PERCEPÇÕES DO CUIDADOR FORMAL AO IDOSO PORTADOR DA DOENÇA DE ALZHEIMER

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5281/zenodo.5093836

Palavras-chave:

Cuidador Formal. Cuidador Informal. Idosos. Alzheimer.

Resumo

Objetivo: O presente artigo busca através de uma revisão literária, uma visão sobre a forma como percebemos o cuidador de idoso portador da Doença de Alzheimer. Assim como toda a família precisa estrutura sua forma de vida com a descoberta da doença, o cuidador precisa de atenção, já que com o passar do tempo cuidando de idosos portadores de DA, o cuidador formal ou informal pode acarretar doenças que podem prejudicar suas vidas socialmente, psicologicamente e biologicamente. Método: Foi realizada uma pesquisa bibliográfica em artigos, revistas e livros a fim da busca por uma nova visão aos cuidadores de idosos portadores de DA. Resultados: A doença de Alzheimer é uma doença degenerativa, que compromete todas as áreas da vida do idoso e a necessidade de cuidadores por um tempo prolongado é de real necessidade para as famílias. O artigo busca uma nova visão para o cuidador, pois a qualidade e o comprometimento dos cuidados com os idosos portadores de DA podem diminuir se o cuidador estiver doente. Considerações finais: O cuidador necessita de cuidados e rede de apoio e o autocuidado pode melhorar a qualidade de vida de quem cuida.

Biografia do Autor

André Luiz Souza de Jesus, Faculdade de Ciências e Educação Sena Aires, GO, Brasil

Orcid: https://orcid.org/0000-0002-1703-1167
Lattes: http://lattes.cnpq.br/7294414641448897
Faculdade de Ciências e Educação Sena Aires, GO, Brasil
E-mail: andreluiz@senaaires.com.br

Letícia Reis da Silva, Faculdade de Ciências e Educação Sena Aires, GO, Brasil

Orcid: https://orcid.org/0000-0001-8190-5845
Faculdade de Ciências e Educação Sena Aires, GO, Brasil
E-mail: leticiareissilva1990@gmail.com

Rayannie Nepomuceno Guimarães, Faculdade de Ciências e Educação Sena Aires, GO, Brasil

Orcid: https://orcid.org/0000-0001-6726-0200
Faculdade de Ciências e Educação Sena Aires, GO, Brasil
E-mail: rayannie.guimaraes@gmail.com

Referências

World Health Organization. Envelhecimento ativo: uma política de saúde / World Health Organization[internet]. Brasília,2005[citado: 2020/outubro] Disponível em:

https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/envelhecimento_ativo.pdf

Tavares RE, Jesus MCP, Machado DR, Braga VAS,Tocantis FR, Merighi MAB. Envelhecimento saúdável na perspectiva de idosos: uma revisão integrativa. Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia[internet] 2017;doi: https://doi.org/10.1590/1981-22562017020.170091

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Envelhecimento e saúde da pessoa idosa [Internet]. Brasília: 2006. [citado: 2020/outubro]. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/evelhecimento_saude_pessoa_idosa.pdf

Sereniki A, Vital MAB. A doença de Alzheimer: aspectos fisiopatológicos e farmacológicos. Revista Pisiquiatrica, Rio Grande do Sul[internet].2008 ; doi: http://dx.doi.org/10.1590/S0101-81082008000200002.

Falco A, Cukierman DS, Hauser-Davis RA, Rey NA. Doença de Alzheimer: hipóteses etiológicas e perspectivas de tratamento. Revista Química Nova, São Paulo[internet].2016; doi: https://doi.org/10.5935/0100-4042.20150152

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde. Guia prático do cuidador[internet]. Brasília;2008[citado:2020/outubro]. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/guia_pratico_cuidador.pdf

Mendes JLV; Silva SC; Silva GR; Santos NAR. O Aumento da População Idosa no Brasil e o Envelhecimento nas Últimas Décadas: Uma Revisão da Literatura. Revista educação, Meio ambiente e saúde. [internet] 2018. [citado 2020/novembro]. Disponível em:

http://www.faculdadedofuturo.edu.br/revista1/index.php/remas/article/view/165/272.

Abreu DPG; Ilha S; Backes DS; Pelzer MT; Santos SSC; Silva BT. Doença de Alzheimer na pessoa idosa/família: Dificuldades vivenciadas e estratégias de cuidado. Escola Anna Nery[internet] 2016; doi: https://doi.org/10.5935/1414-8145.20160019

Costa MC; Hildebrandt LM; Leite MT; Pizolotto ALZ; Resta DG. Organização da família no cuidado ao idoso com doença de Alzheimer.[internet]2015[citado em: 2020/novembro] disponível em: https://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/biblio-834519 10.

Cruz KTA; Pereira MC. Os desafios dos cuidadores familiares de pacientes com Alzheimer no cotidiano familiar. Revista JRG de estudos Acadêmicos. [internet] 2019.[citado em 2020/novembro] Disponível em: http://www.revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/85OS

Mélo SFP; Flores D; Lira MF; Farias TZTT. Idoso Institucionalizado: Transformações biológicas, psicológicas e sociais. Revista Atenção Interdisciplinar em Saúde2 .[internet]2019[citado em: 2020/ novembro]. Disponível em: https://www.atenaeditora.com.br/post-artigo/24889

Loureiro MAP. Cuidador Formal e a Demência de Alzheimer. Dissertação mestrado. Instituto Politécnico de Bragança. [internet].2016. [citado em 2020/novembro] disponível em: https://bibliotecadigital.ipb.pt/bitstream/10198/14349/1/Tese%20Final%20Impress%C3%A3o.pdf

Marins AMF; Hansel CG; Silva J. Mudanças de comportamento em idosos com Doença de Alzheimer e sobrecarga para o cuidador. Escola Anna Nery[internet]2016; doi: 10.5935/1414-8145.20160048.

Oliveira DC; Cardins KKB. Concepções de profissionais de saúde da atenção básica sobre o cuidado a idosos com doença de Alzheimer. Tese de Conclusão de curso. [internet]2018. [citado em 2020/ novembro] Disponível em:

http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/

Cruz MGS; Daspett C; Horta ALM; Vizzachi BA. A dinâmica familiar diante da doença de Alzheimer em um de seus membros. Revista da Escola de enfermagem da USP. [internet]2015; doi: 10.1590/S0080-623420150000600008

Ribeiro GB; Silva ND; Silva VA; Lima RN. Assistência de enfermagem à pessoa idosa com Alzheimer em Instituições de Longa Permanência. ReBIS [Internet].2020[citado em 2020/novembro] disponível em:

https://revista.rebis.com.br/index.php/rebis/article/view/368

Cesário VAC; Claudino KA; Leal MCC; Marques APO. Estresse e qualidade de vida do cuidador familiar de idoso portador da doença de Alzheimer. Rev. Saúde Debate Rio de Janeiro.[internet]2017; doi: https://doi.org/10.1590/0103-1104201711214.

Júnior VMC; Antunes MD; Santos AJ; Oliveira DV; Nishida FS; Benedeti MR. Um programa de exercícios físicos influencia na funcionalidade de idosos institucionalizados com Doença de Alzheimer.BIUS[internet]. 2019[citado 2020/novembro] Disponível em: https://periodicos.ufam.edu.br/index.php/BIUS/article/view/6519

Burlá c, Camarano AA, Kanso S, Fernandes D, Nunes R. Panorama prospectivo das demências no Brasil: um enfoque demográfico. Revista ciência e saúde coletiva.[internet]2013. Doi: https://doi.org/10.1590/S1413-81232013001000019

Trigo TR, Teng CR, Hallak JEC. Síndrome de Burnout ou estafa profissional e os transtornos psiquiátricos.Revista psiquiatria clínica[internet]2007. Doi: https://doi.org/10.1590/S0101-60832007000500004

Downloads

Publicado

2021-07-12

Como Citar

Jesus, A. L. S. de ., Silva, L. R. da ., & Guimarães, R. N. . (2021). PERCEPÇÕES DO CUIDADOR FORMAL AO IDOSO PORTADOR DA DOENÇA DE ALZHEIMER. Revista JRG De Estudos Acadêmicos, 4(9), 78–89. https://doi.org/10.5281/zenodo.5093836