SOCIEDADES EM TEMPOS DE PANDEMIA: ANÁLISES DE CONJUNTURAS ECONÔMICAS VERSUS A CRISE NA SAÚDE PÚBLICA, FUNDAMENTAÇÃO NA SOCIOLOGIA CONTEMPORÂNEA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5281/zenodo.4361687

Palavras-chave:

Pandemia. Saúde Pública. Conjuntura econômica. Sociologia Contemporânea.

Resumo

Qualquer epidemia que assole um país é alto traumático, duro e difícil não apenas de passar, mas de assimilar também. Imagine então uma pandemia! Deveria ser algo a ser lembrado pelas futuras gerações. Mas será que é assim que acontece mesmo? Aprendemos com os erros do passado para não voltarmos a pratica-los no futuro? O foco que norteia este trabalho é realizar uma análise epistemológica sob viés da Sociologia Contemporânea da pandemia de COVID-19 que a humanidade está passando, refletindo sobre o que ela pode significar para todos, as lições que podemos (e devemos) aprender, os erros cometidos antes e depois da mesma e possíveis caminhos para não apenas superá-la, mas para nos superarmos. Trata-se de uma pesquisa teórico-bibliográfica de revisão de literatura.

Biografia do Autor

Ananias Alves Cruz, Universidade do Estado do Amazonas – UEA (AM-Brasil)

Professor Adjunto dos cursos de Enfermagem, Odontologia e Medicina da Universidade do Estado do Amazonas – UEA (AM-Brasil). Doutor em Ciências em Fitopatologia - USP. CV: http://lattes.cnpq.br/9797518197596289. Orcid: https://orcid.org/0000-0002-9674-6952. E-mail: aacruz@uea.edu.br.

Johnson Pontes de Moura, Universidade do Estado do Amazonas – UEA (AM-Brasil)

Engenheiro químico e Mestre em engenharia química pela UFM. Discente do curso de Odontologia da Universidade do Estado do Amazonas – UEA (AM-Brasil). CV: http://lattes.cnpq.br/1187343050007168. Orcid: https://orcid.org/0000-0002-9674-6952. E-mail: jpdm.odo20@uea.edu.br

Ranni Pereira Santos Dantas, Universidade do Estado do Amazonas – UEA (AM-Brasil)

Médica oftalmologista CRM PR 39762. Especialização em oftalmologia pela Clínica Oftalmológica de Pernambuco com conclusão em 2005, Fellow em Catarata e glaucoma pela Fundação Leiria de Andrade em 2006, observership em glaucoma pelo Jules Stein Eye Institute em UCLA/Califórnia/USA em 2006, Membra do Conselho Brasileiro de Oftalmologia e da Academia Americana de Oftalmologia. Orcid: https://orcid.org/0000-0003-2793-7269. E-mail: rpsdantas@yahoo.com.br.

Referências

BAUMAN, Zygmunt. Medo líquido. Trad. Carlos Alberto Medeiros. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2008.

BAUMAN, Zygmunt. Confiança e medo na cidade. Tradução de Eliana Aguiar. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2009.

BORRADORI, Giovanna. Filosofia em tempo de terror: diálogos com Habermas e Derrida. Tradução de Roberto Muggiati. Rio de janeiro: Jorge Zahar, 2004.

BOURDIEU, Pierre. A distinção: crítica social do julgamento. São Paulo: Edusp; Porto Alegre: Zouk, 2007.

BOURDIEU, Pierre. O poder simbólico. Rio de Janeiro: Editora Bertrand Brasil, 2010.

ELIAS, Norbert. A sociedade dos indivíduos. Rio de Janeiro: Zahar Editor, 1994.

ELIAS, Norbert & SCOTSON, John L. Os estabelecidos e os outsiders. Sociologia das relações de poder a partir de uma pequena comunidade. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2000.

GIDDENS, Anthony. A constituição da sociedade. São Paulo: Martins Fontes, 1989.

GIDDENS, Anthony. As consequências da modernidade. São Paulo: Editora da UNESP, 1991.

HABERMAS, Jürgen. Consciência moral e agir comunicativo. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1989.

HONNETH, Axel. Luta por reconhecimento: a gramática moral do conflito social. São Paulo: Editora 34, 2003.

BABBIE, Earl. Fundamentos de la Investigación Social. International Thomson Editores, S. A., México, DF, 2000.

BOURDIEU, Pierre (1997). Os Usos Sociais da Ciência. Por uma sociologia clínica do campo científico. Editora Unesp, São Paulo, 2004.

CASTELLS, Manuel. A era da informação: economia, sociedade e cultura. Vol. 2. O Poder da Identidade. Editora Paz e Terra, 6 Edição, São Paulo, 1999.

DURKHEIM, Emile. "O que é o fato social?" Em: As Regras do Método Sociológico. 6.a Edição. São Paulo, Companhia Editora Nacional, 1972.

FOUCAULT, Michel (1977-1978). Segurança, Território e População. Editora Martins Fontes, São Paulo, 2008.

GIDDENS, Anthony. Modernidade e Identidade. Editora Zahar, Rio de Janeiro, 2002.

KELLER, Vicente; BASTOS, Cleverson L. Aprendendo Lógica. Editora Vozes, 17 Edição, Petrópolis, RJ, 2008.

KUHN, Thomas S. (1969) A Estrutura das Revoluções Científicas. Editora Perspectiva, 12 Edição, São Paulo, 2013.

MARX, Karl. O capital. Crítica da Economia Política. O processo de produção do capital. Livro 1, V. 1. Tradução Reginaldo Sant’Anna. 23. ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2006.

NETO, J.M. Desemprego e luta de classes: as novas determinidades do conceito marxista de exército industrial de reserva. In: TEIXEIRA, F.J.S.; OLIVEIRA, M.A. de. (orgs.)

POPPER, Karl (1902) Lógica das ciências sociais. Editora Tempo Brasileiro. Rio de Janeiro, 2004.

WALLERSTEIN, Immanuel. A reestruturação capitalista e a perspectiva mundial. Em: Perspectivas, pp. 249-267, São Paulo, 1998.

WEBER, Max. Economia e Sociedade. Vol. 1, Cap. 5. Ensaios sobre sociologia da religião. Editora UnB, Brasília, 2004.

WEBER, Max. Ciência e Política. Duas vocações. Editora Cultrix, São Paulo, 1997.

Publicado

2020-12-18

Como Citar

Cruz, A. A. ., Moura, J. P. de ., & Dantas, R. P. S. . (2020). SOCIEDADES EM TEMPOS DE PANDEMIA: ANÁLISES DE CONJUNTURAS ECONÔMICAS VERSUS A CRISE NA SAÚDE PÚBLICA, FUNDAMENTAÇÃO NA SOCIOLOGIA CONTEMPORÂNEA. Revista JRG De Estudos Acadêmicos, 3(7), 765–791. https://doi.org/10.5281/zenodo.4361687