar a autoestima das pacientes no processo de recuperação, além de auxiliar no tratamento.</p> 2024-05-15T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1032 As perspectivas de professores sobre a Unidade Curricular Comum de educação financeira, fiscal e empreendedora na cidade de Manaus 2024-04-26T00:28:58+02:00 Paula Leticia da Silva Fernandes paulaleticiadasilvafernandes@gmail.com Guilherme Araújo Soares guilhermearaujo.soares18@gmail.com Jessica Melissa de Souza Pinheiro Pinheiro contato.jessicamelissaa@gmail.com Domingos Anselmo Moura da Silva anseelmo@ufam.edu.br <p>Esta pesquisa teve como estudo apresentar o currículo do Ensino Médio no Amazonas, com enfoque no itinerário formativo de Educação Financeira, Fiscal e Empreendedora, além de discutir as perspectivas dos professores em relação a essa oferta no currículo. Foi realizado uma pesquisa com professores do ensino médio no estado do Amazonas para entender suas qualificações e experiência no ensino da Unidade Curricular Comum de Educação Financeira, Fiscal e Empreendedora. Os resultados da pesquisa mostraram que, embora todos os professores tivessem experiência em sala de aula, eles não tinham treinamento específico para ensinar. Os professores também argumentam que a inclusão da Unidade Curricular Comum de Educação Financeira, Fiscal e Empreendedora é crucial para preparar os estudantes para os desafios econômicos que enfrentarão em suas vidas.</p> 2024-05-09T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1082 Mulheres mastectomizadas: desafios encontrados no processo de amamentação 2024-05-10T17:56:03+02:00 Anielly Lorena Lima do Nascimento aniiellynascimento@gmail.com Laura Maria Pereira de Araujo Cantarelli lauracantarelli@outlook.com Maria da Glória Freitas mgfgloriaf@gmail.com Larissa Lages Ferrer de Oliveira larissalagesf@gmail.com <p><strong>Introdução:</strong> O câncer de mama está entre uma das neoplasias mais prevalentes e continua a ser um dos principais problemas de saúde pública, representando assim um desafio significativo para os sistemas de saúde e para a qualidade de vida das mulheres afetadas. <strong>Objetivo geral: </strong>Identificar na produção científica os desafios encontrados por mulheres mastectomizadas na amamentação. <strong>Metodologia:</strong> Trata-se de uma revisão integrativa da literatura entendida como um estudo descritivo exploratório. <strong>Resultados:</strong> Constatou-se que os desafios enfrentados pelas mulheres na amamentação após a mastectomia é influenciada por diversos fatores, como a falta de suporte médico, a preocupação com a aparência física e as limitações funcionais decorrentes da cirurgia. Os resultados apontaram ainda que o cuidado do enfermeiro assume grande importância, tanto na orientação, como no apoio emocional dessas mulheres que também estão em estado de vulnerabilidade. <strong>Discussão:</strong> De maneira geral, as pesquisas apresentadas abordam diferentes aspectos relacionados à saúde da mulher, especialmente no que tange à amamentação e aos cuidados pós-mastectomia, trazendo então informações pertinentes sobre as experiências, desafios e necessidades específicas enfrentadas por mulheres que passaram por mastectomia e tratamento para o câncer de mama. Constatou-se que os desafios enfrentados pelas mulheres na amamentação após a mastectomia é influenciada por diversos fatores, como a falta de suporte médico, a preocupação com a aparência física e as limitações funcionais decorrentes da cirurgia. <strong>Conclusão</strong>: Portanto, a amamentação em mulheres mastectomizadas pode ser comprometida pela redução da produção de leite na mama, bem como pela necessidade de adaptação a técnicas de amamentação alternativas. O papel dos enfermeiros é fundamental para fornecer suporte, educação e orientação adequados às mulheres mastectomizadas.</p> 2024-05-14T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1056 Fatores relacionados à adesão da suplementação de ferro e ácido fólico em gestantes no Brasil 2024-05-04T20:16:17+02:00 Rosa Carolina Santos de Oliveira rosa.oliveira@souunit.com.br André Luiz Baião Campos andre.baiao@souunit.com.br Luana Teles de Resende lua.teles.resende@gmail.com Beatriz Oliveira Santos beatriz.oliveira99@souunit.com.br Eduarda Lavínia Carneiro Santos eduarda.lavinia@souunit.com.br Francisca Roberta Oliveira Silva francisca.roberta@souunit.com.br <p><span style="font-weight: 400;">As deficiências de micronutrientes, como ferro e ácido fólico, durante a gestação é prevalente no Brasil e estão relacionadas ao risco aumentado de anemia e malformações congênitas. Provocando consequências negativas, ora irreversíveis, tanto para o feto quanto para as gestantes, dessa forma, é fundamental a adesão à suplementação desses elementos durante a gravidez. </span><strong>Objetivo: </strong><span style="font-weight: 400;">Identificar os fatores que influenciam na adesão à suplementação de ferro e ácido fólico em gestantes no Brasil.</span><strong> Metodologia:</strong><span style="font-weight: 400;"> Foi realizada uma revisão sistemática, utilizando as bases de dados eletrônicas: Pubmed, BVS, Scielo, Web of science, Scopus e Embase. Na qual foram incluídos estudos do tipo observacional, realizados em gestantes e no Brasil.</span><strong> Resultados: </strong><span style="font-weight: 400;">Nota-se uma prevalência variável em relação às suplementações estudadas e os fatores de adesão estão relacionados a questões socioeconômicas, adequação do pré-natal, orientação correta dos profissionais da saúde e conhecimento sobre os nutrientes suplementados por parte das gestantes.</span><strong> Conclusão:</strong><span style="font-weight: 400;"> Os dados mostram que diversos fatores influenciam na adesão à suplementação de ferro e ácido fólico, dentre eles questões socieconômicas, pré-natal de qualidade, orientações de qualidade por parte dos profissionais da saúde e o conhecimento por parte das gestante sobre a importância dos nutrientes suplementados. </span></p> 2024-05-13T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1023 O enfermeiro no pós-operatório imediato de apendicectomia na unidade de recuperação pós-anestésica: uma revisão integrativa 2024-04-29T20:21:23+02:00 Elton Leal de Oliveira udemi34@gmail.com Claudemir Santos de Jesus udemi34@gmail.com Márcia Calazans de Almeida Brunner udemi34@gmail.com Silvana Bauer Rodrigues silvanabauer@yahoo.com.br Lindalva Malaquias Pereira lindarj1975@gmail.com Marília Mendes Ferraz Cavadas mariliahu62@gmail.com Solange Soares Martins prof.solangebsoaresdocente@gmail.com Marilene Lopes de Jesus marilenejesus@gmail.com Paula Rocha Louzada Villarinho paula.villarinho@castelobranco.br Zélia da Silva zelia3986@gmail.com <p>Introdução: A apendicectomia é a remoção cirúrgica do apêndice, comumente realizada para tratar a apendicite aguda. Este procedimento, apesar de rotineiro, exige um cuidado pós-operatório imediato meticuloso para assegurar uma recuperação segura e prevenir complicações graves. Objetivo: Este estudo visa discutir a atuação do enfermeiro descrita na literatura no cuidado pós-operatório imediato ao paciente com apendicectomia na unidade de cuidados pós-anestésicos. Metodologia: Utilizou-se uma abordagem qualitativa por meio de revisão integrativa. A pesquisa foi realizada em artigos publicados em português e inglês, de 2018 a 2023, selecionados das bases de dados LILACS, BDENF e MEDLINE via Biblioteca Virtual de Saúde (BVS), totalizando 15 estudos que cumpriram os critérios de inclusão. Discussão: Foram identificadas duas categorias principais que destacam o papel crítico do enfermeiro durante o cuidado pós-operatório imediato: (1) Gestão da recuperação inicial e estabilização do paciente, e (2) Prevenção de complicações e promoção do bem-estar. As evidências sugerem que a intervenção de enfermagem é vital para minimizar riscos e otimizar a recuperação. Conclusão: O enfermeiro desempenha um papel indispensável no acompanhamento imediato pós-apendicectomia, enfatizando a importância da vigilância contínua e da ação proativa na prevenção de complicações, garantindo assim um processo de recuperação eficaz e seguro.</p> 2024-05-09T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1080 A Sazonalidade da bronquiolite em recém-nascidos e lactentes jovens como suporte diagnóstico e terapêutico. 2024-05-10T02:54:42+02:00 Belisa Amélia Carvalho Reis belisa.amelia@gmail.com Luana Godinho Maynard lgmayfisio@gmail.com <p>A bronquiolite também conhecida como bronquiolite aguda (BA) é uma patologia caracterizada por sibilância e/ou estertores crepitantes bilaterias, antecedida por sintomas de infecção de vias aéreas superiores (IVAS). Essa patologia pode estar associada a diversos vírus como pelo vírus sincicial respiratório (VSR), rinovírus, parainfluenza, metapneumovírus humano, influenza, adenovírus, coronavírus e bocavírus humano. O impacto da doença desencadeada por determinado vírus está intrinsecamente relacionado a estação do ano e dos patógenos circulantes no ano corrente. A sazonalidade prevista é entre os meses de março a junho, com um padrão epidêmico prevalente nas estações de outono a inverno. Em particular, tem sido associado a infecções em crianças nos dois primeiros anos de vida com pico de incidência abaixo dos doze meses de idade causando sintomas de pródromo típico de infecção de vias aéreas superiores (IVAS), com coriza, espirros, obstrução nasal, hiporexia e febre. Seguido de manifestações clínicas de vias aéreas inferiores como sibilância, expansão torácica diminuída, expirações prolongadas podendo evoluir até desconforto respiratório. Este artigo tem como objetivo estudar os aspectos epidemiológicos e clínicos da bronquiolote aguda (BA). Os objetivos específicos incluem analisar a epidemiologia dos casos, identificar os agentes etiológicos relacionados, descrever a apresentação clínica e discutir abordagens diagnósticas e terapêuticas. Dessa forma, o método utilizado foi o de uma revisão sistemática de literatura, cujo objetivo foi sintetizar, de forma metódica e imparcial, as evidências disponíveis acerca da bronquiolite aguda e seu respectivo diagnóstico e tratamento. Em sede de resultados, foi possível identificar que o diagnóstico é realizado em grande parte dos casos mediante as manifestações clínicas típicas. Os exames complementares devem ser utilizados em quadros atípicos ou em casos graves. O tratamento envolve o uso de oxigenoterapia, suporte ventilatório, retirada de secreções nasais, hidratação, broncodilatadores, fisioterapia respiratória, buscando minimizar os sintomas até melhora do quadro.</p> 2024-05-13T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1052 A relação entre a síndrome dos ovários policísticos e o estilo de vida das mulheres 2024-05-07T00:31:02+02:00 Ellen Beatriz Caetano dos Santos ellen-.caetano@hotmail.com Thaís de Araujo Cavalcante tthaisaraujo97@hotmail.com Rosa Caroline Mata Verçosa de Freitas rosamatavercosa@hotmail.com <p><strong>Introdução:</strong> A síndrome dos ovários policísticos é considerada um distúrbio em função endócrino metabólicas, essa desordem endócrina é caracterizada por disfunção ovulatória e hiperandrogenismo, mulheres com essa síndrome apresentam hirsutismo, acne, obesidade, dificuldade em perder peso, oligo ou anovulação entre outros. <strong>Objetivo: </strong>descrever a relação da síndrome dos ovários policísticos e o estilo de vida das mulheres. <strong>Métodos:</strong> Esse trabalho trata-se de uma revisão integrativa da literatura, focado na realização de busca e análise das pesquisas selecionadas<strong>, </strong>realizada no período de março de 2024, com base nos dados de enfermagem (BDENF), <em>Medical Literature Analysis and Retrievel system online</em> (MEDLINE) e Literatura Latino-americana e do Caribe em Ciências da Saúde (LILACS) para identificar estudos que abordam a vida das mulheres após esse diagnóstico. <strong>&nbsp;Resultados: </strong>Foram utilizados 10 artigos para pesquisa, tendo em vista a organização dos artigos, analisando temas, metodologias e achados nos estudos para serem avaliados durante a revisão. <strong>&nbsp;Discussão: </strong>As mulheres que vivem com essa síndrome, estão direcionadas a ter um estilo de vida diferente de mulheres que não possuem esses diagnósticos, com essas mudanças estão inseridas alimentação, o uso de atividades físicas no dia a dia, o acompanhamento laboratorial para diabetes e colesterol por exemplo, entre outros cuidados. <strong>Conclusão: </strong>Conclui se que essas mulheres precisam mudar o estilo de vida para alcançar uma melhor qualidade de vida, para controle da doença e assim evitar a presença de complicações</p> 2024-05-13T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1073 Imprevisão Legal da Socioafetividade: Contribuições das Decisões Judiciais para o avanço do tema no Direito das Famílias 2024-05-07T22:46:07+02:00 Laura Toledo Cavalini lauracavalini@unitins.br Guilherme Augusto Martins Santos guilherme.am@unitins.edu.br <p>O artigo examina o fenômeno de como as decisões judiciais no domínio do Direito de Família contribuem para mitigar o impacto da falta de normas jurídicas específicas em relação à socioafetividade. Inicia-se com uma análise da evolução da abordagem do direito de família em relação à socioafetividade ao longo do tempo. Em seguida, destaca-se o surgimento do princípio da afetividade como um valor jurídico fundamental. O estudo revela o significativo efeito das decisões judiciais na legitimação da socioafetividade no âmbito familiar, destacando a importância dessas decisões para preencher lacunas legais e promover a justiça social. A metodologia adotada envolve a revisão de decisões judiciais relevantes que reconhecem a socioafetividade em casos familiares, investigando seu impacto e implicações. Além disso, são identificadas as principais teorias e argumentos jurídicos utilizados pelos tribunais para fundamentar suas decisões relacionadas à socioafetividade na ausência de leis específicas. Conclui-se que as decisões judiciais desempenham um papel crucial no reconhecimento e na proteção dos vínculos socioafetivos nas relações familiares, evidenciando a necessidade de uma abordagem flexível e sensível do direito das famílias para acompanhar as transformações sociais e garantir a efetivação dos princípios constitucionais, como a dignidade da pessoa humana e a afetividade.</p> 2024-05-09T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1045 Ensino remoto entre universitários no estado do Piauí durante a pandemia da Covid-19 2024-04-30T23:21:53+02:00 Francisco Wagner dos Santos Sousa wagnersantosreal@gmail.com Kaliny Vieira dos Santos Alves Pereira kalinysantos4@gmail.com Rodrigo Ferreira de Morais rodrigoferreira@cte.uespi.br José Wicto Pereira Borges wictoborges@ufpi.edu.br Francisco Railan Alves de Moraes railanfau@gmail.com Luciano Silva Figueiredo lucianosilva@pcs.uespi.br Janaína Alvarenga Aragão janainaalvarenga@pcs.uespi.br <p><strong>Objetivo:</strong> Analisar a realidade do ensino remoto por graduandos de uma instituição superior de ensino no estado do Piauí durante a pandemia da Covid-19. <strong>Métodos:</strong> Trata-se de uma pesquisa transversal com abordagem quantitativa com acadêmicos de cursos regulares de uma instituição de ensino superior do estado do Piauí, no período de agosto de 2021 a julho de 2022, com uma amostra de N=1.764 participantes. A pesquisa foi aprovada pelo Comitê de Ética em Pesquisa e os dados foram coletados <em>online</em> por meio de questionário semiestruturado mais a Escala de Ansiedade de Beck (BAI). Em seguida, os dados foram organizados no <em>Statistical Package Program for Social Sciences </em>(SPSS) versão (20.0). <strong>Resultados:</strong> No total, foram entrevistados 1.764 acadêmicos, sendo 1.218 do sexo feminino e 546 do sexo masculino. (53,6%) se declararam pardos; (57%) moram com outras pessoas e (85%) moram em áreas urbanas; (83,89%) das mulheres e (91,40%) dos homens relataram não ter dificuldade no uso de aparelhos eletrônicos; no ensino a distância (48%) estudavam com celular, (33%) com notebook, (13%) com computador (PC) e (6%) com tablet. Quanto aos problemas com a internet (86,2%) disseram não ter dificuldades e (13,8%) relataram que tiveram alguma dificuldade. Entre as mulheres (46,11%) e entre os homens (40,59%) pensaram em desistir do curso. <strong>Conclusão:</strong> Foi possível identificar dificuldades durante o ensino a distância, no uso de recursos tecnológicos e acesso à internet; diminuição da produtividade nas atividades acadêmicas; alterações no sono e alimentação; alterações de humor, bem como interferência na aquisição de novos conhecimentos.</p> 2024-05-09T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1069 O papel do farmacêutico no uso da práticas integrativas e complementares (PICS) para o tratamento do lúpus eritematoso através da acupuntura 2024-05-07T19:41:01+02:00 Juan Gonzalo Bardález Rivera jgrivera@bol.com.br Gleicy Kelly China Quemel gkcquemel@gmail.com Vanessa de Oliveira Santos santosvanessa3003@gmail.com Charlei Gomes de Souza Miranda charleigsmiranda@yahoo.com.br Joanete Moraes da Silva joanetesilva31@gmail.com Maria de Nazaré Balieiro Trindade marlybtrindade@gmail.com Rosângela da Silca Corrêa correarosangela466@gmail.com <p>O lúpus eritematoso sistêmico (LES) é uma doença de início insidioso, com muitos sintomas e sinais diferentes, tornando o diagnóstico um grande desafio, pois o mesmo, precisa ser precoce e preciso. O tratamento se baseia no uso de medicamentos e não uso de medicamentos. Dentre o não uso de medicamentos está a inserção das práticas integrativas e complementares em saúde (PICs), que são um conjunto de práticas e recursos terapêuticos que estimulam mecanismos naturais de prevenção de agravos e recuperação da saúde. O uso da acupuntura é de grande relevância, pois a mesma, produz efeito efetivo no alívio da dor originária de vários fatores. Trata-se de uma revisão integrativa da literatura (RIL). Foram encontrados 17 artigos que atenderam aos critérios de inclusão e exclusão. Conclui-se que, a presença do profissional farmacêutico, através do cuidado farmacêutico, por meio da prática das PICs, em especial a acupuntura, a mesma corrobora com inúmeras vantagens para os pacientes, desde a execução e no acompanhamento da evolução clínica, do paciente com LES. Desta forma, há necessidade de mais trabalhos científicos, que demonstrem a presença do farmacêutico nestas práticas e os seus benefícios à saúde, aos diversos tipos de patologias crônicas, que possam ser empregadas, trazendo melhoria na qualidade a saúde.</p> 2024-05-07T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/984 A saúde mental dos participantes de um projeto do PET-Saúde-Interprofissionalidade durante o período da pandemia 2024-03-27T14:34:25+01:00 Carlos Alberto de Melo Filho carlos.amf@discente.ufma.br Amanda Namíbia Pereira Pasklan amandanamibiasp@gmail.com Sara Fiterman Lima sara.fiterman@gmail.com <p style="font-weight: 400;">Objetivo: Analisar o impacto da pandemia de COVID- 19 na saúde mental dos participantes do PET-Saúde interprofissionalidade. Metodologia: Estudo descritivo de abordagem quantitativa, que teve como participantes 112 das 156 pessoas que integraram o projeto. Resultados: Dos participantes 42% tinham idade entre 19 a 24 anos, 70,5% eram do gênero feminino, 58% consideravam-se pardos, 72,3% eram solteiros, e 60,7% pertenciam à religião católica, 67% eram estudantes e 41,1% estavam cursando ou já graduados em Enfermagem.&nbsp; O maior nível de preocupação foi demonstrado pelos docentes, em que 100% indicaram um nível de preocupação elevado. A principal preocupação&nbsp; dos alunos foi o medo de morrer ou de algum familiar/amigo morrer (46,7%). A dos docentes foi o&nbsp; medo de adoecer ou de algum familiar/amigo adoecer (50%) e os profissionais de rede compartilharam dos medos de adoecer e morrer com 38,1% cada. A sensação mais vivenciada pelos participantes foi a preocupação com diversas coisas, sendo que 58,9% afirmaram sentir por vários dias e 19,6% afirmaram sentir todos os dias. 81,2% informaram ainda que a quarentena interferiu na qualidade da saúde mental. a maioria dos participantes afirmou que as atividades do PET-Saúde no período da pandemia ajudaram a reduzir o mal estar (50,9%) e que&nbsp; contribuíram para uma boa/ótima formação profissional (88,4%). Conclusão: A pandemia de COVID-19 impactou de forma significativa na saúde mental dos participantes do projeto. Além disso, o Pet-Saúde ofereceu um importante suporte emocional e oportunidades de compartilhar experiências, o que pode ter atenuado parte desse impacto negativo.</p> 2024-05-09T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1065 A importância da participação de acadêmicos de saúde na convivência com populações vulneráveis: acolhimento e compreensão cultural 2024-05-12T19:50:18+02:00 Yasmin Catelan Mainardes yasmin.catelan.mainardes@gmail.com Mateus Sendeski mateus_sendeski@hotmail.com Larissa Rafaela do Prado Carvalho larissarpc3@gmail.com Adriano Gregório Queiroz Ito adrianogregorio.q.i@gmail.com Veridiana Catelan Mainardes veridianacatelan@gmail.com Isabella Sendeski isabellasdki@gmail.com Marcia Cristina de Souza Lara-kamei marcia.kamei@docentes.unicesumar.edu.br Sandra Cristina Catelan-Mainardes sandra.mainardes@docentes.unicesumar.edu.br <p><strong>Objetivo:</strong> Relatar a experiência de estudantes de medicina da Universidade Cesumar ao apoiar populações indígenas em vulnerabilidade social em Maringá. Inclui discussões sobre saúde, acolhimento social, doações e criação de vínculos interculturais para futuros projetos. <strong>Metodologia:</strong> Trata-se de um estudo de modalidade aplicada e exploratória do tipo Relato de Experiência, com visitas mensais às casas de acolhimento, com rodas de conversa e palestras, associadas a realização de doações, visando abordar as necessidades sociais e de saúde da população em questão. <strong>Resultados:</strong> O projeto começou com reuniões entre os proponentes do projeto na Universidade Cesumar a fim de entender as necessidades e doenças prevalentes na comunidade indígena, para assim propor ações relevantes. Posteriormente, realizaram-se rodas de conversa e palestras na Associação Indigenistas de Maringá (ASSINDI), abordando não só questões de saúde mas também temáticas voltadas a carências sociais. Conhecemos a produção e a exposição de artesanatos produzidos pelos habitantes da associação.&nbsp; Ainda, foram realizadas doações de alimentos, roupas e brinquedos. <strong>Conclusão:</strong> Foi evidenciada a necessidade da interculturalidade na saúde indígena, enfatizando o respeito às práticas culturais. A troca de conhecimento foi enriquecedora e a experiência foi fundamental para a formação dos estudantes. Despertou sensibilidade, consciência crítica e ações de promoção de saúde visando a qualidade de vida desta população.</p> 2024-05-15T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1091 A decisão do Supremo Tribunal Federal e a (im) possibilidade de não aplicação do juiz das garantias nos casos de violência doméstica e familiar contra a mulher: implicações e debates jurídicos 2024-05-13T19:44:08+02:00 Karen Eduarda Costa da Silva kareneduardacostadasilva@gmail.com Bruno Vinícius Nascimento Oliveira brdamaso@gmail.com <p>Este artigo buscou analisar a decisão do Supremo Tribunal Federal sobre a não aplicação do juiz das garantias nos casos de violência doméstica, as implicações e os debates jurídicos em relação ao tema. O questionamento do artigo consiste em se há afronta ao princípio acusatório no caso de não aplicação da regra do juiz das garantias aos casos de violência doméstica? Para responder isso, é necessário verificar se há afronta ao princípio acusatório no caso de não aplicação do juiz das garantias nos casos de violência doméstica, ademais é essencial explicar no que consiste o princípio acusatório no ordenamento jurídico brasileiro, assim como, definir no que consiste o juiz das garantias e quais as suas atribuições no processo penal, e por fim, analisar detalhadamente a decisão do Supremo Tribunal Federal nas Ações Diretas de Inconstitucionalidade 6.298, 6.299, 6.300 e 6.305, que tratam da introdução do juiz das garantias pelo Pacote Anticrime (Lei n° 13.964/2019), identificando os fundamentos jurídicos e os argumentos apresentados. Para isso, será adotado o método de abordagem dedutivo por meio de pesquisas jurídicas. O delineamento da pesquisa será exploratório, utilizando a técnica de coleta de dados em doutrinas, legislações e jurisprudências, realizando revisão bibliográfica e identificando fundamentos jurídicos pertinentes. A pesquisa será teórica e qualitativa. Conclui-se que não há afronta ao princípio acusatório no caso de não aplicação do juiz das garantias nos casos de violência doméstica, pois, a implementação do juiz das garantias, reforçou o modelo acusatório preconizado pela CF/88, assim como a dinâmica complexa por trás do contexto da violência doméstica.</p> 2024-05-14T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1089 Doenças valvares sob a perspectiva do Teste Cardiopulmonar de Exercício: uma revisão integrativa dos últimos 10 anos 2024-05-12T01:20:26+02:00 Mariana Sattler Lima Medina marianaslm1224@gmail.com Hanna Vitória da Cruz Correia hanna.vitoria@souunit.com.br Joanne Conceição Martins Aragão Costa Dias joanne.conceicao@souunit.com.br Mylenna Bomfim Souza mylenna.bomfim@souunit.com.br Roberta Helena Fernandes Feitosa robertahelenabr@yahoo.com Carolina Christianini Mizzaci Guilhen carolina.mizzaci@hotmail.com Milena dos Santos Barros Campos millybarros@yahoo.com <p><strong>Objetivo: </strong><strong> </strong>Avaliar artigos científicos sobre o uso do Teste Cardiopulmonar de Exercício (TCPE) nas valvopatias com insuficiência ou estenose moderada a grave em pacientes oligo ou assintomáticos. <strong>Métodos: </strong>Trata-se de uma revisão integrativa de literatura, com artigos publicados entre 2014 e 2024, sem restrição linguística, disponíveis online na íntegra. Utilizou-se como questão norteadora: “Quais as evidências sobre a realização do teste cardiopulmonar de exercício em pacientes portadores de valvopatias moderadas a graves e assintomáticos?”. A pesquisa bibliográfica foi realizada através das bases de dados PUBMED/MEDLINE, Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde (LILACS) e Coleção BVS, por meio dos seguintes descritores em Ciências da Saúde (DeCS): Heart Valve Diseases; Cardiopulmonry Exercise Testing, com uso do operador booleano “AND”. <strong>Resultados:</strong> A amostra final foi composta por 09 artigos que seguiram os critérios de inclusão e exclusão previamente definidos. <strong>Considerações finais:</strong> O TCPE está bem estabelecido na literatura como uma opção segura, acessível e objetiva, para avaliação dos pacientes com doença valvar, permitindo análise real do condicionamento aeróbico, associado ao comportamento dos sistemas cardiovascular, pulmonar e periférico, trazendo maior precisão da avaliação clínica do paciente.</p> 2024-05-13T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1061 Avaliação quanto ao uso de bebidas alcoólicas pelo score de audit em pacientes submetidos à cirurgia bariátrica 2024-05-05T20:26:43+02:00 Beatriz Oliveira Santos beatriz.oliveira99@souunit.com.br Leda Maria Delmondes Freitas Trindade leda.maria@souunit.com.br Yasmin Tourinho Delmondes Trindade yasmindelmondes@gmail.com Luana Teles de Resende lua.teles.resende@gmail.com Rosa Carolina Santos de Oliveira rosa.carolina@souunit.com.br Eduarda Lavínia Carneiro Santos eduarda.lavinia@souunit.com.br Francisca Roberta Oliveira Silva francisca.roberta@souunit.com.br <p><strong>Introdução: </strong><span style="font-weight: 400;">a relação entre cirurgia bariátrica e alcoolismo é complexa. Após a cirurgia bariátrica, algumas pessoas podem ser mais suscetíveis ao alcoolismo devido a mudanças metabólicas e psicológicas.&nbsp; </span><strong>Objetivo:</strong><span style="font-weight: 400;"> identificar a prevalência do uso de bebida alcoólica e fatores de risco em pacientes submetidos a cirurgia bariátrica através do </span><em><span style="font-weight: 400;">score </span></em><span style="font-weight: 400;">AUDIT. </span><strong>Metodologia:</strong><span style="font-weight: 400;"> estudo transversal, retrospectivo, tipo </span><em><span style="font-weight: 400;">survey </span></em><span style="font-weight: 400;">realizado entre 2020-2021. A amostra foi composta por 5.160 pacientes submetidos a cirurgia bariátrica. </span><strong>Resultados:</strong><span style="font-weight: 400;"> do total da amostra, 3.354 responderam ao teste de AUDIT, sendo divididos em dois grupos segundo a classificação do </span><em><span style="font-weight: 400;">score</span></em><span style="font-weight: 400;"> AUDIT. Foram classificados como uso nocivo/provável dependência (zona III/IV) 509 (15,18%) participantes (Grupo A) e como baixo risco/uso de risco (zona I/ II) 2.845 (84,82%) identificados como Grupo B.&nbsp; No grupo A, a média de idade foi de 38,60 anos, sendo 460 (91,45%) do sexo feminino, 284 (56,57%) procedentes do sudeste, 309 (60,95%) se identificaram de cor branca, 279 (54,92%) tinha ensino superior completo, 439 (86,93%) foram submetidos a bypass gástrico, 229 (45,35%) estavam com sobrepeso de acordo com o Índice de Massa Corporal pós bariátrica. O uso de&nbsp; álcool apenas após bariátrica (13,41%) e o uso antes e depois (86,19%) do procedimento foi mais prevalente no grupo A. </span><strong>Conclusão:</strong><span style="font-weight: 400;"> fatores de risco como sedentarismo, tabagismo, drogas ilícitas, uso prévio de bebida alcoólica,&nbsp; sobrepeso pós bariátrica, intervalos temporais mais longos após o procedimento cirúrgico e a técnica cirúrgica Bypass gástrico, podem representar fatores de risco para o uso nocivo ou provável dependência de álcool. </span></p> 2024-05-07T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1086 O ensino remoto nas aulas de química durante a Covid-19 na percepção dos alunos do ensino médio de Tefé/AM 2024-05-10T23:21:21+02:00 Antonio William Venâncio Félix wvenancio34@gmail.com Klenicy Kazumy de Lima Yamaguchi klenicy@gmail.com Erasmo Sérgio Ferreira Pessoa Junior esjunior@uea.edu.br <p>Com a pandemia da Covid-19, as instituições de ensino em seus mais variados níveis foram suspensas, paralisando as aulas presenciais e adotando o Ensino Remoto Emergencial para o prosseguimento das atividades escolares. Investigar o contexto educacional vivenciado nas escolas do município de Tefé-AM é de suma importância para entender as estratégias utilizadas nas aulas de Química. O objetivo deste trabalho foi analisar como ocorreu o ensino remoto nas aulas de Química durante o período da pandemia do COVID-19 na cidade de Tefé, Amazonas. Foram aplicados questionários com alunos de quatro escolas estaduais para averiguar a percepção deles em relação ao ensino e à aprendizagem. Os resultados mostraram que o celular e o WhatsApp foram os meios de comunicação mais utilizados para o envio de conteúdos e a realização das aulas. Entretanto, devido à baixa qualidade da conexão à internet, as Tecnologias Digitais da Informação e Comunicação não puderam ser utilizadas de forma efetiva, resultando em um baixo desempenho dos alunos na aprendizagem e levando-os a preferir o ensino presencial para o processo de ensino e aprendizagem.</p> 2024-05-15T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1057 O uso de fitoterápicos no tratamento de pessoas convivendo com a diabetes 2024-05-05T00:54:15+02:00 Emilly Victória Pereira de Oliveira victoriaolieira164@gmail.com Renata Larissa Oliveira Lins renata.lolins@gmail.com Maria da Glória Freitas mgfgloria@gmail.com <p>No Brasil, cerca 9,1 milhões de pessoas são portadoras de diabetes mellitus, uma doença proveniente de falhas nos mecanismos metabólicos e que tem por consequência a hiperglicemia e várias outras complicações. Entre os programas ofertados pelo Sistema Único de Saúde para o seu controle, destaca-se a fitoterapia, que vem se mostrando bastante eficaz, conforme evidenciam os resultados de diferentes estudos. Analisar a produção científica em relação ao uso de fitoterápicos no tratamento de pessoas convivendo com a diabetes. Trata-se de uma revisão integrativa, sendo a coleta de dados realizada entre outubro e novembro de 2023, através da leitura e análise de artigos publicados nos últimos cinco anos, na língua inglesa e portuguesa, gratuitos, disponíveis integralmente na forma on line, na base de dados do google acadêmico, PubMed e MEDLINE. Compuseram a amostra final dez estudos publicados seguindo os critérios de seleção de amostra. Ao analisar os dados emergentes obtidos nesta análise, destacando o quadro sinóptico apresentado acima, concluiu-se que os fitoterápicos preceituam de efeitos positivos e relevantes no tratamento da diabetes mellitus tipo 1 e 2. As evidências mostraram os benefícios proporcionados pelo uso de plantas medicinais confirma a necessidade de investimento para a utilização adequada e melhoria na qualidade de vida do paciente diabético.</p> 2024-05-14T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1031 Impacto da fitoterapia em doenças metabólicas e seu uso na prática clínica da enfermagem: uma revisão integrativa 2024-04-25T18:27:24+02:00 Jamilly Victória Oliveira Bispo jamillyvic@hotmail.com Cristina de Fatima Pinheiro Barros cristinadefatimarg@icloud.com Josemir de Almeida Lima josemir_almeida@hotmail.com Mariana de Macêdo Costa Batalha mariana.batalha@cesmac.edu.br <p><strong>Introdução: </strong>Na prática clínica da enfermagem, a fitoterapia é utilizada como uma abordagem complementar ao tratamento convencional de várias doenças, entre elas as metabólicas, entretanto, ainda existem lacunas quanto a seu impacto e seu uso pela enfermagem no âmbito do SUS. <strong>Objetivo:</strong> Avaliar com base na literatura, o impacto da utilização dos fitoterápicos para o tratamento das doenças metabólicas e seu uso na prática clínica da enfermagem no âmbito do SUS. <strong>Metodologia:</strong> O presente artigo é uma revisão bibliográfica integrativa realizada entre fevereiro e abril de 2024, utilizando busca eletrônica no Google Acadêmico, PubMed e BVS. Durante a pesquisa, foi usado o emprego do operador booleano AND. Resultando na seguinte estratégia de busca: “phytotherapy” AND “Metabolic Diseases"; “phytotherapy” AND “Metabolic Syndrome” e "Nursing" AND "phytotherapy ". Após rigor metodológico por meio dos critérios de inclusão e exclusão, foram selecionados 19 artigos para compor a produção dessa revisão. <strong>Resultados:</strong> 19 plantas medicinais foram citadas com ações fitoterápicas, destas 73,86% atuam na Diabetes Mellitus tipo 2; 31,57% na Hiperlipidemia; 52,63 na Obesidade e 27,31 % na Hipertensão. Dessa forma, observa-se que os maiores efeitos dos fitoterápicos foi no controle da Diabetes Mellitus tipo 2. Entretanto, vale ressaltar que algumas das plantas encontradas são utilizadas no tratamento de mais de um dos distúrbios metabólicos supracitados. <strong>Conclusão:</strong> Diante dos estudos, conclui-se que os fitoterápicos têm benefício significativo na melhoria de várias doenças metabólicas, entretanto, o seu emprego na prática clínica da enfermagem, é dificultada pelo déficit de conhecimentos desses profissionais no que diz respeito aos mecanismos de ação, indicações terapêuticas, interações medicamentosas e os efeitos adversos dessa alternativa de tratamento, havendo necessidade de capacitações para otimizar o seu uso no âmbito do SUS.</p> 2024-05-06T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1081 Prevalência e incidência de malformações anorretais em crianças nascidas em uma maternidade de alto risco no município de Aracaju 2024-05-10T03:55:15+02:00 Anelise Marques Feitosa de Souza aneliselilly@gmail.com Márcia Vírginia Pereira Montalvão marcia.mmontalvao@gmail.com Leda Maria Delmondes Freitas Trindade leda.maria@souunit.com.br <p>As malformações anorretais (MAR) constituem um grupo complexo de anomalias congênitas que afetam o desenvolvimento do ânus, reto e trato urogenital. <strong>Objetivo:</strong> avaliar a prevalência e incidência de MAR em recém-nascidos até 30 dias após o nascimento. <strong>Metodologia:</strong> estudo transversal, retrospectivo e documental, realizado na Maternidade Nossa Senhora de Lourdes (MNSL), Sergipe, de 2018 a 2022. Os dados foram coletados dos prontuários da maternidade e do Sistema de Informação sobre Nascidos Vivos (SINASC) com foco na classificação das malformações, intervenções primárias realizadas e desfechos clínicos. <strong>Resultados:</strong> no período do estudo, foram registrados 47 neonatos portadores de MAR, no estado de Sergipe. Desses, 12 ocorreram na MNSL, sendo os mais frequentes do tipo baixo (50%). As intervenções mais comuns incluíram anorretoplastia sagital posterior (ARPSP) em 50% dos casos e colostomias em 30%. Os eletroestimuladores estavam disponíveis e foram utilizados em 100% das ARPSP realizadas. Nos primeiros 30 dias, a taxa de mortalidade pós-operatória foi de 25% e 16.67% de neonatos falecidos sem realizar qualquer intervenção cirúrgica,&nbsp;devido à gravidade das patologias associadas. A taxa de complicação pós-operatória foi de 50% e a taxa de mortalidade nos pacientes sem comorbidades associadas foi de 0% <strong>Conclusão:</strong> a incidência de MAR, em Sergipe, no período, foi de 0,256 por 1000 nascimentos.&nbsp; 25,53% dos casos foram atendidos na MNSL, e alcançaram uma taxa de mortalidade global de 50%. Apesar da disponibilidade de recursos, as MAR apresentam desafios consideráveis, especialmente para os pacientes com graves patologias associadas.</p> 2024-05-13T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1054 Cisto dentígero infectado: relato de caso clínico 2024-05-04T13:53:49+02:00 Larah Gabrielly Alcântara Amaral da Costa larah.costa@fug.edu.br Geovanna Souza Lima geovannasouzalima7@gmail.com Guilherme Ribeiro de Queiroz guilherme.queiroz@pucgoi.edu.br Gustavo Rocha Vita gustavo.vita@pucgoi.edu.br Jorge Luiz Vieira Pereira Junior jorgeluiz.junior@unigoyazes.edu.br Leonardo Araújo de Andrade leonardo.andrade@docenteunip.br Cláudio Maranhão Pereira claudiomaranhao@hotmail.com <p>O cisto dentígero pode ser definido como uma lesão cística envolvendo a coroa de um dente incluso, estando este ligado a junção amelocementária. Clinicamente é observado por um aumento de volume assintomático, sendo geralmente descoberto pelo exame radiográfico de rotina ou pela investigação de dente não erupcionado. Eventualmente, mesmo estando envolvendo a coroa de dentes permanentes em desenvolvimento, estas lesões podem ter associação com dentes decíduos cariados ou com pulpites, fato este que pode infectá-lo causando dor e aumento de volume. Radiograficamente se apresenta como uma lesão radiolúcida unilocular em torno de um dente incluso. Neste trabalho apresentamos um caso clínico de um paciente com cisto dentígero infectado em região posterior de mandíbula, tratado cirurgicamente por meio de enucleação. Paciente do gênero masculino, 7 anos de idade, compareceu a Clínica Odontológica com queixa de aumento de volume na região posterior direita da mandíbula. Após exame radiográfico panorâmico e tomografia computadorizada foi realizada uma biopsia para confirmação do diagnóstico de Cisto Dentígero Infectado. Diante do quadro clínico e radiográfico, o plano de tratamento instituído foi a enucleação do cisto, para permitir a erupção dos sucessores permanentes.</p> 2024-05-13T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1079 Direito de imagem da pessoa morta em relação a inteligência artificial: o limite ético-jurídico do uso de imagem de pessoas mortas 2024-05-10T02:28:58+02:00 Valdir Lima Silva valdir.setembro@gmail.com Rômulo de Morais e Oliveira romulo.mo@unitins.br <p>A presente pesquisa tem como objetivo central investigar se existem lacunas legais em relação aos limites éticos da utilização da imagem de pessoas falecidas quando manipuladas por tecnologias de inteligência artificial, considerando como problema central: "O avanço das técnicas de criação de personas digitais e deepfakes são capazes de violar o direito sobre a imagem de pessoas que já faleceram quando manipuladas através da tecnologia da inteligência artificial?". Para isso, será realizada uma investigação bibliográfica na evolução tecnológica da IA e suas implicações legais, considerando seu impacto no campo do direito de imagem póstumo. Além disso, serão examinadas as propostas legislativas em tramitação no Congresso Nacional, com destaque para o Projeto de Lei nº 3592/2023, que busca regulamentar o uso de imagens e áudios de pessoas falecidas por meio de IA. Ao abordar essas questões, esta pesquisa visa contribuir para o desenvolvimento de políticas públicas e legislações adequadas que garantam a proteção dos direitos individuais e a preservação da dignidade, privacidade e integridade das pessoas após sua morte em um contexto marcado pelo avanço tecnológico.</p> 2024-05-15T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1051 Perfil epidemiológico e tendência temporal da mortalidade por lesões autoprovocadas entre adolescentes e jovens no Brasil, 2013-2022 2024-05-02T16:08:26+02:00 Ana Augusta Teles da Paixão ana.augusta@souunit.com.br André Luiz Baião Campos andrebaiao@outlook.com <p><strong>Objetivo:</strong> analisar a tendência temporal das taxas de suicídio no Brasil no período de 2013 a 2022. <strong>Métodos:</strong> Estudo ecológico de série temporal com dados sobre mortalidade por lesão autoprovocada no Brasil. Foram calculadas as taxa de suicídio por 100 mil habitantes, segundo características sociodemográficas. A tendência temporal foi estimada pela regressão de Prais-Winsten. <strong>Resultados:</strong> No Brasil, no período de 2013 a 2022 foram registradas 23.222 mortes por lesões autoprovocadas. A taxa de mortalidade, no Brasil, entre adultos jovens foi superior comparado aos outros grupos de idade com 7,50 óbitos para cada 100 mil jovens. Logo após, adolescentes apresentam uma taxa de mortalidade de 5,28 mortes/100 mil adolescentes, enquanto a mortalidade entre os de 10 a 14 anos é de 1,07/100 mil. Observou-se que o enforcamento, estrangulamento ou sufocação representou mais de 74% dos óbitos totais, seguido das mortes por arma de fogo com 4,26 e precipitação de um lugar elevado com 3,95% dos óbitos. Na análise temporal, observou-se que em todos os grupos de idade e regiões do país houve tendência de crescimento da taxa de mortalidade. Ressalta-se as regiões Norte com aumento de 8,72% ao ano das mortes entre adolescentes jovens, Sudeste com crescimento de 9,55% ao ano entre adolescentes e o Sul com 8,75% de aumento entre adultos jovens. <strong>Conclusão:</strong> Foram identificadas altas taxas de suicídio no Centro-oeste, com destaque para adultos jovens. A tendência temporal foi de crescimento em todas as macrorregiões e em todos os grupos de idade analisados.</p> 2024-05-09T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1076 Crimes em realidade virtual: algumas notas sobre a atuação da INTERPOL METAVERSO 2024-05-09T17:53:26+02:00 Matheus Brammer dos Santos Silva matheusbrammer2001@gmail.com Giliarde Benavinuto Albuquerque Cavalcante Virgulino Ribeiro Nascimento e Gama benavinuto.gama@gmail.com <p>O presente estudo é resultado de um Trabalho de Conclusão de Curso, requisito parcial para a obtenção do grau de Bacharel em Direito pela Universidade Estadual do Tocantins, Câmpus Paraíso. O objetivo é investigar crimes em ambientes de realidade virtual, dando enfoque à atuação da Organização Internacional de Polícia Criminal (INTERPOL) no Metaverso. O estudo é pautado na análise do direito brasileiro, identificando seus avanços e áreas que necessitam de atualização normativa. Para tanto, adotou-se a pesquisa do trabalho jurídico, apoiando-se na pesquisa bibliográfica e documental. O estudo visou contribuir para a discussão jurídica sobre os crimes em realidade virtual (Metaverso), compreendendo os desafios e possíveis soluções dentro do sistema jurídico, bem como identificar as ações da INTERPOL no combate a esses delitos enquanto adaptabilidade ao avanço tecnológico.Assim, foi possível identificar lacunas jurídicas que contribuem para o aumento da criminalidade no ambiente digital nacional e internacional. É notório que a legislação atual necessita de atualização urgentepara que possa enfrentar de forma eficaz os desafios emergentes da era digital, garantindo a proteção dos cidadãos e a segurança nas redes.Ao revés, será aflorado um ambiente propício à impunidade e à propagação do cibercrime.</p> 2024-05-13T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1071 A celeridade dos processos eletrônicos a luz do código de processo civil 2024-05-07T21:33:16+02:00 Renata Aguiar Fernandes reaguiar2009@hotmail.com Rômulo de Morais e Oliveira romulo.mo@unitins.br <p>Considerando os avanços tecnológicos trazidos ao Poder Judiciário, concernente ao processo judicial eletrônico, a qual visa o efetivo alcance da tutela jurisdicional por meio de um processo célere e justo baseados nos princípios constitucionais, objetiva-se analisar principalmente a celeridade dos atos processuais com enfoque no Novo Código de Processo Civil no âmbito do processo eletrônico, analisando seus princípios, a lei que instituiu o processo eletrônico, a diferenciação dos prazos dentro desta modalidade de processo a luz do Código Processual, seus benefícios e o tempo para seu julgamento. Para tanto, procede-se à pesquisa por meio de produções teóricas publicadas, normas, doutrinas e jurisprudências, leis e sítios da web. O que nos permite concluir, dentro dos ditames principiológicos, que o jurisdicionado só tem a ganhar com o processo judicial eletrônico.</p> 2024-05-09T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1068 Sintomas típicos e atípicos de doença do refluxo gastroesofágico em estudantes de medicina 2024-05-07T05:33:52+02:00 Matheus Vieira de Moraes matheusvmoraes@outlook.com Arlete Cristina Granizo Santos arletegranizo65@gmail.com Yasmin Tourinho Delmondes Trindade yasmindelmondes@gmail.com Júlia Sobral Spósito juliasposito.imp@gmail.com Leda Maria Delmondes Freitas Trindade leda.maria@souunit.com.br <p><strong>Introdução:</strong> A Doença do Refluxo Gastroesofágico (DRGE) é atualmente uma das patologias mais prevalentes na gastroenterologia e otorrinolaringologia, com incidência média, no Brasil, em torno de 12 a 20%. A sintomatologia é variada, o que dificulta inicialmente um diagnóstico mais preciso. Seus sintomas podem se manifestar de forma típica e atípica, podendo gerar impacto na qualidade de vida das pessoas. <strong>Objetivo:</strong> Investigar sintomas típicos e atípicos da Doença do Refluxo Gastroesofágico em estudantes de Medicina. <strong>Metodologia:</strong> Estudo transversal do tipo Survey, observacional e descritivo realizado na Universidade Tiradentes, no período de fevereiro a abril de 2024. A amostra foi constituída por 151 alunos do curso de medicina da Universidade Tiradentes, campus Aracaju e Campus Estância, no estado de Sergipe. <strong>Resultados:</strong> Afirmaram ter diagnóstico de DRGE 35 participantes. O sexo feminino representou 83% do total da amostra (151), sendo que 77% tinham diagnóstico prévio de DRGE. Sintomas típicos como pirose e regurgitação foram mais prevalentes, e sintomas atípicos foram representados pela presença de pigarro, soluços, sintomas de asma e tosse crônica. Foi frequente a associação de DRGE com histórico familiar da doença, transtornos psiquiátricos, consumo de cafeína e alguns medicamentos. <strong>Conclusão:</strong> Sintomas típicos e atípicos foram prevalentes entre estudantes de medicina, principalmente no sexo feminino e em indivíduos de pele branca. Vários fatores de risco foram identificados, o que requer atenção ao impacto na qualidade de vida nessa população acadêmica.</p> 2024-05-10T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1041 Saúde mental e Covid-19: estratégias de enfrentamento e estresse pós-traumático em estudantes do ensino superior 2024-04-29T15:13:20+02:00 Isabelly Oliveira Ferreira isabellyf722@gmail.com Eliany Nazaré Oliveira elianyy@gmail.com Maristela Inês Osawa Vasconcelos miosawa@gmail.com Maria Suely Alves Costa suelycosta@ufc.br Paulo Cesar de Almeida pc2015almeida@gmail.com Paulo Jorge de Almeida Pereira ppereira@ucp.pt Gleisson Ferreira Lima gleisson_nega@hotmail.com <p>Entre os estudantes universitários no período pandêmico teve-se um aumento significativo de perturbação psicológica, como a ansiedade, depressão e estresse. Sendo, o transtorno de estresse pós-traumático (TEPT) o resultado patológico comum de uma ampla variedade de eventos traumático. Os estudantes do ensino superior enfrentaram inúmeros desafios e tiveram que desenvolver e resgatar maneiras de enfrentamento diante os desconfortos gerados pela pandemia, as estratégias de proteção são variáveis positivas que anulam os efeitos dos fatores de risco. Este artigo objetiva analisar a saúde mental de estudantes do ensino superior durante a pandemia de covid-19 correlacionando seus efeitos ao Estresse Pós-Traumático e formas de enfrentamento. A amostra foi composta por 427 estudantes cearenses do ensino superior, e os instrumentos respondidos foram a escala PCL-5 e o Inventario de estratégias de coping, aplicados no ano de 2022.&nbsp; Os participantes são 59,5% do sexo feminino, a média da idade dos foi de 25,5 anos (DP ± 4,0 anos), 52,2% se autodeclaram pardos e 84,5% afirmaram ser solteiros. Os estudantes sofreram com TEPT decorrente do contexto pandêmico e para lidar com os estressores causados pela pandemia da Covid-19, estes utilizaram das estratégias de coping. Os resultados evidenciaram que o TEPT apresentou uma tendência para aumentar com o aumento das seguintes estratégias de coping, Fator 1- confronto, Fator 2- afastamento, Fator 3 -autocontrole e Fator 5 - aceitação de responsabilidade. O TEPT apresentou uma tendência para diminuir com o aumento das seguintes estratégias de coping, Fator 4 - Suporte social, Fator 7 - resolução de problemas e Fator 8 - reavaliação positiva. Recomenda-se que as instituições do ensino superior acompanhem o estado de saúde mental dos seus estudantes, para apoiar os que ainda sofrem com os efeitos nocivos da pandemia de covid-19</p> 2024-05-06T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1095 A legítima defesa e o excesso de defesa: uma linha tênue nas abordagens policiais 2024-05-13T20:46:44+02:00 Thaís Silva Tavares thaissilvatavares0@gmail.com Bruno Vinícius Nascimento Oliveira bruno.vo@unitins.br <p><span style="font-weight: 400;">O presente artigo busca analisar a dificuldade de distinção entre legítima defesa e excesso de defesa nas abordagens policiais, que tem se tornado cada vez mais uma preocupação em contexto envolvendo agentes de segurança pública. Em decorrência disso, este artigo propõe uma análise utilizando o método de pesquisa dedutivo, por meio de pesquisas bibliográficas de doutrinas, e documentais, como leis, resoluções e jurisprudências. Em especial, a análise do Código Penal, Constituição Federal, Código Penal Militar, Lei </span><span style="font-weight: 400;">13.060/2014</span><span style="font-weight: 400;">, resoluções do Ministério Público e julgados levados ao STF sobre o uso da força policial.</span> <span style="font-weight: 400;">Além disso, são examinadas as operações policiais ofensivas, a letalidade das atividades policiais e a subjetividade de entendimentos deixado a critério do judiciário. Tudo isso, para que ao final pudesse ser concluído que há critérios legais definidos para a legítima defesa e o excesso, mas que se tornam flexíveis a interpretação diante de casos concretos e, além disso, a deturpação dos poderes policiais trazem consigo a manipulação de direito de matar e a ocultação de provas, fazendo com que os julgados exijam muito da subjetividade do julgador na análise dos casos concretos.</span></p> 2024-05-14T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1064 Percepção de alunos de ensino médio de uma escola pública paraense sobre os fungos gasteroides (Basidiomycota) 2024-05-06T22:04:33+02:00 Antonia dos Santos Costa ant.san.meu@gmail.com Marcos Diones Ferreira Santana santana.mdf@gmail.com Eveleise Samira Martins Canto eveleisesamira@hotmail.com <p>Por falta de divulgação, os fungos seguem pouco conhecidos, sobretudo os macrofungos com morfologia pouco populares, como os fungos gasteroides (Basidiomycota). Essa pesquisa investigou a percepção de alunos de ensino médio de uma escola pública de Santarém, Pará, quanto ao reconhecimento dos fungos gasteroides em relação a outros grupos de fungos. Foram apresentadas amostras com diferentes morfologias aos alunos, para que listassem apenas as amostras de origem fúngica. O bolor foi adicionado à dinâmica por ser o grupo mais presente nos materiais didáticos voltados ao tema. Empregou-se a análise de agrupamento hierárquico para agregar as amostras com observações similares. O bolor foi reconhecido por 100% dos alunos. As amostras com morfologia de cogumelo (guarda-chuva) e orelha-de-pau também apresentaram alto grau de reconhecimento, mas o reconhecimento foi diminuindo a medida que as morfologias das demais amostras se distanciavam das mencionadas anteriormente, chegando a menos de 5% para a maioria das amostras dos fungos gasteroides, que por falta de popularidade, foram confundidos com representantes das plantas. É necessário aumentar as atividades didáticas envolvendo micologia e intensificar sua divulgação e popularização para ampliar a percepção dos alunos e tornar grupos menos populares, como os fungos gasteroides, componentes igualmente importantes da micodiversidade.</p> 2024-05-07T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1062 Desafios e perspectivas da legislação tributária na promoção da responsabilidade ambiental no Brasil: incentivos fiscais como ferramenta de estímulo 2024-05-06T02:24:43+02:00 Simone Pereira Ribeiro simonepso3@gmail.com Giliarde Benavinuto Albuquerque Cavalcante Virgulino Ribeiro Nascimento benavinuto.gama@gmail.com <p>O presente estudo é resultado de um Trabalho de Conclusão de Curso, requisito parcial para a obtenção do grau de Bacharela em Direito pela Universidade Estadual do Tocantins, Câmpus Paraíso. O artigo tem como objetivo investigar o impacto dos incentivos fiscais na promoção da sustentabilidade empresarial. Inicialmente, destaca-se a crescente relevância da responsabilidade socioambiental corporativa, sublinhando a importância de políticas públicas eficazes para seu fomento. Adota-se a pesquisa bibliográfica com leitura interdisciplinar das fontes científicas disponíveis. A análise abrange evidências empíricas que apontam para os efeitos positivos dos incentivos fiscais na adoção de práticas sustentáveis por parte das empresas. Paralelamente, são examinadas críticas e desafios inerentes a essa estratégia, incluindo preocupações relacionadas à sua eficácia, equidade e possíveis repercussões não previstas. Como conclusão, são sugeridos caminhos para futuras pesquisas e o refinamento de políticas, com o intuito de maximizar o potencial dos incentivos fiscais como ferramenta para impulsionar a sustentabilidade empresarial. Dessa forma, busca-se contribuir para o avanço do desenvolvimento sustentável em escala global, promovendo uma economia mais equilibrada e ambientalmente consciente.</p> 2024-05-07T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1088 A nova política de tributação em compras internacionais e as limitações do art. 150 da Carta Magna de 1988: caso Aliexpress, Shein e Shopee 2024-05-11T21:26:37+02:00 Larissa Eduarda Gomes Araújo larissa.edugomes@gmail.com Giliarde Benavinuto Albuquerque Cavalcante Virgulino Ribeiro Nascimento e Gama benavinuto.gama@gmail.com <p>O presente estudo é resultado de um Trabalho de Conclusão de Curso, requisito parcial para a obtenção do grau de Bacharela em Direito pela Faculdade de Ciências Jurídicas de Paraíso do Tocantins - UNEST. O artigo analisou os desafios econômico-financeiros enfrentados pelas empresas AliExpress, Shein e Shopee no contexto da tributação do comércio eletrônico internacional, considerando a nova política de tributação e as limitações impostas pelo art. 150 da Magna Carta de 1988. Adotou-se a pesquisa bibliográfica e documental de natureza qualitativa e interdisciplinar a fim de alcançar o objetivo deste trabalho. Abordaram-se as complexidades das transações transfronteiriças, as diferentes formas de tributação, os impactos das limitações do art. 150 e as estratégias de conformidade tributária adotadas por essas empresas na atual conjuntura da política tributária para compras internacionais. Concluiu-se que, apesar dos desafios, a cooperação com autoridades fiscais, a implementação de sistemas de monitoramento e o desenvolvimento de políticas internas de conformidade, que são essenciais, há a que se pensar em mecanismos para garantir a conformidade tributária e o sucesso das operações de comércio eletrônico internacional de forma contínua à volatidade das relações econômicas e financeiras.</p> <p>&nbsp;</p> 2024-05-13T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/962 Os provérbios como definição filosófica na educação popular: análise das práticas educativas a nível do município do Soyo (província do Zaire, Angola) 2024-03-07T13:53:17+01:00 Monteiro Guilherme guilherme.mo33@hotmail.com <p>Este artigo tem como objetivo compreender como os provérbios podem contribuir no contexto da educação popular por meio da análise de práticas educativas desenvolvidas no município do Soyo, província do Zaire, Angola. O provérbio é o processo de manifestação mais elevado do pensamento filosófico das pessoas, pelo qual a fala e/ou a retórica estão ligadas ao processo de resolução de problemas sociais simples ou complexos através da inteligência ou conhecimento. Esta pesquisa exploratória tomará como estratégias para compreender de que forma este gênero contribui para a educação e manutenção da memória coletiva de uma dada comunidade. Os resultados esperados deste estudo incluem a identificação de tendências e desafios cruciais no sistema educacional popular angolano, particularmente no município do Soyo. Os dados obtidos poderão contribuir para repensar as políticas da educação popular. Também se espera que a pesquisa contribua para a capacitação de jovens no que se refere à prática educativa e para sensibilizar a sociedade sobre a importância de repensar a relação entre os provérbios e a sociedade. Como base na contextualização da pesquisa, foi realizada uma revisão bibliográfica sobre o sistema educacional popular em Angola (Soyo), visando compreender como os provérbios foram implementados ao longo do tempo, como foram sendo modificados e qual contribuição têm dado nas suas perspectivas educativas diversas. A pesquisa está organizada em 3 eixos fundamentais, iniciando com a introdução, que estabelece as bases teóricas do estudo; o desenvolvimento, que subsidia abordagem ao referencial teórico que se consubstancia no sistema educativo angolano e também o percurso da filosofia dos provérbios; e as conclusões, que sintetizam o percurso da pesquisa, considerando os aspectos teóricos e metodológicos relacionados ao desenvolvimento dos provérbios na educação popular.</p> 2024-03-07T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1020 Fatores associados à baixa adesão ao exame de papanicolaou entre mulheres: revisão integrativa de literatura 2024-04-22T15:25:00+02:00 Ítalo Cauê Ferreira Teles italo.enfermeiro.al@gmail.com Amuzza Aylla Pereira dos Santos amuzza.santos@gmail.com Carla Andreia Alves de Andrade carla.andrade@eenf.ufal.br João Paulo malta da Silva joao_paulo1811@hotmail.com Waleska de Lima Santos waleskaalimaa@gmail.com <p>O Câncer do Colo do Útero (CCU), também chamado de câncer cervical, é uma alteração epitelial que se caracteriza por transformações celulares progressivas que podem evoluir para uma lesão que tem característica invasiva. Atualmente é um problema de saúde pública devido a exposição da sociedade a fatores de risco alimentares, comportamentais e biológicos. O exame de Papanicolaou é o principal utilizado para detectar o CCU. Porém, mesmo sendo um exame de importância destacada, muitas mulheres optam por não realizar o exame.<strong> OBJETIVO: </strong>Identificar na literatura os fatores que dificultam a adesão das mulheres ao exame de Papanicolaou. <strong>METODOLOGIA:</strong> Trata-se de uma revisão integrativa de literatura, na qual a questão norteadora foi: “Quais fatores estão associados à baixa adesão das mulheres ao exame de papanicolaou? Desse modo, foi utilizado a estratégia de busca: Papanicolaou Test AND Patient Non-Compliance. As bases de dados científicas selecionadas foram: Biblioteca Virtual em Saúde (BVS), Cinahl, PubMed, Scopus e Web of Science. <strong>RESULTADOS: </strong>Foram encontrados 15 artigos, sendo 12 deles publicados nos anos de&nbsp; 2015, 2016, 2017 e 2018 cada ano contendo 3 artigos; seguido dos anos de 2014, 2020 e 2021 com 1 artigo cada. <strong>CONCLUSÃO: </strong>Diante do exposto, evidenciou-se que apesar do exame de Papanicolaou ser um tema amplamente discutido, com importância cientificamente comprovada, a população alvo apresenta motivos para não aderir a esse exame preventivo.</p> 2024-04-29T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1004 Síndrome de Burnout em Profissionais de Saúde que Atuam em Unidades de Terapia Intensiva: uma revisão integrativa 2024-04-09T19:46:02+02:00 Giovanna Maria Oliveira de Lacerda giovannamaria.maria@gmail.com Lauana Rocha de Lima Neves lauanalima2@gmail.com Mirce Meire Gonçalves de Sousa Wilk mircemeire_wilk@hotmail.com <p><strong>Objetivo: </strong>Identificar os fatores de risco que podem contribuir para o desenvolvimento da síndrome em profissionais de saúde que atuam em unidades de terapia intensiva. <strong>Métodos: </strong>Trata-se de revisão integrativa da literatura, a partir da estratégia de busca nas seguintes bases de dados: SciELO (Scientific Eletronic Library Online), LILACS (Literatura Latino Americana e do Caribe em Ciências da Saúde, e Medline (Medical Literature Analitics and Retrieval System Online). <strong>Resultados: </strong>&nbsp;Compuseram a amostra final cinco estudos publicados entre janeiro de 2010 e agosto de 2023, das bases SciELO e Medline. A prevalência da síndrome variou com a categoria profissional, sexo, idade, nível educacional e estado civil, sendo mais prevalente no sexo feminino. A existência de fatores de risco como a quantidade de pacientes assistidos e a possibilidade de complicações, ruídos excessivos, lidar com sofrimento e morte, cuidado a pacientes em estado terminal e remuneração insuficiente, favoreceram o desenvolvimento da síndrome. <strong>Conclusão: </strong>A coexistência de fatores pessoais, organizacionais, sociais e do trabalho que constituem risco para o desenvolvimento da síndrome de burnout, colocam profissionais de saúde atuantes em UTI em vulnerabilidade diante do desenvolvimento da síndrome. A adoção de medidas para o enfrentamento mostra-se benéficas.</p> 2024-04-11T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/932 Conhecimento interprofissional e fatores intervenientes no cuidado ao paciente crítico com COVID-19 em parada cardiopulmonar intra-hospitalar 2024-02-07T14:58:15+01:00 Susi Cristalino Pereira susicris@hotmail.com Tayse Tâmara da Paixão Duarte taysepaixao@unb.br Marcia Cristina da Silva Magro marciamagro@unb.br <p>Objetivo: Verificar o conhecimento explícito e os fatores não modificáveis que interferem no conhecimento sobre ressuscitação cardiopulmonar intra-hospitalar no cuidado realizado por profissionais de saúde. Método: Estudo transversal quantitativo desenvolvido em uma Unidade de Terapia Intensiva adulto com amostra constituída por 115 profissionais de saúde. Utilizou-se questionário semiestruturado, validado pelo método Delphi, dividido em três domínios. Foi realizada análise descritiva e testado hipótese pelos testes Kruskal-Wallis e Dunn-Mann-Whitney. Foram calculadas correlações de Spearman entre variáveis contínuas/ordinais e considerado como significativo α de 5%. Resultados: O conhecimento sobre suporte básico de vida foi superior ao suporte avançado de vida (68,8% vs 59,1%). Os profissionais apresentaram nota mediana de 80 (70-85) pontos em relação ao conhecimento relacionado a parada cardiopulmonar em pacientes com COVID-19. A idade (p=0,044) e o tempo de formação profissional de saúde (p=0,007) se mostraram como fatores não modificáveis que interferem significativamente no nível de conhecimento. Conclusão: O conhecimento interprofissional explícito sobre o atendimento ao paciente em parada cardiopulmonar mostrou-se satisfatório, mas ainda com lacunas no que se refere aos aspectos relacionados ao atendimento do indivíduo com COVID-19. A idade e o tempo de formação do profissional de saúde se mostraram como fatores não modificáveis que interferem significativamente no nível de conhecimento.</p> 2024-02-15T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/905 Ações da atenção primária à saúde ao idoso durante a pandemia da Covid-19: uma revisão narrativa 2024-01-18T17:38:00+01:00 Ana Beatriz de Almeida Lima aniinhabia17@gmail.com Maísa Isabella Faustino Santos maisaisabella@hotmail.com Clodis Maria Tavares clodistavares@yahoo.com.br Ana Cecília Silvestre da Silva ana.cecilia@uncisal.edu.br <p><strong>Objetivo:</strong> Reunir artigos científicos na literatura acerca das ações desenvolvidas/propostas na Atenção Primária à Saúde (APS) para o cuidado da pessoa idosa na pandemia da Covid-19. <strong>Método:</strong> Revisão narrativa da literatura. O levantamento bibliográfico foi realizado no mês de outubro a dezembro de 2020, nas bases de dados LILACS, SCIELO, IBECS, PUBMED e Google Acadêmico. Foi realizada análise da temática publicada na literatura. <strong>Resultados: </strong>Foram incluídas sete publicações, que apontaram uma reestruturação nos serviços/ações da APS, tais como adesão a recursos tecnológicos, visitas domiciliares e fortalecimento com outros setores de assistência com vistas ao atendimento integral ao idoso durante a emergência da pandemia da Covid-19, com o intuito de manter o atendimento dessa parcela da população. <strong>Conclusão:</strong> Tem sido de fundamental importância o desenvolvimento de novas ações e do emprego de inovações tecnológicas pela APS para otimizar a qualidade no atendimento à saúde do idoso em tempos de pandemia.</p> <p>&nbsp;</p> <p>&nbsp;</p> <p><strong>Palavras-chave: </strong>Atenção primária à saúde. Idoso. Infecções por coronavírus. Equipe de Assistência ao Paciente.</p> 2024-02-20T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/952 O impacto da pandemia da Covid-19 na saúde mental dos acadêmicos de enfermagem durante o estágio curricular 2024-02-26T14:35:48+01:00 Guilherme Andrade Carneiro guiillhermeeandrade@gmail.com João Felipe Tinto Silva felipetinto99@gmail.com Larayne Gallo Farias Oliveira larayne@usp.br Rychelly Pinho Silva enf.rychellypinho@gmail.com Antônio Maikon Coutinho da Silva antoniomaiko99@gmail.com Benedito Medeiros da Silva Neto beneterceiro@hotmail.com Daynara Domingos daydomin18@gmail.com Andreza da Silva Fontinele andrezacristynna@outlook.com Bruno Alves Silva e Silva brunoalvesc4@gmail.com <p>A enfermagem desempenha um papel importante no combate a Covid-19, pois os profissionais passam a maior parte do tempo auxiliando nos cuidados aos pacientes, o que aumenta a suscetibilidade à infecção pelo vírus. Nesse cenário, são incluídos os acadêmicos de enfermagem, do último ano do curso, que estão atuando na linha de frente a Covid-19. Objetivou-se avaliar o impacto da pandemia da Covid-19 na saúde menta dos acadêmicos de enfermagem durante o estágio curricular. O presente estudo caracteriza-se como uma pesquisa de campo, exploratória, de abordagem qualitativa. Os participantes da pesquisa foram os acadêmicos matriculados em disciplinas de estágios supervisionado I e II, regularmente matriculados no curso de Enfermagem da referida instituição. Dos 50 acadêmicos entrevistados 31 eram do sexo feminino e 19 do sexo masculino, com faixa etária de 20 a 26 anos, sendo que 32 dos indivíduos residem com familiares durante a pandemia, destes 44% apresentaram sintomas normais para ansiedade, 58% para depressão e 54% para estresse.&nbsp; Quanto à qualidade de vida houve prejuízo nos domínios físico 24%, psicológico 24%, social, 44% e ambiental 58%. Mulheres apresentaram níveis significativamente maiores de estresse e ansiedade (Média=9,26; DP± 4,865). Os indivíduos que residem sozinhos apresentaram índices inferiores para qualidade de vida física (Média=3,440; DP±0,939) e ambiental (Média=3,380; DP±0,998), (Média=13,42; DP±7,562). Houve associação estatisticamente significativa entre a variável idade com depressão (p-value=0,05), tendo maior predominância de sintomas depressivos nos indivíduos com recorte etário de 27 a 33 anos (Média=11,64; DP±9,266), foi identificado que houve associação significativa entre as variáveis idade e qualidade de vida ambiental (p-value=0,05), evidenciando menores índices nos indivíduos com recorte etário de 26 a 33 anos, apontando maior prejuízo para qualidade de vida destes indivíduos (Media=3,720; DP±0,715). Embora a avaliação dos níveis de ansiedade, depressão e estresse terem variado entre normal e leve. Observou-se associação significativa entre a variável idade com depressão, tendo maior prevalência para os acadêmicos com corte etário de 27 a 33 anos.</p> 2024-03-07T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/930 Depuração da creatinina na recuperação renal e mortalidade 2024-02-06T19:59:44+01:00 Alberto Augusto Martins Paiva alberto.paiva@aluno.unb.br Tayse Tâmara da Paixão Duarte taysepaixao@unb.br Marcia Cristina da Silva Magro marciamagro@unb.br <p>Objetivo: verificar a associação da taxa de filtração glomerular baseada na estimativa da depuração de creatinina com a ocorrência de recuperação renal e mortalidade em pacientes hospitalizados com injúria renal aguda adquirida no hospital. Método: coorte prospectiva de 202 pacientes acompanhados entre 2017 e 2019. Para a análise estatística foram empregados os testes Mann-Whitney, Qui-quadrado e Exato de Fisher. O método Backward por meio de regressão logística foi utilizado para a análise multivariada. Resultados com p≤0,05 foram considerados significativos. Resultados: constatou-se que a mediana da taxa de filtração glomerular estimada de 39,83 ml/min/1,73 m2 (de 29,15 para 61,64) esteve associada a óbitos hospitalares (p=0,032) e à recuperação da função renal em longo prazo (6 meses) (AUC 0,756). Conclusão: As variações estimadas na depuração da creatinina estiveram associadas à recuperação renal em longo prazo e a óbitos hospitalares. Além disso, foi encontrada associação entre depuração de creatinina e função renal com óbito durante a internação dos pacientes na enfermaria com injúria renal aguda adquirida em ambiente hospitalar.</p> 2024-02-28T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/972 A trajetória da higiene à saúde: a aplicabilidade da abordagem teatral como ferramenta de alfabetização científica 2024-03-14T03:30:10+01:00 Luiza de Medeiros Imbiriba limbiriba@gmail.com Murilo Amorim murilotavares35@gmail.com Célio Amoêdo de Melo celioamoedo@gmail.com Tinara Leila de Souza Aarão tinaraleila@hotmail.com Patrícia Bentes Marques marques.ufpa@gmail.com <p>A Educação em Saúde, Educação Sanitária e suas medidas preventivas têm sido amplamente discutidas nas últimas décadas. Trata-se de uma reflexão necessária para sanar falhas, que há muito tempo vêm ocorrendo, e que prejudicam a prática delas. Por meio da utilização da arte, mais especificamente o fazer teatral, é possível enxergar uma solução, conferindo uma maior eficácia para a prática. Este estudo se trata de uma produção de uma dramaturgia para teatro voltado ao público infantil/infanto juvenil, a fim de levar o conteúdo de prevenção em saúde. Na história, Luna participa da feira de ciências da escola, programando seu próprio vídeo game. Os chefões são Corona Vírus, Sarampo, <em>E. Coli</em> e <em>Giardia Lamblia</em>. Mas o inesperado acontece os microrganismos saem do jogo. Luna tem que contar com a ajuda de sua professora para salvar a ela e os amigos. A dramaturgia traz o conteúdo educativo com teor lúdico e fica disponível como ferramenta a ser utilizada.</p> 2024-04-08T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/950 A prática do ensino de filosofia como proposta de intervenção na depredação do patrimônio público escolar 2024-02-24T14:14:05+01:00 Alexandre Souza Franco alejandre22@gmail.com <p>O presente trabalho tem por finalidade sugerir uma proposta de atividade filosófica a partir da leitura e reflexão do texto <em>“Oração fúnebre de Péricles”,</em> para buscar sanar um problema que, ao longo dos anos, vem se tornando cada vez mais intenso, como é o caso da depredação do patrimônio público escolar. Problema que se apresenta da seguinte forma: diante do quadro de abando e indiferença, principalmente por parte dos alunos, como a filosofia pode contribuir para amenizar a desvalorização para com o patrimônio público escolar? Ou seja, de que maneira a filosofia pode estimular um sentimento de pertença, por parte dos alunos de nível médio das escolas públicas estaduais, em relação ao ambiente escolar? Para dirimir esta questão, o trabalho se estrutura em três seções. Na primeira, a atenção se voltou para a exposição do quadro de depredação no qual muitos colégios se encontram, com base nas pesquisas desenvolvidas por professores da rede pública estadual de educação apoiados pelo Plano de Desenvolvimento da Educação (PDE). Em seguida, apresenta-se a filosofia enquanto saber de formação, ou seja, enquanto modalidade de conhecimento que procura, por meio de suas peculiaridades, demonstrar como é possível, a partir da reflexão filosófica e de um processo de formação humana, buscar resolver a problemática do vandalismo por parte de muitos alunos e a questão da indiferença por parte de alguns professores insensíveis ao problema. Na terceira, por fim, a proposta didático-filosófica é apresentada como sugestão de intervenção. Ela se divide em duas etapas na qual a primeira tem por objetivo a leitura, interpretação e reflexão do texto filosófico em sala de aula, na segunda, a parte prática, que estimula os alunos a proporem projetos de mudanças num ambiente do qual fazem parte durante um longo período de tempo, na perspectiva de deixarem o seu legado. Com isso, espera-se não só contribuir para o enriquecimento de propostas de atividades voltadas para o ensino de filosofia nas aulas do ensino médio, mas também contribuir para um ideal de pessoa humana que se perceba pertencente à determinada comunidade e valorize o legado cultural recebido, como é o caso da instituição escolar.</p> 2024-02-28T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/995 Nitrato de Ouro em Nanoescala: Um estudo de Suas Propriedades 2024-04-02T20:49:45+02:00 Iury Thiago Dias Botelho iurythiago@gmail.com Maria Leticia da Cruz Almeida marialeticia@icloud.com João Vítor Melonio Silva vitormelonio@gmail.com Suelen Rocha Botão Ferreira suelen.rocha@gmail.com Welberth Santos Ferreira welberthsf@gmail.com <p>A transição da mecânica clássica para a teoria quântica marcou um ponto de inflexão na história da física, impulsionando avanços notáveis e abrindo caminho para a nanociência e nanotecnologia. Com esses materiais podemos encontrar propriedades exclusivas de acordo com o tamanho dos nanomateriais. Este estudo visa encontrar as propriedades ópticas e estruturais das nanopartículas de nitrato de ouro, utilizando modelagem computacional avançada com o módulo CASTEP e baseando-se na teoria funcional da densidade (DFT). Pretendemos contribuir para a compreensão dessas nanopartículas, com implicações em tecnologias inovadoras e no avanço da ciência dos materiais. Espera-se que este estudo enriqueça o conhecimento existente e promova inovações em diversos campos científicos.</p> 2024-04-22T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/969 Mucosite oral causada pelo tratamento antineoplásico 2024-03-12T20:22:53+01:00 Giovanna Carrijo de Carvalho Xavies dos Santos giovannacarrijo13@gmail.com Renata Marques da Silva Nemetala renatanemetala@gmail.com João Geraldo Bugarin Júnior bugarinjr@gmail.com <p>A mucosite oral é o efeito adverso mais encontrado na cavidade bucal,&nbsp;&nbsp; causado pelas terapias antineoplásicas como a quimioterapia e/ou radioterapia da cabeça e pescoço. É caracterizado por lesões eritematosas, ulceradas e esbranquiçadas que podem variar em graus. O objetivo do trabalho foi realizar uma revisão de literatura sobre a mucosite oral causada pelo tratamento antineoplásico, evidenciando seus aspectos clínicos, fatores de risco, patobiologia, escalas de avaliação e quais os tratamentos preventivos e terapêuticos que devem ser realizados, com a finalidade de realçar como o cirurgião dentista deve atuar para trazer conforto e amenizar a dor causada pelas lesões, além de orientar o paciente com os cuidados individuais que são necessários. Os tratamentos visam atenuar sintomas e prevenir infecções utilizando laser, analgésicos, bochechos, terapias alternativas com agentes naturais e crioterapia. Contudo, independente do tratamento adotado, o paciente deve ser acompanhado por uma equipe multidisciplinar onde o cirurgião dentista deverá sempre estar presente.</p> 2024-03-15T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/900 O uso da técnica de ulectomia como opção cirúrgica em casos de retenção prolongada na erupção dentária no âmbito odontopediátrico: Uma série de casos 2024-01-09T02:06:22+01:00 Mateus Sousa Ferreira mateus0992014@hotmail.com Ataydes Dias Magalhães ataydesm@hotmail.com Bianca Diniz Frazão biancadfrazao@hotmail.com <p style="font-weight: 400;">O processo de cronologia da erupção dentária é uma parte integrante do crescimento e desenvolvimento infantil. No entanto, o atraso na erupção dos dentes é algo frequente em muitas crianças, sendo necessário o cirurgião-dentista e/ou odontopediatra saber avaliar cada caso. Um dos motivos relacionados a esse atraso é a fibrose gengival, que após uma avaliação clínica e de exames radiográficos minuciosos da região, constatando-se ausência de tecido ósseo, opta-se pelo tratamento por meio da técnica de ulectomia, a qual consiste na exérese dos tecidos que revestem a face incisal da coroa dentária de um dente não irrompido, com o objetivo de permitir um caminho livre para esse dente vir a ocupar sua posição na arcada. O objetivo desse trabalho é relatar uma série de casos clínicos que evidenciam irrompimento dos elementos 11, 12, 21 e 22. Os pacientes descritos relataram queixa de ausência dos dentes anteriores, que após o exame clínico e radiográfico, observou-se que se tratava de uma retenção de erupção dentaria devido a um fibrosamento gengival. O tratamento proposto foi a ulectomia utilizando a técnica convencional, com o bisturi, e a técnica com laser de alta potência, visando a exposição das bordas incisais desses elementos, propiciando, consequentemente, a movimentação eruptiva. Conclui-se que, frente a possíveis casos de retardo na erupção dentaria, a ulectomia se mostra como uma excelente escolha de tratamento, pela sua técnica simples, de recuperação e resultados rápidos, aspirando devolver para os pacientes funcionalidade, saúde e estética.</p> 2024-01-27T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/948 Pensamento computacional e o ensino da matemática: uma abordagem com o uso das TDICS 2024-02-23T00:37:29+01:00 Cláudia Rosane Moreira da Silva claudiarosanems@gmail.com Leidmar Cunha Melo ladymelo.bio@hotmail.com Wallysabel Araújo Veras wallysabelveras@gmail.com <p>A crescente presença da tecnologia digital em nossas vidas está redefinindo a educação, tornando-a mais dinâmica e centrada no aluno. A integração das Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação (TDICs) no ensino tem o potencial de promover uma aprendizagem de alta qualidade, especialmente na disciplina de matemática, que é fundamental para o desenvolvimento de habilidades cognitivas essenciais. No entanto, há uma lacuna entre a matemática ensinada na escola e sua aplicação prática no mundo digital. O pensamento computacional destaca-se como um conjunto de habilidades que capacita os indivíduos a lidarem com sistemas digitais complexos e resolver problemas do mundo real com clareza e criatividade. No Brasil, o Conceito Computacional tem ganhado destaque na Base Nacional Comum Curricular (BNCC), refletindo sua importância crescente na educação. Para investigar a integração das TDICs no ensino da matemática e na promoção do pensamento computacional, foi realizada uma pesquisa bibliográfica, analisando estudos anteriores e abordagens pedagógicas relevantes. Identificamos diversos recursos digitais, como softwares educacionais, aplicativos móveis e plataformas online, que podem ser utilizados para esse fim, e em seguida foi feita a análise desses softwares educacionais. Também foram realizadas entrevistas com educadores experientes que haviam implementado com sucesso o pensamento computacional em suas aulas de matemática, coletando informações detalhadas sobre suas abordagens e práticas. Com essas análises ficou percebido que as TDICs contribuem no contexto do ensino da matemática e na fomentação do pensamento computacional.</p> 2024-02-27T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/992 A importância da integração da medicina preventiva às práticas de promoção da saúde 2024-03-31T17:55:42+02:00 Alice Vasconcelos Miranda alicemiranda.am.am@gmail.com Andreia Carolina Redivo andreiaredivo@academico.unifimes.edu.br Isabella Ferreira Moreira Pinto ferreira01isabella@gmail.com Isadora Lopes Resende isalopesresende@hotmail.com Deborah Diogo Guedes deborahdiogo@hotmail.com Ana Beatriz Araújo Malheiros beatrizamalheiros@gmail.com Alberto gabriel borges felipe ALBERTOGABRIELBORGES@GMAIL.COM <p>A medicina preventiva inclui intervenções primárias para prevenção, estratégias secundárias e terciárias que busquem a detecção precoce e o controle de patologias, além da reabilitação do paciente. Nesse sentido, a promoção da saúde envolve não só ações individuais, como também comunitárias e governamentais com o propósito de incentivar um estilo de vida saudável, destaca-se, dessa maneira, a participação ativa da comunidade, cuidados preventivos e assistenciais como diretrizes para a organização do sistema de saúde. Nesse contexto, o estudo tem por objetivo explorar e destacar a relevância de incorporar a medicina preventiva nas iniciativas de promoção da saúde, ademais, utiliza-se de uma revisão integrativa de literatura com pesquisa nas bases de dados Google Acadêmico, Scielo e Pubmed. Os descritores explorados foram “medicina preventiva”, “promoção da saúde” e “serviços preventivos de saúde” e todos de acordo com o DeCS/MeSH (Descritores em Ciências da Saúde). A integração da medicina preventiva com a promoção da saúde é uma estratégia eficaz para prevenir doenças, promover estilos de vida saudáveis e melhorar o bem-estar geral. A APS é fundamental para essa integração, pois oferece medidas específicas de cuidado que podem ser acessadas por toda a população</p> 2024-04-15T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/926 Carcinoma adenoide cístico em palato duro: relato de caso 2024-02-01T19:03:25+01:00 Laura de Jesus Araujo laura.araujo@unigy.edu.br Emanuella Priscilla Magalhães Gomides emanuella.gomides@unigy.edu.br Lara Mônica Feliciano de Jesus lara.dejesus@unigy.edu.br Irisley de Jesus Araujo irisley.araujo@unigy.edu.br Guilherme dos Santos Silva guilherme.silva@unigy.edu.br Cláudio Maranhão Pereira claudiomaranhao@hotmail.com <p>O carcinoma adenoide cístico (CAC) é o tumor maligno mais frequente das glândulas salivares menores. É uma neoplasia maligna rara de crescimento lento, caracterizando prognóstico desfavorável, devido a sua agressividade e grande potencial de recidivas. Representam 3-10% do total das neoplasias da cabeça e do pescoço, sendo que as de glândulas salivares menores constituem aproximadamente 25% do total dos tumores de glândulas salivares. Neste trabalho temos como objetivo relatar um caso de CAC em palato mole com evolução rápida e assintomático. Este tumor é comumente caracterizado pela presença de dor, alta taxa de recidiva, metástase e baixa sobrevida. A realização de estudos com acompanhamento destes pacientes é de suma importância para uma melhor avaliação do prognóstico da doença.</p> 2024-02-06T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/967 A atuação do psicólogo escolar na educação EAD durante a pandemia de Covid-19 2024-03-12T15:31:43+01:00 Diego Raoni Tavares Santos diegoraoniraoni@gmail.com Maxsuel Oliveira de Souza maxsuel.souza@famed.ufal.br Luiz Wilson Machado da Costa e Silva Neto lwmachado.neto@gmail.com <p>A pandemia de Covid-19 gerou um impacto significativo na educação, levando ao fechamento das escolas e eventualmente a transição para a educação à distância. Nesse contexto, o papel do psicólogo escolar se tornou essencial para fornecer suporte emocional e psicológico aos estudantes, professores e a comunidade escolar durante o ensino remoto. Este artigo tem por objetivo investigar a atuação do psicólogo escolar na educação EAD durante a pandemia de Covid-19, abordando os desafios e as estratégias de intervenção utilizadas. Os desafios incluem a identificação das demandas emocionais dos estudantes à distância, o sentimento de isolamento e de adaptação. Para superar essas problemáticas, o psicólogo escolar pode utilizar as tecnologias de comunicação para manter o contato com os estudantes, oferecendo suporte emocional e promovendo parcerias com professores e as famílias. Além disso, promove práticas de saúde mental com foco na prevenção de transtornos psicológicos. Este estudo ressalta a importância do psicólogo escolar na educação EAD, destacando a necessidade de investimentos e suporte adequados para garantir o bem-estar dos estudantes.</p> 2024-03-27T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/946 Desafios da Enfermagem no manejo das Infecções Sexualmente Transmissíveis na gestação: Uma Revisão Integrativa 2024-02-20T22:01:18+01:00 Camila Danielly Matos Silva camilamatos96@ufpi.edu.br Ana Caroline de Sá Coelho carolinecarvalho787@gmail.com Antonio Domingos de Sousa Neto antonioneto543@gmai.com Érika de Sousa Almeida erikaalmda@gmail.com Dais Nara Silva Barbosa dais_barbosa@hotmail.com Matheus Henrique da Silva Lemos lemosmsh@gmail.com Filipe Melo da Silva felipemelotkd@gmail.com Jailson Alberto Rodrigues jailsonalbertorodrigues@yahoo.com.br <p><strong>Introdução: </strong>As relações sexuais durante a gravidez não representam risco para a gestação, contudo, é crucial considerar a possibilidade de contrair Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs) que possam prejudicar a gestação ou ser transmitidas verticalmente.<strong> Objetivo: </strong>Avaliar estudos a respeito dos desafios encontrados pelos enfermeiros em relação as condutas diante das IST’s na gestação. <strong>Método: </strong>Trata-se de uma revisão integrativa da literatura, desenvolvida em seis passos, utilizando-se da estratégia PICo para elaborar a seguinte questão norteadora: Quais os desafios de enfermagem no manejo das Infecções Sexualmente Transmissíveis na gestação? A busca for realizada nas bases de dados LILACS (Literatura Latino Americana e do Caribe em Ciências da Saúde), PUBMED (National Library of Medicine National Institutes of Health), BDENF (Base de Dados da Enfermagem) e utilizou os operadores boleanos AND e OR. Usou-se como critérios de inclusão: artigos publicados no idioma português e inglês, no período entre 2018 a 2023, estudos primários e que abordavam apenas o público gestantes. <strong>Resultado: </strong>Foram encontrados 416 artigos nas bases de dados, após os critérios de inclusão, exclusão e leitura na integra restaram apenas 7 estudos para análise. <strong>Discussão: </strong>A análise dos artigos selecionados demostrou que existem diversos fatores que contribuem para não adesão de métodos preventivo, porém o profissional de enfermagem tem grande importância frente ao acompanhamento dessas gestantes e integração do parceiro nesse processo, além das intervenções preventivas na superação de barreiras e capacitação das mulheres para adotarem medidas preventivas durante a gestação. <strong>Conclusão: </strong>Profissionais de enfermagem devem investir em estratégias de sensibilização, principalmente durante o pré-natal, com o intuito de promove empoderamento das gestantes, controle da sua sexualidade e adoção de escolhas mais seguras</p> 2024-03-05T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/990 Gestão de enfermagem, um olhar para unidade de terapia intensiva: revisão integrativa da literatura 2024-03-29T22:50:10+01:00 Nara Suelly Lira Silva narasuelly@gmail.com Maria da Piedade Gomes de Souza Maciel piedadeenfa@hotmail.com Fabius Jorge Rosas Marques Luz de Amorim Filho fabius.maceio@gmail.com Vanessa Gabriella Bernardino Barbosa vanessagbbarbosa@gmail.com Juliana Silva dos Santos juhoje@live.com <p>A gestão em enfermagem perpassa por planejar, organizar, dirigir, controlar e aplicar processos de trabalhos para atender as necessidades dos serviços em saúde de forma a acompanhar o dinamismo que a profissão requer. <strong>Objetivo</strong>: Analisar as evidências científicas, sobre gestão de enfermagem com um olhar para a unidade de terapia intensiva. <strong>Método</strong>: Trata-se de uma revisão integrativa, sendo a coleta de dados realizada no período de setembro de 2023 a janeiro de 2024, através da leitura e análise de artigos publicados nos últimos 10 anos, na língua portuguesa, gratuitos, disponíveis integralmente na forma on line, na base de dados Scielo e google acadêmico. <strong>Resultados</strong>: Os artigos analisados evidenciam que são muitos os desafios para o bom desempenho de um enfermeiro gestor, indo desde a necessidade de aprimoramento técnico científico a habilidade de gerenciar conflitos e prover boas condições de trabalho. <strong>Conclusão</strong>: O mundo moderno requer do enfermeiro gestor a atualização constante de suas práticas, apropriação do aparato tecnológico, exercitar a habilidade de ouvir, respeitar a equipe de modo a gerenciar conflitos e acompanhar as transformações dinâmicas do mundo do trabalho.</p> 2024-04-11T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/964 A morte como “companheira de trabalho”: implicações na equipe de saúde no contexto hospitalar 2024-03-07T23:57:33+01:00 Carla Elena de Oliveira Barros ceobarros45@gmail.com Kaio Henrique Silva da Rocha kaiohs.rocha@gmail.com Paulo de Oliveira Paes de Lira Neto paulolira109@gmail.com <p>A influência do hospital na equipe de saúde os afeta em suas construções individuais, na sua relação com o outro e com o mundo. Soma-se ao trabalho, o processo de luto a partir de perdas significativas geradas pelos vínculos criados entre equipe, paciente e família. O presente trabalho tem o intuito de compreender como o profissional de saúde é afetado diante a morte no contexto hospitalar, assim como as possíveis implicações ao seu funcionamento psíquico. Destaca-se a relação das situações estressoras no âmbito de trabalho como fatores de risco, tendo em contrapartida o desenvolvimento de estratégias de enfrentamento como facilitadoras de uma elaboração adequada A pesquisa consiste em uma pesquisa bibliográfica de natureza exploratória, no qual utilizou como campo de busca os Periódicos Eletrônicos em Psicologia (PEPsic), o Scientific Electronic Library Online (SciELO), o Portal de Periódicos da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Brasil (CAPES), livros, teses e dissertações. Conclui-se que a forma como se lida com o sofrimento psíquico decorrente de uma perda significativa, se mostrou de fundamental importância para o alcance de uma experiência mais saudável.</p> 2024-04-02T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/942 Os quintais agroflorestais e sua contribuição para a segurança alimentar e nutricional de adolescentes do Assentamento Rural Tarumã Mirim-Manaus-AM 2024-02-16T20:10:51+01:00 Anna Carla de Castro Paixão annacarlabio@gmail.com Diana Nunes de Oliveira diana.biologia20@gmail.com Wellison Rafael de Oliveira Brito brito.wro@gmail.com <p>Sabendo da importância de uma alimentação saudável e adequada para a promoção da saúde e prevenção de doenças, por esta razão o objetivo deste trabalho foi de avaliar a contribuição das espécies que compõem os quintais agroflorestais para o consumo alimentar de adolescentes de 15 a 19 anos, alunos do ensino médio tecnológico, localizada no Assentamento Tarumã Mirim. O presente estudo foi realizado em uma escola municipal localizada na Comunidade Ramal do Pau Rosa, no Projeto de Assentamento Tarumã Mirim, BR174 (trecho Manaus – Boa Vista), com acesso pelo Km 21, município de Manaus –AM. Neste trabalho foi utilizado o Formulário de Marcadores de Consumo Alimentar, para investigar a frequência alimentar dos adolescentes, este formulário foi elaborado pelo SISVAN (Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional). A frequência das refeições diárias também foi estudada (café, almoço, lanche da tarde, jantar e ceia) para verificar o ritmo alimentar desses indivíduos. Paralelo a isso, foi realizado um levantamento de espécies de autoconsumo alimentar das espécies oriundas dos quintais agroflorestais produtivos. Os resultados indicaram que a maioria do que é produzido nos sítios é vendido e pouco é consumida pelos produtores, e observou-se que a base da alimentação dos adolescentes é de produtos industrializados, comprados na cidade. Apesar de se considerarem saudáveis, ainda tem que melhorar o hábito de consumirem verduras e frutas cruas que estão nos seus quintais.</p> <p>&nbsp;</p> 2024-02-16T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/893 Educação Infantil e currículo: o (não)lugar do brincar nos atos curriculares 2024-01-07T22:39:44+01:00 Hortência Pessoa Pereira hortenciapessoa2@gmail.com Fábio Viana Santos fabioviana.pedagogo@gmail.com Mariana Aguiar Manenti marianaamanenti@gmail.com <p>O presente estudo tem como objetivo trazer à tona reflexões teóricas sobre as aproximações e distanciamentos presentes na relação entre o currículo da Educação Infantil e o (não)lugar do brincar na construção curricular. A reflexão é tensionada por uma dicotomia que atravessa a Educação Infantil onde, de um lado temos a regulação dominante e colonizadora dos adultos, concebida pela racionalização dos números, horários e rotinas universalizantes, e de outro, temos a manifestação imaginativa e inventiva do brincar, a expressividade brincante da criança, a cultura infantil e o tempo-espaço sentido e vivido. Deste modo, tendo como método adotado a pesquisa qualitativa de cunho bibliográfico, o estudo foi edificado nos pressupostos teóricos que tratam sobre o currículo (SANTOMÉ, 1998; SACRISTÁN, 2000 e MOREIRA E SILVA, 2013) em interface com as discussões específicas a respeito do currículo da Educação Infantil (OLIVEIRA, 2010, 2011), bem como, nos campos da Sociologia da Infância (SIROTA, 2001; SARMENTO, 2003, 2004, 2008, 2015; CORSARO, 2011) e da Psicologia Histórico-Cultural (VIGOTSKI, 1991; 2008, 2014), para fundamentar as discussões sobre o sujeito criança e o brincar, respectivamente. Partindo dos aportes da Sociologia da Infância, considerando que as crianças integram realidades específicas, sendo capazes de compreendê-las e modifica-las, acreditamos que a discussão acerca do protagonismo infantil é fundamental para (re)pensarmos o currículo, alargando o nosso olhar a fim de dar conta dos espaços/lugares/tempos destinados às crianças e ao brincar, com vistas a contribuir para a ampliação do debate sobre aspectos essenciais à construção curricular da Educação Infantil.</p> 2024-01-08T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/938 Utilização de modelo didático no ensino de DNA com acessibilidade a deficientes visuais 2024-02-15T14:13:52+01:00 Sarah Lorena Silva Santos sarah.lorena@gmail.com Welberth Santos Ferreira welberthsf@gmail.com Suelen Rocha Botão Ferreira suelen.rocha@gmail.com <p>Ao decorrer dos anos, tem-se a necessidade de que as aulas de Biologia sejam reinventadas, fazendo com o ensino tradicional seja repensado, onde o professor enquanto mediador do conhecimento necessitará tornar suas aulas de Biologia mais dinâmicas e atrativas, contribuindo assim para máxima absorção de conhecimentos ensinados em sala de aula. Em adição, o profissional precisará pensar em abordagens que alcancem os discentes que apresentam alguma necessidade especial tais como: os deficientes visuais. A utilização de modelo didático favorece com que haja uma experiência mais próxima com o objeto de estudo em questão e a inclusão de pessoas com deficiências visuais no ensino regular favorece com que haja a quebra de paradigmas, uma vez que esses alunos possuem as mesmas habilidades cognitivas e possibilidades de conhecimento. Nesse sentido, buscou-se produzir a estrutura do DNA com acessibilidade a pessoas com deficiências visuais. Construiu-se as duplas fitas de DNA em formato 3D, e para representar cada base nitrogenada que a compõem, colocou-se a letra que a identifica em formato de braile, possibilitando assim que a atividade de tato fosse realizada pelo deficiente visual e que o mesmo conseguisse identificar a base nitrogenada presente. Além disso, a dupla fita foi identificada com materiais de fácil acesso, onde a cada toque eles observaram a presença da divisão do ácido nucleico em duas partes. Neste trabalho, desenvolvemos estratégias lúdicas dentro de sala de aula favorecendo com que o processo ensino e aprendizagem de Biologia fosse realizado de forma eficaz.</p> 2024-02-16T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/983 A alienação parental na perspectiva constitucional: um panorama da modificação familiar e direito 2024-03-25T04:26:54+01:00 Marcos José Alves Neto marcosjosealvesneto@gmail.com Fabio Araújo Silva fabiosilva2020@yahoo.com.br <p>Ao direito atribui-se a regulação das relações sociais desde o nascimento, ao adentrar na vida privada é possível observar diversas facetas do direito civil, mesmo assim, é possível observar uma abrangência de normas nas relações parentais, principalmente quanto a proteção da criança e do adolescente. A presente pesquisa teve como objetivo analisar as modificações advindas da alienação parental em processos judiciais de divórcio consoante com a Constituição Federal de 1988. Utilizou-se da metodologia de pesquisa empírica analisando bibliografias e documentos, apresenta-se em uma abordagem qualitativa. A análise alcançou dois casos no Supremo Tribunal Federal e jurisprudências de outros tribunais. Concluiu-se, que a prática constante nas relações, demanda uma observância interdisciplinar do magistrado, utilizando de profissionais como médicos, psicólogos, assistentes sociais, e etc. Mesmo assim, a prática ocorre de maneira recorrente nos tribunais e deve considerar um conjunto de ações realizadas por ex-cônjuges contra seus filhos em razão do término, assim como outras violências, é necessário que seja apontada sempre que possível em laudos e acompanhamentos intrafamiliar.</p> 2024-04-09T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/958 Análise das publicações da revista brasileira de políticas públicas (2020-2021): um olhar sobre os problemas públicos tematizados 2024-03-02T02:37:50+01:00 Elias Ribeiro Duarte elias.ribeiro@tecnico.ufcg.edu.br Adriana Cabral Dantas adrianacabr12@gmail.com Francisco Madson de Queiroz madysonq@gmail.com Railson Miranda Ribeiro railsonmirandar@gmail.com Thales Fabrício da Costa e Silva thalescostaprof@gmail.com <p>Este artigo objetiva analisar as publicações da Revista Brasileira de Políticas Públicas no período de 2020-2021, com foco nos problemas públicos abordados, mapeando os principais problemas públicos ou problemas de pesquisa discutidos nesse periódico e investigando-os se surgiram como consequência da grande crise de saúde mundial ou se são problemas permanentes e tiveram seu agravamento ou evidência devido à pandemia do COVID-19. Mesmo com um recorte do objeto de estudo restrito ao período de dois (2) anos, pode-se visualizar um panorama da produção científica em políticas públicas, e que, com isso, seja possível produzir dados que possam subsidiar tomadas de decisão na gestão pública.</p> <p>&nbsp;</p> 2024-03-05T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1009 Utilização de substrato preparado com compostagem para produção de mudas: uma revisão sistemática de literatura 2024-04-14T21:10:05+02:00 Wellison Rafael de Oliveira Brito brito.wro@gmail.com Cássia Nascimento de Morais Oliveira cassia.morais.eng@gmail.com Railma Pereira Moraes railma.moraes@ifam.edu.br <p>Este estudo consiste em uma revisão sistemática da literatura sobre a utilização de substratos alternativos na compostagem de resíduos sólidos urbanos, com o intuito de compilar informações e realizar uma análise comparativa para identificar os compostos mais eficazes em diferentes abordagens. Foram analisados artigos publicados em bases de dados como o Portal Capes entre os anos de 2014 e 2023. Os resultados destacam a prevalência de estudos que investigam resíduos como esterco de animais, bagaço de plantas usadas na produção primária e resíduos municipais. Esses recursos, derivados do reaproveitamento de resíduos, contribuem para a preservação ambiental e promovem a geração de energia limpa e renovável. No entanto, há o desafio de desenvolver substratos adaptados a cada região, como na Região Amazônica, utilizando matérias-primas locais que dependendo da forma como são dispensadas acarretam sérios problemas ambientais. Portanto, é crucial avançar nesse campo, considerando o vasto potencial de rejeitos industriais, resíduos agrícolas e outras matérias-primas disponíveis nessas regiões.</p> 2024-04-26T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/876 Características associadas ao acesso de gestantes aos serviços odontológicos públicos no Distrito Federal – Brasil 2023-12-18T18:50:24+01:00 Ataydes Dias Magalhães ataydesm@hotmail.com Fernanda Campos de Almeida Carrer fernandacsa@usp.br Gilberto Alfredo Pucca Júnior gilberto.puccajr@gmail.com <p>Este estudo avaliou o acesso de gestantes ao atendimento odontológico nas equipes de saúde bucal no Distrito Federal através da análise de indicadores de consultas odontológicas. O estudo foi realizado a partir da extração de dados secundários, provenientes dos sistemas de informações em saúde de base nacional. A partir dos relatórios e-SUS, oriundos da Secretaria de Saúde do Distrito Federal para o ano de 2019, foram adotadas como unidades de análise todas as sete regiões do Distrito Federal sendo elas, Central, Centro-sul, Leste, Norte, Oeste, Sudoeste e Sul. A coleta dos dados foi realizada no período de março a Julho de 2019. Os dados então foram coletados e exportados para o programa Excel, versão 2007 (Microsoft Corp., Estados Unidos da América), agrupados de acordo com os subgrupos atendimentos odontológicos a serem analisados e apresentados em frequências absolutas e relativas. Para a análise da evolução da série histórica dos indicadores, foi utilizada a análise de regressão linear simples utilizando-se o software <em>Statistical Package for the Social Sciences (SPSS),</em> com significância estatística avaliada a partir do resultado do teste F da análise de variância, considerada no nível de 5%.Foi realizado ANOVA e teste de Tuckey com nível de significância de 5%, utilizando o programa Statistica 2010. Através dos resultados é possível concluir que o acesso aos atendimentos odontológicos não é realizado de modo igualitário, há diferenças entre as regiões do Distrito Federal, no que diz respeito a quantidade de atendimentos odontológicos para gestantes é bem diversificada. Com isso, este estudo evidencia a necessidade de qualificação das políticas públicas no desenvolver de novos estudos, novas ações e a elaboração de medidas públicas que proporcione melhor acesso a esses grupos da população.</p> 2024-02-29T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/910 As plantas na constituição de professores: formação e prática docente em Biologia 2024-01-20T17:56:38+01:00 Diana Nunes de Oliveira diana.biologia20@gmail.com Welton Yudi Oda yudioda@yahoo.com <p>A pesquisa tem como objetivo analisar os currículos das Licenciaturas de Ciências Biológicas, a fim de verificar de que modo se dispõem os saberes relacionados às plantas, bem como verificar sua adequação para a formação e prática dos professores de Biologia na região metropolitana de Manaus, no sentido da valorização dos saberes populares amazônicos sobre as plantas. Trata-se de uma pesquisa com abordagem qualitativa, baseada na análise das entrevistas e questionários de professores de Biologia da cidade de Manaus, bem como por meio da análise de documentos oficiais. Os dados foram analisados por meio da Análise Textual Discursiva. Com base nas análises realizadas, foi possível compreender como está ocorrendo o ensino de conteúdos associados às plantas na formação dos professores e, consequentemente, na formação dos estudantes da educação básica. Com base na Análise Textual Discursiva, obtivemos quatro categorias que emergiram das falas dos professores: Ensino voltado para a sala de aula, espaços e estruturas nas escolas, relações dos professores com as plantas e Ensino de Botânica. Foi possível verificar que durante a formação inicial dos professores, as disciplinas que abordam conteúdos associados às plantas são muito específicas, no que chamamos de "Botânica pura" (Taxonomia, Sistemática, Anatomia e Fisiologia), não havendo nessas disciplinas, uma relação de contexto com a futura prática docente dos licenciandos. Além disso, o próprio conteúdo programático do ensino médio não fortalece a prática do ensino destes conteúdos, já que não consta no conteúdo obrigatório. Dessa forma, de acordo com sua constituição docente, o que envolve os saberes e as experiências de cada professor, alguns desenvolveram habilidades na prática de ensino de Botânica, outros por sua vez, realizam atividades superficiais. Com base nesses resultados, incentivamos uma reflexão e também uma reformulação dos currículos da graduação para que incluam, nos documentos oficiais, uma relação entre as disciplinas específicas de Botânica e a prática do futuro docente, para que, ao formar os docentes, esses sejam capacitados para promover uma aprendizagem de conteúdos associados às plantas com práticas que considerem o universo temático do estudante como elemento estruturador de suas práticas, pois o conhecimento dessa área é essencial na formação de amazônidas que compreendam a relevância de seus saberes para a preservação de sua memória biocultural.</p> 2024-01-23T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1005 Aplicações da teriparatida sobre osteonecrose dos maxilares associada ao uso de bifosfanatos na implantodontia: uma revisão integrativa 2024-04-10T16:41:41+02:00 Karoline Bittencourt Mendes Leitão karolinebml@hotmail.com Renata Marques da Silva Nemetala renatanemetala@gmail.com João Geraldo Bugarin Júnior bugarinjr@gmail.com <p>A odontologia constantemente preocupa-se com a qualidade óssea dos seus pacientes. Tal variável determinará o sucesso clínico de intervenções cirúrgicas, instalação de implantes e manutenção de dentes na cavidade bucal. Nessa perspectiva, pacientes com osteoporose são uma população que exige maior atenção. O tratamento atual da osteoporose acontece por meio do uso de bifosfonatos, todavia, seu uso está associado a quadros de osteonecrose dos maxilares. A teriparatida é um medicamento que passou a ser estudado para controle do metabolismo ósseo e demonstra potencial para uso odontológico. Diante disso, o presente estudo buscou validar o uso da teriparatida em contexto de osteonecrose dos maxilares associada a bifosfanatos e sua influência na Implantodontia. A teriparatida é um fármaco recombinante do hormônio da paratireóide e possui efeitos anabólicos no metabolismo ósseo, estimulando a diferenciação de osteoblastos e aumentando a atividade dos osteócitos. Dessa forma, o anabólico ósseo pode ser pensado para recuperação de quadros clínicos com grandes perdas de tecido mineralizado, auxiliando no processo de reabilitação do paciente. Na odontologia, o uso da teriparatida está associado com maiores e melhores níveis de osseointegração de implantes e efeitos positivos nos tecidos periodontais. Seu uso pode, ainda, ser potencializado pela suplementação de vitamina D e cálcio. Diante dos presentes achados, o uso da teriparatida pode ser uma alternativa para o controle da osteoporose frente aos bifosfonatos no período em que se planeja realizar a instalação de implantes dentários ou cirurgias ósseas na região de cabeça e pescoço, diminuindo os riscos de necrose da região. Todavia, é importante enfatizar que os estudos clínicos ainda carecem de desenhos experimentais mais robustos e com amostras maiores para que a teriparatida seja, de fato, uma escolha válida e segura para os pacientes.</p> 2024-04-16T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/933 Uso do lactato na monitorização hemodinâmica do paciente grave na unidade de terapia intensiva 2024-02-07T18:44:56+01:00 Carlos Alberto de Melo Filho carlos.amf@discente.ufma.br Ibrahim Andrade da Silva Batista Ibrahimandrade7@gmail.com Ancelmo Portela de Araújo Segundo anselmoportela@hotmail.com Larissa Linhares Santos larissa.linhares@discente.ufma.br Rafael Lima Soares soares.ufma@gmail.com Wanderson Alves Ribeiro nursing_war@hotmail.com <p>A monitorização hemodinâmica é um pilar central da terapia intensiva. As variáveis hemodinâmicas são comumente averiguadas à beira do leito, como a frequência cardíaca, pressão arterial e tempo de enchimento capilar.&nbsp; Dentre as variáveis da monitorização hemodinâmica, o lactato pode ser útil no ambiente de terapia intensiva.&nbsp; O aumento do lactato tradicionalmente é associado a com hipóxia tecidual, confirmado por estudos clínicos, os quais demonstraram relação entre aumento do lactato e redução oferta de oxigênio aos tecidos (DO<sub>2</sub>). Entretanto, outros mecanismos além da hipóxia tecidual também podem desencadear o aumento do lactato. O lactato pode ser usado como marcador de prognóstico, visto que a redução do lactato em pacientes com choque se associou com menor disfunção orgânica, menor tempo de ventilação mecânica e internação em UTI e redução de mortalidade. Entretanto, o uso do clareamento do lactato deve ser usado com cautela pois pode gerar prejuízos para os pacientes.</p> 2024-03-08T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/977 Ozonioterapia no processo de cicatrização de feridas 2024-03-19T17:19:14+01:00 Luanna Viana Oliveira Santos luannasantos20.1@bahiana.edu.br Carina Oliveira dos Santos crods@bahiana.edu.br Cristiana da Costa Libório-Lago ccllago@bahiana.edu.br <p><strong>Objetivo:</strong> Investigar os efeitos da ozonioterapia no processo de regeneração e reparo de tecidos acometidos por feridas. <strong>Métodos: </strong>Trata-se de uma revisão de literatura integrativa. Foi realizada uma pesquisa detalhada do tema por meio da busca nas bases de dados: MEDLINE (Sistema Online de Busca e Análise de Literatura Médica), LILACS (Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências), SciELO (Biblioteca Eletrônica Científica Online) e BDENF (Base de Dados em Enfermagem). Os critérios de inclusão foram: publicações (artigos científicos originais e gratuitos), escritos em português e inglês publicados nos últimos 10 anos e disponíveis na íntegra. Para a análise de dados foi realizada a leitura dos artigos na íntegra, a fim de coletar informações e estabelecer uma comparação entre as abordagens dos autores. Foram selecionados no DeCs os seguintes descritores: "Ozonioterapia", "Cicatrização" e "Feridas. <strong>Resultados: </strong>Foram encontrados 10 artigos, 05 artigos foram excluídos e os 05 selecionados trouxeram nos resultados os impactos positivos da terapia com ozônio. <strong>Conclusão: </strong>A ozonioterapia provoca efeitos benéficos no processo de reparo tecidual, mesmo sendo utilizadas diferentes vias de aplicação em diferentes tecidos.</p> 2024-04-22T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/907 O uso do ultrassom na avaliação de massa magra e previsão de desfechos clínicos em pacientes críticos 2024-01-19T22:01:31+01:00 Yone Gabrielle do Nascimento Sodré yone.gabrielle@hotmail.com Polyana Alves Rodrigues polyanarodrigues.ndae@escs.edu.br <p>A perda muscular em pacientes críticos é comum devido a imobilização prolongada, estado inflamatório, gravidade da doença de base, complicações metabólicas e dificuldade na adequada ingestão de nutrientes essenciais. Nesses pacientes, o acompanhamento do estado nutricional é essencial, mas desafiador devido às limitações práticas em ambientes de cuidados intensivos.&nbsp; Nesse contexto a ultrassonografia tem emergido como uma ferramenta promissora à beira leito para avaliação de massa muscular.&nbsp; Esta revisão bibliográfica integrativa tem como objetivo responder à seguinte pergunta: reduções na qualidade e quantidade muscular têm implicação sobre os desfechos clínicos em pacientes críticos? A pesquisa por artigos científicos foi conduzida através de uma busca eletrônica no portal <em>PubMed</em>, com critérios de inclusão que englobaram artigos completos disponíveis eletronicamente, publicados em português, inglês ou espanhol, abordando a qualidade/quantidade muscular (avaliada por ultrassom) e desfechos clínicos em pacientes adultos críticos (idade &gt; 18 anos). Estudos focados no músculo peitoral e diafragma, pesquisas com pacientes não críticos, artigos de revisão e cartas de apresentação foram excluídos da amostra. Quinze estudos, totalizando 992 pacientes, preencheram os critérios de seleção. As reduções observadas durante o período de internação mostraram-se significantes e progressivas, estabelecendo uma correlação consistente com desfechos clínicos e funcionais na maioria dos estudos. O aumento na ecogenicidade e reduções na espessura e área muscular parecem estar relacionados ao aumento da mortalidade, tempo de ventilação mecânica, tempo de internação, disfunções orgânicas e piora da capacidade funcional. Este conjunto de evidências ressalta a importância da avaliação muscular e da ultrassonografia como uma ferramenta valiosa para compreender e antecipar desdobramentos clínicos em pacientes críticos.</p> 2024-01-23T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/953 Avaliação da usabilidade do CARPeDia: aplicativo para prevenção da úlcera do pé diabético 2024-03-01T19:20:19+01:00 Cíntia Edna Viana cintiaednaviana14@hotmail.com Ana Cláudia Barbosa Honório Ferreira ananepe@yahoo.com.br Danton Diego Ferreira danton@ufla.br Maria Helena Baena de Moraes Lopes mhbaena@unicamp.br <p>O estudo teve como objetivo analisar a usabilidade e aceitabilidade do aplicativo CARPeDia, construído com enfoque na prevenção da úlcera do pé diabético, para ser disponibilizado gratuitamente para a sociedade e atuar como um facilitador de detecção precoce e preventiva de uma das principais complicações do diabetes. Trata-se de um estudo descritivo, quantitativo, feito a partir da utilização do aplicativo e 2 questionários: System Usability Scale-SUS, que mensura a usabilidade do aplicativo, e um questionário sociodemográfico, que elencou as dúvidas dos participantes durante a utilização do aplicativo. O critério de inclusão dos participantes foi pessoas com diabetes e profissionais da saúde de Estratégia de Saúde da Família, com idade igual ou superior a 18 anos, que concordassem em participar da pesquisa e assinassem o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido, na cidade de Lavras, Minas Gerais (CAAE 48791421.7.0000.5116). O escore de usabilidade encontrado foi de 96,8 (0-100) o que indica que o aplicativo está em ótimas condições para o uso e, portanto, a usabilidade do aplicativo CARPeDia é eficaz e ele deve ser utilizado pela comunidade e os profissionais de saúde.</p> 2024-04-02T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1003 Cuidados frente ao luto materno após perda perinatal: uma revisão integrativa 2024-04-09T14:08:17+02:00 Jennifer Costa Marinho jennifercostamarinho@gmail.com Amuzza Aylla Pereira dos Santos amuzza.santos@gmail.com Carla Andreia Alves de Andrade carla.andrade@eenf.ufal.br Wanderlei Barbosa dos Santos wanderlei.santos@eenf.ufal.br <p>Objetivo: Analisar a literatura disponível sobre os cuidados no contexto do luto materno após perda perinatal. Metodologia: O presente estudo trata-se de uma revisão integrativa, que tem a função de agrupar, caracterizar, analisar e resumir as melhores evidências presentes dos estudos publicados. Para elaboração da questão norteadora e escolha dos melhores descritores foi utilizada a estratégia PICO, que resultou na questão norteadora: Quais as evidências científicas disponíveis sobre os cuidados frente ao luto após morte perinatal? Resultados: Nesta pesquisa foram incluídos três artigos após a triagem. Verificou-se que as publicações, na literatura brasileira, não foram incluídas na pesquisa, sendo todos os artigos incluídos de origem estrangeria. Conclusão: Com base nesta pesquisa é possível inferir que os estudo sobre as intervenções frente ao luto perinatal ainda são muito escassos e urge a necessidade da realização de estudos robustos para que sirvam de embasamento para futuros protocolos e guias que auxiliem os profissionais de saúde a manejar da melhor forma o luto de pais que perderam os filhos no período perinatal.</p> 2024-04-19T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/973 Reflexões acerca dos desafios enfrentados pela equipe multidisciplinar quanto à integralidade do cuidado na Atenção Primária à Saúde 2024-03-18T19:34:49+01:00 Larayne Gallo Farias Oliveira larayne@usp.br Lislaine Aparecida Fracolli lislaine@usp.br Alfredo Almeida Pina-Oliveira alfredopina@usp.br Anna Luiza de Fátima Pinho Lins Gryschek gryschek@usp.br Myria Ribeiro da Silva mrsilva@uesc.br Daniela Silva Campos danyaguanil@gmail.com Denise Maria Campos de Lima Castro denise.castro@einstein.br Daniela Cristina Geraldo daniela.crisg@usp.br Laiza Gallo Farias laizagfarias@hotmail.com Sarah Gomes Macedo sarinhamacedo@usp.br <p>Este estudo propõe uma reflexão sobre os desafios enfrentados pela equipe multidisciplinar em relação à integralidade do cuidado na Atenção Primária à Saúde. Tratou-se de um estudo teórico-reflexivo, de natureza exploratória e abordagem qualitativa. Este foi dividido em duas partes principais. Na primeira parte, intitulada "Abrangência do cuidado na Atenção Primária à Saúde através da Integralidade", são discutidos os conceitos fundamentais relacionados à integralidade do cuidado na Atenção Primária à Saúde, destacando a importância de uma abordagem holística que considere os aspectos físicos, emocionais, sociais e culturais dos usuários. Na segunda parte, denominada "Promoção da integralidade pela equipe multidisciplinar na Atenção Primária à Saúde", são apresentadas reflexões sobre as ações e atitudes que podem ser adotadas pela equipe multidisciplinar para promover a integralidade do cuidado na prática cotidiana, destacando a importância da comunicação efetiva, da visita domiciliar, do acolhimento e da colaboração interdisciplinar. Ao abordar esses temas, o estudo buscou contribuir para o aprimoramento da assistência na Atenção Primária à Saúde, visando garantir uma abordagem integral e centrada no usuário.</p> 2024-03-20T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/951 Vacina da dengue x sorotipo circulante: uma discussão da cobertura vacinal de acordo com a epidemiologia das regiões do Brasil 2024-02-25T00:07:57+01:00 Cintia Cryslaine da Silva de Oliveira cintiacryslaine@gmail.com Paulo de Oliveira Paes de Lira Neto paulolira109@gmail.com <p>Arboviroses representam um desafio significativo para a saúde pública, manifestando-se através de sintomas inespecíficos como febre, dor de cabeça, mialgia e dor no corpo, com enfase atrás dos olhos. Além disso, a dengue pode evoluir para formas mais graves, como dengue hemorrágica ou choque, especialmente em casos de infecções sequenciais por sorotipos aos quais o indivíduo ainda não foi exposto. Neste estudo 54 documentos foram consultados, incluindo artigos científicos, boletins epidemiológicos, publicações em sites oficiais e fichas técnicas, a fim de compreender melhor o panorama desta arbovirose. Observamos que, nas diferentes regiões do país todos os sorotipos têm registro de circulação, no entanto a predominância de algum sorotipo em relação ao outro pode existir. Quanto às vacinas disponíveis no Brasil, como a Dengvaxia® e a QDenga®, ambas aprovadas pela ANVISA, optou-se pela inclusão da QDenga® no Programa Nacional de Imunizações (PNI). Essa escolha baseou-se na sua capacidade de ser administrada tanto em soropositivos quanto em soronegativos, e sua eficácia para simultaneamente quatro sorotipos, priorizando os grupos mais vulneráveis. Tal decisão foi orientada especialmente para regiões onde novos subtipos de dengue estão emergindo, e casos aumentados. Conforme indicam as publicações analisadas, a QDenga® mostra-se promissora no contexto brasileiro, destacando-se pela sua eficácia e flexibilidade de uso. Esses resultados ressaltam a importância contínua da vigilância epidemiológica e do desenvolvimento de estratégias de prevenção e controle para enfrentar as doenças transmitidas por vetores.</p> 2024-03-05T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/929 Avaliação da nefrotoxicidade induzida por platinas em pacientes em tratamento quimioterápico 2024-02-02T01:57:21+01:00 Raissa Pereira Santos raissaper@hotmail.com Lorena Silveira da Silva unb.lorena@gmail.com Kaic Leite Meira kaic.lmeira@gmail.com Hugo Carvalho Barros Gonçalves hugocbg@gmail.com Fábio Siqueira fabiosqr@gmail.com <p>São esperados 704 mil casos novos de câncer no Brasil para cada ano do triênio 2023-2025. As modalidades no tratamento do câncer envolvem cirurgia, quimioterapia e radioterapia. Entretanto, as drogas antineoplásicas podem acometer células do corpo com funcionamento normal, gerando efeitos tóxicos ao organismo. Dentre os quimioterápicos utilizados no tratamento do câncer, a cisplatina foi um dos primeiros compostos derivados da platina a serem descobertos, entretanto possui como fator limitante no seu uso, o desenvolvimento de complicações como a nefrotoxicidade. Após a descoberta dos efeitos colaterais no uso de cisplatina, buscou-se a obtenção de análogos que produzissem menos efeitos colaterais, surge então, a segunda geração de platinas, a carboplatina e em seguida a oxaliplatina. Objetivou-se avaliar a ocorrência da nefrotoxicidade induzida por platinas em pacientes realizando tratamento quimioterápico com esses antineoplásicos. Realizou-se uma análise descritiva de todas as variáveis do estudo. Participaram do estudo 160 pacientes. A maioria do sexo feminino, representando 62,5%. Cerca de 57,5% dos pacientes possuíam idade menor do que 60 anos, e 73% da amostra se declararam como pardos/amarelos. A maioria não possuía comorbidades e não apresentava hábitos de vida nocivos. 30% dos pacientes apresentavam metástase. Da amostra total, 28 pacientes foram identificados com Estágio 1 de Injúria Renal Aguda, 1 paciente com Estágio 2, e 2 pacientes com Estágio 3. O medicamento mais nefrotóxico foi a cisplatina. Os pacientes do sexo masculino e os que que possuíam metástases apresentaram maior chances de desenvolvem alguma injúria renal durante o uso de platinas. A partir da pesquisa, foi possível traçar um perfil dos pacientes que fizeram uso dos antineoplásicos derivados das platinas e identificar o medicamento mais envolvido nesse problema. Ampliar o conhecimento sobre o tema, permite que sejam traçadas estratégias visando a prevenção do problema, promovendo um tratamento com menos reações adversas para o paciente oncológico.</p> <p>&nbsp;</p> 2024-01-06T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/901 A participação de mulheres como técnicas em equipes de futsal no Paraná 2024-01-11T18:27:23+01:00 Rafael Gemin Vidal rafaelgemin@hotmail.com Alessandra Fátima Cezne alecezn@gmail.com <p>O objetivo do presente estudo foi elucidar em que termos acontece a inclusão de mulheres como treinadoras de equipes profissionais de futsal no Paraná. Para tanto, foram entrevistadas as cinco mulheres registradas como treinadoras na chave ouro do campeonato paranaense, com 38 ± 8 anos de idade, com 18 ± 6 anos de profissão, tendo suas respostas organizadas de acordo com a teoria da análise de conteúdo de Bardin (1977). No que diz respeito à inserção no esporte, nota-se que se dá através dos círculos sociais compostos de família e amigos primeiramente como expectadoras, passando para atletas e posteriormente para treinadoras. Esta última posição se dá primeiramente através da formação acadêmica, onde já acontecem as primeiras experiências com a gestão esportiva, não necessariamente na modalidade, mas, que as mesmas utilizam de iniciação para a prática laboral, transferindo essa seara de conhecimentos e vivências para a gestão em seus clubes e participação em competições, absorvendo os demais personagens (gestores, atletas, torcida, árbitros e adversários) neste ínterim, onde as mesmas relatam ainda haver muito preconceito, ainda que velado, mas, que transpor essa barreira é apenas mais uma motivação para trabalhar. Em suma, é possível concluir que o espaço da mulher no futsal vem sendo galgado em diversas frentes, e para que haja ampliação no número de treinadoras, é necessário expandir o acesso e consequentemente, a quantidade de praticantes na modalidade.</p> 2024-01-21T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/949 O estudo das células no ensino médio: desafios e possibilidades 2024-02-23T23:40:46+01:00 Diana Nunes de Oliveira diana.biologia20@gmail.com Anna Carla de Castro Paixão annacarlabio@gmail.com Wellison Rafael de Oliveira Brito brito.wro@gmail.com <p>A Biologia Celular é uma área da Biologia que possibilita conhecer a forma, a função e a localização das diferentes células que formam os seres vivos. Entretanto, quando esse estudo é abordado na educação básica, pode ser um desafio para os professores, em especial para aqueles de escolas públicas e com poucos recursos disponíveis para o processo de ensino, o que pode tornar o conteúdo abstrato. Contudo, é imprescindível que os estudantes da educação básica, sobretudo, do ensino médio, tenham conhecimentos acerca das diferentes células que formam o corpo humano, para compreender a relação das células com a reprodução humana, transplante de órgãos, doação e recebimento de sangue, bem como, com a manifestação de algumas doenças como o câncer. Por esta razão, o objetivo desse trabalho foi favorecer o conhecimento, a compreensão e a importância do estudo das células, relacionando o conteúdo ao cotidiano dos estudantes. Para o desenvolvimento deste estudo, utilizou-se o construtivismo, que insere os estudantes no processo de ensino e aprendizagem. O presente estudo foi realizado de fevereiro a abril de 2023, em duas escolas estaduais de Manaus, com estudantes do 1° ano do ensino médio. Visando favorecer uma educação construtivista e significativa para os estudantes, o trabalho consistiu nas seguintes etapas: aulas expositivas dialogadas, estudo dirigido e pesquisas, produção de um álbum de células do corpo humano, elaboração de um livreto e de representações de células com massa de modelar. As atividades foram diversificadas, de modo a garantir a reflexão e autonomia nas atividades individuais, e a cooperação e troca de ideias e articulações nas atividades em grupos, propiciando o trabalho em equipe e o desenvolvimento social dos estudantes. Os trabalhos desenvolvidos foram expostos para a comunidade escolar, de modo a promover o espírito de pertencimento, autoconfiança e troca de conhecimentos entre os estudantes.</p> 2024-02-26T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/993 A eficácia da terapia cognitivo-comportamental (TCC) no combate aos transtornos alimentares: anorexia nervosa e bulimia nervosa 2024-04-01T18:04:54+02:00 Jheniffer Amanda Bronzatto bronzattojheniffer@gmail.com Maria Dalva Lourenceti dalvalourenceti@yahoo.com.br <p>Os Transtornos Alimentares (TA) são condições psiquiátricas complexas que afetam predominantemente adolescentes e adultos jovens do sexo feminino, causando danos biológicos e psicológicos significativos. Dentre eles, a anorexia nervosa (AN) e a bulimia nervosa (BN) se caracterizam como os tipos principais, compartilhando sintomas como obsessão pelo peso e distorção da imagem corporal. Sendo assim, utilizando o método bibliográfico e revisando fontes escritas em português e inglês que apresentam palavras-chave como “transtornos alimentares”, “psicoterapia” e “Terapia Cognitivo-Comportamental (TCC)” e foram produzidas ao longo dos últimos 5 anos, este artigo se propõe a investigar a eficácia da TCC no tratamento de TA, centrando-se em AN e BN. Durante seu desenvolvimento, foi evidenciado que apesar do padrão de beleza cultural ser um fator importante para o estabelecimento desses transtornos, não é o único, dividindo espaço com a predisposição genética e alterações de ordem psicológica e que, embora a terapia comportamental e a terapia familiar demonstrem eficácia no tratamento dos TA, a TCC figura como a abordagem mais amplamente reconhecida e respaldada em evidências científicas, atuando no sentido de modificar os padrões de pensamento e comportamento disfuncionais utilizando enfoque flexível e colaboração ativa. Destarte, ainda que sejam necessárias novas pesquisas no sentido de atualizar aspectos comprobatórios, seu papel crucial no autogerenciamento do comportamento, modificação de cognições desadaptadas, redução da ansiedade e na própria compreensão da dinâmica dos transtornos alimentares a torna uma ferramenta essencial na promoção da recuperação e bem-estar psicológico em indivíduos afetados pelos TA.</p> 2024-04-03T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/927 Frequência e perfil da mielotoxicidade induzida por quimioterápicos em pacientes oncológicos em um hospital público do Distrito Federal 2024-02-01T23:05:57+01:00 Lorena Silveira da Silva unb.lorena@gmail.com Kaic Leite Meira kaic.lmeira@gmail.com Raissa Pereira Santos raissaper@hotmail.com Hugo Carvalho Barros Gonçalves hugocbg@gmail.com Fábio Siqueira fabiosqr@gmail.com <p>A mielossupressão induzida por agentes quimioterápicos, definida como a presença de anemia (hemoglobina &lt; 10,0 g/dL), neutropenia (contagem absoluta de neutrófilos &lt; 1,5×10<sup>9</sup>/L) e/ou trombocitopenia (plaquetas &lt; 75×10<sup>9</sup>/L), acarreta inúmeras complicações para pacientes oncológicos. Esta condição está associada ao aumento do risco de infecções, fadiga, sangramento, gerando elevação dos custos em saúde, piora na qualidade de vida e no desempenho do tratamento, que por vezes necessita ter sua dose reduzida ou seu ciclo adiado. O objetivo deste estudo foi investigar a incidência e delinear o perfil da mielotoxicidade induzida por quimioterápicos em pacientes adultos com câncer do Hospital Regional de Taguatinga. Foi realizado um estudo transversal descritivo, os dados foram coletados ao longo do período de janeiro a dezembro de 2022. A população analisada totalizou 267 pacientes, com idade média de 56,6 anos e predominância do gênero feminino (73,4%), sendo mama a localização de câncer mais frequente. A classe farmacológica mais prescrita foi a dos agentes alquilantes, recomendada para 230 pacientes. Os protocolos mais frequentemente prescritos foram doxorrubicina + ciclofosfamida, com 88 pacientes (33%), cisplatina monodroga, com 41 pacientes (15,4%), oxaliplatina + capecitabina, com 40 pacientes (15%), e carboplatina + paclitaxel, com 37 pacientes (13,8%). O protocolo composto por carboplatina + paclitaxel foi associado a maior incidência de anemia. Já o protocolo doxorrubicina + ciclofosfamida demonstrou maior propensão à neutropenia, independentemente do grau. Ademais, aproximadamente metade dos pacientes submetidos ao protocolo oxaliplatina + capecitabina apresentaram trombocitopenia de grau 2. A análise comparativa de cada parâmetro associado à mielotoxicidade foi realizada em cada ciclo de quimioterapia e mostrou diferenças entre os protocolos, variando de toxicidade crescente, pontual ou já evidente no primeiro ciclo, com o grau 2 mais frequentemente observado. Essas alterações se manifestaram após a administração da quimioterapia, enfatizando a necessidade de acompanhamento e monitoramento para possíveis intervenções.</p> 2024-01-05T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/947 Aquecimento global e mudanças ambientais: a percepção de estudantes do ensino médio 2024-02-22T16:24:52+01:00 Diana Nunes de Oliveira diana.biologia20@gmail.com Giovana Fernandes Silva giovana.fernandes.2200dias@gmail.com Davi Luiz de Moura Vasconcelos daviluizmv@gmail.com Ytalo da Costa Feitoza ytaloprojetos@gmail.com José Sebastião Chaves Maciel macielsaba46@gmail.com <p>A atmosfera é essencial para a vida na Terra, pois mantém as condições necessárias para a sobrevivência dos seres vivos. Entretanto, nas últimas décadas, em decorrência de ações antrópicas, estamos vivenciando modificações no equilíbrio térmico da Terra e como consequência, estão ocorrendo alterações drásticas em vários biomas mundiais. Essas alterações estão relacionadas a modificações na concentração dos gases atmosféricos, em especial, na concentração de gás carbônico (CO<sub>2</sub>), metano (CH<sub>4</sub>), óxido nitroso (N<sub>2</sub>O) e hidrofluocarbonos (HFCs), que elevam a temperatura mundial.&nbsp; Essa alteração na composição atmosférica, altera o efeito estufa e contribui para o aquecimento global, resultando em mudanças climáticas, na intensidade de tempestades, derretimento das calotas polares, intensificação dos períodos de secas e ondas de calor, em mudanças no fluxo dos rios, dentre outras coisas. Diante do exposto, é necessário que os estudantes do ensino médio compreendam as mudanças no cenário mundial atual e seu impacto nas futuras gerações. Por esta razão, o objetivo do presente estudo foi compreender a percepção dos estudantes sobre a influência do aumento dos gases do efeito estufa e sua contribuição para o aquecimento global, identificando as consequências desses processos para a região amazônica. O estudo foi realizado em uma escola estadual localizada na zona sul de Manaus, com estudantes do primeiro e do segundo ano do ensino médio. Trata-se de uma pesquisa de abordagem mista, predominantemente qualitativa, realizada por meio do levantamento do conhecimento prévio dos estudantes, realização de aulas expositivas dialogadas, pesquisas, estudo dirigido, produção de maquetes, elaboração de um livreto e um jogo sobre o tema em questão. A análise dos dados foi descritiva e como resultado foi verificado que é necessário continuar com a sensibilização dos estudantes sobre seu papel na conservação ambiental. Os resultados da pesquisa foram divulgados para a comunidade escolar.</p> 2024-02-27T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/991 Desafios da equipe de enfermagem frente a prevenção ao suicídio na atenção primária à saúde: uma revisão integrativa 2024-03-31T00:58:43+01:00 Stheffany Lopes Gomes udemi34@gmail.com Marilene Lopes de Jesus udemi34@gmail.com Taynara Severino da Silva udemi34@gmail.com Débora de Oliveira da Silva udemi34@gmail.com Romulo Rissi Cordeiro udemi34@gmail.com Márcia Calazans de Almeida Brunner calazans_rj@yahoo.com.br Solange Soares Martins prof.solangebsoaresdocente@gmail.com Ana Karinny Clímaco de Oliveira Grego udemi34@gmail.com Paula Rocha Louzada Villarinho Villarinho udemi34@gmail.com Claudemir Santos de Jesus udemi34@gmail.com <p>O presente estudo é uma revisão integrativa de literatura que tem como objetivo investigar e descrever as características da assistência de enfermagem frente a pacientes com comportamento suicida na atenção primária à saúde. Para compilar os artigos incluídos, foram realizadas buscas em três bases de dados: PubMed, Scielo e BVS, utilizando os descritores "Enfermeiros e enfermeiras", "Enfermagem de Atenção Primária" e "Suicídio", conforme selecionados no DECS. A partir dessa busca, foram selecionados 10 artigos. Na discussão dos resultados, foram identificados quatro eixos temáticos principais: "Papel do enfermeiro da atenção primária na prevenção do suicídio", "Desafios da equipe de enfermagem na prevenção do suicídio", "Ações preventivas contra o suicídio" e "Educação continuada como agente de mudança". Posteriormente, ressalta-se a importância do profissional de enfermagem na prevenção do comportamento suicida.</p> 2024-04-08T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1018 Câncer do Colo do Útero: a importância da detecção precoce na saúde da mulher 2024-04-20T22:38:15+02:00 Lariza de Jesus Miranda lariza.j.miranda@gmail.com Brendha Lara Pires de Jesus piresbrendhalaraj@gmail.com Dayse Guilhereme Alves dayseguilherme21l@gmail.com Emily Vitória Jatobá da Silva ejatoba50@gmail.com Jose Ediezio Fernandes de Silva Júnior juniorfr010209@gmail.com Tanara Vieira Tanara.ag@hotmaill.com Silva Dias silvadias@sulamericafaculdade.edu.br <p><strong>Introdução: </strong>O Câncer do Colo do Útero (CCU) representa um grande desafio para saúde pública brasileira, consolida-se como o terceiro fator de morte de mulheres por neoplasias malignas no Brasil. O Papanicolau (exame preventivo), favorece a detecção precoce do câncer do colo do útero; quando associado ao tratamento da lesão endoepitelial, pode ocasionar grande redução na incidência desse tipo de neoplasia. <strong>Objetivo: </strong>Avaliar o impacto da realização do exame Papanicolau na identificação precoce da doença e na redução da taxa de lesões de alto grau causadas pelo câncer do colo do útero. <strong>Metodologia:</strong> O presente artigo trata-se de um estudo de caráter quantitativo e descritivo acerca dos casos de câncer do colo do útero e da importância da detecção precoce na saúde das mulheres no estado da Bahia. <strong>Resultados: </strong>No Brasil, mais precisamente na região Nordeste, identifica-se cerca de 20 novos casos a cada 100 mil mulheres. Verifica-se que o número de lesões de alto grau identificados em mulheres que realizaram citologia anterior (rastreamento) obtém um percentual menor quando comparado ao número de lesões que foram identificadas em mulheres que não realizavam o exame preventivo anteriomente. <strong>Considerações: </strong>A partir da realização desse estudo, foi possível compreender a importância da realização periódica do exame Papanicolau e da redução das taxas de lesões de alto grau nas mulheres que realizaram, periódica e anteriormente, a citologia de colo do útero. O que demonstra, efetiva e categorigamente, a capacidade de rastreamento, diagnóstico e melhores prognósticos frente ao combate ao câncer do colo do útero.</p> 2024-04-24T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/944 Cinética da decomposição da matéria orgânica vegetal e liberação do CO2 edáfico em sistemas de cultivo e em áreas de floresta 2024-02-18T18:03:17+01:00 Ariel Roxany da Silva Brasileiro arielrsb@gmail.com Alex da Silva Barbosa aldasilvabarbosa@gmail.com Anderson Matias Fragoso andersonmatiasfragoso@gmail.com Maria Janaina Lira Vital maria.vital@prof.ce.gov.br Italo de Souza Aquino italo.aquino@terra.com.br <p>As análises de gases produzidos pelo solo fornecem importantes indicativos nos processos radiculares e microbiais que nele ocorrem. Estudos de evolução de CO<sub>2 </sub>e difusão de O<sub>2</sub>, dentro da massa do solo e da rizosfera, podem mostrar as interações predominantes entre microrganismos do solo e a decomposição da matéria orgânica. Devido às limitadas informações sobre esses processos, o presente trabalho objetivou avaliar a dinâmica da decomposição dos resíduos vegetais de <em>Schinus terebinthifolius e Gliricidia sepium </em>e a respiração edáfica em diferentes sistemas de uso e manejo do solo. A escolha das espécies se deu pelo fato destas apresentarem diversas utilidades e terem sido introduzidas em várias microrregiões do nordeste brasileiro, sobretudo, no semiárido. O monitoramento da respiração edáfica foi realizado entre o período de 21 de fevereiro a 23 de junho de 2022, durante o período de chuva na região. Utilizou-se cinco sistemas de uso e ocupação do solo: Mandala agrícola (MA), Floresta (F), Sistema agroflorestal (SA), Monocultivo de palma (MP) e Área degradada (AD). Para quantificar o dióxido de carbono liberado em cada sistema, utilizou-se a metodologia proposta por Grisi (1978). Os resultados demonstraram que os diferentes sistemas de cultivo e floresta influenciam a decomposição da fitomassa foliar de<em> G. sepium</em> e <em>S. terebinthifolius</em>. A velocidade de decomposição de <em>G. sepium</em> é maior no sistema de cultivo no MP, seguido pela AD, FL, MA e SAF. A velocidade de decomposição da <em>S. terebinthifolius</em> é maior na área AD, seguido pela MP, MA, FL e SAF. As diferentes formas de uso e cobertura da terra interferem na respiração edáfica. Sistemas com maior intervenção antrópica liberam mais CO<sub>2</sub> para atmosfera. Áreas de vegetação natural funcionam como receptoras e poços de CO<sub>2</sub>. O sistema do SAF emite maior quantidade de CO<sub>2</sub>, seguido pela MA, AD, MP e FL.</p> 2024-02-20T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/989 A família como sujeito: a centralidade do cuidado e do conhecimento na orientação familiar em saúde 2024-03-28T20:04:11+01:00 Larayne Gallo Farias Oliveira larayne@usp.br Lislaine Aparecida Fracolli lislaine@usp.br Anna Luiza de Fátima Pinho Lins Gryschek gryschek@usp.br Alfredo Almeida Pina-Oliveira alfredopina@usp.br Daniela Silva Campos danyaguanil@gmail.com Leticia Aparecida da Silva silva.leticia@gmail.com Daniela Cristina Geraldo daniela.crisg@usp.br Everton Edjar Atadeu da Silva evertonedjar@unipam.edu.br Talitha Zileno Pereira tzpereira@uesc.br Thaís Pola Baptista Coelho thaispola@usp.br <p>O atributo derivado orientação familiar reconhece a família como a principal fonte de apoio físico, emocional e social. Este enfatiza a centralidade do cuidado ao proporcionar um ambiente de aprendizado e internalização de práticas de autocuidado e hábitos saudáveis desde a infância. Além disso, oferece suporte emocional e afetivo, sendo um espaço crucial para a recuperação e o enfrentamento de doenças. Este estudo propôs explorar a importância da família como sujeito da atenção em saúde, destacando a centralidade do cuidado e do conhecimento na orientação familiar. Trata-se de um estudo reflexivo, de natureza qualitativa, que tomou como pressupostos os atributos da APS, em especial o atributo derivado “orientação familiar” propostos por Bárbara Starfield a partir das discussões do Grupo de Pesquisa "Modelos Tecno-Assistenciais e a Promoção da Saúde" da Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo. Desta forma, explora a importância da família como sujeito da atenção em saúde e o conhecimento na orientação familiar. A família atua na coordenação do cuidado, servindo como ponto de contato entre os diferentes prestadores de serviços de saúde. Assim, é inegável a importância da orientação familiar e do conhecimento na promoção da saúde e no fortalecimento dos laços familiares, contribuindo para o desenvolvimento de comunidades mais saudáveis e resilientes.</p> 2024-04-10T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/921 Homossexualidade, autoaceitação e “saída do armário”: construções identitárias étnicas de jovens homossexuais do interior de Barra do Choça - Bahia 2024-01-27T10:50:30+01:00 Lucas Ramos Ruas lukasruas@gmail.com Maria de Fátima Araújo Di Gregório f_digregorio@hotmail.com <p>Este estudo é parte dos resultados obtidos na dissertação de mestrado intitulada: <em>Identidades étnicas de jovens homossexuais em Barra do Choça- BA: família, autoaceitação e “saída do armário”,</em> cuja análise abordou as construções identitárias étnicas de jovens homossexuais, percorrendo o caminho da autoaceitação até o que é comumente conhecido como "saída do armário". A pesquisa foi realizada na comunidade de Barra Nova, localizada no município de Barra do Choça, Bahia. A abordagem teórica metodológica e a análise fundamentam-se nos relatos orais de quatro jovens, utilizando a metodologia da História Oral. Dois momentos destacam-se nas narrativas: a descoberta e a revelação da homossexualidade. Os resultados indicam que as identidades étnicas dos jovens homossexuais analisados são construídas por meio de suas interações na comunidade, na família e com os amigos, caracterizando assim um processo de produção social.</p> 2024-04-02T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/963 Morbidade e mortalidade por colecistite e colelitíase biliar no Brasil, macrorregiões e estados no período de 2012-2021 2024-03-07T18:54:31+01:00 Luciana Maria Prado Gomes luciana.prado@souunit.com.br Jefferson Felipe Calazans Batista jefferson.calazans.enf@gmail.com Sonia Oliveira Lima sonialima.cirurgia@gmail.com <p><strong>Objetivos:</strong> descrever o perfil epidemiológico de morbidade e mortalidade por colecistite e colelitíase no Brasil e suas regiões, no período de 2012 e 2021; avaliar a tendência temporal da morbidade e mortalidade por colecistite e colelitíase no Brasil e suas regiões no mesmo período. <strong>Métodos:</strong> Estudo ecológico de série temporal com dados abertos sobre mortalidade e internações hospitalares por colecistite e colelitíase no Brasil. Foram estudados os dados no período de 2012-2021, segundo região do país, estado e causa do óbito/internação. Foram calculadas as taxas de mortalidade e internação, usando a população residente do IBGE nos locais e anos avaliados. A tendência temporal foi calculada pelo modelo JoinPoint, onde a Variação Percentual Anual (VPA) foi considerada de crescimento quando positiva, diminuição quando negativa e estacionária quando não significativa (p&gt;0,05). <strong>Resultados:</strong> No Brasil, foram registrados 38.370 óbitos por colecistite e colelitíase de 2012-2021. A média da taxa brasileira foi de 1,86 mortes/100 mil e 118,24 internações/100 mil. O Brasil apresentou diminuição de 4,9% ao ano nas internações. O estado do Maranhão foi o único a apresentar crescimento das internações de 3,3% ao ano. Na mortalidade, sete estados apresentaram crescimento anual com destaque para Roraima com aumento de 18,7% ao ano. Na região Norte, Nordeste e Sul foi identificado aumento taxa de mortalidade de 1,9%, 2,1% e 1,3% por ano, respectivamente. <strong>Conclusão:</strong> No Brasil, foram identificadas altas taxas de morbidade hospitalar e mortalidade por colecistite e colelitíase. No tocante a tendência temporal, houve redução anual nas internações hospitalares em alguns estados e em todas as macrorregiões brasileiras e a mortalidade apresentou crescimento, especialmente nas regiões Norte e Nordeste.</p> 2024-03-15T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1013 Desafios no cuidado de enfermagem em ambiente prisional 2024-04-17T19:45:31+02:00 Rhayanne Silva de Almeida rhayanne.30almeida@gmail.com Karen Gabriele Correia de Melo Silva karengabrieleee@gmail.com Rosa Caroline Mata Verçosa de Freitas rosamatavercosa@hotmail.com <p><strong>Introdução:</strong> Os ambientes prisionais representam um contexto desafiador para a prestação de cuidados de saúde, especialmente para os profissionais de enfermagem. Historicamente marcados por condições de vida precárias e sistemas de saúde inadequados, as prisões enfrentam uma série de desafios estruturais que impactam diretamente na saúde e bem-estar dos detentos. Neste contexto, os enfermeiros desempenham um papel crucial na promoção da saúde e na prevenção de doenças dentro das prisões. <strong>Objetivo:</strong> Analisar os desafios no cuidado de enfermagem em ambiente prisional.<strong> Metodologia:</strong> Trata-se de uma revisão integrativa de literatura, seguindo cinco etapas com busca nas bases de dados BVS, LILACS, BDENF, MEDLINE, SciELO E PUBMED no período entre 2019 a 2024. <strong>Resultados: </strong>Foram encontrados 97 artigos, utilizou-se 16 artigos para a elaboração do estudo. <strong>Discussão: </strong>A falta de preparo prévio da enfermagem compromete a eficácia dos cuidados de saúde oferecidos aos detentos. Ausência de treinamento específico contribui para a sobrecarga e o estresse dos profissionais de enfermagem, impactando negativamente na qualidade do atendimento prestado.<strong> Conclusão: </strong>Para superar as dificuldades enfrentadas no ambiente prisional, é fundamental adotar abordagens multidisciplinares e inclusivas. Investir na capacitação dos profissionais de enfermagem e melhorar suas condições de trabalho é essencial para garantir um ambiente propício para a prestação de cuidados de saúde de qualidade.</p> <p>&nbsp;</p> 2024-04-24T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/940 O papel da família na promoção do envelhecimento saudável em idosos: uma revisão integrativa 2024-02-16T17:31:02+01:00 Emmily Fabiany Sousa Rodrigues emmilyrodriguex@gmail.com Thamiris Siqueira da Silva sthamiris772@gmail.com Raydelane Grailea Silva Pinto raydelane.silva@gmail.com Maísa Ravenna Beleza Lino maisaravenna@hotmail.com Filipe Melo da Silva filipemelotkd@gmail.com Matheus Henrique da Silva Lemos lemosmhs@gmail.com <p>O estudo objetivou investigar na literatura científica a importância da família para a promoção do envelhecimento saudável em idosos. Trata-se de uma pesquisa bibliográfica do tipo revisão integrativa da literatura, com dados extraídos do LILACS, BDENF e IBECS via plataforma BVS, SCOPUS e WEB OF SCIENCE. Foram identificados 1299 artigos estudos primários cuja a temática foi sobre o papel da família frente ao envelhecimento saudável da população idosa, publicados em inglês, espanhol e português nos anos de 2018 a 2023 por meio dos Descritores em Ciências e Saúde (DECS) e Medical Subject Headings (MESH) indexados nas bases de dados supracitadas, sendo selecionados para o desenvolvimento do trabalho apenas 08 artigos. Os critérios de exclusão foram: produção duplicada, teses e dissertações, artigos de revisão, de opinião e ensaios teóricos, cartas ao editor, boletins e resumos, artigos incompletos, livros, monografias, manuais e guias. Os resultados mostraram que existe um envelhecimento populacional e para que seja de forma saudável, a família precisa compreender como se dá esse processo, as particularidades dessa fase da vida, mesmo com as mudanças nos padrões familiares existe a necessidade de perdurar o cuidado e atenção aos idosos. Conclui-se com este trabalho que juntamente com o envelhecimento populacional, existe a necessidade de conhecer o processo de senescência do ser humano e todas as características atribuídas a ele, família é a principal rede de apoio do idoso, sendo as pessoas mais próximas que cuidam em momentos de dependência.</p> 2024-02-18T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/986 Eixo intestino-cérebro e transtornos psicológicos: uma revisão integrativa sobre probióticos e prebióticos 2024-03-27T16:52:42+01:00 Danyella Gomes da Costa danypsi1221@gmail.com <p><span style="font-weight: 400;">Esta revisão busca explorar os potenciais benefícios de probióticos e prebióticos no tratamento de transtornos psicológicos, especialmente ao examinar a comunicação bidirecional entre o intestino e o cérebro. Estudos em animais e humanos sugeriram que disfunções no trato gastrointestinal podem contribuir para a etiologia de transtornos mentais, e os probióticos têm mostrado promessa em aliviar essas condições. No entanto, é necessário realizar pesquisas adicionais para identificar as cepas bacterianas específicas que contribuem para o bem-estar e avaliar os efeitos de longo prazo do uso de probióticos em humanos. O eixo microbiota-intestino-cérebro é uma via de comunicação bidirecional que pode desempenhar um papel crucial nessa relação. Compreender o impacto da microbiota intestinal na saúde mental poderia abrir caminho para novas abordagens terapêuticas no futuro.</span></p> 2024-04-03T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/919 Avaliação da cardiotoxicidade em pacientes com câncer de mama em tratamento com trastuzumabe em uma unidade de oncologia do Distrito Federal 2024-01-26T02:19:49+01:00 Kaic Leite Meira kaic.lmeira@gmail.com Raissa Pereira Santos raissaper@hotmail.com Lorena Silveira da Silva unb.lorena@gmail.com Hugo Carvalho Barros Gonçalves hugogoncalves.ndae@escs.edu.br Fabio Siqueira fabiosqr@gmail.com <p>O câncer de mama é um conjunto de doenças com elevada incidência na população brasileira e no seu tratamento há a utilização de antineoplásicos cardiotóxicos. Este trabalho tem como objetivo desse analisar a cardiotoxicidade em pacientes com câncer de mama <em>receptor tipo 2 do fator de crescimento epidérmico humano</em>em tratamento com trastuzumabe no ambulatório de oncologia do Hospital Regional de Taguatinga – Distrito Federal,por meio de um estudo transversal no período entre janeiro de 2022 a dezembro de 2022, utilizando os valores da Fração de Ejeção do Ventrículo Esquerdo &nbsp;antes e durante o tratamento antineoplásico. Além disso, também foram verificadas informações como idade, comorbidades e hábitos nocivos para traçar um perfil dos pacientes. 34 pacientes foram incluídos na pesquisa, sendo em sua totalidade do sexo feminino, com predomínio de idade inferior a 60 anos e cor/raça parda/amarela. Com relação as características clinicas, a maioria das pacientes não possuíam outras comorbidades e nem fazia uso de hábitos noviços de vida, sendo que apenas três tiveram redução do valor da Fração de Ejeção do Ventrículo Esquerdo ≥ 16% e dentre estas, duas com valores inferiores a 55%. De maneira geral, o tratamento do câncer de mama pode resultar em cardiotoxicidade, sendo este efeito adverso presente nas pacientes em tratamento no Hospital Regional de Taguatinga.</p> 2024-01-29T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/937 Germinação de sementes de cereus jamacaru dc. Subsp. Jamacaru oriundas do curimataú oriental paraíbano submetidas a diferentes temperaturas 2024-02-14T20:01:32+01:00 Rayane Ellen de Oliveira Jerônimo rayanne.e70@gmail.com Joana D’Arck Pê de Nero darck1818@gmail.com Vinicius Alves Martins martins.v.a.agro@hotmail.com Elyan Figueiredo da Silva Cabral figueiredoelyan92@gmail.com Gilvaneide Alves de Azêredo azeredogil@yahoo.com.br Vênia Camelo de Souza venia_camelo@hotmail.com <p>O Cereus jamacaru DC. subsp jamacaru pertencente a família Cactaceae endêmica do Brasil, encontrada predominantemente no Nordeste. É uma espécie que se desenvolve bem em áreas de clima seco e solos rasos, com bom desenvolvimento em temperaturas que se enquadram no intervalo de 20°C e 30 ºC. Este trabalho objetivou investigar o potencial de germinação de sementes de mandacaru provenientes de quatro áreas do Curimataú Oriental do município de Solânea-PB submetidas a duas temperaturas, constituindo um fatorial 4 x 2. O teste de germinação foi conduzido com 4 repetições de 50 sementes, utilizando-se o papel “mata-borrão” como substrato, totalizando 200 sementes tratamento, nas temperaturas de 25°C e 30°C, desenvolvido em delineamento inteiramente casualizado. As variáveis analisadas foram: germinação, índice de velocidade de germinação e o tempo médio de germinação. A germinação não foi influenciada pelas temperaturas, entretanto, o índice de velocidade de germinação e o tempo médio de germinação se sobressaíram na temperatura 30°C. Em relação às áreas, as sementes provenientes da área Salgado obtiveram médias elevadas de germinação, as de Varjota e Palma para o IVG e tempo médio de germinação, respectivamente. As sementes de C. jamacaru provenientes do Curimataú Paraibano de Solânea apresentaram diferenças significativas quanto à germinação em relação às áreas estudadas, sendo a área Salgado a que obteve maior média (97%). As sementes de Cereus jamacaru DC. Subsp. jamacaru na temperatura de 30ºC apresentaram maior vigor em relação ao IVG, com destaque para a área Varjota. Na área Palma as sementes apresentaram menor tempo médio de germinação (4,01 dias) na temperatura 30°C</p> 2024-02-16T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/981 Análise secular da tendência de mortalidade por Hérnia Inguinal no Brasil, entre 2002 e 2021: um estudo epidemiológico 2024-03-22T02:18:08+01:00 Bárbara Reis de Santana barbaralinndy21@gmail.com Jefferson Felipe Calazans Batista jefferson.calazans.enf@gmail.com Sonia Oliveira Lima sonialima.cirurgia@gmail.com <p><strong>Objetivo:</strong> Analisar a tendência da taxa de mortalidade por Hérnia Inguinal (HI) no Brasil, no período de 20 anos. <strong>Métodos: </strong>estudo ecológico e descritivo sobre a Mortalidade por HI no Brasil, entre 2002-2021 pelas variáveis região/unidade de federação, raça/cor, sexo, faixa etária e escolaridade. Foram utilizados dados secundários de acesso público do Sistema de Informações sobre Mortalidade do Ministério da Saúde, acessados através do DATASUS via Tabnet. Calculou-se taxas de mortalidade pela população estimada no Censo do IBGE para cada ano analisado. Pela inexistência de estimativas populacionais para as variáveis raça/cor e escolaridade, calculou-se as proporções de óbito. Estimou-se a tendência temporal pelo modelo de Regressão de Paris-Winsten, cuja Variação Percentual Anual foi considerada de redução quando resultados negativos, de crescimento quando positivos e de tendência estacionária quando não há significância estatística (p&gt;0,05). <strong>Resultados:</strong> No Brasil foram registradas 11.813 mortes por HI de 2002-2021. A Taxa de Mortalidade Média (TMM) brasileira foi de 0,30 mortes/100 mil. As regiões Nordeste e Norte apresentaram a maior e menor TMM nacional, respectivamente, 0,33/100 mil e 0,26/100 mil. Houve crescimento de 5,5% ao ano nos óbitos por HI no país com 24 estados apresentando tendência crescente, 3 tendência estacionária e nenhum apresentou redução. A maioria das faixas etárias apresentaram tendência de crescimento, especialmente entre 30-39 anos. Ambos os sexos apresentaram VPA positiva, sendo maior no sexo masculino. Houve redução dos dados ignorados em relação às variáveis escolaridade e raça/cor. <strong>Conclusão:</strong> Houve crescimento da mortalidade por HI em todas as macrorregiões do Brasil, em ambos os sexos, naqueles com mais de 4 anos de estudo e acima de 30 anos de idade e entre 15-19 anos. Nenhum grupo etário apresentou diminuição da mortalidade, apesar de tratar-se de doença benigna, de fácil diagnóstico e de tratamento curativo.</p> 2024-04-02T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/915 Todo dia uma questão, todo dia uma luta - A experiência emocionalmente vivida na criação e/ou acionamento de estratégias de permanência por estudantes negras lésbicas e bissexuais na UFMT 2024-01-23T21:46:20+01:00 Valquiria da Silva Ferreira psivalquiriaferreira@gmail.com Ana Luisa Alves Cordeiro analuisatri@gmail.com <p>As cotas raciais são políticas de ações afirmativas à curto prazo que visam corrigir desigualdades no ingresso na Educação Superior, o que implica na garantia da permanência. Assim, nosso objetivo é compreender as estratégias de permanência que estudantes negras lésbicas e bissexuais criam e/ou acionam no enfrentamento à estrutura racista, machista e homofóbica ainda vigente na Educação Superior brasileira afim de concluírem suas graduações, a partir da psicologia sócio-histórica, mais especificamente o conceito de experiência emocionalmente vivida. São utilizadas na análise as contribuições que o Estudo das Relações Raciais em interface com a Educação e a Psicologia já revelaram, do Feminismo Negro, bem como as importantes observações feitas no campo científico acerca da permanência na Educação Superior no contexto de democratização do acesso à educação superior e o conceito de experiência emocionalmente vivida cunhado por Vygotsky (1935). É uma pesquisa qualitativa de caráter bibliográfico e exploratório, na qual utilizamos a técnica de coleta de dados das entrevistas semiestruturadas, sendo que para chegar até as estudantes, usamos a amostragem em “bola de neve”. Ao final da análise do conteúdo, evidencia-se que as estudantes negras lésbicas e bissexuais criam e acionam diversas estratégias de permanência para conseguirem enfrentar a estrutura social marcada pelo racismo, machismo, lesbofobia, bifobia e elitismo que infelizmente também estão presentes no meio universitário. Foi observado também que há a necessidade de intervenções institucionais para mudar este cenário, pois, estes atravessamentos comprometem o desempenho acadêmico destas estudantes. As falas revelam que a não conclusão dos cursos nos quais estão matriculadas é produto do processo de exclusão e isolamento que elas sofrem ao longo da graduação, estes por sua vez advindos da marca do elitismo nas universidades, do epistemicídio que silencia mulheres negras por séculos, bem como das dificuldades enfrentadas para acessar programas de auxílios que lhes são de direito.</p> 2024-01-28T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1007 Características da Experiência de Discriminação Racial entre Estudantes Universitários 2024-04-11T11:19:02+02:00 Eliany Nazaré Oliveira elianyy@gmail.com Paulo Jorge de Almeida Pereira ppereira@ucp.pt Paulo Cesar de Almeida pc2015almeida@gmail.com Ana Beatryz dos Santos Costa anabeatryzmasso@gmail.com Gleisson Ferrera Lima gleisson_nega@hotmail.com Vitoria Kethly Farrapo da Silva vitoriakethly123@hotmail.com <p>Objetivou-se analisar a experiência de discriminação racial sofrida por estudantes universitários. Estudo exploratório, descritivo e transversal, com abordagem quantitativa, com 751 participantes. Realizado em cinco instituições públicas e privadas de ensino superior do estado do Ceará, Brasil, de setembro a dezembro de 2023. O instrumento utilizado foi a Escala de Experiências de Discriminação Racial e o questionário do perfil sociodemográfico. A identificação e abordagem para pesquisa aconteceu de forma on-line e presencial. Destacaram-se, como maioria, participantes do sexo feminino, 52,5%; com idade média de 22,8; com predominância da raça parda, 58,5%; com renda familiar de um a dois salários-mínimos, 36,9%; e a religião católica com predominância de 59,4%. Com relação ao tratamento injusto relacionado à discriminação racial, observou-se que os participantes afirmaram tomarem alguma atitude ao serem tratados injustamente, como, por exemplo, falavam com outras pessoas. Em relação a sentir-se tratado injustamente e tentar fazer alguma coisa sobre isso, apenas 24,7% da população preta faziam alguma coisa contra isso, em contrapartida, 21,5% guardavam esse tipo de tratamento para si. Além disso, as experiências de discriminação racial por raça em estudantes universitários ressaltaram que 81,7% da população preta já sofreu com discriminação. Observaram-se as preocupações em torno da discriminação racial por raça entre os estudantes, com cerca de 80,6%, no último ano, com 91,4% que prestaram preocupação com o grupo racial e 90,3% que demonstraram autopreocupação ao tratamento injusto. Ademais, 4,3% da população preta já prestou queixa policial, em contrapartida, 95,7% da população preta nunca prestou queixa, fato que demonstra que ainda, atualmente, existem grandes vulnerabilidades vivenciadas, a partir da discriminação racial entre estudantes universitários.</p> 2024-04-22T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/682 Experimentações e inovações no fazer da telenovela brasileira 2023-07-14T00:48:43+02:00 Aliana Barbosa Aires email@gmail.com Josenilde Silva Souza josenilde.souza@belasartes.br Andrea Celeste Montini Antonacci aantonacci71@gmail.com <p style="margin: 0cm; text-align: justify;"><span style="font-family: 'Arial',sans-serif;">Neste artigo propomo-nos a identificar rupturas e descontinuidades no formato da telenovela brasileira, considerando aquelas produções que apresentaram novidades no nível da narrativa, da linguagem televisiva e da temática abordada. Para isso, fizemos um recorte empírico de algumas telenovelas de ruptura na teledramaturgia nacional desde a década de setenta até a contemporaneidade, como Saramandaia (1976), Pantanal (1990) e Cordel Encantado (2011), dentre outras, e mapeamos as marcas de inovação do projeto poético que direcionou a produção delas, a partir de uma análise dos mecanismos de ruptura que elas introduziram. </span></p> 2024-01-02T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2023 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/678 Papel do Enfermeiro no Tratamento da Hanseníase 2023-07-11T19:35:16+02:00 Paula Cristina da Silva paula.hge75@gmail.com Rafael dos Santos rafaelantenor.santos@gmail.com Ironaide Ribas Pessoa ironaide.pessoa@umj.edu.br <p>Objetivo: Este estudo tem como objetivo ressaltar a importância do enfermeiro, diante da adesão e eficácia ao tratamento da hanseníase. Método: Trata-se de uma revisão de literatura, que determina síntese de informações de artigos disponíveis na literatura, utilizando-se de técnica para análise dos dados achados e evidenciado por autores especializados na temática. Resultados: A pesquisa nas bases de dados descritas com quantidade total de 36 no LILACS, 20 no BDENF e 23 no SCIELO. Após leitura dos temas, foram escolhidos 06 artigos no LILACS, 05 no BDENF e 06 no SCIELO. Discursão: O enfermeiro tem papel fundamental no rastreamento da hanseníase para diagnóstico precoce, atuando ativamente do tratamento, com planejamento nas ações de educação em saúde com foco na diminuição de incapacidades e transmissão, ou seja, o enfermeiro deve orientar a importância da adesão ao tratamento. Conclusão: Concluímos que o enfermeiro possui um papel essencial no tratamento da hanseníase, pois atua de forma proativa, com realização das consultas de enfermagem.</p> 2024-01-02T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2023 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/685 Tratamento da sífilis congênita em recém-nascidos: uma revisão integrativa 2023-07-19T18:55:15+02:00 Jucilene Santos de Sousa jucilenesantos255@gmail.com Welda Pollyana Oliveira Silva w.polly@hotmail.com João Paulo Malta da Silva joao_paulo1811@hotmail.com <p><strong>RESUMO</strong></p> <p><strong>Objetivo: </strong>Identificar através da literatura científica a eficácia do tratamento da sífilis congênita em recém-nascidos perante a alta incidência de casos notificados. <strong>Método:</strong> Trata-se de um estudo de revisão integrativa, qualitativa permitindo sua análise com base em dados avaliados nas revistas acadêmicas BVS, SCILEO, Google Acadêmico e um livro de Pesquisas Científicas, no período de 2020 a 2022. <strong>Resultados: </strong>Utilizando como base 11artigos e um livro de Pesquisas Científicas da Saúde, analisados após sua leitura, foram evidenciados a importância do Enfermeiro e suas estratégias de prevenção no que se refere ao tratamento da sífilis.<strong> Conclusão:</strong> Apesar da sífilis congênita ser de fácil diagnóstico, as estratégias da atenção básica garantem a eficácia no tratamento, mesmo perante a incidência dos casos.</p> 2024-01-02T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2023 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/692 Tecnologias no ensino de matemática: uso da calculadora HP 12 c na resolução de problemas de matemática financeira em um curso de matemática licenciatura 2023-07-28T21:13:51+02:00 Darcio Pereira Damaceno darcioeng@hotmail.com Raimundo José Barbosa Brandão raimundobrandao@professor.uema.br Raimundo Martins Reis Neto crobson@uol.com.br <p>O objetivo deste estudo é apresentar, de forma clara e objetiva, os principais recursos disponíveis na calculadora HP 12 C, em especial operações algébricas, envolvendo porcentagem, juros e descontos por meio de resolução de problemas. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, com intervenção, e para isso utilizou-se a calculadora financeira HP 12 C como ferramenta pedagógica para a resolução de problema. Com essa estratégia a investigação propôs-se contribuir com os alunos para o exercício da cidadania, resolvendo situações do cotidiano, bem como subsidiar informações e conhecimentos que poderão ser úteis no mercado de trabalho. Apresenta-se aos sujeitos de investigação conceitos básicos relacionados ao tema proposto, com exemplos contextualizados, especificando os principais agentes que facilitam o entendimento do conteúdo.</p> 2024-01-02T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2023 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/668 Assistência de enfermagem nas perdas neonatais: revisão integrativa 2023-07-04T03:15:30+02:00 Maria Camila Vieira da Silva camilavsilva1@hotmail.com Estella Emmânuelle de Oliveira Guimarães estellaemmanuelle@hotmail.com Bruna Luizy dos Santos Guedes bruna.luizy@umj.edu.br <p><strong>Objetivo:</strong> buscar na literatura a importância da sensibilização da equipe de enfermagem quando as perdas neonatais. <strong>Método</strong>: revisão integrativa da literatura em que foram realizadas buscas nos bancos de dados LILACS, SciELO, BDENF, considerando como critérios de inclusão estudos primários disponíveis na íntegra, publicados em português, e no período de 2018 e 2022. Os critérios de exclusão foram estudos do tipo revisão da literatura, duplicados, carta ao editor, editoriais, resumos publicados em anais de eventos, opiniões pessoais, dissertações, teses, capítulos de livros e manuais institucionais. <strong>Resultados:</strong> foram selecionados 05 artigos, sendo todas as publicações de origem brasileira. &nbsp;Após leitura integral e análise dos estudos, foram construídas duas categorias temáticas, são elas: Vivencias da equipe de enfermagem no processo de morte e morrer de neonatos e Impactos de perdas neonatais para a equipe de enfermagem. <strong>Conclusão:</strong> a morte neonatal é um fenômeno complexo e assim como a morte depende dos aspectos culturais onde ela ocorre. Os profissionais de enfermagem que atuam na assistência ao neonato podem enfrentar inúmeros desafios. Nesse contexto, eles carecem de treinamento para realizar atendimento sensível às necessidades dos pacientes e de seus familiares, sem deixar de lado os seus aspectos psicológicos e emocionais.</p> 2024-01-02T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2023 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/694 O impacto da Covid-19 na saúde física e mental de estudantes universitários da Cidade de João Pessoa, Paraíba 2023-08-01T17:45:39+02:00 Alice Lins de Albuquerque Cavalcanti Mendes alicelm.adv@gmail.com Lara Nunes Gomes laranunes@gmail.com Eveline de Almeida Silva Abrantes eveline.abrentes@cienciasmedicas.com.br Layza de Souza Chaves Deininger layzadeininger@gmail.com Gregório Fernandes Gonçalves gregoriofgoncalves@gmail.com <p>Objetivo: Identificar os principais fatores que interferiram na saúde física e mental dos estudantes universitários durante à pandemia causada pelo coronavírus 19. Métodos: Trata-se de estudo transversal descritivo, conduzido com 584 indivíduos, estudantes universitários, de ambos os sexos, idade de 21 a 30 anos. Optou-se por incluir alunos matriculados que vivenciaram a pandemia da COVID-19. Os critérios de exclusão foram os alunos que ingressaram na faculdade após o início da pandemia. Os dados obtidos foram analisados por estatística descritiva através do software Statistical Package for the Social Sciences 22.0 (SPSS). O estudo foi aprovado por Comitê de Ética em Pesquisa. Resultados: A amostra, com média de idade de 21 ± 30 anos, apresentou transtorno psicológico associado à pandemia (47,8%), tendo apenas 45,5% mantido o peso no período pandêmico. Há relação entre o consumo de bebida alcoólica com transtorno psicológico (p=0,003) e tratamento psiquiátrico (p=0,006), além de hábito tabagista com sexo (p=0,001) e também com tratamento psiquiátrico (p=0,034). Diante da proibição governamental da presença dos alunos nas instituições, em razão da quarentena doméstica imposta, as escolas e universidades tiveram que adotar o modelo virtual de aprendizagem. Os resultados da pesquisa evidenciam que a interrupção do aprendizado presencial, mediada pela quarentena, afetou a saúde mental e física dos alunos participantes. Conclusão: os resultados apontam que quase metade dos entrevistados apresentaram reduções nos comportamentos positivos de saúde e deterioração da saúde mental e física dos discentes.</p> 2024-01-02T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/667 Projeto terapêutico singular em uma unidade primária de saúde: um relato de experiência 2023-07-03T15:23:12+02:00 Maria Angélica dos Santos de Lima angelicalima3020@gmail.com Rayanne kelly de Alcântara Calado rayannekelly18@hotmail.com Maria da Gloria Freitas mgfgloriaf@gmail.com.br Maria José Ribeiro Sampaio Silva mjrsampaio@yahoo.com.br <p><strong>Introdução: </strong>O Projeto Terapêutico Singular é um trabalho realizado pela equipe interdisciplinar de saúde com vistas ao acompanhamento de um caso específico que envolve um sujeito ou uma comunidade.<strong> Objetivo</strong>: Relatar a experiência acadêmico assistencial de estudantes de Enfermagem&nbsp; durante a elaboração conjunta de um projeto terapêutico singular (PTS) &nbsp;na Unidade de saúde da Família Guaxuma em&nbsp; &nbsp;visita domiciliar de usuária com&nbsp; doença&nbsp; crônica agudizada. <strong>Método</strong>: Trata-se de uma pesquisa qualitativa, do tipo relato de Experiência, que aborda a vivência das enfermeirandas, no estágio curricular obrigatório em uma Unidade de Saúde da Família, na construção de um PTS. <strong>Resultados:</strong> foram realizados visitas domiciliar e &nbsp;encontros&nbsp; semanais com a equipe multiprofissional em saúde &nbsp;para&nbsp; discussão&nbsp; dos&nbsp; casos,&nbsp; visando&nbsp; alinhar&nbsp; os objetivos&nbsp; terapêuticos&nbsp; a&nbsp; curto,&nbsp; médio&nbsp; e&nbsp; longo&nbsp; prazo,&nbsp; resultando&nbsp; na&nbsp; construção&nbsp; do plano&nbsp; de&nbsp; intervenções baseado&nbsp; nas&nbsp; necessidades&nbsp; de&nbsp; saúde,&nbsp; sociais&nbsp; e&nbsp; político-programáticas&nbsp; do sujeito singular. <strong>Considerações finais</strong>: A proposta do PTS permitiu problematização por parte&nbsp; da&nbsp; equipe&nbsp; multiprofissional&nbsp; das necessidades&nbsp; específicas&nbsp; do&nbsp; individuo,&nbsp; contemplando a&nbsp; integralidade&nbsp; da&nbsp; atenção&nbsp; em&nbsp; uma&nbsp; perspectiva humanizada&nbsp;&nbsp; do&nbsp;&nbsp; atendimento,&nbsp;&nbsp; socialização&nbsp;&nbsp; dos&nbsp;&nbsp; saberes,&nbsp;&nbsp; incorporação&nbsp;&nbsp; da&nbsp;&nbsp; multidimensionalidade&nbsp;&nbsp; nas abordagens e o aprimoramento das práticas assistenciais.</p> 2024-01-02T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2023 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/676 A intervenção fisioterapêutica em lactentes com assimetria craniana 2023-07-10T15:37:00+02:00 Luciano de Oliveira luciano.marajo@hotmail.com Mariane Sales Martins salesmartinsmariane@gmail.com Valmir Batista Miranda Júnior juniorvbm@gmail.com <p><strong>Introdução</strong>: As assimetrias cranianas são deformidades que acometem muitos lactentes no Brasil. O problema de pesquisa deste estudo é: quais os recursos fisioterapêuticos utilizados no tratamento da assimetria craniana que demonstram resultados efetivos? <strong>Objetivo:</strong> Realizar um levantamento bibliográfico sobre a efetividade de tratamentos fisioterapêuticos voltados para os bebês com assimetria craniana. <strong>Métodos</strong>: Trata-se de uma pesquisa bibliográfica do tipo revisão integrativa da literatura para possibilitar a análise de estudos científicos já realizados a respeito do tema. Os dados foram coletados no período de 2019 a 2023, tendo como critério de inclusão artigos publicados no período de 2018 a 2023 em bases indexadas. <strong>Conclusão</strong>: a diferenciação entre a eficácia dos tratamentos é difícil devido à falta de sistemas de medição e protocolos padronizados, à variedade de resultados e à escassez de estudos de alta qualidade e com amostras significativas. Por isso, mais estudos tanto sobre a assimetria craniana quanto ao TMC são necessários. No entanto, no geral, as orientações sobre reposicionamento (incluindo tempo na posição supino) e alongamento conduzido por profissional especializado se mostraram intervenções de baixo risco, potencialmente úteis e de baixo custo a serem consideradas pelos pais e pelos profissionais.</p> 2024-01-02T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2023 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/677 As causas da não adesão de gestantes de baixo risco ao pré-natal na Atenção Primária à Saúde e suas repercussões 2023-07-10T15:51:43+02:00 Karina da Silva de Paula ksp1993@outlook.com Amanda Cabral dos Santos falacabral@terra.com.br <p><strong>Objetivo</strong>: identificar os principais fatores que influenciam a não adesão das gestantes de baixo risco ao pré-natal oferecido na Atenção Primária à Saúde. <strong>Método</strong>: trata-se de uma revisão integrativa de literatura, que buscou artigos científicos sobre o tema publicados entre 2013 e 2023, nas bases de dados Pubmed, Google Acadêmico, Scielo e Biblioteca Virtual de Saúde, tendo oito estudos selecionados, analisados e discutidos. <strong>Conclusão</strong>: a falta de adesão das gestantes de baixo risco ao pré-natal é um desafio complexo e multifatorial. Os aspectos socioeconômicos, culturais, psicossociais e organizacionais atuam de forma interligada, influenciando os caminhos que cada gestante toma em busca de assistência e cuidado durante a gestação.</p> 2024-01-02T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/695 Letramento matemático e científico no curso de licenciatura em pedagogia: a utilização de metodologias ativas na construção de experimentos científicos 2023-08-02T16:46:44+02:00 Darcio Pereira Damaceno darcioeng@hotmail.com Raimundo José Barbosa Brandão raimundobrandao@professor.uema.br <p>Esta pesquisa é de natureza qualitativa e procura articular o letramento científico e matemático com a utilização de metodologias ativas no ensino de conceitos básicos das ciências Naturais e da Matemática. Compreender que os conceitos e seus significados nos Anos Iniciais, passa pelo ensino superior, principalmente no curso de Licenciatura em Pedagogia, uma vez que o Pedagogo é o profissional habilitado e mais atuante nessa fase da educação, portanto, a formação docente é um dos pontos chaves para conduzir melhor o processo de ensino e aprendizagem desse componente curricular. A problemática consiste que no curso de Pedagogia, as disciplinas que abarcam os conteúdos das Ciências Naturais e da Matemática, remete apenas a parte metodológica, ficando os conteúdos específicos necessários a cargo da educação básica recebida pelos acadêmicos, que em grande parte é falha, portanto, o docente que atua no curso em questão deve ter a sensibilidade de sanar as mazelas que existirem e com isso produzir uma aprendizagem significativa. O uso de Metodologias Ativas é uma alternativa efetiva, visto que incentiva o protagonismo do discente, quando associadas a construção de experimentos científicos, no qual deve-se enfatizar que os mesmos podem serem realizados em qualquer local, independente da existência de um laboratório, requerendo mais da criatividade do docente do que recursos, este trabalho apresenta as vivências do ensino das Ciências Naturais na formação de professores polivalentes, buscando melhorar a prática docente e a construção do Letramento Matemático e Científico.</p> 2024-01-02T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/693 Desconstruindo a Heteronormatividade na Literatura Infantil: O Impacto das Narrativas nas Relações Humanas e na Visão de Mundo 2023-07-30T23:52:24+02:00 Tarissa Marques Rodrigues dos Santos tarissamarques@gmail.com Mariana Vaca Conde mariana.conde.777@hotmail.com Josiane Peres Gonçalves josiane.peres@ufms.br <p style="font-weight: 400;">A possibilidade de padronizar e conservar as características ditas normais da sociedade faz com que as diversidades sejam suprimidas ou invisibilizadas. As instituições sociais, incluindo a escola, são usadas na estratégia de manter essa relação de poder. &nbsp;A heteronormatividade é encontrada dentro da escola e pode ser percebida no currículo de maneira sutil, em normas institucionais, na arquitetura, nas músicas e na literatura infantil. Este trabalho tem por objetivo analisar os livros infantis que abordam as mais diversas formações familiares que encontramos em nossa sociedade e sua representação, considerando as novas composições familiares. Para tanto, foi utilizada a perspectiva foucaultiana de resistência com o aporte da Teoria Literária em diálogo com autores dos Estudos Culturais e de Gênero. Abordando o livro para a infância enquanto artefato cultural que produz e/ou reproduz e, veicula em seu texto (verbal e ilustrativo), as representações de gênero e de modelos heteronormativos. Assim, observamos a existência de esteriotipais de famílias, um modelo patriarcal e romantizado. Dessa forma, utilizar a literatura como uma ferramenta pedagógica para se trabalhar a temática das novas configurações familiares na escola é propiciar às crianças uma aprendizagem significativa, na qual, as diferenças sejam respeitadas e compreendidas com naturalidade.</p> 2024-01-02T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2023 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/707 Curso de formação sobre metodologia da pesquisa científica para estudantes de enfermagem: relato de experiência 2023-08-22T19:46:35+02:00 Ana Karoline Alves da Silva karol.alves@urca.br Simony de Freitas Lavor simonylavor21@gmail.com Stéffane Costa Mendes steffane.costa@urca.br Maria do Socorro Vieira Lopes socorro.lopes@urca.br <p><strong>Objetivo: </strong>Relatar a experiência acerca de um curso de formação sobre metodologia da pesquisa científica a estudantes de graduação em enfermagem. <strong>Método: </strong>Estudo descritivo, do tipo relato de experiência, baseado nas vivências do Curso de Metodologia da Pesquisa Científica: construindo um estudo acadêmico, realizado em uma universidade pública, com estudantes do curso de graduação em Enfermagem, durante o mês de junho de 2022. A experiência partiu de uma atividade curricular da disciplina de Metodologia do Ensino Superior, ofertada no primeiro semestre de mestrado<strong>. Resultados: </strong>A experiência proporcionou aos estudantes de enfermagem conhecimentos sobre a metodologia da pesquisa, através dos módulos apresentados no decorrer do curso de formação, incentivando o interesse em desenvolver trabalhos acadêmicos na área da saúde. A inserção estudantil em processos de capacitação permite a realização de tarefas, em que é possível utilizar o conhecimento prévio e o conhecimento adquirido, contribuindo no processo de aprendizagem. <strong>Conclusão: </strong>A oferta de cursos nas instituições de ensino superior que abordem aspectos da metodologia científica permite ao acadêmico desenvolver artigos científicos que possam contribuir com a sociedade, aperfeiçoando práticas e ampliando olhares a inúmeras situações.</p> 2024-01-02T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/680 Avanço da telenfermagem a partir da pandemia da Covid-19 no amparo à pessoa com Alzheimer e seu cuidador 2023-07-13T23:53:03+02:00 Maria Rosangela de Freitas Costa mariarosangelafc@gmail.com Vanusa Alves de Almeida vanusyalves@gmail.com Thaís Martins Gomes de Oliveira thaismmgomes@gmail.com <p>Objetivo: identificar como a telenfermagem foi utilizada como recurso no atendimento à pessoa com Alzheimer e seu cuidador durante a pandemia Covid 19. Método: Revisão integrativa de literatura por meio de buscas de artigos realizada através das bases de dados: Cumulative Index To Nursing And Allied Health Literature (CINAHL), National Library of Medicine National Institutes of Health (PUBMED), Scientific Electronic Library Online (SCIELO), Biblioteca Virtual em Saúde (BVS), e Google Acadêmico.” Para a discussão foram incorporados 10 estudos propagados no período de 2019 a 2023, realizados em mais de um país. Resultados: As principais atuações da telessaúde são: amparo à pessoa idosa com Doença de Alzheimer e seus cuidadores, em ambiente residencial e em ambiente hospitalar. Conclusão:&nbsp; a telenfermagem durante o Covid-19 permitiu aos pacientes&nbsp; o acesso a serviços de saúde mais seguros e eficientes, oferecendo maior tranquilidade às pessoas com Alzheimer e seus cuidadores.</p> 2024-01-02T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2023 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/650 Atuação do enfermeiro em instituições de longa permanência para idosos 2023-06-20T16:40:31+02:00 Lidiane Maria da Silva lidianemaria20199@gmail.com João Paulo Malta da Silva joao_paulo1811@hotmail.com Maísa Isabella Faustino Santos maisaisabella@hotmail.com <p><strong>Objetivo: </strong>buscar na literatura científica a importância da atuação do enfermeiro em instituições de longa permanência para idosos. <strong>Método</strong>: revisão integrativa da literatura, foram realizadas buscas nas seguintes bases de dados: Medical Literature Analysis and Retrieval System Online, Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde, Scientific Eletronic Library Online e Bases de Dados da Enfermagem, considerando como critérios de inclusão estudos primários disponíveis na íntegra, publicados em português, e no período de 2017 e 2022. <strong>Resultados: </strong>foram selecionados seis artigos, sendo provenientes do Brasil, Turquia e Correia do Sul. Após leitura e análise dos estudos, foram construídas duas categorias temáticas, são elas: “O enfermeiro nas instituições de longa permanência para idosos” e “O cuidado de enfermagem como instrumento para melhorar a qualidade de vida dos residentes”. <strong>Conclusão: </strong>o enfermeiro desempenha um papel crucial na Instituição de Longa Permanecia para Idoso, atua tanto na assistência quanto na gerência, o que pode gerar sobrecarga de trabalho. Embora, a resolução que normatiza o funcionamento dessas instituições no país não determine a contratação do enfermeiro, muitas possuem seu quadro técnico de profissionais.</p> 2024-01-02T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2023 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/672 Análise do uso de psicotrópico em uma Unidade de Saúde da Família durante a pandemia do Covid-19 2023-07-12T03:26:02+02:00 Suzana de Oliveira Moraes suzana.oliveira@unesp.br Lucas Cardoso dos Santos email@gmail.com Michelle Cristine de Oliveira Minharro michelle.minharro@unesp.br Juliane Andrade juliane.andrade@unesp.br Guilherme Correa Barbosa g.barbosa@unesp.br <p><strong>Objetivo:</strong> Analisar o uso de psicotrópicos por usuários de uma Unidade da Estratégia da Saúde da Família de um município de médio porte durante a pandemia da COVID-19.&nbsp; <strong>Método:</strong> Estudo transversal e retrospectivo, a partir de análise de prontuários no período de março a julho de 2022. <strong>Resultados: </strong>A amostra foi composta por 282 prontuários em que a maioria era de pacientes do sexo feminino, com ensino médio completo, sem companheiro e desempregada. Com a pandemia, percebeu-se aumento na prescrição de psicotrópicos da classe dos antidepressivos a partir do diagnóstico mais frequente de ansiedade, porém sem acompanhamento longitudinal pela equipe. Durante a segunda onda da pandemia, ocorreu uma diminuição na prescrição do Biperideno, Haloperidol e o aumento da Sertralina. <strong>Conclusões:</strong> Houve um crescimento significativo no diagnóstico de transtornos psiquiátricos e a prescrição de medicações psicotrópicas durante a pandemia, evidenciando a necessidade de atenção pelas equipes à essa população.</p> 2024-01-02T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2023 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/690 Acolhimento à demanda espontânea na atenção primária: percepção dos enfermeiros 2023-07-23T15:35:24+02:00 Elisabete Mesquita Peres de Carvalho elisabete.mesquita29@gmail.com David Ximenes Pires davidximenes03@gmail.com Thaísa Massa Oliveira thaisamassa@gmail.com Kellen Aparecida Spadoti kellenspadoti@gmail.com Joyce Sousa Leite joycesouza@gmail.com Renata Mercêz da Silva renatamercezsilva@gmaill.com <p><strong>Introdução: </strong>O acolhimento é uma prática presente nas relações de cuidado, entre trabalhadores de saúde e usuários, nos atos de receber e escutar as pessoas, sendo um mecanismo de ampliação e facilitação do acesso. <strong>Objetivos: </strong>Compreender, na percepção dos enfermeiros que atuam na Atenção Primária à Saúde, como ocorre o processo de acolhimento nas Unidades Básicas de Saúde da Região Norte do Distrito Federal. <strong>Métodos:</strong> Trata-se de um estudo descritivo, exploratório de cunho qualitativo, realizado com 33 enfermeiros. A coleta de dados ocorreu no período de 10 de outubro a 30 de novembro de 2022. Os dados foram analisados por meio da análise de conteúdo de Bardin: pré-análise, exploração do material e tratamento dos resultados, inferência e interpretação. <strong>Resultados: </strong>Foi possível encontrar dois núcleos de sentido que foram divididos em duas categorias: 1- processo de trabalho do enfermeiro no atendimento à demanda espontânea; e 2-necessidades de aprendizagem na percepção do enfermeiro. <strong>Conclusões:</strong> Verificou-se a necessidade de ampla divulgação dos documentos norteadores com as atividades a serem desenvolvidas pelo enfermeiro do acolhimento, com clareza dos fluxos e dos papéis de cada profissional, além de ampla capacitação de todos os profissionais, a fim de que sejam estabelecidas a organização e a condução do processo de acolhimento com base nas necessidades do território e na organização interna da equipe.</p> 2024-01-02T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/681 Caracterização sociodemográfica dos casos de infarto agudo do miocárdio no nordeste brasileiro 2023-07-14T00:17:40+02:00 Nisiane dos Santos nisanesantos@gmail.com Joyce Pereira Santos enfermeirajoycepereirasantos@gmail.com Merijane Araújo de Sousa josemildep.f@hotmail.com Gracineiva Vieira Pereira Silva rosy_bruce@hotmail.com <p>No Brasil, entre as doenças cardiovasculares, O IAM é a primeira causa de morte direta. O IAM se apresenta como dano tecidual ao miocárdio. A produção científica sobre infarto agudo do miocárdio ainda é escassa, tomando como base a importância da temática, este estudo teve como objetivo caracterizar os casos de infarto agudo do miocárdio no nordeste brasileiro. Trata-se de um estudo ecológico, descritivo, retrospectivo, de abordagem quantitativa, que utilizou dados secundários do Sistema de Informações Hospitalares do SUS (SIH-SUS), no recorte temporal de 2017 a 2021. No nordeste brasileiro entre 2017 a 2021 foram registrados 124.904 casos de infarto agudo do miocárdio. A idade de maior incidência de IAM foi indivíduos entre 60 a 69 anos, os quais registraram 36.080 casos. Em relação ao caráter de atendimento, 14.695 (11,77%) foram de caráter eletivo, contrapondo 110.209 (88,93) em caráter de urgência. No que concerne a cor, 47.474 não foram caracterizados, correspondendo a 38,01% dos registros, em seguida, a cor parda apresentou maior evidência, com 63.795 (51,08%) dos casos. Estudos demonstram que evidentes diferenças entre os fatores de risco estão relacionadas a diversos padrões de comportamento, ao desenvolvimento de comorbidades relacionados ao estilo de vida, e ao sedentarismo. O que explana e corrobora para os achados do presente estudo. Inclui-se a necessidade de aprimoramento de políticas públicas especificas na habilitação de ações de promoção da saúde, manejo dos fatores de risco cardiovascular e manejo clínico dos casos agudos de IAM.</p> 2024-01-02T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/691 Pirataria de marcas de moda: consumo, identidade e inclusão 2023-07-28T20:29:40+02:00 Aliana Barbosa Aires alianaires@gmail.com Josenilde Silva Souza josenilde.souza@belasartes.br Andrea Celeste Montini Antonacci aantonacci71@gmail.com <p class="paragraph" style="margin: 0cm; text-align: justify; background: white; vertical-align: baseline;"><span class="eop"><span style="font-family: 'Arial',sans-serif; color: black;">Este artigo se propõe a refletir sobre o fenômeno do consumo de pirataria na sociedade brasileira no que diz respeito a marcas de moda. Há uma teia complexa de motivações, impregnadas de significados culturais que se intensificam no consumo pirata, de modo que se faz necessário investigar os fluxos de sentido e significados construídos pelos consumidores que aderem ao consumo das marcas de moda pirateadas. Para isso, partimos de uma pesquisa bibliográfica fundamentada nos estudos de comunicação, consumo, subjetividades, marca e moda. Como considerações finais, podemos observar que consumo de bens falsificados pode ser entendido como uma modalidade de consumo não-hegemônica, que insere consumidores no circuito da moda, dando-lhes a oportunidade de pertencer ao estilo de vida proposto pelas marcas de moda de luxo, auxiliando na construção da identidade do sujeito contemporâneo. </span></span></p> 2024-01-02T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2023 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/705 Os malefícios da utilização de telas eletrônicas na infância: uma revisão integrativa da literatura 2023-08-21T16:42:54+02:00 Nathalie Felix Soares Arruda nathaaliefsar@gmail.com Sarah Marinho Pereira Paiva sarahpaiva.med2@gmail.com Maria Elizabeth Lima Almeida almeidabeeth@gmail.com Karen Rayane Brito Torres krbt15@gmail.com Marianne Adelina Seixas de França Lavor lavormari@gmail.com Layza de Souza Chaves Deininger layzadeininger@gmail.com <p>Introdução: A incorporação da tecnologia na rotina das crianças originou a chamada cyber-infância, trazendo consigo vantagens, bem como malefícios que devem ser debatidos, assim, surgem questionamentos sobre o tempo de tela adequado e as consequências do uso exacerbado. Objetivo: Analisar a literatura científica sobre os malefícios do uso de telas eletrônicas na infância. Metodologia: Se trata de uma revisão integrativa da literatura, onde utilizou-se os Descritores de Ciências da Saúde (DeCS/MeSH): <em>screen time</em>; <em>child</em> e <em>child development</em> combinados com o operador booleano AND. A pesquisa foi realizada em Julho de 2023, nas bases de dados: <em>Medical Literature Analysis and Retrievel System Online</em>(MEDLINE) <em>Literatura Latino-Americana de Ciências da Saúde</em> (LILACS) e PubMed, no período de 2018 a 2023. Resultados: A seleção final contou com 17 artigos que atenderam aos critérios de inclusão e exclusão determinados e foram categorizados em: ano de publicação; título do periódico; título do artigo; idioma e principais resultados. Discussão: A análise dos artigos selecionados demonstrou que as repercussões causadas por exposição a telas se apresentam de diferentes formas, atentando: o desenvolvimento da linguagem, cognição, aspectos socioemocionais, atenção, hábitos alimentares, sono, rendimento escolar, Índice de Massa Corporal, entre outros. Ainda traz a covisualização como um meio interativo de exposição à tela. Considerações finais: O estudo revelou associação entre o tempo de uso de telas e consequentes malefícios que afetam de forma clara o desenvolvimento neuropsicomotor dessas crianças, relacionando-se com sedentarismo, introversão, má qualidade de sono e a manifestação de doenças tais como obesidade, depressão e ansiedade.</p> 2024-01-02T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/708 Análise das barreiras enfrentadas pelas pessoas com deficiência nos serviços de saúde: uma revisão integrativa 2023-08-23T17:24:52+02:00 Ana Luiza Dias Arruda da Silva Sousa analuizadiass@hotmail.com Clara Jessica de Sousa Melo clara.silva@famene.com.br Letícia Pordeus Gonzalez leticiapordeusg@hotmail.com Ana Vitória de Sousa Melo anavitooria1@hotmail.com Amanda Apolori Tissiani amanda.apolori@gmail.com Isadora Pereira Brito isadorapbbrito@gmail.com Luiz Luna Barbosa luizluna@gmail.com Layza de Souza Chaves Deininger layzadeininger@gmail.com <p>O objetivo da presente revisão integrativa foi analisar a literatura científica sobre o atendimento das pessoas com deficiência nos serviços públicos de saúde. Nesse sentido, foi realizada revisão integrativa, buscando artigos nas bases de dados BVS, LILACS e BVS, pelas quais foram selecionados 14 artigos acerca da temática. Assim, a leitura na íntegra dos artigos permitiu concluir que as pessoas com deficiência enfrentam diversas barreiras no sistema de saúde, podendo essas ser estruturais, envolver o despreparo dos profissionais e a falta de tecnologias. Além disso, é notória a falta de protocolos os quais permitam a referência e contrarreferência apropriada para esse grupo. Concluiu-se, então, que combater as barreiras que impedem o atendimento adequado de pessos com deficiências é essencial para concretizar a inclusão social.</p> 2024-01-02T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/892 Transtorno do Espectro Autista: a trajetória, desafios, necessidades e conquistas de direitos de crianças autistas na educação básica 2024-01-07T15:22:34+01:00 Laressa Oliveira Paiva laressapayva@hotmail.com Rosane Ferreira de Souza Ramos rosanefsramos@gmail.com Rosely Ribeiro dos Santos roselyribeiro350@gmail.com Antônio Adônnis Sátiro de Souza esp.satiro@gmail.com <p>O Transtorno do Espectro Autista (TEA) é uma condição neurológica caracterizada pela repetição de comportamentos, comprometimento da fala, dificuldades de manter um contato visual, de interação social, e por não ser diagnosticado através de exames, possui difícil conclusão e complexidade, pois abrange uma série de investigações e observações clínicas comportamentais. A pesquisa ganha relevância a partir das&nbsp;evidências estudadas acerca de fatores ambientais, genéticos&nbsp;e neurológicos. Para contextualizar este trabalho, foram realizados estudos sobre o autismo, com resgate histórico para compreensão da origem do temo (Transtorno do Espectro Autista) e suas complexidades, termo este, utilizado pela primeira vez no ano de 1911, pelo psiquiatra Euler Bleuler, que após vários estudos passa a adotar a nomenclatura TEA “Transtorno do Espectro Autista”. A problematização&nbsp;discorre sobre os anseios na busca de qualidade do ensino e aprendizagem dos alunos com TEA, na mudança de referência&nbsp;e estatísticas sobre a inclusão de forma individualizada e igualitária, a fim de proporcionar mudanças e qualidades nos serviços prestados aos alunos com autismo. O objetivo vem apresentar sobre as relevantes conquistas e os desafios dentro do contexto escolar, trazer evidências, especificar as barreiras enfrentadas ao longo dos anos pelos alunos com TEA e&nbsp;demonstrar&nbsp;o relevante papel da formação dos professores para o pleno desenvolvimento. A metodologia aplicada foi através da pesquisa bibliográfica, de caráter qualitativo, com objetivo exploratório e nas contribuições dos autores Marconi e Lakatos (2021). Quanto aos principais referenciais utilizados, seguem Silva, A. (2012) e Mantoan (2003) com denso referencial acerca do tema, seguidos de Dias (2019).&nbsp;</p> 2024-01-07T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/894 Uso de aplicativo móvel para assistência à saúde mental em ambiente acadêmico: uma revisão integrativa 2024-01-08T15:15:43+01:00 Kaline Delgado de Almeida Gama delgadokaline@gmail.com Willams Alves da Silva willams_alves@hotmail.com Silvino Costa Ferro silvinoferrocosta@gmail.com Euclides Maurício Trindade-Filho emtfilho@gmail.com José Claudio da Silva jose.claudio@uncisal.edu.br Clarice Thamires de Lima Ferreira claricetham2@gmail.com Marianny de Souza souzamariannyy42@gmail.com Renata Guerda de Araújo Santos renataguerdauab@gmail.com Kristiana Cerqueira Mousinho kristianamousinho@gmail.com <p><strong>Objetivo: </strong>Descrever a importância da utilização de aplicativos móveis como ferramenta de auxílio na assistência à saúde mental no ambiente acadêmico<em>. </em><strong>Método: </strong>Trata-se de uma revisão integrativa da literatura. Foram realizadas buscas nas bases eletrônicas de dados<em>: </em>PubMed, Scopus e <em>Web of Science</em>. Após a elegelibilidade dos artigos científicos, foi realizada a identificação das bases de dados: remoção de duplicatas; leitura dos títulos; leitura dos resumos e excluídos aqueles que não atenderam aos critérios de inclusão após a leitura na íntegra. Em seguida, os artigos selecionados foi realizada a leitura na íntegra e extraído os principais pontos de análise do artigo, entre eles o planilhamento do título, objetivo, principais resultados e conclusão. <strong>Resultados:</strong> O desenvolvimento de aplicativos móveis de saúde tem aumentado exponencialmente, e foi relatado que o uso de aplicativos melhora a eficiência da prestação de cuidados de saúde e a eficácia do tratamento. Vale destacar que esses aplicativos têm potencial para ampliar o acesso às informações de saúde, facilitar o atendimento remoto e capacitar os usuários. <strong>O setor de mHealth é uma das categorias de aplicativos que mais cresceram nos últimos anos.</strong> No entanto, tem havido falta de foco e dedicação quando se trata de avaliar a credibilidade e a precisão científica destas aplicações. Isto é particularmente evidente no domínio dos aplicativos de saúde mental.<strong> Considerações finais:</strong> Desta forma, embora existam inúmeros aplicativos móveis para iOS e Android no Brasil que abordam transtornos mentais, há escassez de opções cientificamente validadas na língua portuguesa projetadas especificamente para o bem-estar mental de estudantes universitários.</p> 2024-01-08T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/895 Compartilhamento de conhecimento na administração pública: um mapeamento da literatura internacional 2024-01-08T15:44:22+01:00 Dayana Santos Rodrigues Sell dayana.santos.r@gmail.com Ademar Dutra ademar.unisul@gmail.com Clarissa Carneiro Mussi mussi.clarissa@gmail.com <p>A pesquisa tem como objetivo realizar um mapeamento da literatura internacional sobre o tema compartilhamento de conhecimento na Administração Pública. Para conduzir a pesquisa, utilizou-se um processo construtivista, denominado Knowledge Development Process – Constructivist (ProKnow-C), um instrumento estruturado de seleção e análise da literatura. Foram selecionados 34 artigos que representam o fragmento da literatura de estudos sobre compartilhamento do conhecimento na Administração Pública formando o Portfólio Bibligráfico (PB) final desta pesquisa. Como resultados evidenciam-se: (i) os autores de destaque S. J. Armstrong, J. Rowley, S. K. Singh, G. Tangaraja, S. Al-Ahbabi, S. Balasubramanian e I. Seba, cada um com 2 artigos no PB Final; (ii) o artigo mais citado Determinants of knowledge sharing in a public sector organization, da autora Ângela Titi Amayah, de 2013, com 597 citações; (iii) o periódico Journal of Knowledge Management destacou-se tanto no PB quanto nas referências, sendo responsável pela publicação de 7 artigos no PB final. (iv) as palavras-chave mais citadas foram knowledge sharing e knowledge transfer com a frequência de 200 e 197 vezes, respectivamente; (v) a universidade que mais pesquisa a temática é o Instituto Avançado de Ciência e Tecnologia da Coreia e Educação Superior em Macáçar; (vi) a Coreia é o país que mais realiza pesquisa nessa temática participando no PB final com 11 pesquisadores localizados naquele país.</p> 2024-01-08T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/896 Toxicidade preliminar dos extratos e frações obtidas das folhas e das cascas do caule da Dalbergia brasiliensis 2024-01-08T16:03:44+01:00 Luciane Dalarmi luciane.dalarmi@ufpr.br Elisiane Bona Sartor elisartor@gmail.com Cíntia Aparecida dos Anjos cintia08anjos@gmail.com Karine Amorim Fladzinski karinefladzinski@gmail.com Idonilton da Conceição Fernandes tonhfernandes@gmail.com Deise Prehs Montrucchio deisepm@yahoo.com.br Josiane de Fátima Gaspari Dias jodias@ufpr.br Marilis Dallarmi Miguel marilisdmiguel@gmail.com <p>O gênero&nbsp;Dalbergia&nbsp;Linn.&nbsp;f.&nbsp;(Fabaceae) contém cerca de 250 espécies e encontra-se ameaçado em extinção devido ao alto valor econômico da sua madeira. Muitas espécies do gênero são utilizadas na medicina tradicional chinesa. A espécie <em>Dalbergia brasiliensis</em> ocorre de forma natural no Brasil (Cerrado e Floresta Atlântica) e possui poucos estudos na literatura. O objetivo do estudo foi avaliar a toxicidade preliminar por meio do ensaio frente ao microcrustáceo <em>Artemia salina</em> Leach. e pela avaliação da atividade hemolítica dos extratos e frações das cascas do caule e das folhas da espécie <em>Dalbergia brasiliensis</em>. No ensaio sistemático de prospecção fitoquímica, nos extratos aquoso e hidroalcóolico das folhas, mostraram a presença de alcaloides, flavonoides, esteroides, iridóides, taninos condensados e aminogrupos; nos extratos das cascas mostraram os mesmos compostos e ainda, heterosides antocianicos e saponínicos. O material vegetal seco e triturado foi utilizado para a obtenção dos extratos brutos etanólicos em aparelho Soxhlet. A partir do extrato bruto das cascas do caule e das folhas, foram obtidas as frações hexano, clorofórmio e acetato de etila. Em relação a toxicidade preliminar frente a <em>A. salina</em>, todas as amostras apresentaram um valor de CL50 superior a 1000μg/mL, evidenciando a baixa toxicidade. Na avaliação da atividade hemolítica, o mesmo resultado negativo foi evidenciado nas placas de Agar sangue. Na avaliação em tubos, a fração hexanica da casca apresentou resultado positivo necessitando de mais estudos para compreender sua atividade tóxica. A baixa toxicidade dos extratos e frações de <em>D. brasiliensis </em>nos testes realizados demostra o potencial desta planta para futuros estudos de purificação de compostos e de determinação de outras atividades biológicas.</p> 2024-01-08T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/897 O enfermeiro na abordagem terapêutica da esquizofrenia: uma revisão integrativa 2024-01-08T16:28:18+01:00 Kananda da Silva Rodrigues kananda3211@gmail.com Luís Filipe Dias Oliveira luisfilipe.db@gmail.com <p>Muito se tem discutido, recentemente, acerca da saúde mental e da esquizofrenia. A esquizofrenia e os denominados transtornos esquizofrênicos, são um grupo de doenças que possuem distorções de pensamento variados. Várias teorias são consideradas para sua etiologia que modifica a interpretação de sua fisiopatologia. &nbsp;O presente estudo em desenvolvimento trata-se de uma revisão integrativa da literatura, desenvolvido com o intuito de reunir e sintetizar os resultados de outras pesquisas científicas sobre o assunto pertinente a confecção do trabalho. É sob o olhar do profissional que traz a importância de podermos enxergar que os pacientes são pessoas que merecem atenção, respeito e dignidade&nbsp;para lidar com o processo de ajuste com foco para obter equilíbrio e auxiliar aos familiares na rede de apoio que precisam de ajuda para entender a complexidade de um familiar com a doença.</p> 2024-01-08T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/902 Crescimento e expansão no uso de software como serviço (SaaS): estratégias e obstáculos para empresas de tecnologia 2024-01-12T16:51:20+01:00 Geovanni dos Santos Correia geovanni-dsc@hotmail.com Gabriel Santos de Lima Barreto gabriel.barret015@hotmail.com Nathalia de Meneses Alves nathalia.alves@umj.edu.br <p><strong>Introdução</strong>: na recente era da informação, a dinâmica empresarial é impulsionada por avanços tecnológicos que redefinem modelos e desafiam convenções estabelecidas. <strong>Objetivo</strong>: analisar estratégias de empresas de tecnologia para impulsionar o crescimento do SaaS, propondo soluções inovadoras para otimizar a implementação no mercado empresarial. <strong>Metodologia</strong>: a abordagem metodológica baseou-se em revisão periódica mediante pesquisa descritiva, sob uma perspectiva qualitativa, conduzida por meio da consulta a periódicos científicos disponíveis na plataforma online da Scientific Electronic Library Online (SciELO). <strong>Resultados e Discussão</strong>: ressalta-se a importância crucial da segurança da informação e da conformidade regulatória no contexto da expansão do SaaS, traduzindo-se em uma abordagem integradora. <strong>Conclusão</strong>: o Software como Serviço (SaaS) não é apenas um traço provisório da evolução tecnológica, mas sim um fenômeno resiliente e adaptativo que perpetuará sua influência no pioneirismo do modelo digital.</p> 2024-01-12T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/903 Conhecimento dos profissionais de educação infantil sobre a obstrução de vias aéreas por corpo estranho (OVACE) em crianças: uma revisão integrativa 2024-01-16T15:28:42+01:00 Larissa Santos de Lima larissa.santos_lima@hotmail.com Matheus Barbosa Pinto Cardoso matheuscardoso1996@outlook.com Manuela Filter Allgayer manuelaallgayer@hotmail.com <p><strong>Introdução: </strong>No Brasil, em 2021 foram registrados 2.339 óbitos na faixa etária dos 0 aos 5 anos de idade por causas acidentais, dentre as causas a Obstrução de Vias Aéreas por Corpo Estranho (OVACE) se encontra em terceiro lugar no <em>ranking</em>. <strong>Objetivo: </strong>Identificar o conhecimento existente e a presença de treinamento sobre OVACE para professores da educação infantil. <strong>Método: </strong>Trata-se de uma revisão integrativa da literatura. A estratégica PICO foi utilizada para estabelecer a seguinte pergunta norteadora: “os profissionais da educação infantil recebem treinamento e apresentam conhecimento suficiente para agir em situações de OVACE?”. Integraram o estudo artigos publicados nos últimos 5 anos (2019 a 2022), nos idiomas Português e Inglês. As bases de dados utilizadas para a busca de artigos científicos foram: <em>Pubmed</em> e Biblioteca Virtual da Saúde (BVS). <strong>Resultados: </strong>Foram identificados 172 estudos e, após exclusão dos 11 duplicados, restaram 161 para análise: 133 na <em>National Library of Medicine</em> (<em>Pubmed</em>) e 28 na Biblioteca Virtual em Saúde (BVS). Após aplicação dos critérios de inclusão e exclusão, 5 artigos foram incluídos na amostra. Evidenciou-se o despreparo dos educadores em relação a medidas de identificação e intervenção em casos de OVACE, assim como, deficiências relacionadas ao treinamento.</p> 2024-01-16T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/908 Efeitos da distração cognitiva sobre os sintomas de ansiedade de pacientes em uma unidade de terapia intensiva 2024-01-19T22:11:52+01:00 Filipe Casati Viana filipe-viana@escs.edu.br Graziela Sousa Nogueira grazielanogueira.ndae@escs.edu.br <p>Uma internação em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) pode impactar a saúde mental dos pacientes, sendo alterações psicológicas comuns neste contexto, incluindo elevados índices de ansiedade, o que remete a relevância de estratégias de intervenção. O objetivo desse estudo foi avaliar os efeitos da distração cognitiva sobre a ansiedade de pacientes internados em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI). O delineamento da pesquisa foi quase-experimental, sendo um ensaio clínico não randomizado. Participaram 21 pacientes conscientes internados em uma UTI pública do Distrito Federal-DF. Os instrumentos utilizados na investigação incluíram: 1) entrevista inicial, abordando o diagnóstico atual, antecedentes clínicos pessoais e avaliação do estado mental do paciente; 2) questionário complementar pré-intervenção, por meio do qual foi realizada avaliação da ansiedade e; 3) questionário complementar pós-intervenção. Com relação aos resultados foi observado moderado nível de ansiedade dos pacientes antes da realização de qualquer intervenção (Md = 8, em uma escala de 0-10, onde 0 = sem ansiedade e 10 = intensa ansiedade). Após a aplicação da distração cognitiva, houve redução estatisticamente significativa importante dos escores de ansiedade (Md = 5), conforme o teste dos postos de sinais de Wilcoxon (z = -3,72, p&lt; 0,001), sugerindo a efetividade da proposta de intervenção empregada. Assim, destaca-se a importância de estratégias não farmacológicas, tais como a distração cognitiva, como um recurso a ser utilizado no contexto de UTIs para promoção da humanização e saúde mental dos pacientes.</p> 2024-01-19T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/917 Um olhar sobre os impactos emocionais nos pacientes acometidos por lesão medular traumática 2024-01-24T22:10:47+01:00 Ellen Lemes Amancio ellenlemes.psi@gmail.com Caetano Cavalcanti Bandeira de Melo Neto caetano2006@hotmail.com Lurdeci de Souza Silva lucorreio@gmail.com Aline Hisako Vicente Hidaka alinehidaka@gmail.com Pedro Henrique Mourão Silva pedropsicologo@gmail.com <p><strong>Introdução:</strong> A lesão medular traumática (LMT) é uma condição complexa que pode resultar em várias comorbidades e causar impactos emocionais significativos. Além dos desafios físicos, os indivíduos com LMT frequentemente enfrentam dificuldades psicológicas, requerendo um ajuste para lidar com as mudanças em suas vidas. O enfrentamento da situação é uma jornada única para cada pessoa, envolvendo diferentes formas de adaptação. <strong>Objetivo:</strong> Investigar os impactos emocionais vivenciados por indivíduos com LMT, observando as etapas experienciadas pelos indivíduos. <strong>Método:</strong> com o intuito de investigar essas implicações, foi utilizado uma abordagem qualitativa exploratória, por meio da análise de discurso de Bardin. A amostra consistiu em dez relatos de pessoas com LMT, abrangendo diferentes idades e gêneros. Este artigo científico teve como enfoque a análise de materiais publicados na plataforma de vídeos YouTube, que expressaram a percepção de indivíduos acometidos por LMT. <strong>Considerações finais: </strong>A análise da nossa amostra revelou que a maioria das LM foram causadas por acidentes automobilístico, queda, e ferimento por arma de fogo, resultando em tetraplegia ou paraplegia. Os relatos também evidenciaram que os indivíduos enfrentaram uma variedade de emoções, incluindo tristeza, medo, ansiedade e desespero diante da incerteza sobre a sua condição.</p> 2024-01-24T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/922 Fatores associados ao abandono do tratamento da tuberculose: uma revisão integrativa 2024-01-30T03:47:27+01:00 Isabelle de Paula Correia Lemos de Messias isabellepclm@gmail.com Rozangela Maria de Almeida Fernandes Wyszomirska rozangela.wyszomirska@famed.ufal.br <p><strong>Objetivo: </strong>Descrever os principais fatores associados ao abandono do tratamento da tuberculose<em>. </em><strong>Método: </strong>Trata-se de uma revisão integrativa da literatura. Foram realizadas buscas nas bases eletrônicas de dados<em>: </em>PubMed, Scopus e <em>Web of Science</em>. Após a elegelibilidade dos artigos científicos, foi realizada a identificação das bases de dados: remoção de duplicatas; leitura dos títulos; leitura dos resumos e excluídos aqueles que não atenderam aos critérios de inclusão após a leitura na íntegra. Em seguida, os artigos selecionados foi realizada a leitura na íntegra e extraído os principais pontos de análise do artigo, entre eles o planilhamento do título, objetivo, principais resultados e conclusão. <strong>Resultados:</strong> Os motivos da interrupção do tratamento da Tuberculose (TB) podem ser atribuídos principalmente a diversos fatores, como aspectos sociais, biológicos, econômicos, culturais e psicossociais. Tem sido consistentemente observado em numerosos estudos que o abandono do tratamento constitui um fator de risco significativo, particularmente quando combinado com uma história de tratamento prévio da TB. <strong>Considerações finais:</strong> Desta forma, ao implementar intervenções inovadoras, o objetivo é reforçar a adesão dos pacientes ao tratamento da TB. A compreensão desses fatores é essencial para que profissionais e gestores de saúde desenvolvam estratégias eficazes que possam diminuir as taxas de abandono, levando, em última análise, à redução da incidência de doenças, das taxas de mortalidade e da resistência aos medicamentos.</p> 2024-01-29T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/925 Educação para a vida: promoção da paz no ambiente escolar 2024-02-01T01:29:40+01:00 Diana Nunes de Oliveira diana.biologia20@gmail.com Anna Carla de Castro Paixão annacarlabio@gmail.com Wellison Rafael de Oliveira Brito brito.wro@gmail.com <p>A escola é um local de ensino formal, que possibilita o desenvolvimento motor, cognitivo, social e emocional dos estudantes, da educação infantil à educação de jovens e adultos, e como tal, deve ser um ambiente acolhedor e que permita relações de bons tratos, cordialidade, gentileza, respeito e empatia pela diversidade social e cultural que nela estão presentes. A escola deve, dentre outras coisas, influenciar positivamente na formação de cidadãos críticos, conscientes e responsáveis por suas ações. Entretanto, infelizmente, nos últimos meses aqui no Brasil, a mídia noticiou vários ataques a escolas, que entristeceram a população brasileira. Diante do exposto, precisamos incentivar a cultura da paz nas escolas, de modo a assegurar aos estudantes, professores e a todos os funcionários da comunidade escolar, um ambiente acolhedor e seguro. Por esta razão, o presente trabalho teve como objetivo promover a reflexão sobre a manutenção da paz e o bem-estar no ambiente escolar. O estudo foi desenvolvido em uma Escola Estadual de Manaus, com estudantes do segundo ano do ensino médio. Para o desenvolvimento das atividades, foram realizadas aulas expositivas dialogadas e rodas de conversas, onde os estudantes foram estimulados a pensar, refletir e discutir sobre os acontecimentos de insegurança que assolaram as escolas brasileiras, bem como sobre o tipo de ambiente escolar que cada um deseja. Além disso, os estudantes foram organizados em equipe e orientados a elaborar cartazes sobre a temática em questão, de forma que pudessem expressar suas ideias e desejos de paz e segurança no ambiente escolar. Os cartazes produzidos foram utilizados para produzir um mural, que foi exposto para a comunidade escolar, com o intuito de sensibilizar os demais estudantes, bem como todas as pessoas que fazem parte da comunidade escolar a refletir sobre suas ações na promoção da paz no ambiente escolar.</p> 2024-02-01T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/928 Manejo do Tratamento Medicamentoso por Pacientes Diabéticos 2024-02-01T23:34:13+01:00 Rafaela Barbosa Rafacho Moura rafaela.rafachoal@escs.edu.br Francilisi Brito Guimarães Valente francilisi.valente@escs.edu.br Simone Souza Nascimento simone.nascimento@escs.edu.br <p>Objetivo: Descrever o manejo do tratamento medicamentoso por pacientes diabéticos. Método: Trata-se de um estudo descritivo, com abordagem quantitativa e delineamento transversal. A amostra do estudo foi composta por usuários acompanhados em uma Unidade Básica de Saúde do Distrito Federal, portadores de DM tipo I ou II, em uso de hipoglicemiantes orais e/ou insulinas. A seleção se deu por amostragem aleatória, convencional e simples. O instrumento de coleta de dados utilizado elencava variáveis sociodemográficas, recomendações clínicas e protocolos de segurança do paciente e do manejo do paciente com DM. Os dados encontrados foram analisados por meio de estatística descritiva. Resultados: A amostra foi composta por 41 participantes, com predominância do sexo feminino e baixa escolaridade, com média de 66,8 anos de idade. Quanto ao perfil clínico, todos os usuários eram portadores de DM tipo II, observando-se predominância de multimorbidade, alto risco cardiovascular alcance das metas de controle glicêmico. Observou-se que 68,5% estavam em polifarmácia, sendo 31,5% em uso de sulfonilureias e 36,6% de insulinas. As maiores barreiras para adesão medicamentosa foram o esquecimento e a dificuldade em cumprir horários, com 61% e 53,7%, respectivamente. Quanto a insulinoterapia, as principais inconsistências encontradas foram: 86,7% a respeito do desconhecimento sobre validade da insulina após a abertura do frasco; 93,3% da ausência de registro da data de abertura do frasco; 73,3% de transporte inadequado da insulina; 93,3% do descarte inadequado de agulhas/seringa; 80% do rodízio inadequado de locais de aplicação; e 85,7% não retiram o ar da caneta a cada aplicação. Conclusão: Os pacientes diabéticos deste estudo têm encontrado diversas dificuldades para manejar o tratamento medicamentoso, o que pode potencializar o erro humano. Dessa forma, ratifica-se a necessidade de estratégias para identificação e manejo dessas dificuldades e acompanhamento equânime, de forma a favorecer a autonomia, a adesão terapêutica e a segurança do paciente.</p> 2024-02-01T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/935 Instrumentos de ensino de botânica para o ensino médio: o jardim escolar como sala de aula 2024-02-09T15:31:35+01:00 Wellison Rafael de Oliveira Brito brito.wro@gmail.com Anna Carla de Castro Paixão annacarlabio@gmail.com Diana Nunes de Oliveira diana.biologia20@gmail.com Joicy Falcão de Sousa joicy.sousa@semed.manaus.am.gov.br <p>O artigo apresenta uma sequência didática realizada com estudantes do ensino médio em uma instituição privada situada em Manaus, Amazonas.&nbsp; O objetivo foi realizar o levantamento florístico das espécies existentes no jardim escolar, gerando subsídios para o ensino de botânica, em especial os conteúdos de classificação biológica, taxonomia e sistemática. Para isso, foi estruturada uma sequência didática dividida em 5 etapas em aulas de 50 a 100 minutos, tais como conceitos de diversidade biológica, oficina de nomenclatura científica, visitas ao jardim da escola, levantamento e identificação das espécies e análise dos dados. A elaboração da sequência didática possibilitou que os estudantes compreendessem as distinções entre as nomenclaturas popular e científica, por meio de métodos ativos para identificar as espécies presentes no jardim escolar. A análise do conhecimento prévio dos alunos revelou uma deficiência na compreensão dos conceitos de botânica e nomenclatura científica. Isso indica a necessidade de uma metodologia de ensino mais integrada e relevante para a realidade dos estudantes, promovendo uma conexão entre os conceitos biológicos e o meio ambiente. Tal abordagem tende a ser mais efetiva e motivadora, melhorando a compreensão dos alunos sobre as características dos diferentes grupos de organismos de forma integrada e lógica, evitando a memorização desconectada de conceitos e características.</p> 2024-02-09T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/936 Contribuições da auditoria em enfermagem para uma gestão de alta performance no âmbito Hospitalar 2024-02-09T15:59:30+01:00 Joyce Pereira Santos enfermeirajoycepereirasantos@gmail.com Nisiane dos Santos nisanesantos@gmail.com Talita Raquel da Costa Araújo talita.raquel.araujo@outlook.com Camilla Barros Faustino Viana camillafaustino1@hotmail.com Patrícia Passos Prazeres patriciapasso1@hotmail.com <p>A auditoria em enfermagem dentro do meio hospitalar está cada vez mais&nbsp; frequente e têm sido utilizada para verificar a efetividade dos protocolos assistenciais, dos custos, além de evitar ou reduzir as inconformidades por meio da avaliação dos registros em prontuários, que se configura como um&nbsp; importante documente para avaliação da assistência. Baseado em pesquisas existentes, o presente estudo teve como objetivo responder a seguinte questão norteadora: quais as contribuições da auditoria em enfermagem para uma gestão de alta performance no âmbito hospitalar? Este estudo trata – se de uma integrativa de literatura, no qual permite sintetizar e discutir achados sobre determinado tema estudado. Como resultados, pode – e observar que a auditoria em enfermagem contribui para Identificação de falhas na educação permanente, Identificação de falhas na assistência, Possibilidade de levantamento de gastos hospitalares, Identificação de melhorias na experiência do paciente, Identificação de falhas existentes no prontuário eletrônico e Identificação de falhas existentes em protocolos. As diferentes abordagens de auditoria, baseada em registros e documentos referentes à comprovação do cuidado para fins de faturamento, fornecem subsídios à gestão para processos decisórios e de capacitação da equipe.</p> 2024-02-09T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/954 Os reflexos da parentalidade socioafetiva com implicação aos avós: a ausência do reconhecimento da socioafetividade avoenga 2024-02-29T20:05:38+01:00 Grasielle Sampaio Oliveira grasiellesampaio@unitins.br Nathalia Canhedo nathalia.c@unitins.br Gisele Polidoro da Silva giselepolidoro@gmail.com <p>As relações humanas, sejam elas quais forem, partem de um vínculo em comum: o afeto. Esse vínculo, por muitas vezes, gera uma nova entidade familiar, podendo ser ela biológica ou afetiva. Pelo fato de ser uma ciência social que é dinâmica, o Direito atual viu a necessidade de reconhecer novas configurações familiares que já existiam de fato mas ainda não haviam sido objeto de estudo do Direito. Dentre esses novos modelos, destaca-se as relações familiares originadas apenas por vínculos afetivos sendo que estes são reconhecidos pela própria sociedade em que convive como membros de uma mesma família, popularmente conhecidos como “filhos de criação” e, juridicamente, como socioafetividade. Ao colocar a conexão socioafetiva no mesmo nível de importância dos laços sanguíneos através da jurisprudência, de forma que um não sobressaia sobre o outro, inúmeras famílias que viviam sob esse molde passaram a ter visibilidade perante o Direito. Com isso, surgiu uma indagação: se, mesmo com o vácuo normativo, haveria a possibilidade do reconhecimento socioafetivo avoengo? Para responder ao questionamento, foi utilizada a metodologia de pesquisa dedutiva, através de bibliografias, documentos e análise dos Códigos Civis de 1916 e 2002. Chegou-se a conclusão que não há impedimentos expressos para a socioafetividade, pelo contrário, há suporte principiológico que baseia a possibilidade de tal reconhecimento.</p> 2024-02-29T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/956 Estupro virtual e os meios de produção de provas no direito brasileiro 2024-02-29T20:35:46+01:00 Renata Kelly Tavares Pereira renatatavares@unitins.br Jéssica Painkow Rosa Cavalcante jessica.pr@unitins.br <p>Com o avanço da internet, o estupro virtual tornou-se uma questão expressiva, demandando regulamentações para punir e reduzir a disseminação desse crime. O propósito primordial deste estudo consiste em uma análise crítica do estupro virtual dentro do cenário jurídico brasileiro. Isso envolve a investigação dos desafios enfrentados na obtenção de provas digitais. Os objetivos específicos incluem examinar a evolução do estupro virtual, suas características e impactos jurídicos, analisar a legislação brasileira pertinente e sua interpretação pelos tribunais, além de explorar os métodos de coleta de evidências digitais e sua aplicabilidade nos processos judiciais envolvendo estupro virtual. A pesquisa busca entender como o estupro virtual afeta as vítimas, causando danos psicológicos, e quais são os desafios específicos na produção de provas para validar esses crimes no sistema jurídico, assim problematiza-se como o estupro virtual afeta a vida das vítimas e causa danos psicológicos, e quais são os desafios específicos na produção de provas para a validação desses crimes no sistema jurídico? A Metodologia da pesquisa será conduzida de forma bibliográfica, exploratória e descritiva, utilizando análise crítica de jurisprudência, legislação e estudos acadêmicos sobre o tema. O artigo oferece uma análise detalhada dos desafios enfrentados na produção de provas digitais em casos de estupro virtual, destacando a necessidade de adaptação do sistema jurídico para lidar com esses crimes de forma eficaz.</p> 2024-02-29T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/957 Relação entre forças de caráter e bem-estar: revisão sistemática da literatura 2024-02-29T20:52:32+01:00 Raquel Lima Alves Babolin raqueldoutorado981@gmail.com Cláudia Cristina Fukuda claudiafukuda@hotmail.com <p>As forças de caráter são características humanas positivas, vistas como um determinante interior para uma vida de satisfação, felicidade e bem-estar. Tendo em vista a relevância e amplitude do tema, esta revisão sistemática teve como objetivo apresentar um levantamento de pesquisas empíricas nacionais e internacionais dos últimos 10 anos (2013 a 2023), que abordaram a relação entre forças de caráter e bem-estar, investigando qual tipo de bem-estar foi mais citado, quais os instrumentos utilizados, quem são os participantes e quais forças de caráter mais se correlacionam com o bem-estar em cada estudo. A pesquisa foi feita no Portal de Periódicos da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), utilizando-se os descritores “forças de caráter” e “bem-estar” no título em português e em inglês. A amostra final foi composta de 9 estudos empíricos, sendo 2 brasileiros e 7 internacionais. A partir da revisão da literatura identificamos que as forças de caráter de um modo geral contribuem para o bem-estar dos seres humanos, que há mais pesquisas sobre o bem-estar subjetivo e com delineamento quantitativo. De acordo com os estudos analisados, as 5 forças que mais se relacionam positivamente com o bem-estar são: gratidão, esperança, bondade, espiritualidade e entusiasmo. Identificamos semelhanças e diferenças nos instrumentos de medição de forças de caráter e bem-estar e concluímos que pesquisas abordando a relação entre esses dois construtos ainda são escassas.</p> 2024-02-29T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/961 Federalismo centrífugo e o modelo cooperativo no Brasil 2024-03-07T13:13:21+01:00 Sued Marai Rodrigues Rego de Assis suemarainegocios@gmail.com André Felipe Rosa andrecpol@gmail.com <p>O presente estudo analisou o federalismo brasileiro, sob a ótica fiscal e tributária, focando na redução do ICMS proposta em 2022, definindo o federalismo e seus mecanismos como primeiro eixo, e analisando os efeitos da redução do ICMS dos combustíveis nas esferas estaduais e municipais, tendo como procedimento a revisão bibliográfica e o estudo documental. Sendo utilizado como principal referencial: “Descentralização fiscal, políticas sociais, e transferência de renda no Brasil” (CEPAL); Formação econômica do Brasil (FURTADO); Introdução ao Federalismo e ao Federalismo Fiscal no Brasil (GADELEHA). Realizando uma análise em relação à volta ao debate da reforma tributária. Como esperado, a crise econômica interna, juntamente com o cenário mundial de guerra e da pandemia do Covid-19, trouxe um evento dramático no aumento dos preços, a após regulação do ICMS dos estados, impossibilitou a arrecadação de até R$ 1,7 bilhões de impostos, devido a diferença de porcentagens de recebimento entre os entes federativos, tendo efeitos negativos a curto e longo prazo, mostrando a fragilidade dos entes federativos. Deste modo, conclui-se que a mudança proposta impactou de forma moderada a discursão na logística atual ocasionada pelo ICMS, acalorando o tema da reforma tributária e elucidando um pouco do funcionamento do IVA e IBS.</p> 2024-03-07T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/965 Valorizando o invisível: reconhecimento do trabalho doméstico não remunerado feminino na decisão da 12ª câmara cível do tribunal de justiça do Paraná 2024-03-08T14:13:10+01:00 Vanessa Ferreira do Carmo vanessacarmo@unitins.br Nathalia Canhedo nathalia.c@unitins.br <p class="Corporeal"><span class="Nenhum"><span lang="PT">O artigo aborda o reconhecimento do trabalho doméstico não remunerado feminino, destacando a relevância da decisão da 12ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR) no contexto da Economia do Cuidado. O artigo começa explorando o impacto revolucionário da Economia do Cuidado no tecido social, evidenciando como ela transcende as métricas tradicionais e destaca a importância do trabalho de cuidado, muitas vezes realizado por mulheres. Em seguida, o texto analisa o papel das mães na Economia do Cuidado, ressaltando o trabalho invisível que sustenta os lares. O enfoque recai sobre a valorização dessas atividades, que, embora muitas vezes não remuneradas, desempenham um papel fundamental na estabilidade social. O artigo culmina com uma exploração mais aprofundada da decisão inovadora da 12ª Câmara Cível do TJPR. Essa decisão é apresentada como uma quebra de paradigmas, especialmente no que diz respeito à fixação da pensão alimentícia, com destaque para a promoção do reconhecimento do cuidado feminino, sinalizando uma mudança significativa na valorização do trabalho doméstico não remunerado na esfera jurídica.</span></span></p> 2024-03-08T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/968 Segurança dos profissionais da saúde em unidades de terapia intensiva na visão da equipe multiprofissional 2024-03-12T15:21:12+01:00 Crisleny Furtado Silva crislenyf@gmail.com Dilciane Mayelle Verde de Sousa mayelledilciane9@gmail.com Joyce Pereira Santos enfermeirajoycepereirasantos@gmail.com Kássia Cristhine Nogueira Gusmão ksiagusmão@hotmail.com <p>O trabalho é uma atividade social que desempenha um papel primordial nas condições de vida do ser humano e tem relação direta com a satisfação das necessidades básicas da vida. A presente pesquisa teve como objetivo avaliar a segurança em uma unidade de terapia intensiva a partir da visão dos profissionais de saúde. Para atender o propósito desta pesquisa, fez-se uso da metodologia de um estudo descritivo, de cunho exploratório com abordagem quantitativa por meio de questionário. Os resultados evidenciaram que a maioria dos profissionais do hospital pesquisado adotam medidas seguras no desempenho de suas funções, considerando o ambiente de trabalho seguro e que não sofreram nenhum tipo de acidente, destacando dados positivos em relação a sua segurança, apesar de uma minoria indicar o contrário. Conclui-se que medidas mais efetivas para a garantia da segurança destes profissionais são necessárias. Além de incentivar mudanças no comportamento através de educação continuada.</p> 2024-03-12T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1040 A tomada de decisão e os indicadores de desempenho de recursos humanos: um estudo bibliométrico sobre as produções científicas 2024-04-29T14:35:12+02:00 Paulo Cesar Rodrigues Borges pcrborges.eng@gmail.com Bruno de Alcântara Ramos brunoramos.bra@gmail.com <p>A pesquisa em questão foi motivada pelo interesse na investigação sobre o que há publicado nas bases científicas <em>EBSCOhost, Scielo e Web of Science,</em> por um recorte temporal de cinco anos, de 2015 à 2020, englobando os temas: tomada de decisão e indicadores de desempenho de recursos humanos. Tem-se por objetivo identificar as principais características, o volume de publicações e, principalmente, a relação entre esses temas. Ao utilizar a metodologia bibliométrica baseada no modelo de Pritchard (1969), com adaptações do método de PRISMA proposto por Moher et al. (2015), foi possível observar a ausência de publicações que compreendessem a ambos os temas de modo correlacionado no período analisado. Embora tenham sido identificadas contribuições significativas e estudos relevantes em cada um desses temas, isoladamente, observa-se que a interligação entre eles ainda não foi explorada como um campo de estudo consolidado. Diante da proposta do estudo, sugere-se uma agenda futura de pesquisa que aprofunde a compreensão dos motivadores por trás dos estudos publicados, quando apresentem um volume maior de ocorrências <sub>­</sub>em determinados períodos, bem como a ampliação do período cronológico analisado.</p> 2024-04-29T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/971 Lippia gracilis Schauer (Verbenaceae): principais constituintes químicos e atividades farmacológicas 2024-03-13T15:43:57+01:00 Isabelle Bruna Menezes Ferreira Alencar isabellebrunaalencar@gmail.com Willams Alves da Silva willams_alves@hotmail.com Katarina Maria dos Reis Araújo katarinamariareis@gmail.com Laisa Graziely Araújo Magalhães laisagaraujo@gmail.com Girleny Costa Freire girleny.freire@gmail.com João Guilherme Pereira Silva joaoguips2004@gmail.com Raquel Bastos Vasconcelos raquelbastosvasconcelos@hotmail.com Maria Erivanda Castelo Meireles erivandameireles@hotmail.com Igor Lima Soares igorlima.ti@gmail.com Mary Anne Medeiros Bandeira mambandeira@yahoo.com.br <p><strong>Objetivo: </strong>Investigar a literatura acerca de seus principais constituintes e atuais evidências do potencial farmacológico da <em>Lippia gracilis</em> Schauer<em>. </em><strong>Método: </strong>Trata-se de uma revisão integrativa da literatura. Foram realizadas buscas nas bases eletrônicas de dados<em>: </em>SciElo, <em>SciVerse Scopus</em>, EMBASE, <em>Web of Science</em>, DOAJ, DataCite Commons, PubMed e LILACS. Como critérios de inclusão, considerou-se os artigos dentro do período de 15 anos (2008 a novembro de 2023) com visualização completa disponível, enquanto que, para exclusão, utilizou-se os critérios: artigos repetidos na busca, revisões e trabalhos tangenciais à pergunta norteadora ou com resultados inconsistentes. <strong>Resultados:</strong> As principais atividades farmacológicas são: cicatrizante, antioxidante, antimicrobiana, antiparasitária, anti-inflamatória, antinociceptiva e citotóxica. As folhas desta planta são normalmente preparadas por infusão ou decocção e consumidas na forma de chás. Além disso, também podem ser embebidos em álcool para uso tópico. <strong>Considerações finais:</strong> Desta forma, para melhor compreender os atributos farmacológicos desta planta, extensas pesquisas foram realizadas. O foco principal destes estudos tem sido examinar os efeitos terapêuticos do óleo essencial da planta, particularmente quando extraído das suas folhas.</p> 2024-03-13T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/976 Desafios na Saúde Pública de Paraíso do Tocantins: Repensando o Papel das Ações Judiciais após a Pandemia 2024-03-18T14:57:43+01:00 Artênio Duarte Neves artenioneves@unitins.br Nathalia Canhedo nathalia.c@unitins.br <p class="Corporeal"><span class="Nenhum"><span lang="PT">O artigo aborda a questão da judicialização da saúde no município de Paraíso do Tocantins, analisando suas causas, impactos e possíveis soluções. Inicia-se com um referencial teórico que contextualiza a saúde como um direito universal e discute o conceito de saúde ampliado, abrangendo diversos aspectos sociais. Destaca-se a importância do Sistema Único de Saúde (SUS) e sua relação com a qualidade de vida da população. Em seguida, o texto examina casos de judicialização da saúde em Paraíso do Tocantins, como a demanda por medicamentos e tratamentos específicos. Citam-se processos judiciais e argumenta-se sobre a solidariedade dos entes federativos na garantia do direito à saúde. A justificativa para a judicialização é atribuída à busca dos cidadãos por acesso integral e eficaz aos tratamentos, especialmente aqueles não disponibilizados pelo SUS. A pesquisa identifica um aumento significativo nos gastos do Ministério da Saúde com judicialização, evidenciando a disparidade e desigualdade no acesso à saúde. Após a análise do histórico e dos problemas, são apresentadas hipóteses sobre as causas da judicialização, como a escassez de recursos financeiros e a falta de políticas públicas específicas. Destaca-se a necessidade de diálogo entre o poder judiciário e o sistema de saúde para melhorar as ações e a efetividade da assistência em saúde. Os objetivos do estudo incluem analisar a relação entre a judicialização da saúde e a garantia do direito à saúde, identificar desigualdades no acesso à saúde, investigar a recorrência da população à judicialização e promover o diálogo entre o judiciário e o sistema de saúde. Por fim, a metodologia proposta envolve a revisão bibliográfica e a análise dos casos de judicialização, visando compreender melhor o fenômeno e sugerir políticas públicas mais eficientes para o município de Paraíso do Tocantins.</span></span></p> 2024-03-18T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/978 Investigação Literária: aprendizagem, subjetividade e criatividade na criança autista e influências dos ambientes externos 2024-03-19T16:43:11+01:00 Gláucio Diré Feliciano glauciodire@hotmail.com Jaqueline Andrea Wojahn jaque21w@gmail.com <p>&nbsp;</p> <p>O processo autoral refere-se à capacidade de uma pessoa expressar sua própria voz e perspectiva única por meio de diferentes formas de comunicação, como a escrita, a arte e o jogo simbólico. Em crianças autistas, o processo autoral pode ser influenciado por uma série de fatores, incluindo habilidades de linguagem, interesses específicos e sensibilidades sensoriais. Explorar e apoiar o processo autoral em crianças autistas é crucial para promover a autoexpressão, a autonomia e a identidade pessoal. Além dos aspectos individuais, os ambientes externos desempenham um papel significativo no desenvolvimento e bem-estar das crianças autistas. Isso inclui tanto o ambiente físico, como a sala de aula e a casa, quanto o ambiente social, como as interações com colegas, familiares e profissionais de saúde. A literatura revisada destaca a importância de ambientes inclusivos e sensíveis às necessidades das crianças autistas, que promovam a aprendizagem, a criatividade e o desenvolvimento positivo da identidade. Em suma, a interação entre aprendizagem, subjetividade e criatividade em crianças autistas é um campo complexo e multifacetado, que merece uma atenção significativa por parte dos pesquisadores, educadores e profissionais de saúde. Ao compreendermos melhor esses processos e influências, podemos desenvolver abordagens mais eficazes e inclusivas para apoiar o desenvolvimento e bem-estar das crianças autistas, capacitando-as a alcançar seu pleno potencial e contribuir de forma significativa para a sociedade.</p> 2024-03-19T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/979 Além dos livros: explorando a Classificação Biológica (Taxonomia) por meio do uso do Smartphone na Biologia 2024-03-21T14:29:04+01:00 Tiago Maretti Gonçalves tiagobio1@hotmail.com <p>Este estudo propõe uma intervenção educacional voltada para o ensino da Classificação Biológica (Taxonomia) de plantas, visando facilitar e promover a aprendizagem de alunos do Ensino Médio na disciplina de Biologia. A abordagem adotada emprega o uso de smartphones, fazendo uso de um aplicativo específico denominado <em>"PictureThis"</em>, disponível gratuitamente na internet. Esta atividade se desenvolve com os alunos utilizando o aplicativo para capturar imagens de plantas no ambiente escolar ou na comunidade circundante. O aplicativo oferece informações detalhadas sobre as espécies, incluindo nome científico, nome comum, classificação taxonômica, dados de cultivo, características particulares e potenciais riscos, como toxicidade. Posteriormente, os dados coletados são discutidos em sala de aula, permitindo que o professor promova a conexão entre a teoria da Classificação Biológica e a prática observada durante a atividade de campo. Esta abordagem visa enriquecer o processo de ensino-aprendizagem, tornando-o mais eficaz e envolvente para os alunos. Os resultados sugerem que o uso de smartphones como uma ferramenta auxiliar pode contribuir significativamente para o aprimoramento do ensino de Biologia, especialmente no contexto da Classificação Biológica de plantas.</p> 2024-03-21T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/988 Os ataques cibernéticos e suas implicações penais 2024-03-27T22:37:12+01:00 Marlon Glauber Marinho marlon.marinho@ifms.edu.br Danilo Ribeiro de Sá Teles danilo.teles@ifms.edu.br <p>Este artigo visa contribuir para a compreensão dos crimes cibernéticos. Para alcançar tal objetivo, buscou-se elaborar uma linha do tempo com as principais legislações que abordam o conteúdo no ordenamento jurídico pátrio. Discutiu-se alguns dos principais ataques hackers elencados pelo site da Microsoft™, entre eles o do tipo Malware, o DDoS, o phishing, o tipo SQL injection, o botnets e o ataque ransomware. Em seguida, foram apresentados os crimes virtuais próprios, conforme descritos na legislação brasileira, tais como invasão de dispositivo informático, interrupção ou perturbação de serviço informático/telemático, estelionato digital, furto mediante fraude eletrônica, inserção de dados falsos em sistema de informações, modificação ou alteração não autorizada de sistema de informações, e clonagem/falsificação de cartão de crédito e débito. Adicionalmente, foram abordados alguns crimes impróprios. Seguindo entendimentos jurisprudenciais recentes, discutiu-se o crime de estupro por meio virtual de vulnerável, além de analisar a prática do ciberbullying e os delitos decorrentes de sua prática. Considerando que o uso cotidiano das tecnologias requer prudência diante dos potenciais riscos e vulnerabilidades, acredita-se que este artigo possa servir como um instrumento norteador para um aprofundamento na temática proposta, ressaltando a importância de compreender os ataques cibernéticos e suas implicações legais, bem como destacando a relevância da conscientização e adoção de medidas de segurança cibernética para mitigar os riscos associados ao uso das tecnologias.</p> 2024-03-27T00:00:00+01:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/996 Responsabilidade civil em caso de erro médico na cirurgia plástica: uma análise à luz do código de defesa do consumidor e da jurisprudência do tribunal de justiça do Tocantins 2024-04-03T15:57:42+02:00 Karla Sousa Silva Acácio karlasilva@unitins.br Nathalia Canhedo nathalia.c@unitins.br <p>A responsabilidade civil é uma área jurídica que tem ganhado repercussão nos últimos anos em decorrência dos danos que dela advém pelas inúmeras relações civis estabelecidas na sociedade. Dentre as possíveis consequências dela encontra-se aquela decorrente da realização de cirurgia plástica em casos de danos a sujeitar os agentes às devidas reparações. O panorama descrito acarretou o questionamento que norteia este estudo, qual seja: a responsabilização civil do médico em casos de erro na realização de cirurgias plásticas. O presente trabalho, portanto, tem como objetivo investigar responsabilidade civil em caso de erro médico na cirurgia plástica sob a perspectiva do Direito Civil e do Código de Defesa do Consumidor. Adotou-se como objetivo geral deste trabalho verificar as possibilidades de responsabilização civil do médico por danos estéticos advindos da cirurgia plástica. Já como objetivos específicos tem-se: o de conceituar a relação médico e paciente para a realização da cirurgia plástica; discorrer sobre a responsabilidade civil de uma maneira geral, bem como esclarecer as conceituações da responsabilidade civil por erro médico. Para que a finalidade fosse atingida, realizou-se uma pesquisa bibliográfica com ênfase na doutrina especializada, artigos acadêmicos, legislações e jurisprudências sobre o tema, com o intuito de averiguar os diversos posicionamentos a respeito. Além disso, a pesquisa tem cunho qualitativo, exploratório e descritivo.</p> 2024-04-03T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1001 Intervenção de enfermagem aos familiares dos usuários do serviço atendidos no CAPS: relato de experiência 2024-04-08T15:14:03+02:00 Tatiane Lima Rodrigues limarodriguestatiane8@gmail.com Luís Filipe Dias Bezerra luisfilipe.db@gmail.com <p>Os Centros de Atenção Psicossocial são espaços para o acolhimento de usuários do serviço com transtornos mentais, em tratamento não hospitalar. Sua função é prestar assistência psicológica e médica, visando a reintegração dos doentes à sociedade. Contam com uma equipe multidisciplinar, que devem prestar cuidados aos usuários através de atendimento individual ou em grupos, oficinas terapêuticas, visitas domiciliares, atendimento da família e atividades comunitárias, entre outros serviços. Considerando esse introito, a pesquisa tem como objetivo geral relatar experiência acerca da atuação do enfermeiro na intervenção de enfermagem aos familiares dos usuários do serviço do Centro de Atenção psicossocial no município de Pão de Açúcar-AL, Brasil. A questão norteadora é: qual a percepção acerca da atuação da acadêmica na intervenção de enfermagem aos familiares dos usuários do serviço do CAPS do município de Pão de Açúcar-AL, Brasil? Do ponto de vista metodológico, trata-se de um relato de experiência acadêmica com características qualitativas, de natureza descritiva, com recorte temporal, realizado no CAPS de Pão de Açúcar-AL. Por fim, através do estágio, foi possível perceber que o cuidado aos familiares dos usuários do serviço do CAPS deverá ser feito a partir de uma perspectiva individualizada e humanizada, incentivando o cuidado, informação e participação dos familiares nas reuniões.</p> 2024-04-08T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1010 O Extrato Aquoso de flores de Bela Emília (Plumbago auriculata) como indicador natural de pH no Ensino Investigativo de Química 2024-04-15T15:42:32+02:00 Tiago Maretti Gonçalves tiagobio1@hotmail.com Klenicy Kazumy de Lima Yamaguchi klenicy@gmail.com <p>Este trabalho tem como objetivo contribuir para o ensino e aprendizagem em Química Inorgânica através de uma prática investigativa utilizando o indicador natural de pH obtido das flores de Bela Emília (<em>Plumbago auriculata</em>). O extrato aquoso foi testado em uma faixa de pH previamente conhecida, abrangendo pH ácido, neutro e alcalino. A atividade foi estruturada como uma Sequência Didática, dividida em 4 momentos: 1) apresentação do tema e discussão prévia sobre ácidos e bases; 2) reprodução e discussão de um vídeo do Youtube sobre o uso de ácidos e bases no cotidiano; 3) parte experimental investigativa; 4) discussão e avaliação do experimento mediada pelo professor, seguida pela elaboração de um relatório final. Com essa abordagem da Sequência Didática mencionada, espera-se tornar o ensino de Química mais atrativo, facilitando o processo orientador do ensino e da aprendizagem, e permitindo o desenvolvimento da experimentação científica com o uso de materiais caseiros, simples e de baixo custo. Por meio dessa proposta educacional, o engajamento dos alunos e a orientação do professor podem resultar em uma aprendizagem mais efetiva em Química Inorgânica (Ácidos e Bases), tornando-a uma atividade descomplicada e prazerosa. Além disso, essa abordagem permite a realização de experimentos científicos no contexto escolar, aproximando cada vez mais a Química do dia a dia dos estudantes.</p> 2024-04-15T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1011 Identificação de Possíveis Relações entre o Uso de Agrotóxicos e os Problemas de Saúde Reportados por Munícipes de Santa Tereza do Oeste – PR 2024-04-15T22:24:05+02:00 Kelly Chapla kelly_chapla@yahoo.com Jefferson Gustavo Martins martinsjg@hotmail.com Ana Tereza Bittencourt Guimarães anatbguimaraes@gmail.com Peter Kille kille@cardiff.ac.uk Nuno Gonçalo de Carvalho Ferreira nuno.ferreira@ciimar.up.pt <p>Os agrotóxicos são empregados para controle de doenças e de pragas e têm gerado problemas ambientais e também relacionados à saúde pública. Ao contrário os problemas de saúde agudos, os problemas crônicos são decorrentes da exposição a agrotóxicos por longos períodos de tempo, possuem sintomas mais sutis e são mais difíceis de serem diagnosticados. A partir do exposto, o presente estudo emprega técnicas de mineração de dados, por meio da ferramenta computacional WEKA (<em>Waikato Environment for Knowledge Analysis</em>), na tentativa de identificar possíveis relações entre o uso de agrotóxicos e problemas de saúde reportados pelos munícipes de Santa Tereza do Oeste - PR, Brasil. A base de dados utilizada foi construída por meio da aplicação do questionário <em>Self-Reporting Questionnaire</em> <em>20</em> <em>Items</em> (SRQ-20), o qual é reconhecido pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para avaliação de desordens psiquiátricas. Em geral, os resultados gerais corroboram com aqueles produzidos por outros estudos relacionados ao tema, ao mesmo tempo em que os resultados individuais de cada técnica de mineração de dados empregadas convergem entre si. Dentre outros, identificou-se a relação do contato com agrotóxicos com problemas de fadiga, neurológicos e gastrointestinais. Além disso, com base na análise dos resultados obtidos, surgiu um questionamento quanto à forma como o SRQ-20 é utilizado avaliando apenas o fator quantitativo e não qualitativo das respostas fornecidas.</p> 2024-04-15T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1015 Curso superior de curta duração e mercado de trabalho: celeridade e profissionalismo 2024-04-18T20:22:22+02:00 Ingrid Miranda Rabêlo Brito ingridhrabelo@gmail.com <p>O curso superior de curta duração é uma modalidade de ensino que visa qualificar profissionais em áreas específicas do conhecimento, com menor tempo de formação e maior inserção no mercado de trabalho. No entanto, quais são as dificuldades, os desafios e as oportunidades que esses profissionais enfrentam na atualidade? Neste artigo, propomos analisar as necessidades do mercado de trabalho para o profissional que opta por um curso superior de curta duração, tendo como foco o secretariado executivo que atua no setor jurídico de forma remota. Para isso, utilizamos como método a pesquisa bibliográfica, revisando conceitos e estudos sobre curso tecnológico, qualificação, secretariado, tecnologia e mercado de trabalho. A hipótese levantada é que a tecnologia transformou a modalidade de ensino contribuindo para o desenvolvimento e a qualificação de profissionais com novas habilidades, acelerando o ingresso no mercado de trabalho. Os objetivos específicos são: listar as dificuldades que o profissional enfrenta ao ter a formação tecnológica; discutir as principais consequências e oportunidades que o profissional pode encontrar no mercado de trabalho; e investigar se a tecnologia é uma grande aliada para a qualificação e o profissionalismo. O artigo está dividido em três capítulos: o primeiro aborda a formação tecnológica e as dificuldades do profissional; o segundo discute os desafios do profissional no mercado de trabalho; e o terceiro analisa a relação entre tecnologia, qualificação e profissionalismo. A justificativa da pesquisa se baseia na importância do tema para os profissionais do secretariado executivo que atuam ou prestam serviços no setor jurídico de forma remota, para a ciência que busca compreender as transformações no mundo do trabalho e para a sociedade que se beneficia do atendimento qualificado do profissional da área para acesso à advocacia e ao judiciário.</p> 2024-04-18T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1034 Atuação da enfermagem no acompanhamento da criança do transtorno autista 2024-04-26T03:10:03+02:00 Ayrana Rocha Braz castrocaroliny7@gmail.com Anny Caroliny Castro Carvalho ayranarochabraz@gmail.com Jandson de Oliveira Soares jandson.oliveira@cesmac.edu.br Alessandra Nascimento Pontes profanpontes@gmail.com <p>Introdução: A motivação para a realização deste estudo, surgiu a partir da participação em um projeto sobre crianças com autismo. Um aumento nos casos de crianças diagnosticadas com transtorno do espectro do autismo (TEA) foi relatado em vários países. Este processo levanta muitas questões, desde os métodos de rastreio até à qualidade dos cuidados prestados pelos profissionais enfermeiros. Objetivo geral: o objetivo deste estudo é, descrever a atuação da enfermagem diante da criança com espectro autista. Método: Trata-se de uma revisão integrativa de abordagem qualitativa e de cunho descritivo. Para tanto, foram utilizadas as seguintes bases de dados: Latino-Americana e Caribenha Banco de Dados de Literatura em Ciências da Saúde (LILACS), National Library of Medicine (MEDLINE) e Scientific Electronic Library Online (SciELO). Foram selecionados artigos publicados no período de 5 anos. Resultados: Em uma amostra de 205 artigos encontrados. Após foram excluídos mais 76 artigos, pelo fato de não terem relação com o problema do trabalho, restando apenas 8 artigos. Discussão: Constatou-se que a enfermagem é um vetor importante para o progresso, no sentido da realização do direito à plena inclusão social da criança com TEA. Baseado nas evidências verificadas através das bibliografias consultadas nesse estudo, pode-se compreender que é necessário incluir as crianças com TEA nas políticas públicas de saúde, a partir das ações dos profissionais de enfermagem. Conclusão: Apesar dos avanços significativos na política de saúde voltada às pessoas com TEA, o Sistema Único de Saúde (SUS), ainda precisa superar muitos obstáculos, como as restrições orçamentárias, e com isso buscar investir mais nas políticas de saúde mental e priorizar os serviços comunitários em detrimento dos hospitais e postos de saúde psiquiátricos.</p> 2024-04-25T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1035 Desafios e perspectivas da Inteligência artificial na análise da concorrência do Poder Público 2024-04-26T03:33:20+02:00 Alessandro Aveni alessandro@unb.br Luísa Campos Faria luisacamposf@gmail.com <p>O presente artigo busca explicar a relação entre o Direito da Concorrência no Brasil respeito aos usos de IA. A partir do destaque da centralidade Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE) e na regulação e fiscalização do mercado, traça-se as possíveis aplicações da inteligência artificial (IA) para problemas de concorrência, ao passo que, também, pode ser utilizada para fortalecer a aplicação da lei antitruste e promover mercados mais justos e competitivos.</p> 2024-04-25T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1039 A influência dos indicadores de desempenho de recursos humanos na tomada de decisão: um estudo com gestores do Distrito Federal e entorno 2024-04-27T15:31:26+02:00 Paulo Cesar Rodrigues Borges pcrborges.eng@gmail.com Bruno de Alcântara Ramos brunoramos.bra@gmail.com <p>A tomada de decisão, presente no quotidiano das pessoas, permeia os mais dinâmicos e diversos cenários, dentre eles os organizacionais. Assim, tão importante quanto a tomada de decisão estão os indicadores de desempenho, também conhecidos por KPI’s (Key Performance Indicators), fornecendo informações e demonstrando a mensuração de resultados aos negócios. Ambos os temas são explorados no estudo em questão, com investigações bibliográficas e análises estatísticas de regressão, o que permite a possibilidade de explicar a influência dos indicadores sobre a tomada de decisão. O estudo contou com a realização de uma pesquisa survey, com a participação de 432 gestores da iniciativa privada do Distrito Federal e Entorno, que forneceram informações quanto ao perfil socioeconômico, as características principais dos perfis dos tomadores de decisão e a sua interação com o tema indicadores de desempenho de recursos humanos. Mediante testes estatísticos, verificou-se que não há um modelo explicativo para o que se investigou, evidenciando que não há influência significativa quanto à utilização dos indiciadores de desempenho de recursos humanos na tomada de decisão dos gestores de organizações privadas do Distrito Federal e do Entorno. O estudo amplia possibilidades de novas agendas de investigação que busquem relações com as variáveis utilizadas e sua replicabilidade em outros cenários, além de concitar que organizações trabalhem a respectiva temática.</p> 2024-04-27T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1042 Adaptações jurídicas em direito de família: as novas configurações familiares 2024-04-29T15:50:22+02:00 Lindsei Santos Souza lindseisantos@unitins.br Jéssica Painkow Rosa Cavalcante jessica.pr@unitins.br <p class="Corporeal"><span lang="PT">O Projeto de Lei (PL) nº 5.167/2009 propõe uma definição restritiva de família, limitando-a à união entre homem e mulher e excluindo outras formas familiares, como as uniões homoafetivas. Essa proposta entra em conflito com a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) nas Ações Diretas de Inconstitucionalidade (ADI) nº 4.277 e na Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) nº 132, que reconheceram as uniões estáveis homoafetivas como entidades familiares. O PL, ainda em tramitação, suscita debates sobre a constitucionalidade e os possíveis impactos nas configurações familiares contemporâneas. Enquanto seus defensores argumentam pela preservação dos valores tradicionais da família, seus críticos apontam para a inconstitucionalidade da proposta e sua contradição com os avanços na jurisprudência do STF. A análise crítica do projeto à luz das decisões do STF visa identificar possíveis conflitos normativos e implicações para os direitos das novas configurações familiares. A pesquisa combina análise bibliográfica e comparação entre o PL e as decisões do STF, visando oferecer uma visão abrangente dos desafios legais e sociais envolvidos na possível aprovação do projeto e destacar a importância de uma legislação inclusiva e atualizada para a proteção e reconhecimento das diversas formas de família na sociedade contemporânea.</span></p> 2024-04-29T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1043 Barreiras de acesso à saúde na atenção primária: entre o enfrentamento e a superação 2024-04-30T16:38:22+02:00 Lucas Henrique Lopes Silva lucashls27@gmail.com Keila Cristina Pereira do Nascimento Oliveira keila.oliveira@eenf.ufal.br Marcela das Neves Guimarães Porciúncula marcelaguimaraes.enf@gmail.com Danielly Santos dos Anjos Cardoso danielly.anjos@eenf.ufal.br Lais de Miranda Crispim Costa lais.costa@eenf.ufal.br Célia Alves Rozendo celia.rozendo@gmail.com Cinira Magali Fortuna fortuna@eerp.usp.br <p>Este artigo apresenta o acesso ao serviço de saúde e a relação entre o usuário e as enfermeiras da Estratégia Saúde da Família. Além disso, possibilita a reflexão de como as barreiras de acesso, geográficas, financeiras, informacionais e organizacionais podem dificultar ou obstruir a utilização dos serviços de saúde. Destarte, o objetivo foi analisar as barreiras de acesso à saúde presentes na Atenção Primária em Saúde (APS) e discutir o seu enfrentamento. Trata-se de um estudo qualitativo, exploratório e descritivo com o emprego de entrevista individual semiestruturada online realizada em 2021 e análise temática. Os resultados destacaram as barreiras financeiras, de informação e organizacionais. As visitas domiciliares, teleconsulta, reorganização do serviço de saúde e o aproveitamento da presença do usuário na unidade foram as formas de enfrentamento das barreiras de acesso encontradas. Conclui-se que o presente estudo representa uma possibilidade para enfrentamento das barreiras de acesso na APS, visando a organização do processo de trabalho das equipes e da gestão. Desse modo, a compreensão da realidade ampliada da comunidade que acessa (ou não) a APS é tão importante, quanto a singularidade de cada usuário que os impede de acessar o serviço de saúde.</p> 2024-04-30T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1046 Monitorização farmacoterapêutica do uso de nivolumabe em pacientes com câncer de pulmão 2024-04-30T20:15:46+02:00 Juan Gonzalo Bardález Rivera jgrivera@bol.com.br Gleicy Kelly China Quemel gkcquemel@gmail.com Herundina Keila Fróes Lima Bessa keilafroes@hotmail.com Lilian Furtado da Silva lilianf420@gmail.com Roberta Tamires da Costa Cardoso rtcardoso80@gmail.com <p>O câncer é uma patologia que pode se desenvolver no organismo através do crescimento anormal e desordenado das células. O câncer de pulmão está entre os mais temidos tipos de câncer, que afetam tanto os homens quanto as mulheres. A utilização do nivolumabe na terapia antineoplásica é de grande importância, pois este fármaco é eficaz contra diversas neoplasias, incluindo neoplasias renais, pulmonares, melanoma, entre outros. Isto porque, o nivolumabe atua reduzindo anergia de células T em relação a antígenos neoplásicos. No entanto, este fármaco apresenta certos efeitos colaterais, podendo resultar em pobre aderência ao tratamento. Trata-se de uma revisão integrativa da literatura (RIL). Foram encontrados 16 artigos que atenderam aos critérios de inclusão e exclusão. Conclui-se que, a participação do farmacêutico interagindo com a equipe multidisciplinar no setor da oncologia é de suma importância. Visto que, este profissional da saúde contribui com inúmeras vantagens para os pacientes, seja na seleção dos fármacos, na análise das prescrições, na monitorização farmacoterapêutica e na adesão ao tratamento farmacológico, nas interações medicamentosas, aprimorando a relação entre paciente e farmacêutico. Desta forma, minimizando erros de prescrição e acompanhando a paciente oncológica de pulmão, durante o seu tratamento, evitando o aparecimento de efeitos adversos e falhas terapêuticas.</p> 2024-04-30T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1047 A efetividade do artigo 147-b do Código Penal Brasileiro na proteção contra a violência psicológica 2024-04-30T21:07:00+02:00 Germanda Nunes Vieira de Melo germandanunes@unitins.br Jéssica Painkow Rosa Cavalcante jessica.pr@unitins.br <p class="Corporeal"><span class="Nenhum"><span lang="PT">A implementação da Lei Maria da Penha em 2006 trouxe avanços na proteção contra a violência doméstica, mas a violência psicológica ainda é uma lacuna. O artigo 147-B do Código Penal brasileiro tenta abordar essa questão, criminalizando especificamente essa forma de agressão contra as mulheres. No entanto, sua eficácia e aplicabilidade são questionadas. Este artigo analisa as repercussões da violência psicológica na legislação e compara-a com a lesão corporal. Questiona-se se o artigo 147-B é um tipo penal autofágico, pois a falta de inclusão da violência psicológica como lesão corporal afeta a proteção das vítimas e a aplicabilidade da lei. O estudo busca viabilizar a inclusão da violência psicológica como uma modalidade de lesão corporal, destacando sua importância para refletir uma compreensão abrangente dos danos à integridade humana e garantir uma proteção legal eficaz às vítimas.</span></span></p> 2024-04-30T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1063 Reconhecimento precoce da anafilaxia perioperatória: importância e desafios 2024-05-06T15:24:08+02:00 Eduarda Lavínia Carneiro Santos eduarda.lavinia@souunit.com.br Beatriz Oliveira Santos beatrizoliveira@souunit.com.br Francisca Roberta Oliveira Santos francisca.roberta@souunit.com.br Rosa Carolina Santos de Oliveira rosa.carolina@souunit.com.br Rômulo Carvalho Costa romulo.carvalho@souunit.com.br Julianne Alves Machado juliannemachado@hotmail.com <p><strong>Introdução:</strong> A Anafilaxia Perioperatória (AP) é uma reação sistêmica que acontece ao longo da anestesia, geralmente em poucos minutos após a indução intravenosa. Nesse sentido, estima-se que há uma subnotificação importante com relação à sua ocorrência e isso, resulta em um preparo limitado dos profissionais de saúde envolvidos no ambiente cirúrgico, no que tange, ao reconhecimento precoce da AP. <strong>Objetivo: </strong>Expor os desafios envolvidos na percepção precoce da anafilaxia perioperatória, com a finalidade de reforçar a importância da ampliação de informações relacionadas ao tema <strong>Metodologia: </strong>revisão integrativa realizada por meio das bases LILACS, SciELO, BVS, Embase e Cochrane Library, em outubro de 2023, de artigos publicados no período de 2003-2023. A busca dos estudos foi feita na língua inglesa com os seguintes descritores: "perioperative anaphylaxis" AND "diagnosis" AND "handling". Foram encontrados 43 artigos, sendo 18 selecionados para leitura na íntegra e, destes, 14 foram excluídos após análise qualitativa e 4 foram incluídos nesta revisão. A triagem e a elegibilidade dos dados foram realizadas por três revisores para garantir a extração precisa das informações necessárias para compor o presente artigo. <strong>Resultados:</strong> Mesmo com o desenvolvimento&nbsp; da tecnologia atualmente, em relação à Anafilaxia Perioperatória, há muitas limitações de&nbsp; diagnóstico e intervenção de forma precoce, resultando em desfechos com piores prognósticos para os pacientes, como foi analisado na leitura dos artigos envolvidos nessa revisão. <strong>Conclusão:</strong> Sendo assim, é válido ressaltar&nbsp; a importância do profissional de saúde estar atento aos sinais clínicos que indicam a ocorrência de anafilaxia perioperatória, para, dessa maneira, agir em momento oportuno melhorando consideravelmente as chances de um melhor desfecho para o paciente.</p> 2024-05-06T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1078 Estratégias eficazes de comunicação para conscientizar sobre a importância da vacinação contra o HPV 2024-05-09T20:53:43+02:00 Jandson de Oliveira Soares jadson.oliveira@cesmac.edu.br Alice Bruna Silva do Nascimento brunanascimento_1@hotmail.com Pérola Aléxia Vasconcelos Melo perolavasconcelos08@gmail.com Alessandra Nascimento Pontes profanpontes@gmail.com <p><strong><em>Introdução</em></strong><strong>:</strong> O Papilomavírus Humano (HPV) representa uma considerável parcela dos casos de câncer cervical, e a vacinação desempenha um papel crucial na prevenção da infecção. A vacinação é uma das principais estratégias de prevenção para esse câncer, contudo, desafios persistem na ampliação da cobertura vacinal em todo país.&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp; Embora a vacinação seja a principal forma de prevenção contra o HPV, a baixa adesão ainda é um problema em muitos países <strong>Objetivo</strong>: investigar a fundo as estratégias eficazes de comunicação para conscientizar sobre a importância da vacinação contra o HPV. <strong>Método:</strong> revisão sistemática, com artigos de 2019 a 2024.&nbsp; <strong>Resultados:</strong> campanhas publicitárias demonstraram ser eficazes no que diz respeito à informação, motivação, aceitação, conscientização e atitude das mulheres. Foram encontrados 85 trabalhos científicos publicados; sendo que 65 foram excluídos por apresentarem artigos duplicados; 20 trabalhos preencheram os critérios de inclusão para leitura dos resumos e 10 preencheram os critérios para elaboração das discussões. <strong>Discussão:</strong> Além de reduzir os obstáculos e barreiras para a adesão ao exame citopatológico e também sobre a importância da vacina contra o Papilomavírus humano. várias estratégias são eficazes: palestras/comunicação verbal, vídeos educativos, materiais impressos, televisão, rádio, jornais e visitas domiciliares, como estratégia educativa. <strong>Conclusão:</strong> adentrando as estratégias dos enfermeiros evidenciaram campanhas de vacinação contra HPV, e o entendimento correto sobre a formas de prevenção. &nbsp;os conhecimentos sobre a temática aumentam significativamente a adesão ao exame Papanicolaou; as estratégias educativas além de reduzir os obstáculos ao exame citopatológico e de grande importância da vacina contra o Papilomavírus humano.</p> 2024-05-09T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1090 Reconhecimento de filiação socioafetiva post mortem 2024-05-13T16:26:22+02:00 Caio Fernandes Carneiro arneirofc65@gmail.com Lucas Cavalcante Medrado lucas.cavalcante2018@gmail.com <p>No contexto do Direito de Família contemporâneo, a afetividade assume um papel relevante, especialmente com a valorização da dignidade humana como princípio constitucional. Nesse cenário, reconhece-se a possibilidade de parentalidade baseada em laços afetivos, indo além do parentesco biológico. No entanto, a comprovação da parentalidade socioafetiva torna-se mais complexa quando ocorre o falecimento de uma das partes envolvidas na relação. Sendo assim, objetiva-se com a pesquisa verificaras possibilidades jurídicas da declaração de parentesco socioafetivo <em>post mortem</em>. Para isso, o método aplicado será a abordagem teórica dedutivo e a metodologia da pesquisa jurídica, mediante a análise bibliográfica e documental, em doutrinas especializadas, artigos científicos, legislação e jurisprudência. Concluir-se que, a partir de uma análise da jurisprudência do Superior Tribunal de Justiça e de outros Tribunais do País, uma vez demonstrados os requisitos legais que são utilizados para o reconhecimento da paternidade socioafetiva em vida, são possíveis o reconhecimento e a equiparação dos efeitos jurídicos nas situações que discutem a filiação socioafetiva após o óbito.</p> 2024-05-13T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1096 Inversão do interrogatório do acusado no rito da lei 11.343/2006 a luz do princípio do contraditório e ampla defesa 2024-05-13T23:26:38+02:00 Victor Soares Delmondes victorsoaresdelmondes@gmail.com Diolina Rodrigues Santiago Silva diolinasantiago@hotmail.com <p>O presente trabalho de conclusão de curso aborda a Inversão do Interrogatório do Acusado no Rito da Lei 11.343/2006 a Luz do Princípio do Contraditório e Ampla Defesa. O estudo investiga se o interrogatório do acusado como está previsto no artigo 57 da Lei de Drogas fere os princípios do contraditório e da ampla defesa, sendo usado o método dedutivo para analisar se será aplicado a forma prevista no artigo 57 da Lei Drogas onde o interrogatório é realizado no início da instrução ou o artigo 400 do Código de Processo Penal como último ato. Os resultados demonstram que o interrogatório do acusado no rito da Lei de Drogas deve ser o último da instrução como previsto no Código de Processo Penal em seu artigo 400. Conclui-se que a forma prevista no artigo 400 do Código de Processo Penal, sendo o interrogatório ao final da instrução, é mais harmonioso e garante maior eficácia dos princípios do contraditório e da ampla defesa, assegurados na Constituição da República Federativa do Brasil de 1988 como decidido pelo Supremo Tribunal Federal no Habeas Corpus nº 127.900 – Amazonas.</p> 2024-05-13T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1100 Desafios para a proteção dos direitos da liberdade de expressão frente aos discursos de ódio: uma luz a análise dos direitos humanos 2024-05-15T00:48:35+02:00 Diego Henrique Lemos Ramos henrickdiego8@gmail.com Rômulo de Morais Oliveira romulodireito1@gmail.com <p>A temática do trabalho possui como questão central uma análise do direito da liberdade de expressão consagrado na Constituição Federal Brasileira frente aos discursos de ódio nas plataformas digitais. Este estudo norteou-se a partir de um objetivo geral em demonstrar que a liberdade de expressão é um direito fundamental, porém não absoluto, que deve ser exercido dentro dos limites da lei e do respeito aos direitos de outros indivíduos. Ficou claro que a liberdade de expressão pode ser utilizada como justificativa para a disseminação de discursos de ódio, os quais representam uma ameaça à coesão social e aos direitos individuais. A metodologia empregada foi através da pesquisa jurídica, de cunho exploratória, sendo bibliográfica e documental, com análises qualitativas, considerando que foram observados entendimentos doutrinários e jurisprudenciais acerca do direito da liberdade de expressão frente aos discursos de ódio nas plataformas digitais, cujo método de abordagem teórica foi o dedutivo. A metodologia adotada foi baseada na abordagem jurídica, com o propósito de alcançar os objetivos por meio de uma pesquisa dedutiva, considerando análises doutrinárias. Para isso, no estudo foi utilizado uma abordagem exploratória, que incluiu a consulta de bibliografias, doutrinas e documentos como legislações e jurisprudências. Além disso, a presente pesquisa, na busca pela compreensão dos padrões da liberdade de expressão em relação aos discursos, incorporou elementos qualitativos.Parte superior do formulário</p> 2024-05-14T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1107 A ilegalidade de condenações fundamentadas exclusivamente em elementos da fase inquisitória: violação aos princípios da ampla defesa e do contraditório por depoimento policial ratificado 2024-05-16T20:00:09+02:00 Mairce Carolinne Zani maircecarolinne887@gmail.com Bruno Vinicius Nascimento Oliveira brdamaso@gmail.com <p>O presente estudo tem como tema, a violação aos princípios do contraditório, da ampla defesa e do devido processo legal, por testemunha policial que apenas ratifica o depoimento do inquérito policial em audiência. Tem como objetivo geral verificar se o depoimento policial, prestado de forma genérica, lido ou ratificado em audiência de instrução viola os princípios do contraditório, da ampla defesa e do devido processo legal. Para atingir esse propósito, discorrer-se-á sobre os princípios do contraditório, da ampla defesa, do devido processo legal e do livre convencimento motivado. Além disso, será realizado um confronto dos princípios em evidência com as disposições dos artigos 155 e 204 do código de processo penal, a fim de aferir se o depoimento lido ou ratificado por policiais durante audiência serve como prova para condenação criminal. Este estudo se dará através do método de pesquisa bibliográfico, por meio de pesquisa no Código de Processo Penal, com ênfase nos artigos 155 e 204, Constituição Federal, doutrinas, jurisprudências, tratados internacionais e congêneres. Como resultado, doutrinas e jurisprudências se demonstram assentes no entendimento de que o depoimento lido ou ratificado não serve como prova para condenação criminal, o que violaria o devido processo legal e ampla defesa</p> 2024-05-16T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1108 Cuidados de enfermagem à mulher idosa na atenção primária à saúde: uma revisão integrativa da literatura 2024-05-16T21:24:30+02:00 Maiara Cristina da Silva maiarasilva1995@outlook.com Nicoly Karoline da Costa Mendes nicolykkaroline@gmail.com Larissa Lages Ferrer de Oliveira larissalagesf@gmail.com Uirassú Tupinambá Silva Lima uirassu.lima@cesmac.edu.br <p><strong>Introdução</strong>: Este artigo aborda os desafios e perspectivas na saúde da mulher idosa em meio a uma transformação demográfica por meio da assistência de enfermagem. Além disso, desigualdades de gênero persistem na terceira idade, afetando o bem-estar e os recursos disponíveis para as mulheres. Essas abordagens visam melhorar a qualidade de vida, promovendo uma saúde holística e personalizada para a mulher senil em um contexto demográfico dinâmico. <strong>Objetivo geral:</strong> Analisar as principais evidências da assistência de enfermagem na atenção primária para mulher idosa.&nbsp; <strong>Método:</strong> Escuto secundário do tipo revisão de literatura, de abordagem qualitativa a partir da análise de conteúdo categorial.&nbsp; Foi realizado um levantamento do tema nas bases de dados SCIELO, PUBMED e LILACS utilizando os descritores “idoso”, “mulher” e “saúde”, juntamente com o uso de filtros para selecionar artigos de revisão publicados entre os anos de 2019 a 2023. Os critérios de inclusão utilizados foram: artigos publicados nos idiomas português, inglês e espanhol. Já os critérios de exclusão foram: artigos que não estavam disponíveis na íntegra, repetidos nas bases de dados e que não correspondiam ao tema central do estudo. <strong>Resultados:</strong> Nesse mesmo contexto, baseados nos 7 artigos pré-selecionados de acordo com a temática proposta, notou-se que as idosas têm receio de falar sobre sexualidade, principalmente com os profissionais da saúde. Além disso, observou-se a necessidade de maior investimento institucional em ações de educação permanente aos profissionais de Enfermagem, para que sejam efetivadas boas práticas de cuidado na prevenção, estadiamento e manejo das doenças prevalentes na faixa etária senil. <strong>Discussão </strong>Diante dos artigos analisados foi verificado que as ações mais comuns na atenção básica com ênfase nos grupos de idosos foram as atividades corporais, seguido de apoio psicológico e educação em saúde. Além disso, observou-se a necessidade de maior investimento institucional em ações de educação permanente aos profissionais de Enfermagem, para que sejam efetivadas boas práticas de cuidado na prevenção, estadiamento e manejo de doenças relacionadas a terceira idade. A enfermagem desempenha papel fundamental na prevenção e rastreamento de sintomas e sinais clínicos, pois estes estão em contato mais direto com os pacientes, podendo evitar que a doença se instale quando o atendimento é oferecido precocemente.<strong> Conclusão: </strong>Mediante os resultados encontrados, podemos perceber a importância da assistência de enfermagem na educação em saúde como ferramenta de autonomia e como busca para o autocuidado da mulher idosa.</p> 2024-05-16T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1110 Abordagem da musicoterapia na reabilitação social de pacientes com o transtorno do espectro autista 2024-05-17T14:17:16+02:00 Roldão da Mota Soares motasoaresroldao@gmail.com Ronney Jorge de Souza Raimundo ronney.jorge@gmail.com <p><strong>Introdução:</strong> O Transtorno do Espectro Autista (TEA) afeta aprendizagem, comunicação e interação social ao longo da vida, com prevalência global de uma em cada 160 crianças, diagnosticado pelo DSM-V. A etiologia envolve fatores genéticos, ambientais e biológicos. A música é uma ferramenta essencial na comunicação não-verbal para pessoas com TEA, facilitando conexões emocionais e interpessoais. A musicoterapia estimula habilidades cognitivas, emocionais e sociais, com benefícios na saúde física, mental e emocional, promovendo relacionamentos interpessoais e controle emocional. Estudos indicam seu papel fundamental na promoção da saúde mental e reintegração social de indivíduos com TEA. <strong>Objetivo:</strong> Investigar o impacto da musicoterapia na reabilitação social de pacientes com TEA, examinando seus efeitos na saúde mental, no desenvolvimento socioemocional e na reintegração à sociedade. <strong>Metodologia:</strong> Foi realizada com base em artigos científicos publicados nos últimos cinco anos. Identificou-se 45 artigos sobre o tema, encontrados em diferentes fontes acadêmicas, após uma análise, 37 artigos foram excluídos. No final, restaram 8 artigos que foram selecionados para a revisão sistemática. <strong>Resultados</strong>: Ressalta-se que, diante das análises dos estudos elencados, persistem desafios metodológicos e lacunas de conhecimento que exigem atenção contínua da comunidade científica. A necessidade de estudos com desenhos robustos, amostras diversificadas e medidas objetivas de eficácia permanece evidente, conforme ressaltado por diversos autores. <strong>Conclusão: </strong>Destaca-se que, embora a musicoterapia represente uma importante intervenção terapêutica para indivíduos com TEA, faz-se necessário continuar avançando no conhecimento científico e na prática clínica para otimizar seu impacto e alcance na reabilitação social desses pacientes.</p> 2024-05-16T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1111 O papel estratégico da holding no planejamento sucessório: mitigando os desafios da invalidade e garantindo a continuidade empresarial 2024-05-17T14:29:11+02:00 Brunna Silva Gonçalves brunnasg83@gmail.com Guilherme Augusto Martins Santos guilhermeaugsan@gmail.com <p>A <em>holding</em> tem se tornado uma importante ferramenta para quem deseja planejar a sucessão de um patrimônio ou de empresas. Este artigo, visa, além de observar o processo de criação de uma <em>holding</em> familiar ou patrimonial como ferramenta principal no planejamento sucessório, analisando suas vantagens tributárias e redução de conflitos e proteção dos bens, também abordará quais as causas podem invalidar os efeitos deste tipo de empresa. O mecanismo <em>holding</em> traz ainda como finalidade maior, dirimir os impactos de uma sucessão não planejada que carrega consigo conflitos familiares, cargas tributárias elevadas e morosidade na efetivação, qual seja o testamento. A <em>holding</em> como ferramenta no planejamento sucessório tem demonstrado eficiência no seu objetivo principal, isso quando, através de profissionais qualificados, é feita de forma bem estruturada, analisando cada caso individualmente e traçando os objetivos a serem alcançados por aqueles que planejam. Por fim, observamos que detentores de bens e empresas têm se valido deste meio para fins fraudulentos, o que pode deixar a validação das <em>holdings</em> com caráter fragilizado, não restando outra consequência qual seja, a invalidação de seus efeitos. Neste estudo foi utilizado como metodologia, a pesquisa bibliográfica e documental, analisando artigos acadêmicos, jurisprudências, doutrinas, e os textos legais do ordenamento jurídico brasileiro. De modo geral, este artigo explana sobre o planejamento sucessório, a holding como ferramenta neste processo e as causas que podem invalidar a sua criação. Não obstante à importância deste mecanismo, que tem se tornado uma ferramenta relevante no meio empresarial e familiar, o trabalho também aponta os possíveis problemas inerentes à esta modalidade utilizada no planejamento sucessório, tais como fraude contra credores e a fraude à execução, e busca responder em que situações o uso dessa ferramenta pode ser considerado ilícito, levando ao reconhecimento de sua total invalidade quando esta tem a sua finalidade desviada.</p> 2024-05-17T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1112 Divergências entre as decisões do TJTO e STF: uma análise acerca da quantidade de drogas para fins de tráfico e para uso pessoal com base no voto do ministro Alexandre de Moraes 2024-05-17T14:46:00+02:00 Rafaela Nascimento Rocha rafaelarocha@unitins.br Bruno Vinícius Nascimento Oliveira brdamaso@gmail.com <p>As divergentes decisões proferidas pelo Tribunal de Justiça do Tocantins (TJ-TO) e o Supremo Tribunal Federal (STF) no que refere à quantidade de drogas para fins de tráfico e uso pessoal constitui tema de extrema relevância no atual cenário jurídico brasileiro. Isso porque, as várias interpretações decorrem da falta de parâmetros claros e objetivos em relação a quantidades para fins de tráfico e uso pessoal, o que tem acarretado diferentes entendimentos nos tribunais para indivíduos em situações semelhantes. Aspirando um entendimento mais específico acerca do tema, utilizou-se na pesquisa o método dedutivo e qualitativo, com o fim mapear casos específicos, bem como analisar os argumentos apontados pelo Ministro Alexandre de Moraes em seu voto proferido no STF acerca da quantidade para fins de tráfico e uso pessoal e os fundamentos utilizados pelo TJ-TO para proferir suas decisões. Diante do estudo empreendido, conclui-se que há uma tendência do Supremo Tribunal Federal em desclassificar a conduta da prática do tráfico de drogas para uso pessoal, sobretudo quando se trata de quantidades ínfimas. Esta inclinação, está fundamentada nos argumentos do Ministro Alexandre de Moraes, que considera não apenas a pequena quantidade apreendida, mas também outros elementos que caracterizam o tráfico. No entanto, no TJ- TO, observa-se uma gama de abordagens em relação à interpretação da quantidade de drogas, que por vezes é pautada nos argumentos levantados pelo Ministro Alexandre de Moraes e por vezes é desconsiderada, indicando que, apesar da importância das diretrizes estabelecidas pelo STF, a interpretação e a aplicação da legislação antidrogas na seara estadual são influenciadas por diversos fatores.</p> 2024-05-17T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1113 O planejamento tributário na utilização de holdings rurais: eficiência fiscal e limites legais 2024-05-17T19:12:23+02:00 Guilherme José Rempel guilhermerempel@unitins.br Crislene Divina dos Santos Luz crislene.dd@unitins.br <p>O presente artigo objetiva asseverar que o holding rural que está inserido no campo do direito empresarial e tributário, possa vir a beneficiar com vantagens e benefícios proporcionais ao utilizar a holding, onde os limites definidos garantem a legitimidade desta estrutura de sociedade que está e são utilizadas no planejamento tributário rural. Em busca da eficiência fiscal dentro da legalidade da lei por meio da elisão fiscal, amortizar a carga tributária. A Holding Rural é uma estrutura jurídica que pode é criada para gerir o patrimônio do produtor rural e seus negócios, com a estrutura da Holding que é amplamente usada fins de gestão sucessória e tributária, o que releva e proporciona vários benefícios aos produtores rurais como a otimização da gestão. Neste mesmo sentido a holding do agronegócio&nbsp;tem como finalidade o patrimonio familiar rural, utilizando a pessoa jurídica. A principal função desse responsável jurídico é realizar a gestão da atividade rural dessa família de forma ampla, principalmente com relação ao seu patrimônio. Assim temos a o patrimonial que é o objetivo principal da holding na gestão do patrimônio e investimentos, a holding familiar tem como objetivo a gestão e a continuidade dos negócios da família. Portando este artigo direcione a identificar as finalidades da constituição da holding rural em buscas da eficiência fiscal dentro dos limites legais visando seus benefícios.</p> 2024-05-17T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1114 A possibilidade da privatização dos presídios como solução para os problemas de superlotação 2024-05-17T19:22:12+02:00 Thiago Antonio Santos Leonardo thiagoantonio330@gmail.com Raianne dos Santos Mendes raianne@unest.edu.br <p>Este artigo aborda a possibilidade de privatização dos presídios como solução para os problemas de superlotação. A privatização dos presídios é controversa, vez que possui argumentos favoráveis e contra sua implementação. O presente trabalho retrata sobre as condições atuais dos presídios brasileiros, que se encontram superlotados e demonstra como a privatização dos presídios pode ser uma solução eficaz para os problemas de superlotação e quais são os potenciais impactos positivos e negativos dessa abordagem. Sendo assim temos como objetivo geral do artigo verificar os potenciais impactos da privatização dos presídios e sua viabilidade como uma verdadeira solução para os problemas de superlotação. O método hipótetico-dedutivo foi empregado para uma escrita do trabalho, conforme a metodologia de revisão da literatura. O impacto da privatização dos presídios na gestão penitenciária e na resolução dos problemas de superlotação, segurança e ressocialização dos detentos seria o problema principal de pesquisa do trabalho. Destaca igualmente o facto de a privatização dos presídios ser uma questão complicada, com uma série de oportunidades e desafios. Os resultados mostram que, para lidar com esta situação, devem ser desenvolvidas políticas e ações que busquem soluções para melhorar as condições nas instalações de detenção e assegurar a saúde e os direitos daqueles que lá estão confinados. Ao longo deste estudo, vários aspectos foram explorados e é necessário compreender os potenciais impactos desta abordagem na gestão prisional e na sociedade como um todo.</p> 2024-05-17T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1115 Desamparo imaterial dos ascendentes como possível causa de exclusão sucessória 2024-05-17T20:01:39+02:00 Rhafaella Cleisma Costa Silva rhafacleisma89@gmail.com Guilherme Augusto Martins Santos guilherme.am@unitins.edu.br <p>O presente artigo aborda a temática do desamparo imaterial dos ascendentes como causa de exclusão sucessória, uma vez que, tradicionalmente, a legislação tem priorizado critérios patrimoniais para determinar a sucessão hereditária.&nbsp; Assim, a problemática surge da ausência de uma previsão legal explícita para o tema em questão, levantando a seguinte indagação: quais instrumentos jurídicos são capazes de reconhecer e interpretar o desamparo imaterial, particularmente o abandono afetivo dos descendentes em relação aos ascendentes, como uma possível causa de deserdação? A pesquisa se justifica pela necessidade de compreender os limites e possibilidades do Direito frente ao fenômeno social crescente do desamparo imaterial dos ascendentes. Através da análise jurisprudencial e doutrinária, busca-se identificar os instrumentos legais que permitam a interpretação dessa problemática no âmbito da exclusão sucessória. A metodologia inclui a revisão de literatura especializada, análise de casos jurisprudenciais relevantes e reflexão sobre os princípios fundamentais do Direito de Família e Sucessório. Ao integrar esses elementos, o artigo visa contribuir para uma compreensão mais abrangente e sensível das relações familiares e sucessórias, promovendo uma abordagem mais inclusiva e justa no contexto do Direito brasileiro.</p> 2024-05-17T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1116 Aplicação do acordo de não persecução penal (ANPP) no tráfico de drogas privilegiado: possibilidades e limites 2024-05-18T01:04:43+02:00 Vanessa Guimarães Silva vanessaguimaraes16@gmail.com Bruno Vinícius Nascimento de Oliveira brdamaso@gmail.com <p>O presente trabalho examina a aplicação do Acordo de Não Persecução Penal (ANPP) nos casos de tráfico de drogas privilegiado, conforme previsto no parágrafo 4º do artigo 33 da Lei nº 11.343/2006. Por meio de uma análise abrangente, são investigadas as divergências de opiniões entre juristas em relação à utilização do ANPP nesse contexto, considerando interpretações legislativas e decisões judiciais recentes. O método de pesquisa adotado inclui revisão bibliográfica, análise de jurisprudência e interpretação legislativa. Enquanto alguns defendem sua viabilidade, desde que observadas as particularidades de cada caso, outros questionam sua adequação diante da gravidade do delito. Destaca-se que o pacote anticrime tirou definitivamente o caráter hediondo do tráfico privilegiado. O estudo aborda ainda a ausência de menção ao ANPP no artigo 28-A do Código de Processo Penal, o que suscita questionamentos sobre a possibilidade de sua aplicação nos casos de tráfico privilegiado. Entre as perspectivas contrastantes, alguns especialistas argumentam que o ANPP não é adequado para o tráfico de drogas, pois não garante a eficácia penal necessária para combater o crime organizado e a dedicação à atividade criminosa. Por outro lado, há juristas que defendem sua aplicação, ressaltando sua inclusão no ordenamento jurídico. O tráfico de drogas e a possibilidade de aplicação do Acordo de Não Persecução Penal (ANPP) são temas debatidos na doutrina jurídica. Conclui-se que a eficácia do ANPP em casos de tráfico de drogas privilegiado é controversa e requer análise individualizada. São destacadas as dificuldades na aplicação imediata do redutor de pena para a proposição do ANPP, bem como a importância de evidências comprobatórias na fase processual.</p> 2024-05-17T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1119 Os impactos causados no sistema processual penal brasileiro com a abuso de autoridade cometido pelos representantes do poder judiciário 2024-05-18T21:08:45+02:00 Pedro Augusto da Silva silvapedroaugusto2@gmail.com Enio Walcácer de Oliveira Filho ewalcacer@gmail.com <p>O abuso de autoridade cometido por representantes do poder judiciário é uma preocupação crescente no Brasil, suscitando debates sobre seus impactos no sistema processual penal. Este estudo visa analisar esses impactos e suas consequências. O presente trabalho busca investigar como o abuso de autoridade afeta o sistema processual penal brasileiro, examinando suas ramificações e implicações para a justiça e os direitos individuais dos cidadãos. Este trabalho baseia-se em uma revisão bibliográfica, analisando textos acadêmicos, jurisprudência e legislação pertinente para entender as nuances do abuso de autoridade e suas implicações no contexto do sistema processual penal brasileiro. Os resultados destacam que o abuso de autoridade compromete a imparcialidade, a equidade e a eficiência do processo penal, minando a confiança pública na justiça e violando os direitos fundamentais dos acusados. Conclui-se que o abuso de autoridade representa uma séria ameaça ao Estado de Direito e à democracia, exigindo medidas eficazes para prevenir e punir tais condutas, a fim de preservar a integridade e a legitimidade do sistema processual penal brasileiro.</p> 2024-05-18T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1120 O Papel do Fisioterapeuta em Crianças com Espectro do Autismo - TEA 2024-05-18T21:30:30+02:00 Cristina da Silva Rocha cristinasr.rocha@gmail.com Ronney Jorge de Souza Raimundo Ronney.jorge@gmail.com <p><strong>Introdução:</strong> O presente trabalho de conclusão de curso tem como tema central "O papel do fisioterapeuta em crianças com espectro do autista - TEA". O autismo, ou Transtorno do Espectro Autista (TEA), é uma condição neurológica que afeta a capacidade da criança de se comunicar e interagir socialmente. Caracterizado por uma ampla gama de sintomas e níveis de incapacidade, o TEA pode significativamente impactar a qualidade de vida da criança e sua família. <strong>Objetivo:</strong> O objetivo deste estudo é investigar o papel do fisioterapeuta no tratamento de crianças com TEA. <strong>Metodologia:</strong> A fisioterapia, como uma intervenção terapêutica, pode desempenhar um papel crucial na melhoria das habilidades motoras, da coordenação e da força física dessas crianças. Além disso, ela pode contribuir para a redução dos comportamentos repetitivos e restritivos frequentemente observados em indivíduos com TEA. <strong>Resultados:</strong> Os resultados obtidos apresentaram implicações significativas para a prática clínica, fornecendo orientação aos fisioterapeutas sobre como melhorar a eficácia de suas intervenções para crianças com TEA. Além disso, o estudo apresenta contribuições para a literatura acadêmica sobre o tema, preenchendo lacunas de incertezas existentes no entendimento atual sobre o papel da fisioterapia no tratamento do autismo. <strong>Conclusão: </strong>A fisioterapia, como uma intervenção terapêutica, pode desempenhar um papel crucial na melhoria das habilidades motoras, da coordenação e da força física dessas crianças. Além disso, pode contribuir para a redução dos comportamentos repetitivos e restritivos frequentemente observados em indivíduos com TEA.</p> 2024-05-18T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1122 O papel do fisioterapeuta na prevenção e no tratamento da incontinência urinária 2024-05-20T00:06:35+02:00 Maria Milenny Luiz Fiorenço milennyfiorenco@gmail.com Ronney Jorge de Souza Raimundo ronney.jorge@gmail.com <p><strong>Introdução</strong>: Este trabalho de conclusão de curso tem como objetivo realizar uma revisão bibliográfica sobre o papel do fisioterapeuta no tratamento e prevenção da incontinência urinária no pós-parto, um problema que afeta significativamente a qualidade de vida das mulheres. A incontinência urinária pós-parto é uma condição comum e muitas vezes negligenciada, que pode ter consequências psicológicas e sociais significativas. A fisioterapia é uma intervenção potencialmente eficaz para prevenir e tratar essa condição, mas a evidência atual é limitada e não está bem consolidada. <strong>Objetivo</strong>: Este estudo busca analisar a contribuição da fisioterapia na prevenção e tratamento da incontinência urinária pós-parto. <strong>Metodologia</strong>: Para isso, serão revisados estudos que investigaram a eficácia de diferentes abordagens de fisioterapia, incluindo exercícios do assoalho pélvico, biofeedback e estimulação elétrica. <strong>Resultados</strong>: Indicaram que quem recebeu tratamentos focadas no fortalecimento do assoalho pélvico, em comparação com aquelas que não tiveram acesso à fisioterapia houve uma redução significativa na incidência desse problema entre as mulheres. <strong>Conclusão</strong>: Além disso, pode contribuir para o desenvolvimento de diretrizes clínicas baseadas em evidências para a prevenção e tratamento da incontinência urinária no pós-parto.</p> 2024-05-19T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1124 A inconstitucionalidade da progressão tributária sob o aspecto da utilização da energia solar inserida na Lei n. 14.300 2024-05-20T01:28:28+02:00 João Victor Sousa Barros Rocha joaosousa@unitins.br Crislene Divina dos Santos Luz crislene.dd@unitins.br <p>O presente artigo tem como objetivo analisar e discutir de que maneira a tributação progressiva impactará o custo da energia solar, e de que forma o incentivo à adoção da energia solar e a equidade tributária dará acesso e oportunidades para pessoas não só do setor privado e governamental, como também nas famílias de baixa renda. Com o avanço do uso de combustíveis fósseis, e consequentemente a queima desse material na atmosfera, cada dia mais tem sido necessário a produção de energia limpa e sustentável, causando o mínimo de impacto ambiental e com valor acessível de matéria prima, para a sua produção. Em meio a busca dessa solução, a energia solar que é gerada através dos painéis fotovoltaicos compostas de sílico, tem se mostrado como a fonte mais viável para solução desse problema. Em razão disso, a tributação progressiva da famosa “taxação do sol”, estipulada na lei 14.300/2022, tem sido um dos desafios a se enfrentar, por meio da taxação, aumento a mão de obra e os custos para poder adquirir. Em base disso, a metodologia escolhida foi revisão bibliográfica, com busca de fontes acadêmicas prestigiado pelo google acadêmico.</p> 2024-05-19T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1125 Pregão eletrônico e presencial - uma abordagem acerca dos limites da competência da administração pública ao rejeitar a proposta mais vantajosa à administração e se tornar um fiscal da lucratividade privada: revisão de literatura 2024-05-20T15:18:19+02:00 Lucas Gabriel Costa Santos infoedu.ifto@gmail.com Guilherme Augusto Martins Santos guilherme.am@unitins.edu.br <p>O artigo explora os limites da competência da Administração Pública nos pregões eletrônicos e presenciais, especialmente sobre a autoridade para desclassificar propostas aparentemente vantajosas com base na inexequibilidade ou caráter irrisório. Investigando se a comissão de contratação pode transformar-se em fiscal da lucratividade privada, o trabalho discute as implicações dessa prática na autonomia dos licitantes e na livre concorrência. &nbsp;A pesquisa se apoia em análises doutrinárias e legislativas, utilizando-se de leis específicas como a Lei nº 14.133/2021, a Lei nº 10.520/2002, e a Lei nº 8.666/1993 para questionar através da problemática de pesquisa: até que ponto a Administração Pública, por intermédio da comissão de contratação, podem desclassificar a proposta mais vantajosa para o interesse público, sob o argumento de que ela é inexequível ou irrisória? A metodologia empregada neste artigo baseia-se em uma abordagem qualitativa, utilizando revisão de literatura especializada e análise de jurisprudências e legislações pertinentes ao tema dos pregões eletrônicos e presenciais. O estudo conclui que a comissão de contratação deve focar em garantir a aderência aos princípios administrativos sem invadir a esfera da lucratividade privada, assegurando decisões que promovam a isonomia e a economicidade sem comprometer a justiça ou eficácia dos processos licitatórios.</p> 2024-05-20T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1126 Desafios éticos da utilização da inteligência artificial na elaboração de peças jurídicas 2024-05-20T15:57:40+02:00 Aécio Alves Andrade aecioandrade@unitins.br Crislene Divina dos Santos Luz crislene.dd@unitins.br <p>O objetivo desta pesquisa foi o efeito da inteligência artificial (IA) no direito, lançando luz sobre a sua esfera com a automatização de tarefas, incluindo um índice de eficácia na preparação de documentos e os dilemas éticos que dançam na sua periferia. A análise foi realizada qualitativamente, foram revisadas fontes bibliográficas e trabalhos relacionados ao tema para que pudéssemos entender como a inteligência artificial está provocando mudanças na área jurídica. Os resultados mostram que a adoção da IA leva a uma automatização significativa de muitas tarefas, o que aumenta ainda mais a eficiência e a precisão da preparação de documentos jurídicos; no entanto, surgem desafios éticos, possíveis violações do sigilo profissional ou ainda, preconceito devido a algoritmos. O estudo sublinha o estabelecimento de diretrizes éticas claras, bem como a promoção da supervisão humana contínua e também da formação regular em ética e IA para advogados, com o objetivo de reduzir tais desafios, garantindo que a IA seja integrada de forma responsável e segura na prática jurídica.</p> 2024-05-20T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1127 Manipulação de medicamentos de uso veterinário para animais pet 2024-05-20T16:12:08+02:00 Andréa Fernanda Luna Rodrigues andrrealuna@gmail.com Melissa Cardoso Deuner meldeuner@gmail.com Gregório Otto Bento de Oliveira prof.lbento@gmail.com <p><strong>Objetivo</strong>: descrever a manipulação e administração de medicamentos de uso veterinário, visando compreender como essas práticas impactam no atendimento das necessidades individuais, nas especificidades de espécies e nas condições clínicas dos animais de estimação. <strong>Metodologia</strong>: Trata-se de uma revisão de literatura nas bases de dados como Scientific Electronic Library Online (SciELO), Literatura Latino-americana e do Caribe de Ciências da Saúde (LILACS) e o Google Acadêmico. Foram incluídos na revisão artigos publicados entre 2015 e 2024, considerando a relevância das publicações mais recentes. <strong>Resultados</strong>: Na pesquisa é refletida a crescente importância da manipulação de medicamentos veterinários como uma ferramenta vital na promoção da saúde e do bem-estar dos animais de estimação. <strong>Conclusão</strong>: a manipulação de medicamentos na prática veterinária contemporânea, deve ser personalizada, e que o farmacêutico pode contribuir para que o tratamento dos animais de estimação tenha êxito terapêutico.</p> 2024-05-20T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1128 Benefícios da fisioterapia no desenvolvimento motor da criança com transtorno do espectro autista 2024-05-20T23:27:11+02:00 Millena Mendes Barbosa millenafisioterapia@gmail.com Ronney Jorge de Souza Raimundo ronney.jorge@gmail.com <p>Introdução: O Transtorno do Espectro Autista (TEA) apresenta desafios significativos ao desenvolvimento infantil, afetando, entre outras áreas, as habilidades motoras das crianças. Objetivo: Esta revisão bibliográfica tem como objetivo consolidar e analisar empiricamente os benefícios da fisioterapia para o desenvolvimento motor em crianças com Transtorno do Espectro Autista (TEA), oferecendo insights valiosos para profissionais de saúde, educadores e familiares. Metodologia: A pesquisa foi conduzida por meio de uma revisão bibliográfica em bases de dados reconhecidas, como PubMed, Lilacs e SciELO, nos últimos cinco anos, de 2019 a 2024. Foram aplicados critérios de inclusão para selecionar estudos relevantes que abordassem especificamente os benefícios da fisioterapia no desenvolvimento motor de crianças com TEA. Resultado e Discussão: A compilação de oito estudos proporcionou uma análise substancial sobre os benefícios da fisioterapia no desenvolvimento motor de crianças com TEA. Estudos longitudinais demonstraram melhorias notáveis na coordenação motora das crianças após intervenção fisioterapêutica específica. Resultados similares foram observados em estudos que evidenciaram avanços significativos na mobilidade e flexibilidade das crianças com TEA. Conclusão: Esses achados reforçam a importância da fisioterapia como uma intervenção eficaz para promover o desenvolvimento motor em crianças com TEA. A abordagem multidisciplinar, incorporando fisioterapeutas, é fundamental para proporcionar melhorias substanciais na qualidade de vida dessas crianças.</p> 2024-05-20T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1129 Os impactos da lei geral de proteção de dados (LGPD) no sistema de saúde brasileiro 2024-05-20T23:42:04+02:00 Vanielly Lino de Sousa vaniellylino03@gmail.com Rômulo de Morais e Oliveira romulodireito1@gmail.com <p>O presente trabalho preocupa-se em desenvolver a temática da sobre os impactos decorrentes da vigência da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) no Sistema de Saúde Brasileiro, com isso se ocupa em compreender aspectos relativos a proteção de dados e proteção de dados sensíveis. Destaca-se que o objetivo geral da pesquisa é analisar como a Lei Geral de Proteção de Dados trata as informações relativas à saúde, ou seja, apresentar os artigos e disposições da referida legislação sobre o tema. Já objetivos específicos são: discorrer resumidamente sobre o direito fundamental à saúde; descrever os princípios relativos à proteção de dados na LGPD; falar de forma geral sobre essa legislação e definir como se dá a proteção de dados relativos à saúde na LGPD. A justificativa para escolha da temática relaciona-se com a importância que a proteção de dados alçou com o seu reconhecimento como um direito fundamental do indivíduo, bem como em decorrência das informações relativas à saúde serem consideradas sensível e, portanto, exigirem maior atenção e cuidado em seu tratamento.&nbsp; Por fim, quanto a metodologia trata-se de uma pesquisa bibliográfica materializada através do levantamento de referenciais bibliográficos variados.</p> 2024-05-20T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1130 Uso da terapia hiperbárica como coadjuvante na terapêutica do pé diabético: uma revisão integrativa 2024-05-21T15:42:43+02:00 Giselly de Almeida Silva gisellyalmeidasilva034@gmail.com Juliana Costa Pinto Tavares julianatavares0613@gmail.com Josemir Almeida Lima josemir_almeida@hotmail.com Karina Brandão Menezes Lima karinabml@hotmail.com Henrique da Silva Tavares agp.tavares@gmail.com <p><strong>Introdução:</strong> O pé diabético é uma complicação da diabetes mellitus que se não tratada de forma adequada pode resultar em amputações, altos custos hospitalares, internações prolongadas e piora da qualidade de vida das pessoas com essa patologia. Frente a esta situação, o presente estudo aborda a oxigenoterapia hiperbárica e seu uso pela enfermagem no tratamento desse tipo de lesão. <strong>Objetivos:</strong> evidenciar os efeitos benéficos da oxigenoterapia hiperbárica e seu uso pela enfermagem no tratamento de pessoas com pé diabético. <strong>Metodologia:</strong> Trata-se de uma revisão integrativa de literatura, realizada no período de fevereiro a abril de 2024 no portal da Biblioteca Virtual de Saúde (BVS), nas bases de dados Medical Literature Analysis and Retrieval System Online (MEDLINE), Base de Dados de Enfermagem (BDENF) e Literatura Latino-americana e do Caribe em Ciências da Saúde (LILACS), empregando os Descritores em Ciências da Saúde (DeCS): Oxigenoterapia hiperbárica AND Enfermagem OR Oxigenoterapia hiperbárica AND Pé diabético. O cruzamento dos descritores nos bancos de dados escolhidos para a revisão resultou em 332 resultados, após a inserção dos critérios de inclusão e exclusão, totalizou-se 121 registros, desses, 10 artigos foram selecionados como pertinentes ao estudo. <strong>Resultados:</strong> Os achados evidenciaram que o profissional enfermeiro é responsável pela assistência tanto pré, durante e após cada sessão de oxigenoterapia. Quanto aos benefícios dessa terapia no tratamento do pé diabético, os efeitos mais importantes foram: acelera a cicatrização da ferida, reduz as internações do paciente, reduz as amputações, melhora a sensação álgica, aumenta a qualidade de vida e a sobrevida dos pacientes. <strong>Conclusão: </strong>O uso da oxigenoterapia hiperbárica tem se ampliado no Brasil e como um método adjuvante ao convencional se mostrou muito mais eficaz que a utilização da terapia convencional isolada, sendo o enfermeiro um dos protagonistas no uso dessa terapia.</p> 2024-05-21T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1131 Acompanhamento farmacoterapêutico em pacientes gestantes com diabetes mellitus 2024-05-21T20:16:40+02:00 Juan Gonzalo Bardález Rivera jgrivera@bol.com.br Gleicy Kelly China Quemel gkcquemel@gmail.com Alice dos Santos Mendes alicedossantosmendes563@gmail.com Fabricio José Campos Rodrigues fabricio.campos.rodrigues16@gmail.com Mirian Diniz Marques mirianmarq25@gmail.com <p>A diabetes mellitus (DM) é considerada uma doença crônica, mas não transmissível e vem caracterizando-se como uma epidemia mundial. A Diabetes Mellitus Gestacional (DMG) é uma doença associada ao aumento da resistência insulínica durante o período em que a mulher se encontra grávida. A presença do farmacêutico é relevante na adesão ao tratamento medicamentoso, principalmente por passar segurança à paciente e ao seu bebê. Trata-se de uma revisão integrativa da literatura (RIL). Foram encontrados 13 artigos que atenderam aos critérios de inclusão e exclusão. Conclui-se que, a presença do farmacêutico é relevante na adesão ao tratamento medicamentoso, principalmente por passar segurança à paciente e ao seu bebê; ele pode atuar na análise da prescrição médica e verificar se o medicamento prescrito não vão causar danos a ambos. Neste sentido, há necessidade de mais estudos que mostrem a presença deste profissional no acompanhamento a este tipo de paciente, monitorando os valores glicêmicos e o tratamento farmacológico.</p> 2024-05-21T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1132 Uso de plantas medicinais por usuários na atenção primária á saúde: uma abordagem complementar ao tratamento convencional 2024-05-23T16:08:31+02:00 Elvany de Sena Santos elvanysenasantos@gmail.com Jonas Barbos dos Santos jonas.barbosa.santos@gmail.com Jandson de Oliveira Soares jandson.oliveira@cesmac.edu.br Maria José Ribeiro Sampaio Silva mjrsampaio@yahoo.com.br Alessandra Nascimento Pontes profanpontes@gmail.com <p><strong>Introdução. </strong>A trajetória do uso de plantas para fins medicinais evidencia uma longa tradição de conhecimento empírico e científico sobre as propriedades curativas das plantas, documentada desde a civilização suméria até registros como o Papiro Ebers e escrituras judaicas e cristãs. <strong>Objetivo geral.</strong> Este estudo tem como objetivo analisar pesquisas que abordem os benefícios do uso de plantas medicinais na melhoria da qualidade de vida dos usuários na atenção primária à saúde, destacando-se a importância dessa prática para o bem-estar cotidiano<strong>. Metodologia. </strong>Trata-se de uma revisão integrativa de abordagem qualitativa de pesquisa que permite uma combinação de evidências científicas, tanto de estudos experimentais, quanto teóricos, para construir uma análise abrangente sobre um tema específico. Sendo consultados nas bases de dados: Base de dados em Enfermagem (Bdenf), National Library of Medicine's (Medine) Literatura Latino-americana e do Caribe em Ciências da Saúde (Lilacs,) Brasil Scientifoc Electronic Library Online (SciELO), com um recorte temporal dos artigos publicados entre os anos de 2018 a 2024, onde foram utilizados 13 artigos para construção desse estudo. <strong>Resultados. </strong>Destaca a integração das Práticas Integrativas no SUS, destacando os benefícios das plantas como complemento terapêutico e valor cultural. <strong>Discursão.</strong> De maneira recíproca, a utilização dessas plantas pela população resulta em melhorias na qualidade de vida, proporcionando a aquisição de experiência e a exploração de espécies vegetais que, de outra forma, seriam inacessíveis em diversas regiões nas práticas de cuidado com a saúde. Ao analisar os aspectos culturais e regionais, percebe-se que a prevalência do uso de plantas medicinais nas regiões Norte-Nordeste está intrinsecamente ligada à influência marcante da ancestralidade indígena nessas áreas, bem como à participação ativa dos produtores de agricultura familiar<strong>. Conclusão. </strong>Portanto concluímos com base nesse estudo a importância e a eficácia das Práticas Integrativas e Complementares em Saúde, particularmente no uso de plantas medicinais, no contexto da Atenção Primária à Saúde no Sistema Único de Saúde.</p> 2024-05-23T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1134 Desigualdades na caracterização da sífilis gestacional e congênita em Alagoas 2024-05-24T15:49:08+02:00 Evelyn Nikole Araújo Silva estudosevelyn@gmail.com Aíly Nascimento Silva nascimentoaily1@gmail.com Rosa Caroline Mata Verçosa de Freitas rosamatavercosa@hotmail.com <p>Introdução: A sífilis é uma doença infecciosa e sistêmica que tem como agente etiológico a bactéria Treponema pallidum de evolução crônica, curável e prognosticável, sua transmissão ocorre principalmente por via sexual, considera-se um grave problema de saúde pública no Brasil, especialmente em regiões de alta vulnerabilidade social, como o Nordeste.&nbsp; Neste contexto, as desigualdades sociais são fatores determinantes na caracterização desses casos. <strong>Objetiv</strong>o: Analisar as desigualdades sociais em saúde na caracterização dos casos da Sífilis gestacional e congênita no estado de Alagoas. <strong>Método:</strong> Trata-se de um estudo epidemiológico, descritivo, retrospectivo de abordagem quantitativa e socioeconômica dos casos de Sífilis gestacional e congênita no estado de Alagoas no período entre 2013 a 2023. <strong>Resultados:</strong> Foram notificados 4.810 casos de Sífilis congênita e gestacional foram notificados 6.838 no Sistema de Informação de Agravos de Notificação. <strong>Conclusão:</strong> O perfil epidemiológico dos casos de Sífilis de gestacional e congênita no estado de Alagoas entre os anos de 2012 e 2023, são as jovens entre 15 e 29 anos, de cor parda/preta, com ensino fundamental incompleto e heterossexual.</p> 2024-05-24T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1135 A realidade virtual no tratamento de pacientes com paralisia cerebral: revisão bibliográfica integrativa 2024-05-24T16:18:16+02:00 Gleiciane Araujo Veras araujoverasgleiciane@gmail.com Juliana Silva Martins julianaLSEdu@gmail.com Sarah Carvalho Pinho sarah.carvalho.pinho@gmail.com Éricles Dias Alves ericles.alves@unils.edu.br <p>Paralisia Cerebral é definida como uma condição que afeta o desenvolvimento neuropsicomotor permanente devido a danos cerebrais durante a evolução fetal. Classificada de acordo com a região afetada e a intensidade do comprometimento da lesão. Levando em consideração a reabilitação associada aos avanços tecnológicos, visando melhorar as habilidades motoras e cognitivas. Objetivos: Investigar como a realidade virtual atua na melhora da função neuropsicomotora em pacientes com paralisia cerebral, compreender os benefícios e impactos na qualidade de vida das crianças e adolescentes com paralisia cerebral. Justificativa: Propagar visibilidade ao desenvolvimento neuropsicomotor utilizando a realidade virtual. Considerações finais: A realidade Virtual tem um grande impacto no progresso da reabilitação motora grossa e equilíbrio dos pacientes, proporcionando-lhes melhorias nas atividades de vida diária.</p> 2024-05-24T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1136 Assistência de enfermagem ao homem na atenção primária: revisão integrativa 2024-05-24T19:30:40+02:00 Maria Eduarda Amorim da Silva maria.eduarda.amorim1@hotmail.com Nilda Adelia Cavalcante Silva Filha nildaadelia04@gmail.com Manoel Holanda Soares manoelholanda17@hotmail.com <p>INTRODUÇÃO: A Atenção Primária à Saúde (APS) possui papel central na ampliação do acesso, vínculo e resolubilidade da atenção à saúde da população masculina. A Estratégia Saúde da Família promoveu expansão significativa da cobertura da APS nas últimas décadas, embora persistam desigualdades regionais e lacunas na equidade de gênero. OBJETIVO: Descrever as contribuições e desafios da assistência de enfermagem na atenção integral à saúde do homem na APS. MATERIAIS E MÉTODOS: Trata-se de uma revisão integrativa da literatura nas bases LILACS, SciELO e BDENF no período 2010-2022. Utilizaram-se os descritores “atenção primária à saúde” AND “saúde do homem” AND “enfermagem”. Após triagem, 15 artigos que atendiam aos critérios de inclusão foram selecionados e submetidos à leitura na íntegra para extração e análise temática dos resultados. RESULTADOS: Evidenciou-se maior mortalidade masculina por causas evitáveis, estilo de vida pouco saudável, barreiras de acesso relacionadas a horários, ambiência e despreparo profissional. As principais contribuições foram consultas de enfermagem, grupos educativos, busca ativa e acolhimento humanizado. Persistem desafios como adequação de horários e ambiência, capacitação profissional, integração da equipe, construção de redes e avaliação das políticas públicas. CONCLUSÃO: Avanços importantes ocorreram na atenção integral à saúde do homem na APS, embora lacunas persistam na equidade e integralidade do cuidado, requerendo estratégias para melhoria continuada da assistência de enfermagem.</p> 2024-05-24T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1137 A eficácia da fisioterapia pélvica na redução da incontinência urinária em mulheres: uma síntese das evidências científicas 2024-05-24T19:44:05+02:00 Kelly Geovanna de Moura Oliveira kellymouraa.km@gmail.com Ronney Jorge e Souza Raimundo ronney.jorge@gmail.com <p><strong>Objetivo</strong>: realizar uma revisão da literatura sobre a eficácia da fisioterapia pélvica na redução da incontinência urinária em mulheres jovens e de meia idade. Os objetivos específicos foram:&nbsp; analisar a efetividade de diferentes técnicas da fisioterapia pélvica, como exercícios de fortalecimento do assoalho pélvico e biofeedback, identificar possíveis fatores que podem influenciar a eficácia da fisioterapia pélvica na redução da incontinência urinária. <strong>Metodologia</strong>: Trata-se de uma revisão de literatura nas bases de dados como realizar uma revisão da literatura sobre a eficácia da fisioterapia pélvica na redução da incontinência urinaria em mulheres jovens e de meia idade. Os objetivos específicos foram:&nbsp; analisar a efetividade de diferentes técnicas da fisioterapia pélvica, como exercícios de fortalecimento do assoalho pélvico e biofeedback, identificar possíveis fatores que podem influenciar a eficácia da fisioterapia pélvica na redução da incontinência urinária .<strong>Resultados</strong>: A adesão aos programas de fisioterapia pélvica resultou em uma diminuição significativa dos episódios de incontinência urinária , além de aumentar a força e a resistência dos músculos pélvicos. <strong>Conclusão</strong>: Conclui-se que os dados analisados indicam que, além do benefício direto na redução da incontinência, a fisioterapia pélvica também promove um aumento na qualidade de vida das mulheres afetadas, permitindo-lhes retomar atividades diárias com mais confiança e menos constrangimento.</p> 2024-05-24T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1139 Importância da equoterapia em crianças com paralisia cerebral no controle motor postural 2024-05-25T00:48:01+02:00 Thamara Cristhina Moreira da Costa thamaracristhina08@gmail.com Ronney Jorge de Souza Raimundo ronney.jorge@gmail.com <p><strong>Introdução:</strong> A paralisia cerebral é uma condição neurológica comum que afeta o desenvolvimento motor e cognitivo de crianças devido a lesões cerebrais ocorridas durante o período fetal, perinatal ou pós-natal. Ela se manifesta por distúrbios motores, posturais e cognitivos, limitando a independência e autonomia da criança. Diante dessa realidade é crucial buscar intervenções terapêuticas eficazes, capazes de gerar melhorias expressivas nós aspectos da patologia. Existem resultados positivos com a aplicação de esquemas de reabilitação destinados a desenvolver habilidades que lhes permitam melhor coordenação de suas atividades motoras. O ganho de equilíbrio postural ocorre por meio da repetição, reação e motivação, por isso, algumas intervenções terapêuticas têm se mostrado eficientes na reabilitação das disfunções motoras, e dentre elas, destaca-se a equoterapia. A equoterapia, uma forma de terapia assistida por cavalos, tem se destacado como uma intervenção terapêutica eficaz para melhorar o controle motor postural, equilíbrio e força muscular. <strong>Objetivo:</strong> analisar a importância da equoterapia no controle motor postural, e os benefícios observados no desenvolvimento motor postural. <strong>Metodologia: </strong>Para conduzir essa pesquisa, foi analisado na literatura acerca do impacto da equoterapia no controle motor postural de crianças com paralisia cerebral. Baseado em estudos clínicos controlados randomizados, revisões sistemáticas, revistas e artigos em periódicos publicados entre os anos de 2015 e 2024. A busca foi realizada em bancos de dados como PubMed, SciELO, Google Scholar e BVS, utilizando termos em português e inglês relativos à equoterapia e paralisia cerebral. Foram inclusos estudos com pacientes diagnosticados com paralisia cerebral e submetidos à equoterapia. <strong>Resultados/Discussão:</strong> A equoterapia é uma abordagem terapêutica inovadora que utiliza cavalos como parceiros no processo de reabilitação de crianças com paralisia cerebral. Esta prática&nbsp;oferece&nbsp;benefícios físicos significativos, melhorando o controle motor postural, o equilíbrio, a mobilidade e a função motora. Existem diferentes&nbsp;tipos&nbsp;de equoterapia, incluindo equoterapia passiva,&nbsp;equoterapia&nbsp;ativa e como técnica terapêutica completa. &nbsp;A fisioterapia desempenha um papel fundamental no acompanhamento dos pacientes durante as sessões de equoterapia. No decorrer das sessões, o movimento tridimensional do cavalo estimula respostas sensoriais e neuromusculares,&nbsp;promove&nbsp;ajustes posturais e&nbsp;melhora&nbsp;a&nbsp;coordenação motora. A equoterapia também é eficaz na&nbsp;regulação&nbsp;do tônus&nbsp;​​muscular&nbsp;e na melhoria do equilíbrio estático e dinâmico. Além disso, a avaliação da função motora&nbsp;pela&nbsp;escala GMFM-66&nbsp;apresentou&nbsp;resultados positivos. <strong>Considerações finais: </strong>O estudo revelou que equoterapia é eficaz para melhorar o controle motor postural em crianças com paralisia cerebral. Além disso, ela traz benefícios físicos, emocionais e psicológicos importantes, auxiliando na regularização do tônus muscular, no aprimoramento das funções motoras e no desenvolvimento neurológico. A interação com o cavalo durante as sessões de equoterapia estimula respostas sensoriais e neuromusculares que colaboram para essas melhorias. Assim, essa pesquisa ressalta a relevância da equoterapia como uma intervenção terapêutica valiosa para crianças com paralisia cerebral, indicando a necessidade de mais estudos para investigar sua eficácia em diferentes tipos dessa condição e analisar seus efeitos a longo prazo.</p> 2024-05-24T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1144 Ventilação mecânica não invasiva com recurso no tratamento de pacientes com doença pulmonar obstrutiva crônica 2024-05-27T14:53:12+02:00 Grasiely Amorim Carvalho grasiellyamorim22@gmail.com Ronney Jorge De Souza Raimundo ronney.jorge@gmail.com <p><strong>Introdução</strong>: A DPOC é uma condição crônica caracterizada pela obstrução das vias aéreas e inflamação, geralmente causada pelo tabagismo prolongado. É uma das principais causas de morbidade e mortalidade globalmente, afetando 210 milhões de pessoas e resultando em 4 milhões de mortes anuais. No Brasil, é a terceira causa de morte entre as doenças crônicas não transmissíveis. A fisiopatologia envolve inflamação crônica e destruição do parênquima pulmonar. O diagnóstico geralmente é tardio, em estágios moderados ou graves, com a espirometria sendo crucial para a confirmação. A doença causa dificuldades respiratórias significativas, especialmente em estágios avançados, onde a ventilação mecânica não invasiva (VNI) pode ser uma intervenção vital. <strong>Objetivos: </strong>O objetivo deste estudo é fornecer uma visão abrangente sobre a DPOC e destacar a importância da fisioterapia respiratória, especialmente com o uso da VNI. <strong>Metodologia: </strong>Este estudo é uma revisão da literatura sobre o uso da ventilação mecânica não invasiva no tratamento da DPOC, foram revisados ensaios clínicos randomizados, revisões sistemáticas e meta-análises publicadas entre 2019 e 2024 nas bases de dados PubMed, SciELO e Google Scholar. <strong>Considerações Finais: </strong>A DPOC representa um grande desafio de saúde pública. A fisioterapia respiratória, incluindo a VNI, desempenha um papel fundamental ao reduzir a exacerbação dos sintomas e melhorar a função pulmonar. A combinação de farmacoterapia, reabilitação pulmonar, suporte nutricional e psicológico é essencial. O reconhecimento precoce da doença e a implementação de terapias adequadas, como a VNI, são cruciais para reduzir a mortalidade e promover o bem-estar dos pacientes.</p> 2024-05-27T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1145 Perigos da automedicação entre os idosos: riscos e prevenções 2024-05-27T16:45:37+02:00 Gabriela de Oliveira Matias gabriella.gabii@gmail.com Melissa Cardoso Deuner meldeuner@gmail.com Gregório Otto Bento de Oliveira prof.lbento@gmail.com <p><strong>Introdução: </strong>o fenômeno do envelhecimento populacional tem sido associado a um aumento na prática da automedicação entre os idosos, muitas vezes motivado pela presença de comorbidades. <strong>Objetivo</strong>: discutir os riscos associados à automedicação em idosos e as melhores maneiras de prevenção e o uso racional de medicamentos. <strong>Metodologia</strong>: Trata-se de uma revisão de literatura, por meio da coleta de dados em bases como PubMed, Lilacs, Scielo, Google Acadêmico, Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações (BDTD). Foram incluídos na revisão artigos publicados entre 2018 e 2024, considerando a relevância das publicações mais recentes. <strong>Resultados</strong>: a automedicação entre os Idosos pode incluir os riscos e as consequências nocivas, assim é fundamental os cuidados farmacêuticos entre os idosos. <strong>Conclusão</strong>: para mitigar os riscos da automedicação entre os idosos, é fundamental o papel do farmacêutico, pois ele pode promover a orientação e conscientização aos idosos e seus familiares quanto ao uso racional de medicamento.</p> 2024-05-27T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1147 O manejo do enfermeiro no diagnóstico tardio de sífilis em gestantes 2024-05-28T15:32:35+02:00 Hugo Emanuel Santos Dantas Carozo hugo.emanuel0077@gmail.com Ana Lívia dos Santos Gomes da Silva euanaliviasgs@gmail.com Jandson de Oliveira Soares jandson.oliveira@cesmac.edu.br <p>Na sífilis congênita quando há diagnóstico precoce e oportuno durante a gravidez são cruciais para evitar complicações sérias tanto para a mãe quanto para o feto. Como objetivo a esta pesquisa buscou abordar os cuidados da enfermagem no diagnóstico tardio da sífilis em gestantes. A metodologia utilizada foi a revisão integrativa da literatura, ou seja, coleta de dados disponíveis. nas seguintes bases de dados: Literatura Latino-Americana em Ciências de Saúde (LILACS), PubMed. Os resultados encontraram 7 artigos mediante objetivo dessa pesquisa, o qual busca relatar o manejo do enfermeiro no diagnóstico tardio da sífilis em gestantes, destacando a importância de sua atuação no contexto da saúde pública e na promoção de bem-estar materno e fetal. Nas discussões observou-se a importância do cuidado da enfermagem as gestantes diagnosticadas com sífilis, assistência de enfermagem ao longo do pré-natal das gestantes portadoras de sífilis e a adesão das gestantes ao tratamento prescrito para a sífilis. Por fim, sobre a atuação do enfermeiro para com relação no diagnóstico tardio de sífilis em gestantes, cita-se o ato de humanização nas ações como, programa de prevenção, cuidado assistencial e social, cuidado integral no exame, o enfermeiro e toda equipe de saúde deve assistir todas as fases do exame e demostrar a importância da realização.</p> 2024-05-28T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1149 Efeitos adversos do uso de antidepressivos por estudantes da área da saúde 2024-05-28T16:07:38+02:00 Poliana Barboza Luz barbozapoliana585@gmail.com Sirlei Ramos sirlei.cesufoz@gmail.com Sandonaid Andrei Geisler biologiasnag@hotmail.com <p><strong>Introdução: </strong>A depressão é apresentada como uma das condições que mais traz sofrimento à população, sem fazer distinções de gênero, nível socioeconômico ou idade. Nesse contexto, é importante destacar que egressos de cursos da área da saúde apresentam prevalência significativamente aumentada de depressão e ansiedade em relação à população em geral. <strong>Objetivo:</strong> Investigar a prevalência do uso de medicamentos antidepressivos entre estudantes da área da saúde e os fatores que contribuem para a manutenção desse hábito. <strong>Método:</strong> Trata-se de uma revisão interativa da literatura, buscando artigos nas bases de dados indexadas no PubMed e na Biblioteca Virtual em Saúde (BVS), incluindo: LILACS e MEDLINE, publicados nos últimos 23 anos. <strong>Resultados:</strong> A maioria dos estudos revela dados relevantes sobre o número de estudantes da área da saúde que utilizam medicamentos antidepressivos, sendo os Inibidores Seletivos da Recaptação de Serotonina (ISRS) os mais utilizados. Além disso, aponta-se que a enorme carga de trabalho, a distância familiar, a dificuldade de fazer novos amigos e a redução do tempo de lazer são motivos para o uso desses medicamentos. <strong>Conclusão:</strong> Devido a essa importante prevalência do uso de medicamentos antidepressivos por estudantes universitários da área da saúde na tríplice fronteira entre Brasil, Argentina e Paraguai, infere-se a necessidade do desenvolvimento de medidas preventivas para minimizar os impactos causados ​​pelos elevados níveis de estresse e prevenir o desenvolvimento de sintomas depressivos.</p> 2024-05-28T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1150 Atenção à saúde de mulheres em comunidades ribeirinhas: estudo de revisão 2024-05-28T20:35:43+02:00 Patrícia Maria Barbosa Cintra Cerqueira patriciacintrapsicologa@gmail.com Silvia Ximenes Oliveira silviaximeneso@gmail.com Tamires Santos de Oliveira tamires_enfa2015@hotmail.com Renata Figueiredo Ramalho Costa de Souza renata.ramalhocs@hotmail.com Uberlândia Islândia Barbosa Dantas de Meneses uberlandia.dantas@hotmail.com Julyana dos Reis Borges Sales julyanarborges@gmail.com Janine Martins Cavalcanti Ayres janine84ayres@gmail.com <p><strong>Introdução: </strong>Quando buscamos sobre a atenção à saúde das mulheres ribeirinhas, é notório a vasta produção científica direcionada à saúde reprodutiva. Com isso, entende-se que é essencial discutir sobre as ações existentes e as melhorias que possam ser formuladas e direcionadas à essa população.&nbsp; <strong>&nbsp;Objetivo: </strong>avaliar a atenção a saúde de mulheres ribeirinhas. <strong>Metodologia: </strong>Pesquisa de revisão integrativa da literatura, guiada pelas seguintes etapas: construção da questão de pesquisa; delimitação dos critérios de inclusão e exclusão; escolha das bases de dados; busca e seleção dos estudos; análise e exposição dos resultados. <strong>Resultados e Discussão: </strong>Foram identificados 650 estudos, depois da aplicação do critério de inclusão do idioma, permanecendo os 120 estudos, e em seguida a leitura dos títulos, nos quais foram excluídos 530 artigos, por não estarem relacionados ao objetivo deste artigo. Houve a leitura dos resumos dos 120 artigos selecionados a partir da análise dos títulos e somente aqueles dentro dos critérios de inclusão tiveram os resumos investigados. Sendo selecionados 9 artigos para compor a pesquisa. <strong>Conclusão:</strong> Percebeu-se, portanto, a necessidade de melhor compreender como ocorre a atenção a saúde dessas mulheres, e como esse se manifesta em suas práticas cotidianas, de modo a dar maior visibilidade a sua identidade cultural e social.</p> 2024-05-28T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024 https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1152 Protocolos e condutas sobre a prevenção de infecções no centro cirúrgico: atualizações e possibilidades 2024-05-28T22:19:58+02:00 Leila de Cássia Tavares da Fonseca leilafonsecarr@hotmail.com Leonice Somavila leonice.somavila@yahoo.com.br Auriane de Sousa Alencar aurialencar@hotmail.com Renata Soares do Nascimento renata.soares@live.com <p><strong>Introdução:</strong> As infecções relacionadas à assistência à saúde (IRAS) é um grave problema de saúde pública, pois aumentam consideravelmente a morbimortalidade e os gastos a elas relacionados, além de impactar negativamente na segurança do paciente e na qualidade dos serviços prestados. <strong>Objetivo: </strong>Avaliar atualizações e possibilidades sobre protocolos e condutas sobre a prevenção de infecções no centro cirúrgico. <strong>Metodologia:</strong> Pesquisa de revisão integrativa da literatura, guiada pelas seguintes etapas: construção da questão de pesquisa; delimitação dos critérios de inclusão e exclusão; escolha das bases de dados; busca e seleção dos estudos; análise e exposição dos resultados<strong> Resultados e Discussão:</strong> Foram identificados 5.810 estudos, depois da aplicação do critério de inclusão do idioma, permanecendo os 2.000 estudos, e em seguida a leitura dos títulos, nos quais foram excluídos 1.985 artigos, por não estarem relacionados ao objetivo deste artigo. Houve a leitura dos resumos dos 15 artigos selecionados a partir da análise dos títulos e somente aqueles dentro dos critérios de inclusão tiveram os resumos investigados. <strong>&nbsp;Conclusão: </strong>Sendo assim, conclui-se que medidas para prevenção, baseadas em evidências, devem ser adotadas em todos os serviços de saúde, visando principalmente a importância da educação permanente dos profissionais de saúde a fim de diminuir os índices de infecção hospitalar e morbimortalidade por tal fato.</p> 2024-05-28T00:00:00+02:00 Copyright (c) 2024