DEPRESSÃO EM IDOSOS INSTITUCIONALIZADOS: UMA REVISÃO DE LITERATURA

Palavras-chave: Depressão. Idoso. Institucionalizado

Resumo

O tema deste artigo é depressão em idosos institucionalizados. Aqui, questiona-se quais fatores contribuem para o surgimento da depressão em idosos em situações asilares. Para fundamentar a ideia, levanta-se a hipótese de que a institucionalização potencializa o estado depressivo do idoso. Sendo assim, o objetivo geral deste estudo é identificar os principais fatores que contribuem para o desenvolvimento desse estado depressivo. Como complemento, os objetivos específicos são: agregar conhecimento aos estudos sobre a depressão na terceira idade; promover a conscientização de que o idoso institucionalizado precisa de atenção e medidas que reduzam o desenvolvimento dessa patologia. Este trabalho é importante para o enfermeiro, pois o auxilia na percepção da depressão que acomete os idosos; quanto à ciência, é relevante visto que facilita o diagnóstico da depressão na terceira idade (e o dinstigue dos sinais comuns de envelhecimento); e agrega à sociedade no acúmulo de conhecimento sobre o idoso e seus variados sintomas depressivos manifestados quando institucionalizados, a fim de recuperar seu bem-estar e qualidade de vida nestas instituições. Trata-se de uma revisão integrativa de literatura, de caráter exploratório e abordagem qualitativa com duração de doze meses.

Biografia do Autor

Larissa de Oliveira, Universidade Paulista UNIP

Graduanda em Enfermagem pela Unip (Universidade Paulista).

CV Lattes: http://lattes.cnpq.br/8069092437387105

ORCID: https://orcid.org/0000-0002-3097-6958 

E-mail: laaarisoliv@gmail.com

Me. Jonas Rodrigo Gonçalves, Faculdade Processus -DF

Doutorando em Psicologia; Mestre em Ciência Política (Direitos Humanos e Políticas Públicas); Licenciado em Filosofia e Letras (Português e Inglês); Especialista em Direito Constitucional e Processo Constitucional, em Direito Administrativo, em Direito do Trabalho e Processo Trabalhista, entre outras especializações. Professor das faculdades Processus (DF), Unip (SP) e Facesa (GO). Escritor (autor de 61 livros didáticos/acadêmicos). Revisor. Editor. CV Lattes: http://lattes.cnpq.br/6904924103696696. ORCID: https://orcid.org/0000-0003-4106-8071. E-mail: jonas.goncalves@institutoprocessus.com.br

Referências

ANVISA. Agência Nacional de Vigilância Sanitária (D.O.U. 27/09/2005). Portal de Legislação - Resolução nº 283 de 26/09/2005. Disponível em: http://www.diariodasleis.com.br/busca/exibelink.php?numlink=1-9-34-2005-09-26-283 Acesso em 20 mar. 2020.

AZEREDO, Zaida de Aguiar Sá; AFONSO, Maria Alcina Neto. Solidão na perspectiva do idoso. Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia, v. 19, n. 2, p. 313-324, 2016.

BAPTISTA, Makilin Nunes; CUNHA, Felipe Augusto; MARQUES, Maria Andreia da Nóbrega. Evidências de estrutura interna da Escala Baptista de Depressão: Versão Idoso (EBADEP-ID). Psicol. Pesq., Juiz de Fora, v. 13, n. 1, p. 76-85, abr. 2019

BRASIL. Ministério da Justiça. Estatuto do idoso: Lei federal nº 10.741, de 01 de outubro de 2003. Brasília, DF: Secretaria Especial dos Direitos Humanos, 2004.

GONÇALVES, Me Jonas Rodrigo. Como escrever um Artigo de Revisão de Literatura. Revista JRG De Estudos Acadêmicos, v. 2, n. 5, p. 29-55, 2019.

GÜTHS, Jucélia Fátima da Silva et al. Perfil sociodemográfico, aspectos familiares, percepção de saúde, capacidade funcional e depressão em idosos institucionalizados no Litoral Norte do Rio Grande do Sul, Brasil. Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia, v. 20, n. 2, p. 175-185, 2017.

IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Projeção da população do Brasil e das Unidades da Federação. Disponível em: <> Acesso em 22 nov. 2019.

KANSO, Solange; CAMARANO, Ana Amélia; MELLO, Juliana Leitão e; CARVALHO, Daniele Fernandes. As instituições de longa permanência para idosos no Brasil. Anais, p. 1-17, 2016.

LIMA, Ana Maraysa Peixoto et al. Depressão em idosos: uma revisão sistemática da literatura. Rev Epidemiol Control Infec [Internet], v. 6, n. 2, p. 97-103, 2016.

MARTINS, Rosa Maria. A depressão no idoso. Millenium-Journal of Education, Technologies, and Health, n. 34, p. 119-123, 2016.

MELO, Letícia Alves et al. Fragilidade, sintomas depressivos e qualidade de vida: um estudo com idosos institucionalizados. Revista Baiana de Enfermagem‏, v. 32, 2018.

Nações Unidas Brasil. Envelhecimento pode agravar ocorrência de depressão em idosos, alerta OPAS em nova publicação. Disponível em: <> Acesso em 8 nov. 2019.

NÓBREGA, Isabelle Rayanne Alves P.; LEAL, Márcia Carréra Campos; MARQUES, Ana Paula de Oliveira; VIEIRA, Júlia de Cássia Miguel. Fatores associados à depressão em idosos institucionalizados: revisão integrativa. Saúde em Debate, v. 39, p. 536-550, 2015.

PAPINI JUNIOR, Carlos Roberto et al. Estratégias não farmacológicas utilizadas na redução da depressão em idosos: revisão sistemática. Revista de Enfermagem do Centro-Oeste Mineiro, v. 8, 2018.

SILVA, Patrícia Oliveira et al. Prevalência de sintomas depressivos e seus fatores associados em idosos atendidos por um centro de referência. Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia, v. 22, n. 5, 2019.

SIMEÃO, Sandra Fiorelli de Almeida Penteado et al. Comparative study of quality of life of elderly nursing home residents and those attneding a day Center. Ciencia & saude coletiva, v. 23, p. 3923-3934, 2018.

SOARES, Pollyana Pagliaro Borges et al. Percepção dos idosos com indicativo de depressão sobre o significado de viver. Cogitare Enfermagem, v. 20, n. 4, 2015.

SOUZA, Marcela Tavares de; SILVA, Michelly Dias da; CARVALHO, Rachel de. Revisão integrativa: o que é e como fazer. Einstein (São Paulo), São Paulo, v. 8, n. 1, p. 102-106, mar. 2010. https://doi.org/10.1590/s1679-45082010rw1134
Publicado
2020-04-30
Como Citar
Larissa de Oliveira, & Gonçalves, M. J. R. (2020). DEPRESSÃO EM IDOSOS INSTITUCIONALIZADOS: UMA REVISÃO DE LITERATURA. Revista JRG De Estudos Acadêmicos , 3(6), 110-122. Recuperado de http://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/114

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##