BENEFÍCIOS DO ALEITAMENTO MATERNO PARA A CRIANÇA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5281/zenodo.6787510%20

Palavras-chave:

Amamentação materna. Alimentos industrializados. Lactante.

Resumo

Os benefícios do aleitamento materno para a criança são vários, incluindo o fornecimento de nutrientes necessários para a criança, protegendo-a de várias doenças e sendo de grande importância para o seu desenvolvimento, devendo ser exclusivo até os primeiros seis meses de vida. Esta pesquisa levanta o seguinte problema: quais os benefícios do aleitamento materno nos primeiros seis meses de vida da criança? O intuito deste trabalho é revisar a importância da educação de gestantes e descrever os benefícios do aleitamento materno para a criança. Trata-se de uma revisão bibliográfica do tipo qualitativa e descritiva. Como resultado, pode-se observar que é dever do profissional de saúde incentivar as mulheres ao aleitamento materno exclusivo, entretanto, é necessário que haja investimentos em políticas públicas que promovam a disseminação de informações acerca do assunto. Por meio deste estudo, foi possível levantar informações importantes a respeito da importância do incentivo à amamentação exclusiva.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jaciara Ribeiro da Silva, Faculdade de Ciências e Educação Sena Aires, Valparaíso de Goiás, Brasil

mceclip0.png https://orcid.org/0000-0003-1119-5184
mceclip1.png http://lattes.cnpq.br/4148621703708924
Faculdade de Ciências e Educação Sena Aires, Valparaíso de Goiás, Brasil
E-mail: jaciara.jrs@gmail.com

Ingredi Vitoria Sousa, Faculdade de Ciências e Educação Sena Aires, Valparaíso de Goiás, Brasil

mceclip2.png https://orcid.org/0000-0002-1959-0202
mceclip3.png http://lattes.cnpq.br/3703023451969321
Faculdade de Ciências e Educação Sena Aires, Valparaíso de Goiás, Brasil
E-mail: ingredivitoria75@gmail.com

Sandra Godoi de Passos, Universidade Católica de Brasília, UCB/DF, Brasil

Possui graduação em Enfermagem pela Universidade Católica de Goiás (2004) , Mestrado em Gerontologia pela Universidade Católica de Brasília (2019) e Especialização em Saúde Coletiva pela Universidade de Brasília (UNB). Atualmente, docente presencial e EAD FACESA , enfermeira em Unidade Básica de Saúde . Experiência na área de Enfermagem, atuando principalmente nos seguintes temas: Estratégia Saúde da Família/UBS, Saúde da Mulher e do recém - nascido, Saúde Pública, enfermagem cirúrgica, saúde do adulto e do idoso, enfermagem, mulher - presa, cuidado com o idoso, urgência e emergência e UTI.

Referências

ALMEIDA, J.A.G. Amamentação: um híbrido natureza-cultura. Editora Fiocruz; 1999.

ÁVILA, I.R; SALVAGNI, E.P. Aleitamento materno. Promoção e proteção da saúde da criança e do Adolesc Porto Alegre FAMED/UFRGS, 2009 p 15-18. 2009;

BABAKAZO, Pélagie; DONEN, Philippe; AKILIMALI, Pierre; ALI, Nathalis Mapatano Mala; OKITOLONDA, Emílio. Preditores de interrupção do aleitamento materno exclusivo antes dos seis meses entre mães em Kinshasa: um estudo prospectivo. Revista Internacional de Aleitamento Materno, v. 10, n. 1, pág. 19, dez. 2015. DOI 10.1186/s13006-015-0044-7.

BOCCOLINI, Cristiano Siqueira; BOCCOLINI, Patrícia de Moraes Mello; CARVALHO, Márcia Lázaro de; OLIVEIRA, Maria Inês Couto de. Padrões maternos exclusivos e protegidos por diarréia entre 1 e 2008 em capitais brasileiras. Ciência & Saúde Coletiva, v. 17, n. 7, pág. 1857-1863, jul. 2012. DOI 10.1590/S1413-81232012000700025

BRAGA, Milayde Serra; GONÇALVES, Mônica da Silva; AUGUSTO, Carolina Rocha. OS BENEFÍCIOS DO ALEITAMENTO MATERNO PARA O DESENVOLVIMENTO INFANTIL / OS BENEFÍCIOS DA AMAMENTAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO INFANTIL. Revista Brasileira de Desenvolvimento, v. 6, n. 9, pág. 70250–70261, 2020. DOI 10.34117/bjdv6n9-468

BRODRIBB, Wendy; KRUSKE, Sue; MILLER, Yvette D. Acreditação Hospitalar Amigo da Criança, Práticas de Cuidados Hospitalares e Aleitamento Materno. Pediatria, v. 131, n. 4, pág. 685-692, 1 abr. 2013. DOI 10.1542/peds.2012-2556.

CALDEIRA, Antônio Prates; FAGUNDES, Gizele Carmem; AGUIAR, Gabriel Nobre de. Intervenção em equipes do Programa de Saúde da Família para promoção da educação. Revista de Saúde Pública, v. 42, n. 6, pág. 1027–1233, dez. 2008. DOI 10.1590/S0034-89102008000600008.

CARVALHO, M.R; TAMEZ, R.N. Amamentaçäo: bases científicas para a prática profissional. In: Amamentaçäo: bases científicas para a prática profissional. 2002. p. 278.

CASSIMIRO, Isadora Gonçalves Vilela; SOUZA, Pâmella Gomes de; RODRIGUES, Marcelo Costa; CARNEIRO, Grace Kelly Martins. A IMPORTÂNCIA DA AMAMENTAÇÃO NATURAL PARA O SISTEMA ESTOMATOGNÁTICO. Revista Uningá, v. 56, n. S5, pág. 54-66, 17 jul. 2019

CHAVES, A.F.L. Efeitos de uma intervenção educativa por telefone na autoeficácia, duração e exclusividade do aleitamento materno: ensaio clínico randomizado controlado. 2016;

DE MORAES, Gécica Gracieli Wust et al. Associação da duração do aleitamento materno exclusivo com a autoeficácia de nutrizes para amamentar. Revista da Escola de Enfermagem da USP, v. 55, p. e03702-e03702, 2021.

GARTNER, L.M; MORTON, J.; LAWRENCE, R.A; NAYLOR, A.J; O’HARE, D; SCHANLER, R.J. Breastfeeding and the use of human milk. Pediatrics, v 2, n. 115, p.496–506, 2005.

GIUGLIANI, Elsa RJ. O aleitamento materno na prática clínica. J. pediatr. (Rio J.), pág. S238–S252, 2000.

HABICHT, Jean-Pierre; DAVANZO, Julie; BUTZ, William P. A AMAMENTAÇÃO REALMENTE SALVA VIDAS, OU OS BENEFÍCIOS APARENTES SÃO DEVIDO AOS VÍCIOS? American Journal of Epidemiology, v. 123, n. 2, pág. 279-290, fev. 1986. DOI 10.1093/oxfordjournals.aje.a114236

HEIDARI, Z; KESHVARI, M. KOHAN, S. Breastfeeding promotion, challenges and barriers: qualitative research. Int J Pediatr, vol, 4, n.5, p.1687–95, 2016.

KEBEDE, Tolossa; WOLDEMICHAEL, Kifle; JARSO, Habtemu; BEKELE, Bayu Begashaw. Cessação do aleitamento materno exclusivo e fatores associados entre mães empregadas na cidade de Dukem, Etiópia Central. Revista Internacional de Aleitamento Materno , v. 15, n. 1, pág. 6, dez. 2020. DOI 10.1186/s13006-019-0250-9

LIMA, Simone Pedrosa; FARIAS, Pedro Henrique Silva de; SILVA, Cinthya de Sá Santos da; MEDEIROS, Maria Luiza de Oliveira. PROTEÇÃO, PROMOÇÃO E APOIO A AMAMENTAÇÃO: FORTALECENDO A INICIATIVA HOSPITAL AMIGO DA CRIANÇA. EXTRAMUROS - Revista de Extensão da UNIVASF, v. 8, n. 1, pág. 155-165, 18 mar. 2020

MARGOTTI, Edficher; EPIFÂNIO, Matias. Aleitamento materno exclusivo e Escala de Autoeficácia na Amamentação. Rev Rene , v. 15, n. 5, 21 fora. 2014

MESSIAS, Agnes Martins et al. Amamentação natural, artificial e maloclusão: há correlação? Odonto, v. 27, n. 53, p. 9-18, 2020.

MORLEY, Ruth; LUCAS, Alan. Dieta randomizada no período neonatal e desempenho de crescimento até 7,5-8 anos de idade em crianças pré-termo. The American Journal of Clinical Nutrition , v. 71, n. 3, pág. 822-828, 1 mar. 2000. DOI 10.1093/ajcn/71.3.822

NASCIMENTO, Maria Beatriz R. do; ISSLER, Hugo. Aleitamento materno em desenvolvimentos: manejo clínico hospitalar. Jornal de Pediatria, v. 80, n. 5, nov. 2004. DOI 10.1590/S0021-75572004000700008

ORGANIZATION, W.H. Physical status: The use of and interpretation of anthropometry, Report of a WHO Expert Committee. World Health Organization; 1995.

ORGANIZATION, W.H. The optimal duration of exclusive breastfeeding: a systematic review. 2001;

SINHA, Bireshwar; CHOWDHURY, Ranadip; SANKAR, M Jeeva; MARTINS, José; TANEJA, Sunita; MAZUMDER, Sarmila; ROLLINS, Nigel; BAHL, Rajiv; BHANDARI, Nita. Intervenções para melhorar os resultados da amamentação: uma revisão sistemática e meta-análise. Acta Pediátrica, v. 104, p. 114–134, dez. 2015. DOI 10.1111/apa.13127

SILVA, F.B. Os efeitos dos dez passos para o sucesso do aleitamento materno no primeiro mês da nutriz. 2017;

SOUZA, Julia Beatriz de Paiva Guimarães; MENDES, Larissa Loures; BINOTI, Mirella Lima. PERFIL DO ALEITAMENTO MATERNO E DA ALIMENTAÇÃO COMPLEMENTAR EM CRIANÇAS MENORES DE DOIS ANOS ATENDIDAS EM UM CENTRO DE REFERÊNCIA DA CIDADE DE JUIZ DE FORA - MG. Revista de APS, v. 19, n. 1, 17 fora. 2016

VICTORA, César G; BAHL, Rajiv; BARROS, Aluísio JD; FRANÇA, Giovanny VA; HORTON, Susana; KRASEVEC, Júlia; MURCH, Simão; SANKAR, Mari Jeeva; WALKER, Neff; ROLLINS, Nigel C. Aleitamento materno no século XXI: epidemiologia, mecanismos e efeito ao longo da vida. The Lancet, v. 387, n. 10017, pág. 475-490, jan. 2016. DOI 10.1016/S0140-6736(15)01024-7

Downloads

Publicado

2022-07-01