ATUAÇÃO DO ENFERMEIRO NA ASSISTÊNCIA AO PARTO HUMANIZADO: REVISÃO LITERÁRIA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.55892/jrg.v5i10.349

Palavras-chave:

Gravidez. Parto humanizado. Enfermeiras obstétricas.

Resumo

Tema: a atuação do enfermeiro no parto. Problema: qual a importância da atuação da enfermagem durante os procedimentos dos partos humanizados? Hipótese: o parto humanizado se inicia desde o pré-natal, no qual todas as orientações são dadas à gestante e a seu acompanhante. Objetivos: analisar a relevância do entendimento sobre a qualidade da assistência de enfermagem no parto e pós parto e suas repercussões na saúde da mulher. Justificativa: no Brasil ainda é abundante, nos trabalhos de parto, o uso rotineiro da episiotomia e algum tipo de violência obstétrica, necessitando assim uma mudança no atendimento à mulher. Metodologia: Trata-se de revisão bibliográfica. Resultados. A enfermagem compreende a utilização da humanização no parto como a capacidade de dar atenção às condições e necessidades do outro.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Amanda Cristina da Silva, Faculdade de Ciências e Educação Sena Aires, GO, Brasil

mceclip0.png https://orcid.org/0000-0003-2552-425X
mceclip1.png http://lattes.cnpq.br/4916078541005747
Faculdade de Ciências e Educação Sena Aires, GO, Brasil
E-mail: amandinha.cristinasilva@gmail.com

Karoline Alves dos Santos, Faculdade de Ciências e Educação Sena Aires, GO, Brasil

mceclip2.png https://orcid.org/0000-0002-2852-4768
mceclip3.png http://lattes.cnpq.br/0241504295108120
Faculdade de Ciências e Educação Sena Aires, GO, Brasil
E-mail: karoline15679@gmail.com 

Sandra Godoi de Passos, Universidade Católica de Brasília, UCB/DF, Brasil

Possui graduação em Enfermagem pela Universidade Católica de Goiás (2004) , Mestrado em Gerontologia pela Universidade Católica de Brasília (2019) e Especialização em Saúde Coletiva pela Universidade de Brasília (UNB). Atualmente, docente presencial e EAD FACESA , enfermeira em Unidade Básica de Saúde . Experiência na área de Enfermagem, atuando principalmente nos seguintes temas: Estratégia Saúde da Família/UBS, Saúde da Mulher e do recém - nascido, Saúde Pública, enfermagem cirúrgica, saúde do adulto e do idoso, enfermagem, mulher - presa, cuidado com o idoso, urgência e emergência e UTI

Referências

Colares Alves, D. F., Feitosa Mourão, L., Barbosa Marques, A. D., de Oliveira Branco, J. G., Da Costa Cavalcante, R., & Sousa Albuquerque, R. A. de. (2018). Processo de humanização na assistência de enfermagem à parturiente: revisão integrativa. SANARE - Revista de Políticas Públicas, 16(2).

Porto, A. A. S.; Costa, L. P., & Velloso, N. A. (2015). Humanização da assistência ao parto natural: uma revisão integrativa. Rev. Ciência e Tecnologia, Rio Grande do

Sul, 1(1).

Maffioleti Cavaler, C., Castro, A., Figueiredo, R. C., & Araújo, T. N. (2018). Representações Sociais do Parto para Mulheres que foram parturientes. Revista de Psicologia, 12(41), 977–990.

Lacerda, G. M. O. de., Mariano, V. da C., & Passos, S. G. de. (2022). Violência obstétrica e os direitos das gestantes: o que as mulheres sabem? Revista JRG De Estudos Acadêmicos, 5(10).

Maia, MB. (2010). Humanização do parto: política pública, comportamento organizacional e ethos profissional. Rio de Janeiro: Editora FIOCRUZ.

Leas, R. E., Cifuentes, D.J., (2016). Parto humanizado: contribuições do enfermeiro obstetra Ciências da Saúde Artigo de revisão. Revista Ciências Cidadania, 2(1).

Rodrigues F.R., Covos, J.S., Covos, J.F & Rodrigues, B.C., (2018). Pré-natal humanizado: estratégias de enfermagem na preparação para o parto ativo. Revista Saúde em Foco, 10(3)

Silva, I. A. D., Silva, P. 1 D. S. F. D., Andrade, É. W. O. F., Morais, F. F. D., Silva, R. S. D. S., & Oliveira, L. S. (2017). Percepção das puérperas acerca da assistência de enfermagem no parto humanizado. Revista Uningá, 53(2).

Almeida, M. M., Silva, F. W. T. D., Lobo, L. M. das G. A., Santos, T. S. dos, & Pessôa, R. M. da C. (2016). A enfermagem na perspectiva do parto humanizado: uma revisão integrativa de literatura. Revista Ciência & Saberes - UniFacema, 2(2)

Souza, T. G. de, Gaíva, M. A. M., & Modes, P. S. S. dos A. (2011). A humanização do nascimento: percepção dos profissionais de saúde que atuam na atenção ao parto. Revista Gaúcha de Enfermagem, 32(3).

Mendes, J. B. F., Silva, A. O. da, & Leal Junior, J. O. (2022). Parto humanizado: modelo de assistência. Revista Coleta Científica, 6(11).

Lemos, R. C. A., Jorge, L. L. R., Almeida, L. S., & Castro, A. C. de. (2010). Visão dos enfermeiros sobre a assistência holística ao cliente hospitalizado. Revista Eletrônica de Enfermagem, 12(2),

Chernicharo, I. de M., Silva, F. D. da, & Ferreira, M. de A. (2011). Humanização no cuidado de enfermagem nas concepções de profissionais de enfermagem. Escola Anna Nery, 15(4)

Silva, H. C. F. da, & Luzes, R. (2015). Contribuição da fisioterapia no parto humanizado. Alumni- Revista Discente da Uniabeu, 3(6).

Leandro, J. P. S. (2017). A assistência fisioterapêutica prestada as gestantes durante o pré-natal: uma revisão de literatura. Repositorio.asces.edu.br. http://repositorio.asces.edu.br/handle/123456789/1236

Pereira, R. M., Fonseca, G. de O., Pereira, A. C. C. C., Gonçalves, G. A., & Mafra, R. A. (2018). Novas práticas de atenção ao parto e os desafios para a humanização da assistência nas regiões sul e sudeste do Brasil. Ciência & Saúde Coletiva, 23(11).

Silva, E. A.T. (2013). Gestação e preparo para o parto: programas de intervenção. O Mundo da Saúde, São Paulo, (2).

Santos, R. B. dos, & Ramos, K. da S. (2012). Sistematização da assistência de enfermagem em Centro Obstétrico. Revista Brasileira de Enfermagem, 65(1).

Oliveira, M. A. L., Rinaldi, E., C., Zarpellon, L. D & Testi, J. A. (2011). Parto humanizado: a realidade em uma maternidade de Ponta Grossa-PR. Educere.

Brasil. Ministério da Saúde. (2010). Secretaria de Atenção à Saúde. Núcleo Técnico da Política Nacional de Humanização. HumanizaSUS: Documento base para gestores e trabalhadores do SUS / Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, Núcleo Técnico da Política Nacional de Humanização. – 4. ed. 4. Reimp. – Brasília: Editora do Ministério da Saúde.

Kottwitz, F., Gouveia, H. G., & Gonçalves, A. de C. (2017). Route of birth delivery preferred by mothers and their motivations. Escola Anna Nery, 22(1)

Hirsch, O. N. (2015). O parto “natural” e “humanizado” na visão de mulheres de camadas médias e populares no Rio de Janeiro. Civitas - Revista de Ciências Sociais, 15(2).

Velho, M. B., Santos, E. K. A. dos, & Collaço, V. S. (2014). Natural childbirth and cesarean section: social representations of women who experienced them. Revista Brasileira de Enfermagem, 67(2).

Riscado, L. C., Jannotti, C. B., & Barbosa, R. H. S. (2016). A decisão pela via de parto no brasil: temas e tendências na produção da saúde coletiva. Texto & Contexto - Enfermagem, 25(1)

Vieira, P. S. J., Castro, D. dos S. B., Silva, L. R. B. da, & Brito, R. de O. (2022). Educação inclusiva e formação de professores: o caso de uma escola pública no estado de Goiás. Revista JRG de Estudos Acadêmicos, 5(10), 77–90. https://doi.org/10.55892/jrg.v5i10.339

Possati, A., Prates, L., Cremonese, L., Scarton, J., Alves, C., Ressel, L., Alende, L., & Anna, E. (n.d.). Humanização do parto: significados e percepções de enfermeiras Humanization of childbirth: meanings and perceptions of nurses Humanización del parto: significados y percepciones de enfermeras PESQUISA | RESEARCH. Escola Anna Nery, 21(4).

Zanardo, G. L. de P., Uribe, M. C., Nadal, A. H. R. D., & Habigzang, L. F. (2017). Violência obstétrica no brasil: uma revisão narrativa. Psicologia & Sociedade, 29(0).

Barbosa, M. B. B., Herculano, T. B., Brilhante, M. d. A. A., & Sampaio, J. (2018). Doulas como dispositivos para humanização do parto hospitalar: do voluntariado à mercantilização. Saúde em Debate, 42(117).

Gonçalves Camacho, K., da Costa Vargens, O. M., Progianti, J. M., & Spíndola, T. (2010). Vivenciando repercussões e transformações de uma gestação: perspectivas de gestantes. Ciencia y Enfermería, 16(2).

Cassiano, N., Rejane, Paiva De Menezes, M., Soraya, De Medeiros, M., Carlos, De, J., Silva, A., Mônica, & Ribeiro Alexandre D'auria De Lima, C (2021). Atuação do enfermeiro obstétrico na perspectiva das epistemologias do Sul. Escola Anna Nery, 25 (1).

Gomes A. S., Faria J & Souza R. (2011). Parto domiciliar: a busca por um parto humanizado. – São José.

Caetano, E. A., Lemos, N. R. F., Cordeiro, S. M., Pereira, F. M. V., Moreira, D. da S., & Buchhorn, S. M. M. (2013). O recem-nascido com dor: atuacao da equipe de enfermagem. Escola Anna Nery, 17(3)

Gomes, C. M., Oliveira, M. P. S., & Lucena, G. P. de. (2020). O papel do enfermeiro na promoção do parto humanizado. Revista Recien - Revista Científica de Enfermagem, 10(29).

Souza, K. M. O. de, & Ferreira, S. D. (2010). Assistência humanizada em UTI neonatal: os sentidos e as limitações identificadas pelos profissionais de saúde. Ciência & Saúde Coletiva, 15(2).

Downloads

Publicado

2022-06-13