A IMPORTÂNCIA DA ORIENTAÇÃO DA EQUIPE MULTIDISCIPLINAR, SOBRE MANTER HÁBITOS DE VIDA SAUDÁVEIS

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5281/zenodo.5083422

Palavras-chave:

Alimentação Saudável. Estratégia de Saúde da Família. Atividade Física. Orientação.

Resumo

A atividade física é reconhecida como fator de proteção para a saúde, sendo seus benefícios associados à redução de doenças crônicas e à diminuição do risco de morte prematura por doenças cardiovasculares. Embora a atividade física seja um importante recurso para políticas de promoção de saúde, o baixo nível e a inatividade física são preocupantes em todo o mundo1. Teve como objetivo geral analisar as causas que levam as pessoas a seguirem hábitos saudáveis e se estão ligados a orientação da equipe. Sendo assim foram analisados 22 artigos científicos sobre a orientação sobre hábitos saudáveis vinda da equipe multidisciplinar das unidades de saúde e utilizados 19 artigos com a abordagem qualitativa e quantitativa. Os dados foram obtidos através de leitura exaustiva de cada artigo e visando identificar as características e as estruturas, o levantamento foi realizado utilizando os descritores “alimentação saudável” and “estratégia de saúde da família” and “atividade física” and “orientação”. Nesse artigo foi possível identificar a importância da equipe multidisciplinar dentro das unidades de saúde orientando esses pacientes que ali estão, a boa influência leva com que boa parte comece a ter práticas de vida mais saudáveis de acordo com suas necessidades e possibilidades, contudo ainda é necessária muita reeducação populacional em relação a alimentação saudável e a prática regular de exercícios para que assim como exemplo o número de doenças crônicas possa diminuir com o passar do tempo.

Biografia do Autor

Amanda Pereira Gomes, Faculdade de Ciências e Educação Sena Aires, GO, Brasil

Orcid: https://orcid.org/0000-0002-5959-7847
Lattes: http://lattes.cnpq.br/4591667501399696
Faculdade de Ciências e Educação Sena Aires, FACESA, GO, Brasil
E-mail: mandinha-amanda11@hotmail.com

Greyce Hellen de Brito Lopes, Faculdade de Ciências e Educação Sena Aires, GO, Brasil

Orcid: https://orcid.org/0000-0002-9336-6153
Lattes: http://lattes.cnpq.br/5290314882015561
Faculdade de Ciências e Educação Sena Aires, FACESA, GO, Brasil
E-mail: lopesgreyce123@gmail.com

Haline Gerica de Oliveira Alvim, Faculdade de Ciências e Educação Sena Aires, GO, Brasil

Orcid: https://orcid.org/0000-0002-1682-5512
Lattes: http://lattes.cnpq.br/6733311247207705
Faculdade de Ciências e Educação Sena Aires, FACESA, GO, Brasil
E-mail: halinegerica@senaaires.com.br

Referências

POLISSENI MLC. RIBEIRO LC. Exercício físico como fator de proteção para a saúde em servidores público, Revista Brasileira de Medicina do Esporte, 2014.

V Diretrizes Brasileiras de Hipertensão Arterial. Arq. Bras. Cardiol., São Paulo, v. 89, n. 3, 17-19, 2007. Disponível em <http://www.scielo.br/scielo.php? script=sci_arttext&pid=S0066-782X2007001500012&lng=en&nrm=iso>. Acesso em 02 Dez. 2020.

Pillon, Sandra & Priolli Jora, Natália & Santos, Manoel. (2011). Cap 42. O papel da equipe multidisciplinar na dependência química. In book: Dependência Química: Prevenção, Tratamento e Politicas Públicas., Edition: 1ª, Chapter: O papel da equipe multidisciplinar na dependência química, Publisher: ARTMED / GRUPO A, Editors: Alessandra Dielh, Daniel Cruz Cordeiro, Ronaldo Laranjeira, pp.453-460.

JAIME PC. STOPA SR. OLIVEIRA TP. VIEIRA ML. SZWARCWALD CL. MALTA DC. Prevalência e distribuição sociodemográfica de marcadores de alimentação saudável, Pesquisa Nacional de Saúde, Brasil,2013.

BENTO IC. ESTEVES JMM. FRANÇA T.E. Alimentação saudável e dificuldades para torná-la uma realidade: percepções de pais/responsáveis por pré-escolares de uma creche em Belo Horizonte/MG, Brasil,2015.

ALENCAR, T. O. S.; NASCIMENTO, M. A. A. Assistência Farmacêutica no Programa Saúde da Família: encontros e desencontros do processo de organização. Ciência & Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 16, n. 9, p. 3939-3949, set. 2011

TRAVASSOS. CLAUDIA; MARTINS. MÔNICA. Uma revisão sobre os conceitos de acesso e utilização de serviços de saúde. Disponível: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2004000800014 Acesso em: 02 de dez. 2020.

SANTOS CC, STUCHI RAG, SENA CA, PINTO NAVD. A influência da televisão nos hábitos, costumes e comportamento alimentar. Cogitare Enferm 2012.

SOUSA ASJ. MARQUES MB. MOREIRA TMM. ARAUJO ADIR. SILVA AZS. MACHADO ALG Consulta de enfermagem ao cliente hipertenso na estratégia saúde da família -Revista de Enfermagem UFRJ. 2015.

GRZIBOWSKI MK. SZALANSKI AP. GRZYBOWSKI A. KUNRATH LK. ARAÚJO SN. SCREMIN OB, DANÇA E SAÚDE: Ligação Perfeita, 2016

GOMES MN. MACIEL MG. TORRES RS. BARBOSA SNAA. Relação entre Variáveis Antropométricas, Bioquímicas e Hemodinâmicas de Pacientes Cardiopatas, Internacional Journal of Cardiovascular Science. 2015

FLOR LS. CAMPOS MR. OLIVEIRA AF, SCHRAM JMA. Carga de diabetes no Brasil: fração atribuível ao sobrepeso, obesidade e excesso de peso Rev. Saúde Pública 2015

VIANA MR. RODRIGUES TT Complicações cardiovasculares e renais no diabetes mellitus. Revista de Ciências Médicas e Biológicas,2010.

PORTUGAL Alimentação Saudável em Números – Programa Nacional para a Promoção da Alimentação Saudável - DIREÇÃO-GERAL DA SAÚDE, LISBOA, 2015.

RIBEIRO LF. Reestruturação do programa de atividade física da terceira idade para a redução do sedentarismo dos idosos no programa saúde da família, Juiz de Fora-MG,2015.

SILVA AFAC. Sedentarismo: proposta de um programa de intervenção para profissionais da educação do município de Varjão de Minas, UFMG, 2016.

COTTA RMM, MACHADO JC. Programa Bolsa Família e segurança alimentar e nutricional no Brasil: revisão crítica da literatura. Rev. Panam Salud Publica, 2013.

MALTA MB. PAPINI SJ. CORRENTE JE. Avaliação da alimentação de idosos de município paulista – aplicação do Índice de Alimentação Saudável, 2013.

LEMOS KL. SILVA AFAC. Sedentarismo: Proposta de um programa de intervenção para profissionais da educação do município de Varjão de Minas. Belo Horizonte-MG, 2012.

GOIÁS. Governo do Estado de: SES. Secretaria de Estado da Saúde; Superintendência de Vigilância em Saúde; Coordenação de Vigilância Nutricional. Obesidade na Comunidade, o que Fazer?: Um guia simplificado para o Agente Comunitário de Saúde / Secretária de Estado da Saúde de Goiás; Superintendência de Vigilância em Saúde; organizadores: Lara Rejaine Palhares Rodrigues ; Maria Janaína Cavalcante Nunes; Mariella de Almeida e Almeida Oliveira; Nathália Carolyne Correia Mendonça. Goiânia: SUVISA/GVE/CVN, 2015.

SOUSA AS. KLING MRS. NAVARO F. A importância da orientação e reeducação nutricional no tratamento da obesidade -Revista Brasileira de Obesidade, Nutrição e Emagrecimento. ISSN 1981-9919 versão eletrônica.

RAZENTE PM. CARISSIMI CG. GUERREIRO LF. WALLY C. KOTH AP. HELENA ES. RECH F. LAMPERT LL. OLIVEIRA BR. OLIVEIRA MG. OTTES RV. ABRIL SIM. GONÇALVES CAN. - GEM. FIS: Grupo de Estudos Multidisciplinar em Fisiologia e a promoção da saúde, 2008.

Downloads

Publicado

2021-07-08

Como Citar

Gomes, . A. P. ., Lopes, G. H. de B. ., & Alvim, H. G. de O. . (2021). A IMPORTÂNCIA DA ORIENTAÇÃO DA EQUIPE MULTIDISCIPLINAR, SOBRE MANTER HÁBITOS DE VIDA SAUDÁVEIS. Revista JRG De Estudos Acadêmicos, 4(9), 27–37. https://doi.org/10.5281/zenodo.5083422

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)