Consequências da romantização do aleitamento materno e a atuação do enfermeiro ao longo do puerpério

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5281/zenodo.8170013

Palavras-chave:

Mulher-mãe. Desmame precoce. Aleitamento materno. Romantização. Nutrizes.

Resumo

Introdução: Ao longo dos anos, a mulher-mãe tem procurado alternativas para a substituição do leite materno. No entanto, com o aumento dos casos de desmame precoce, percebeu-se a frequência de doenças que tem afetado o desenvolvimento natural de seus filhos. Objetivo: Analisar as diferentes formas de expressão idealizada da amamentação e os prejulgamentos sociais no decorrer do tempo. Metodologia: A metodologia de pesquisa baseou-se na análise de periódicos científicos da base de dados Scientific Electronic Library (SciELO) e Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde (LILACS), bem como a Base de Dados em Enfermagem (BDENF) e a Medical Literature Analysis and Retrieval System Online (MEDLINE), visando a analisar os impactos da romantização da amamentação e do papel dos enfermeiros ao longo do resguardo. Resultados e Discussão: Discutiu-se, neste estudo, a pressão social em torno da amamentação – que muitas vezes romantiza o aleitamento materno – e a importância do papel do enfermeiro no apoio às mães durante o puerpério, incluindo a promoção da lactação e o fornecimento de informações sobre técnicas adequadas de amamentação. Conclusão: Faz-se necessário reconhecer a complexidade e individualidade do processo de amamentação, para que não haja impactos negativos na saúde mental e emocional de mulheres que amamentam.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Kesley Nayara Santos Silva, Centro Universitário Mário Pontes Jucá, AL, Brasil

[Lattes]

Graduando em Enfermagem pelo Centro Universitário Mário Pontes Jucá, 2023

Patrícia da Silva Santos, Centro Universitário Mário Pontes Jucá, AL, Brasil

[Lattes]

Graduando pelo Centro Universitário Mário Pontes Jucá, 2023.

Ironaide Ribas Pessoa, Centro Universitário Mário Pontes Jucá, AL, Brasil

[Lattes]

Possui graduação em Enfermagem pela Fundação Educacional Jayme de Altavila. Atualmente é Coordenadora e Docente do Curso de Enfermagem da Faculdade Tecnológica de Alagoas - FAT e Docente do Centro Universitário Tiradentes - UNIT

Referências

CABRAL, Juliana Kitayama. Os Não Ditos do Puerpério: Dialogando com Profissionais que Trabalham com Puérperas. Trabalho de Conclusão de Curso - Monografia (Bacharelado em Ciências Sociais) - Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Sociais - Departamento de Antropologia, Brasília, 2020. Disponível em: https://bdm.unb.br/handle/10483/27043.

CAMARGO, L. C. Puerpério e Suas Vivências. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Enfermagem) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul - Escola de Enfermagem - Curso de Graduação em Enfermagem - Porto Alegre, 2020. Disponível em: https://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/243154.

COELHO, N. F. dos S.; SIQUEIRA, C. V. C. de. Percepção das Puérperas sobre a Prática do Aleitamento Após a Alta Hospitalar: Uma Revisão de Literatura. Repositório Institucional do UNILUS, vol. 2(1), 2022. Disponível em: http://revista.lusiada.br/index.php/rtcc/article/view/1643/1331.

DAMASCENO, Ana L. D. D. Impacto do Uso de Acessórios para Amamentação na Continuidade do Aleitamento Materno: Revisão Integrativa. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Enfermagem) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Faculdade de Ciências da Saúde, Santa Cruz - Rio Grande do Norte, 2022. Disponível em: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/46649.

DAMASCENO, N. S.; MARCIANO, R. P.; ORSINI, M. R. C. A. O Imaginário Materno sobre os Partos Cesáreo e Vaginal. Psicologia: Ciência e Profissão. 2021, v. 41, e224530, p. 1-15. Disponível em: https://www.scielo.br/j/pcp/a/B8ZZyDd34rGxp9B4RPrrkvc/abstract/?lang=pt.

FRANÇA, R. O. do V. Narrativas Sobre Gestar, Parir e Puerperar Durante a Pandemia da Covid-19. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade Federal de Alagoas - Instituto de Psicologia- Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Maceió, 2023. Disponível em: https://www.repositorio.ufal.br/handle/123456789/11365.

MARQUES, C. J. de C.; SANTOS, K. C. dos; DANIEL, N. S. S. A Romantização da Amamentação e Seus Impactos Psicológicos. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Psicologia) - Centro Universitário (UNA), 15 de jun. de 2022. Disponível em: https://repositorio.animaeducacao.com.br/handle/ANIMA/24648.

MATTOS, C. F. de. Assistência de Enfermagem ao Aleitamento Materno: Desafios e Paradigmas. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Enfermagem) - Centro Universitário Sagrado Coração - Bauru, 2022. Disponível em: https://repositorio.unisagrado.edu.br/handle/handle/1402.

MORAES, Beatriz Maria de. A Assistência de Enfermagem no Período Puerpério: Intercorrências com o Aleitamento Materno. Revista Ciências Da FAP, n. 5, 2022. Disponível em: https://revistas.fadap.br/ciencias/article/view/18.

PEREIRA, V. B. de L. C. et al. Percepções Simbólicas e Enfrentamentos de Mães Sobre Aleitamento Materno. Arquivos de Ciências da Saúde da UNIPAR, Umuarama, v.27, n.6, p. 2177-2194, 2023. Disponível em: https://ojs.revistasunipar.com.br/index.php/saude/article/view/10055.

QUELOTTI, Amanda Mendonça; RIBEIRO, Anna Costa Pinto. Maternidade e Maternagem: Quando O Biológico e o Psíquico Não Se Encontram. Cadernos De Psicologia, Juiz de Fora, v. 4, n. 7, p. 331-354, jan./jun. 2022 – ISSN 2674-9483. Disponível em: http://seer.uniacademia.edu.br/index.php/cadernospsicologia/article/view/3280

SANTOS, Karen Hifran dos. A Maternidade Romantizada e as Consequências na Saúde Mental da Mulher. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Psicologia), Centro Universitário FAEMA - UNIFAEMA, Ariquemes - Rondônia, 2022. Disponível em: https://repositorio.faema.edu.br/handle/123456789/3136.

SILVA, G. M. P. da. Mãe! E Agora? Perspectivas de Mulheres Primíparas Sobre a Gestação e a Maternidade. Revista Ibero-Americana de Humanidades, Ciências e Educação, [S. l.], v. 9, n. 1, p. 941–959, 2023. DOI: 10.51891/rease. v9i1.8321. Disponível em: https://periodicorease.pro.br/rease/article/view/8321.

Downloads

Publicado

2023-06-20

Como Citar

SILVA, K. N. S.; SANTOS, P. da S.; PESSOA, I. R. Consequências da romantização do aleitamento materno e a atuação do enfermeiro ao longo do puerpério. Revista JRG de Estudos Acadêmicos , Brasil, São Paulo, v. 6, n. 13, p. 1260–1268, 2023. DOI: 10.5281/zenodo.8170013. Disponível em: https://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/686. Acesso em: 16 jun. 2024.

ARK