LEVANTAMENTO DA INCIDÊNCIA DE ISTS EM UM MUNICÍPIO DA REGIÃO INTEGRADA DE DESENVOLVIMENTO DO DISTRITO FEDERAL E ENTORNO

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5281/zenodo.4725704

Palavras-chave:

IST. Incidência. HIV/AIDS.

Resumo

Dentre os objetivos do estudo citam-se: Conhecer a incidência das ISTs no município de Luziânia; realizar o levantamento do quantitativo de pacientes atendidos pelo Centro de Testagem Anônima no município de Luziânia; realizar o levantamento das principais ISTs tratadas pelo Centro de Testagem Anônima no município de Luziânia. A metodologia utilizada foi a pesquisa de campo com abordagem quantitativa. Os resultados do estudo demonstraram que no ano de 2019 o índice de contaminação por HIV é de 0,02%, desse percentual 0,009% são mulheres e 0,012% são homens. O índice de contaminação por Sífilis Adquirida é de 0,054%, desse percentual 0,023% são mulheres e 0,031% são homens. O índice de contaminação de Sífilis Congênita 0,015%, desse percentual 0,009% são mulheres e 0,005% são homens. O índice de contaminação de Hepatites é de 0,11%, desse percentual 0,008% são mulheres e 0,003% são homens. O índice de contaminação de Candidíase é de 0,005%. O índice de contaminação da Síndrome do Corrimento Uretral em Homem é de 0,007%. O índice de contaminação de Condiloma Acuminado (Verrugas Anogenitais) é de 0,001%. Após a realização da pesquisa, realizando os cálculos observa-se um baixo índice de pessoas infectadas por ISTs no município de Luziânia em 2019. Conclui-se que resultados assim são obtidos graças a uma boa atenção primária, programas como saúde na escola também tem um peso grande em resultados assim, através de programas como esses adolescentes têm acesso a informações, como uso de camisinhas, formas de contágio além das relações sexuais. A soma de todos esses fatores resulta em números baixos de pessoas infectadas.

Biografia do Autor

Gabriela Vieira da Costa, Faculdade de Ciências e Educação Sena Aires, FACESA, GO, Brasil

Orcid: https://orcid.org/0000-0001-6578-3286
Faculdade de Ciências e Educação Sena Aires, FACESA, GO, Brasil
Lattes: http://lattes.cnpq.br/5334044096571296
E-mail: gabrielacosta63@gmail.com

Walquiria Lene dos Santos, Faculdade de Ciências e Educação Sena Aires, FACESA, GO, Brasil

Orcid: https://orcid.org/0000-0001-6489-5243
Lattes: http://lattes.cnpq.br/4723603129713855
Faculdade de Ciências e Educação Sena Aires, FACESA, GO, Brasil
E-mail: walquiria@senaaires.com.br

Referências

-BRASIL. MINISTÉRIO DA SAÚDE. Infecções sexualmente transmissíveis: o que são e como prevenir (saude.gov.br).2020.acessado em 13 de dezembro de 2020. Link:https://antigo.saude.gov.br/saude-de-a-z/infeccoes-sexualmente-transmissiveis-ist

- BRASIL. MINISTÉRIO DA SAÚDE. Infecções sexualmente transmissíveis: o que são e como prevenir (saude.gov.br).2020.acessado em 13 de dezembro de 2020. Link:https://antigo.saude.gov.br/saude-de-a-z/infeccoes-sexualmente-transmissiveis-ist

-IBGE.Luziânia(https://www.ibge.gov.br/).2020.acessado em 07 de dezembro de 2020. Link:https://www.ibge.gov.br/cidades-e-estados/go/luziania.html

- FAMÍLIA. ASSOCIAÇÃO PARA PLANEJAMENTO. Infecções Sexualmente Transmissíveis. (http://www.apf.pt/).2020.acessado em 05 de novembro de 2020. Link: http://www.apf.pt/infecoes-sexualmente-transmissiveis.

-CENTRO.HEP. Hepatite B(.http://www.hepcentro.com.br/).2020.acessado em 05 de novembro de 2020. Link:http://www.hepcentro.com.br/hepatite_b.htm.

-BRASIL. MINISTÉRIO DA SAÚDE. AIDS(gov.br).2020.acessado em 6 de novembro de 2020. Link https://www.gov.br/saude/pt-br/assuntos/saude-de-a-a-z-1/a/aids.

- VARELLA. DRAUZIO. Sífilis(https://drauziovarella.uol.com.br/).2020.acessado em 06 de novembro de 2020. Link:https://drauziovarella.uol.com.br/doencas-e-sintomas/sifilis/.

- GINECO. Candidíase(https://www.gineco.com.br/).2020.acessado em 07 de novembro de 2020. Link: https://www.gineco.com.br/saude-feminina/doencas-femininas/candidiase-2/

-GONÇALVES, Jonas. Rodrigo. COMO ELABORAR UMA RESENHA DE UM ARTIGO ACADÊMICO OU CIENTÍFICO. Revista JRG de Estudos Acadêmicos, [S. l.], v. 3, n. 7, p. 95–107, 2020.

- Benzaken AS, Nardi ACF, Gerbase AC, Mesquita FC, Freitas FLS, Toledo JP, Souza LA, Gonçalves MVR. Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas (PCDT): Atenção Integral às Pessoas com Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST). 2nd rev. ed. Brasília: MS/CGDI; 2016. 119 p.

Downloads

Publicado

2021-04-28

Como Citar

Costa, . G. V. da ., & Santos, W. L. dos . (2021). LEVANTAMENTO DA INCIDÊNCIA DE ISTS EM UM MUNICÍPIO DA REGIÃO INTEGRADA DE DESENVOLVIMENTO DO DISTRITO FEDERAL E ENTORNO. Revista JRG De Estudos Acadêmicos, 4(8), 348–358. https://doi.org/10.5281/zenodo.4725704

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>