Como escrever e publicar um artigo científico: uma revisão da literatura

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5281/zenodo.7692972

Palavras-chave:

Escrita científica, Artigo científico, Publicação científica

Resumo

Objetivo: Realizar uma revisão da literatura, analisando as etapas do processo de desenvolvimento de um artigo científico até a sua publicação. Revisão bibliográfica: Os primeiros passos na redação científica são a preparação, com a definição do tema a ser estudado, os objetivos a serem alcançados e os tópicos a serem abordados. A estrutura dos artigos é relativamente constante e a abordagem dos tópicos, possui uma sequência denominada "IMRAD", utilizada na maioria dos artigos, onde: I - Introdução, M - Métodos (ou Métodos e Materiais), R - Resultados, A – do inglês (and) e D – Discussão e Conclusão. Iniciamos a escrita do artigo pelos materiais e métodos. Nos resultados colocamos os dados encontrados, mas sem interpretá-los. Na secção discussão correlacionamos os dados com a literatura. A introdução deve explicar o tema do artigo e sua importância para a comunidade científica. No resumo escrevemos as partes principais da introdução, incluindo seus objetivos. Um breve resumo do método usado e os principais resultados da pesquisa. Considerações finais: Escrever e publicar artigos científicos é um desafio. Mas todo profissional de saúde com paciência e técnica terá sucesso.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Chrystiano de Campos Ferreira, Universidade Federal de Rondônia, UNIR, RO, Brasil

[1] Doutorado em Oncologia pela Fundação Pio XII - Hospital de Câncer de Barretos. Professor do departamento de medicina da Universidade Federal de Rondônia. Mestrado em ensino em ciências da saúde pela Universidade Federal de Rondônia. Membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia de Cabeça e Pescoço. Residência médica em Cirurgia de Cabeça e Pescoço pelo Hospital do servidor Público Municipal de São Paulo. Residência médica em Cirurgia Geral pela Universidade Federal de Alagoas (2005). Graduado em Medicina pela Escola de Ciências Médicas de Alagoas (2000), Coordenador do departamento de cirurgia de cabeça e pescoço do Hospital de Amor Amazônia.

Rafael Cardoso Pires, Hospital de Amor da Amazônia, RO, Brasil

[2] Possui graduação em Medicina pela Universidade Federal de Santa Maria, residência médica em Cirurgia Geral pelo Hospital Nossa Senhora da Conceição, residência médica em Cirurgia de Cabeça e Pescoço pelo Hospital de Câncer de Barretos e Título de especialista em Cirurgia de Cabeça e Pescoço pele Sociedade Brasileira de Cirurgia de Cabeça e Pescoço. Atualmente é médico Cirurgião de Cabeça e Pescoço do Hospital de Amor Amazônia e professor do curso de Medicina da Faculdade Metropolitana.

Herika Rangel Ferreira, Faculdade Metropolitana, RO, Brasil

[3] Membro titular da Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica, Graduação em Medicina pela Universidade Federal de Alagoas (2003), Residêcia Médica em Clínica Médica pela Universidade Federal de Uberlândia (2007) e Residência Médica em Oncologia Clínica no Hospital Amaral Carvalho Jau-SP. Atualmente é médica oncologista concursada da secretaria de saúde de Rondônia e médica oncologista da clínica são pelegrino. Tem experiência em medicina com ênfase em oncologia clínica - medicina interna. 

Fernanda Fancicani Medeiros, Hospital de Amor da Amazônia, RO, Brasil

[4] Médica atendente no Ambulatorio de Clinica Médica do Hospital de Guarnição do Exército Brasileiro Porto Velho/RO.Participou da Liga Acadêmica de Clínica Cirúrgica de Rondônia (LACCRO) no período de 2011-2013. Foi monitor de Anatomia (2010), Histologia (2010), Microbiologia (2011). Graduada pela Universidade São Lucas, possui experiência na identificação de doenças e sintomas, orientação sobre o tratamento mais apropriado, realização e solicitação de exames complementares e encaminhamento aos especialistas. Capacidade de prescrever medicamentos nas rotinas de urgência e emergência, unidades de saúde da família, e enfermarias de Clinica Médica. Participação ativa na avaliação da qualidade da assistência prestada aos pacientes pelas instituições, propondo quando necessário, melhorias do programa de assistência global. Visa sempre o aprimoramento de sua capacidade médica.

Diego Eusebio Quispe Zambrana, Fundação Pio XII, FPXII, Brasil

[5] Possui graduação em Medicina pela Universidade Federal de Rondônia(2015). Atualmente é CIRURGIAO RESIDENTE da HOSPITAL DE AMOR AMAZONIA.

Wagner Bacelos Lopes, Hospital de Amor da Amazônia, RO, Brasil

[6] Possui graduação em Medicina pela Universidade Federal do Espírito Santo. Cirurgião Geral, Atualmente é médico residente do Programa de Cirurgia Oncológica do Hospital de Amor da Amazônia. Atua nas áreas de Cirurgia Geral, Torácica e Terapia Intensiva

Rodolfo Luis Korte, Universidade Federal de Rondônia, UNIR, RO, Brasil.

[7] Possui graduação em Medicina pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1987), residência em cirurgia plástica nos Serviços Integrados de Cirurgia Plástica do Hospital Ipiranga _SP. Mestrado em Cirurgia pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo (2004) e doutorado em Ciências (Biologia da Relação Patógeno-Hospedeiro) pela Universidade de São Paulo (2013).

Referências

Azer, S. A., Dupras, D. M., & Azer, S. (2014). Writing for publication in medical education in high impact journals. European Review for Medical and Pharmacological Sciences, 18(19), 2966–2981.

Bahadoran, Z., Jeddi, S., Mirmiran, P., & Ghasemi, A. (2018). The principles of biomedical scientific writing: Introduction. International Journal of Endocrinology and Metabolism, In Press(In Press). https://doi.org/10.5812/ijem.84795

Bahadoran, Z., Mirmiran, P., Zadeh-Vakili, A., Hosseinpanah, F., & Ghasemi, A. (2019). The principles of biomedical scientific writing: Results. International Journal of Endocrinology and Metabolism, In Press(In Press). https://doi.org/10.5812/ijem.92113

Cooper, I. D. (2015). How to write an original research paper (And get it published). Journal of the Medical Library Association: JMLA, 103(2), 67–68. https://doi.org/10.3163/1536-5050.103.2.001

Coverdale, J. H., Roberts, L. W., Balon, R., & Beresin, E. V. (2013). Writing for academia: Getting your research into print: AMEE Guide No. 74. Medical Teacher, 35(2), e926–e934. https://doi.org/10.3109/0142159X.2012.742494

Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. CAPES. (2022). Cadernos de Indicadores Capes do Programa PósMQI 2004-2006. 2007. Disponível em: https://www.gov.br/capes/pt-br

Cuschieri, S., Grech, V., & Calleja, N. (2019). WASP (Write a scientific paper): The use of bibliographic management software. Early Human Development, 128, 118–119. https://doi.org/10.1016/j.earlhumdev.2018.09.012

Cuschieri, S., Grech, V., & Savona-Ventura, C. (2018). WASP (Write a scientific paper): How to write a scientific thesis. Early Human Development, 127, 101–105. https://doi.org/10.1016/j.earlhumdev.2018.07.012

Cuschieri, S., Grech, V., & Savona-Ventura, C. (2019). WASP (Write a scientific paper): Structuring a scientific paper. Early Human Development, 128, 114–117. https://doi.org/10.1016/j.earlhumdev.2018.09.011

Duarte, D. A. (2014). A DIVULGAÇÃO CIENTÍFICA E O ACESSO LIVRE AO CONHECIMENTO. Revista Eletrônica Acervo Saúde, 6(1), 569-573. Recuperado de https://acervomais.com.br/index.php/saude/article/view/7576

Fahy, K. (2008). Writing for publication: The basics. Women and Birth, 21(2), 86–91. https://doi.org/10.1016/j.wombi.2007.12.005

Ferreira, C. D. C., & Souza, A. M. D. L. (2016). Formação e prática do professor de medicina: Um estudo realizado na universidade federal de rondônia. Revista Brasileira de Educação Médica, 40(4), 635–643. https://doi.org/10.1590/1981-52712015v40n4e01012015

Garfield, E. (1996). Fortnightly Review: How can impact factors be improved? BMJ, 313(7054), 411–413. https://doi.org/10.1136/bmj.313.7054.411

Gemayel, R. (2016). How to write a scientific paper. The FEBS Journal, 283(21), 3882–3885. https://doi.org/10.1111/febs.13918

Garfield, E. (1994). The impact factor. Current coments (print edition). 1994 june 20; 25:3-8. 3.

Ghasemi, A., Bahadoran, Z., Zadeh-Vakili, A., Montazeri, S. A., & Hosseinpanah, F. (2019). The principles of biomedical scientific writing: Materials and methods. International Journal of Endocrinology and Metabolism, In Press(In Press). https://doi.org/10.5812/ijem.88155

Grech, V. (2018). WASP (Write a scientific paper): Ethical issues and data protection in research. Early Human Development, 124, 42–43. https://doi.org/10.1016/j.earlhumdev.2018.04.020

Hall, P. A. (2011). Getting your paper published: An editor’s perspective. Annals of Saudi Medicine, 31(1), 72–76. https://doi.org/10.4103/0256-4947.75782

Hamamoto Filho, P. T., & Caramori, J. T. (2017). Perfil dos Principais Autores da Revista Brasileira de Educação Médica entre 2006 e 2015: Perspectivas para um Novo Futuro? Revista Brasileira de Educação Médica, 41(3), 442–448. https://doi.org/10.1590/1981-52712015v41n3rb20160116

Hopia, H., Latvala, E., & Liimatainen, L. (2016). Reviewing the methodology of an integrative review. Scandinavian Journal of Caring Sciences, 30(4), 662–669. https://doi.org/10.1111/scs.12327

Huston, P., & Choi, B. (2017). A guide to publishing scientific research in the health sciences. Canada Communicable Disease Report, 43(9), 169–175. https://doi.org/10.14745/ccdr.v43i09a01

Inglis, J. R. (2019). Careers in science publishing. Cold Spring Harbor Perspectives in Biology, 11(3), a032979. https://doi.org/10.1101/cshperspect.a032979

Johnson, T. M. (2008). Tips on how to write a paper. Journal of the American Academy of Dermatology, 59(6), 1064–1069. https://doi.org/10.1016/j.jaad.2008.07.007

Kallestinova, E. D. (2011). How to write your first research paper. The Yale Journal of Biology and Medicine, 84(3), 181–190.

Lin, P., & Kuo, Y. (2012). A guide to write a scientific paper for new writers. Microsurgery, 32(1), 80–85. https://doi.org/10.1002/micr.20960

Linares-Espinós, E., Hernández, V., Domínguez-Escrig, J. L., Fernández-Pello, S., Hevia, V., Mayor, J., Padilla-Fernández, B., & Ribal, M. J. (2018). Metodología de una revisión sistemática. Actas Urológicas Españolas, 42(8), 499–506. https://doi.org/10.1016/j.acuro.2018.01.010

Masic, I. (2018). How to write an efficient discussion? Medical Archives, 72(3), 306. https://doi.org/10.5455/medarh.2018.72.306-307

Mateu Arrom, L., Huguet, J., Errando, C., Breda, A., & Palou, J. (2018). Cómo escribir un artículo original. Actas Urológicas Españolas, 42(9), 545–550. https://doi.org/10.1016/j.acuro.2018.02.011

Meo, S. A. (2018). Anatomy and physiology of a scientific paper. Saudi Journal of Biological Sciences, 25(7), 1278–1283. https://doi.org/10.1016/j.sjbs.2018.01.004

Singh, A., Singh, S., Mercy, P., Singh, A., Singh, D., Singh, M., & Singh, P. (2014). Art of publication and selection of journal. Indian Dermatology Online Journal, 5(1), 4. https://doi.org/10.4103/2229-5178.126019

Wenzel, V., Dünser, M., & Lindner, K. (2010). A step by step guide to writing a scientific manuscript. https://www.semanticscholar.org/paper/A-Step-by-Step-Guide-to-Writing-a-Scientific-Wenzel-D%C3%BCnser/3c3f825c6b52ac87a7d93294db1f3eb8e8fa64a0

Wheatley, D. (2018). Writing scientific and medical papers clearly: Writing scientific and medical papers clearly. The Anatomical Record, 301(9), 1493–1496. https://doi.org/10.1002/ar.23860

Downloads

Publicado

2023-03-02

Como Citar

FERREIRA, C. de C.; PIRES, R. C.; FERREIRA, H. R.; MEDEIROS, F. F.; ZAMBRANA, D. E. Q.; LOPES, W. B.; KORTE, R. L. Como escrever e publicar um artigo científico: uma revisão da literatura. Revista JRG de Estudos Acadêmicos , Brasil, São Paulo, v. 6, n. 12, p. 216–225, 2023. DOI: 10.5281/zenodo.7692972. Disponível em: https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/496. Acesso em: 29 maio. 2024.

ARK