AVALIAR OS MOTIVOS DA DEPRESSÃO PÓS-PARTO: UMA REVISÃO BIBLIOGRAFICA DE LITERATURA

Palavras-chave: Mulher. Depressão. Assistência de Enfermagem. Lactante. Maternidade.

Resumo

O tema deste artigo é: Avaliar os motivos da Depressão pós-parto: uma revisão bibliográfica de literatura. Investigou-se o seguinte problema: Quais os impactos gerados na vida de uma puérpera diagnosticada com Depressão pós-parto? Cogitou-se a seguinte hipótese: espera-se encontrar respostas para identificar precocemente uma gestante em risco de desenvolver a Depressão pós-parto e através disso direcionar o atendimento de qualidade a esse grupo de risco. Buscando também a melhor forma de fortalecer o vínculo mãe-filho, outrora fragilizado pela Depressão pós-parto. O objetivo geral é identificar os sintomas primários causados pela Depressão pós-parto e as intervenções eficazes para o tratamento segundo a literatura. Este trabalho é importante para os enfermeiros conhecerem a Depressão pós-parto e entenderem quando estão com DPP (Depressão pós-parto). Para a ciência, é relevante conhecer cada fase da Depressão. Agrega à sociedade por orientar quando há o enfrentando de uma Depressão e seu devido tratamento. Trata-se de uma revisão bibliográfica com uso da dialética. 

Palavras chave: Mulher. Depressão. Assistência de Enfermagem. Lactante. Maternidade

 

Biografia do Autor

Mylla Walleska Pereira Lopes, Universidade Paulista UNIP

Graduanda em Enfermagem pela Unip (SP).

Lattes: http://lattes.cnpq.br/0083016923153375.

ORCID: https://orcid.org/0000-0003-3720-9919.

E-mail myllalopes38@gmail.com.

Me. Jonas Rodrigo Gonçalves, Faculdade Processus -DF

Doutorando em Psicologia (Cultura Contemporânea e Relações Humanas). Mestre em Ciência
Política (Políticas Públicas, Direitos Humanos e Cidadania). Especialista em Letras (Revisão de Texto); Didática do Ensino Superior em EAD; Formação em EAD; Docência na Educação Superior; Gestão do Agronegócio. Licenciado em: Letras (Português/Inglês); Filosofia; e Sociologia. Professor das faculdades: Processus (DF); CNA (DF); Facesa (GO); e Unip (SP). Escritor; Revisor; Editor. E-mail:professorjonas@gmail.com

Referências

ALVARENGA P, Palma EMS: Indicadores de Depressão Materna e a Interação Mãe-Criança aos 18 Meses de Vida. PSICO, Porto Alegre, PUCRS, v.44, n.3,pp.402-410,jul/set.2013.

ASSOCIATION AP: Manual diagnóstico e estatistíco de transtornos mentais. 5ª. Ed. Transtornos Depressivos. Tradução: Nascimento MIC[et al.] dados eletrônicos. Porto Alegre:2014 p. 155-188.

ABOU-SALEH, M. T.; GHUBASH, R. The prevalence of early postpartum psychiatric morbidity. In Dubai: a transcultural perspective. Acta Psychiatrica Scandinavica, Aalborg, Dinamarca,v. 95, n. 5, p. 428-432, 1997.

BERETTA Mir; ZANETI Dj; Fabbro Mrc; FREITAS Ma; RUGGIERO Sem; DUPAS G: Tristeza/depressão na mulher: uma abordagem no período gestacional e/ou puerperal. Rev. Eletr. Enf. 2008;10(4):966-78.

BECK, C.T. Predictors of postpartum depression: an update. Nursing Research, Chapel Hill, Carolina do Norte, v. 50, n. 5, p. 275-285, 2001.

BOYCE, P. M.; JOHNSTONE, S. J.; HICKEY, A. R. et al. Functioning and well-being at 24 weeks postpartum of women with postnatal depression. Archives of Women's Mental Health, Hamilton, Canadá, v. 3, n.3, p. 91-97, 2000.
.
COSTA, Ana. R.F.M.O. Pedagogia: Representações Mentais de Mães com Depressão Pós-Parto e o seu Impacto nas Interações Mãe-Bebé. Beja – Portugal – 2012.

CLAY, E. C. & SEEHUNS, D. A. (2004). A review of postpartum depression for the Primary Care Physician. Southern Medical Journal, 97(2), 157-161.

CANTILINO, A; ALBUQUERQUE, C; CANTILINO, G. et al. Validação da escala de depressão pós-parto de Edinburgh (versão em português) no Nordeste do Brasil. Trabalho apresentado no XXI Congresso Brasileiro de Psiquiatria, 2003, Goiânia, GO.

CAMACHO, R. S.; CANTINELLI, F. S.; RIBEIRO, C. S. et al. Transtornos psiquiátricos na gestação e no puerpério: classificação, diagnóstico e tratamento. Revista de Psiquiatria Clínica, São Paulo, v. 33, n. 2, p. 92-102, 2006.


CRUZ, E. B. S.; SIMÕES, G. L.; FAISAL-CURY, A. Rastreamento da depressão pós-parto em mulheres atendidas pelo Programa de Saúde da Família. Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia, Rio de Janeiro, v. 27, n. 4, p. 181-188, 2005.

CHANDRAN, M.; THARYAN, P.; MULIYIL, J. et al. Post-partum depression in a cohort of women from a rural area of Tamil Nadu, India: incidence and risk factors. The British Journal of Psychiatry, Londres, v. 181, n.6, p. 499-504, 2002.


FERNANDES, Francielle; COTRIN, Jane T. D. Psicologia: Depressão Pós-Parto e suas Implicações no Desenvolvimento Infantil. Barra do Garças – MT – 2013.

FONSECA, Vera R. et al. Psicologia: Relação entre depressão pós-parto e disponibilidade emocional materna. São Paulo – SP – 2010.

FONSECA, Mj. Relato de experiência vivenciado com a promoção de saúde de um grupo demg gestantes: conhecendo sobre a depressão puerperal. Florianópolis. Monografia [Curso de Especialização em Linhas de Cuidado em Enfermagem]- Universidade Federal de Santa Catarina-2014.


FURLAN Flp; BENUTE Grg; ROSELI Yn; FRÁGUAS R; LUCIA MCS; ZUGAIB M: Depressão em gestantes cardiopatas e sua influência no vínculo materno-fetal. Psicologia Hospitalar, 2010, 8(1),39-60.

GONÇALVES, Jonas Rodrigo. Como escrever um Artigo de Revisão de Literatura.
Revista JRG de Estudos Acadêmicos, Ano II, Vol.II, n.5, 2019.

GONÇALVES, Jonas Rodrigo. Como fazer um Projeto de Pesquisa de um Artigo de
Revisão de Literatura. Revista JRG de Estudos Acadêmicos, Ano II, Vol.II, n.5,
2019a.

GONÇALVES, Jonas Rodrigo. Manual de Artigo de Revisão de Literatura.
Brasília:Processus, 2019b.

GONÇALVES, Jonas Rodrigo. Manual de Projeto de Pesquisa. Brasília: Processus, 2019.

GONÇALVES, Jonas Rodrigo. Metodologia Científica e Redação Acadêmica. 8.
ed. Brasília: JRG, 2019e.

GREINERT, Bruna R.M. et al. Psicologia: A Relação Mãe-Bebê no contexto da Depressão Pós-Parto: Estudo Qualitativo. Maringá – PR – 2018.

HOWELL, E. A.; MORA, P. M.; LEVENTHAL, H. Correlates of early postpartum depressive symptoms. Maternal and Child Health Journal, New York, v. 10, n. 2, p. 149 - 157, 2006.


KLAUS, M. H., KENNEL, J. H. & KLAUS, P. (2000). VÌnculo: construindo as bases para um apego seguro e para a independÍncia. Porto Alegre: Artes Médicas.

KAPLAN, H. I.; SADOCK, B. J. Compêndio de psiquiatria. 2 ed. Porto Alegre: Artes Médicas, 1990.

LARA, M. A.; ACEVEDO, M.; BERENZON, S. La depresión feminina vista desde la subjetividad de las mujeres. Caderno de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 20, n. 3, p. 818-828, 2004.

MORAES, I. G. da S., PINHEIRO, R. T., SILVA, R. A. da et al. Prevalência da depressão pós-parto e fatores associados. Revista de Saúde Pública, São Paulo, v. 40, n.1, p. 65-70, 2006.

OLIVEIRA, Isabel; BARBOSA, Flávia C. Psicologia: Depressão Pós-parto e seus Efeitos na Relação Mãe-Bebê. Sete Lagoas – MG – 2016.

PERRELLI JGA; ZAMBALDI CF; CANTILINO A; SOUGEY EB: Instrumentos de avaliação entre mãe e bebê. Rev. Paul Pediatri. 2014;32(3):257-265.


PINA, Leonara N.S. LOURES, Marta C. Enfermagem: Puérpera com Depressão Pós-Parto: A Influência na Relação com o Bebê. Goiânia – GO – 2014.

SANTOS, Luísa P; SERRALHA, Conceição A. Psicologia: Repercussões da Depressão Pós-parto no Desenvolvimento Infantil. Uberaba – MG – 2015.

SANTOS, M. F. S.; MARTINS, F. C.; PASQUALI, L. Escala de autoavaliação de depressão pós-parto: estudo no Brasil. Revista de Psiquiatria Clínica, São Paulo, v. 26, n. 2, ed. especial, p. 90-95, 1999.

SOUZA, C. A., BURTEF, C. M. & BUSNELLO, E. A. (1997). A gravidez como condição de saúde mental e de doença psiquiátrica. Revista Científica Maternidade, Infância e Ginecologia, 17(1), 38-47.

SOARES, Yndiara K.C. et al. Enfermagem: Avaliação da depressão pós-parto: prevalência e fatores associados. Teresina – Piauí – 2015.

SCHWENGBER, D. D. S.; PICCININI, C. A. O impacto da depressão pós-parto para a interação mãe-bebê. Estudos de Psicologia, Natal, v. 8, n. 3, p. 403-411, 2003.

SOTTO-MAYOR, I. M. B. de; PICCININI, C. A. Relacionamento conjugal e depressão materna. Psico, Porto Alegre, v. 36, n. 2, p. 135-148, 2005.
Publicado
2020-03-27
Como Citar
Pereira Lopes, M. W., & Gonçalves, M. J. R. (2020). AVALIAR OS MOTIVOS DA DEPRESSÃO PÓS-PARTO: UMA REVISÃO BIBLIOGRAFICA DE LITERATURA. Revista JRG De Estudos Acadêmicos , 3(6), 82-95. Recuperado de http://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/112

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##