Toxoplasmose Gestacional: um estudo Epidemiológico

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5281/zenodo.8025688

Palavras-chave:

Toxoplasmose Gestacional. Recém-Nascido. Gestante

Resumo

A toxoplasmose gestacional é o resultado da transferência placentária do T. gondii para o feto, que produz uma série de graves consequências para o bebê O estudo permitiu registrar no período de 2019 a 2022 156 casos de toxoplasmose gestacional, 03 participantes foram excluídos, sendo: uma mulher não gestante, sendo um do gênero masculino e uma mulher com 62 anos, totalizando uma amostra de 153 casos participantes da pesquisa. A pesquisa teve como objetivo compreender a situação epidemiológica da Toxoplasmose em Maceió. A pesquisa tratou de um estudo epidemiológico quantitativo de abordagem descritiva, retrospectiva, utilizando-se de dados secundários do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN - NET), disponibilizados pela Secretaria Municipal de Saúde de Maceió. A importância da investigação da situação epidemiológica da toxoplasmose, através dos indicadores de morbidade faz se necessário, devido à complexidade da Toxoplasmose e o que ela pode comprometer a vida da gestante e do recém-nascido. Concluindo deste modo que a qualidade da informação transmitida pelos serviços de saúde e pelos profissionais que compreendem as equipes multidisciplinares de saúde para a população serão determinantes para a mudança de comportamentos, para a adoção de hábitos de vida saudáveis.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Bárbara Monique dos Santos, Centro Universitário Cesmac

Lattes
Graduanda em Enfermagem pelo Centro Universitário CESMAC, Brasil.

Elaine Laíse dos Santos Ribeiro, Centro Universitário Cesmac

Lattes
Graduada em Enfermagem pelo Centro Universitário CESMAC, Brasil

Marlene de Souza Lima, Centro Universitário Cesmac

Lattes
Enfermeira pela Universidade Federal de Alagoas, especialização em Administração dos Serviços de Saúde pela Universidade de Ribeirão Preto, em Epidemiologia pela Universidade de Pernambuco e Epidemiologia para Monitoramento e Resposta às Emergências em Saúde Pública. Enfermeira concursada na F-SESP/FUNASA. Coordenadora do Centro de Informação e Resposta Estratégica em Saúde Pública - CIEVS -AL. Atualmente é professor especialista do Centro de Estudos Superiores de Maceió nas disciplinas de Saúde Coletiva.

Referências

ANDRADE, G. M. Q.; TONELLI, E. (Ed.). Infecções perinatais. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2006. p. 471-492.

BOLLANI, L. et al. Congenital Toxoplasmosis: The State of the Art. Frontiers in Pediatrics, v. 10, 6 jul. 2022.

BRASIL.Ministério da Saúde Portaria No - 204, de 17 de fevereiro de 2016.Brasilia. 2016

BRASIL. Ministério da Saúde. Atenção à Saúde do Recém-Nascido. Guia para os Profissionais de Saúde. Intervenções Comuns, Icterícia e Infecções. vol 2 Brasília, 2017.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Departamento de Vigilância das Doenças Transmissíveis. Protocolo de Notificação e Investigação: Toxoplasmose gestacional e congênita.Ministério da Saúde, Secretaria de Vigilância em Saúde, Departamento de Vigilância das Doenças Transmissíveis. – Brasília: Ministério da Saúde, 2018.

BRASIL. Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde. https://www.datasus.saude.gov.br/informacoes-de-saude-tabnet. Acesso em 15 abril 2022.

CÂMARA, J.T.; SILVA, M.G.; CASTRO, A.M. Prevalência de toxoplasmose em gestantes atendidas em dois centros de referência em uma cidade do Nordeste, Brasil. Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia, vol 37, n.02, 37, 2020.

EL BISSATI, K. et al. Global initiative for congenital toxoplasmosis: an observational and international comparative clinical analysis. Emerging Microbes & Infections, v. 7, n. 1, p. 1–14, 27 set. 2018.

LIMA FILHO, Carlos Antonio De; SILVA, Matheus Vinicius Barbosa Da; SANTOS, Jadinamilson Morais Dos; TRINDADE, Adla Maria Xavier Bulcão; LIMA, Romario Yanes De Carvalho; SILVA, Felipe Lopes Torres Da; SILVA, Erika Patricia Santos; ALCÂNTARA, Deborah Fonseca Bruscky; COSTA, Thamiris Emanuelly Monteiro De Lima; BERNARDINO, Amanda De Oliveira. Perfil epidemiológico da toxoplasmose adquirida na gestação e congênita no período de 2019 a 2021 na I região de saúde de Pernambuco. Revista Eletrônica Acervo Saúde, v. 23, n. 5, p. e11828, 3 maio 2023. DOI 10.25248/reas.e11828.2023.

GOMES, DAYANE JHOANY CANDIDO Patrimônio imobiliário público do Município de Maceió: mapeamento, cadastramento e análises para regiões administrativas 03 e 05 Monografia de Graduação em Engenharia de Agrimensura (Trabalho de Conclusão de Curso) – Universidade Federal de Alagoas, Centro de Ciências Agrárias. Rio Largo, 2019.

MARZOLA PER. Tratamentos alternativos para toxoplasmose ocular: uma revisão integrativa. Arq. Catarin. Med.;49(4):98-106, 2021

MELO FMS, BARBOSA VSA. SOROPREVALÊNCIA E FATORES ASSOCIADOS A INFECÇÃO POR Toxoplasma gondii em cidades brasileiras: uma revisão. In: One GMC, Porto MLS. Saúde a serviço da vida. João Pessoa: IMEA; 2022.

MELO NR; FONSECA E. Medicina fetal. Rio de Janeiro: Elsevier; 2012.

MORAES EL, MORAES FR. Condução da toxoplasmose gestacional. FEMINA ;47(12): 893, 2019.

MOURA, Ivone Pereira Da Silva; FERREIRA, Ilma Pastana; PONTES, Altem Nascimento; BICHARA, Cléa Nazaré Carneiro. Conhecimento e comportamento preventivo de gestantes sobre Toxoplasmose no município de Imperatriz, Maranhão, Brasil. Ciência & Saúde Coletiva, v. 24, n. 10, p. 3933–3946, out. 2019. DOI 10.1590/1413-812320182410.21702017.

PIEDADE, Pedro Henrique Martins; FERREIRA, Angela Valéria Sampaio Gomes; BOTELHO, Carlos Augusto De Oliveira; JUNIOR, Carlos Augusto De Oliveira B.; SAAB, Fernando; CASTRO, Aline De Cássia Oliveira; ROCHA, Benigno Alberto Moraes Da. Perfil epidemiológico das gestantes diagnosticadas com toxoplasmose no exame de pré natal do distrito federal no ano de 2018 / Epidemiological profile of pregnant women diagnosed with toxoplasmosis in the prenatal examination of the federal district in 2018. Brazilian Journal of Health Review, v. 4, n. 2, p. 6882–6895, 2021. DOI 10.34119/bjhrv4n2-234.

RAJAN S, STEVES C, MCKEE M, et al. In the wake of the pandemic preparing for long COVID. Copenhagen: WHO; 2021

REMINGTON et al., 2006; ANDRADE, TONELLI, 2006; RORMAN et al., 2006 apud BRASIL, 2017.

RORMAN, E. et al. Congenital toxoplasmosis: prenatal aspects of Toxoplasma gondii infection. Reprod. Toxicol., [S.l.], v. 21, p. 458–472, 2006.

RIGHI, Natiele Camponogara; HERMES, Letícia; PICCINI, Júlia Danezi; BRANCO, Jerônimo Costa; SKUPIEN, Jovito Adiel; WEINMANN, Angela Regina Maciel; VALADÃO, Maria Clara Da Silva; SCHUCH, Natielen Jacques. Perfil epidemiológico dos casos de toxoplasmose gestacional e congênita decorrentes do surto populacional. Scientia Medica, v. 31, n. 1, p. e40108, 28 set. 2021. DOI 10.15448/1980-6108.2021.1.40108.

PEREIRA, RODRIGO. Método Ativo: Técnicas de Problematização da Realidade aplicada à Educação Básica e ao Ensino Superior.VI Colóquio internacional. Educação e Contemporaneidade. São Cristóvão, SE. 20 a 22 setembro de 2017.

ROSTAMI, A. et al. Acute Toxoplasma infection in pregnant women worldwide: A systematic review and meta-analysis. PLOS Neglected Tropical Diseases, v. 13, n. 10, 2019.

SANTOS B DE S. A cruel pedagogia do vírus. Coimbra: Editora Almedina; 2020.

SARTORI, Ana Lucia; MINAMISAVA, Ruth; AVELINO, Mariza Martins; MARTINS, Cleusa Alves. Triagem pré-natal para toxoplasmose e fatores associados à soropositividade de gestantes em Goiânia, Goiás. Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia, v. 33, n. 2, p. 93–98, fev. 2011. DOI 10.1590/S0100-72032011000200007.

SOUSA, J.A.S. et al. Conhecimentos e percepções sobre toxoplasmose entre gestantes e enfermeiras que realizam pré-natal na atenção primária. Revista do Instituto de Medicina Tropical. n.59, v.1, 1-7, 2020,

Downloads

Publicado

2023-06-11

Como Citar

SANTOS, B. M. dos; RIBEIRO, E. L. dos S.; LIMA, M. de S. Toxoplasmose Gestacional: um estudo Epidemiológico. Revista JRG de Estudos Acadêmicos , Brasil, São Paulo, v. 6, n. 13, p. 674–687, 2023. DOI: 10.5281/zenodo.8025688. Disponível em: https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/619. Acesso em: 16 jun. 2024.

ARK