QUALIFICAÇÃO DE MATERIAL FLEXÍVEL PVC / PVC - PVDC NA INDÚSTRIA FARMACÊUTICA

Palavras-chave: Testes físicos químicos para qualificação de materiais flexíveis; qualificações de embalagens; PVC

Resumo

O PVC Poli(cloreto e vinila) é um material bastante utilizado na confecção de diversas embalagens e molduras, na indústria farmacêutica o PVC e o PVC/PVDC Poli(cloreto e vinila) dão a vida ao blister embalagem que protege o comprimido de diversas maneiras, sua barreira inibi o contato do comprimido com ar, bactérias, umidades etc. Com o avanço industrial, o blister tem ocupado um maior segmento entre os tipos de embalagens farmacêuticas. Alguns materiais como o PVC, são bastante utilizados na fabricação do blister, possuindo baixo custo e boa termoformabilidade a indústria farmacêutica busca qualificar fornecedores terceiros para atender os requisitos de BPF boas práticas de fabricação, e sê assegura que aquele material irar atender as necessidades de proteção exigida pela ANVISA

Biografia do Autor

Daniel Oliveira de Souza, FACESA-Faculdade de Ciências e Educação Sena Aires, FACESA, Brasil.

Faculdade Sena-Aires, FACESA, Valparaiso – GO. Graduando em Farmácia 8°periodo pela Faculdade Sena-Aires, FACESA, Valparaiso – GO. Lattes:  http://lattes.cnpq.br/5942865175499163. Orcid:  http://orcid.org/0000-0001-7887-5235 . E-mail: danielsouza9290@gmail.com

Pedro Henrique Alves Martins, FACESA-Faculdade de Ciências e Educação Sena Aires, FACESA, Brasil.

Faculdade Sena-Aires, FACESA, Valparaiso – GO. Graduando em Farmácia 8°periodo pela Faculdade Sena-Aires, FACESA, Valparaiso – GO Lattes: http://lattes.cnpq.br/6731018796360234. Orcid:  http://orcid.org/0000-0002-4966-6132. E-mail: Pedro.novato@hotmail.com

Fellipe José Gomes Queiroz, FACESA-Faculdade de Ciências e Educação Sena Aires, FACESA, Brasil.

Mestre em Ciências Farmacêuticas; Bacharel em Farmácia. Afiliação institucional: Faculdade de Ciências e Educação Sena Aires – FACESA. CV. Lattes: http://lattes.cnpq.br/1939428749184971. ORCID: http://orcid.org/0000-0002-2268-4138.  E-mail: fellipegomes2008@gmail.com.

Referências

1. Embalagens plásticas flexíveis: principais polímeros e avaliação de propriedades / editores, Claire l. G. L. Sarantopoulos, Fábio Gomes Teixeira – 2. Ed. – Campinas: ITAL/CETEA, 2017.

2. Embalagens : design, materiais, processos e máquinas / [coordenação geral Assunta Napolitano Camilo ; jornalista responsável Margaret Hayasaki ; coordenação técnica Larissa Mendes]. – Barueri, SP : Instituto de Embalagens, 2009.

3. SARANTÓPOULOS, C.I.G.L.; JESUS JÚNIOR, I.A. Embalagens plásticas esterilizáveis: Reinvenção e Tendência. CETEA INFORMATIVO - Boletim de Tecnologia e Desenvolvimento de Embalagens, Campinas, v . 17, n.3, jul/ago/set, 2005. Disponível em: . Acesso em: 20 set. de 2009.

4. INSTITUTO DE EMBALAGENS. Guia de Referências: Embalagens da concepção ao descarte responsável. São Paulo, 2007.

5. ABIQUIM. Anuário da Indústria Química Brasileira, Ano 31, São Paulo, 2004. 324p.

6. INSTITUTO DE EMBALAGENS. Guia de Referências: Embalagens da concepção ao descarte responsável. São Paulo, 2008.

7. ROSATO, Dominik V.; ROSATO, Donald V.; ROSATO, M. G. Injection Molding Handbook. 3. ed. EUA: Kluwer Academic Publisher, 2000.

8. CALLISTER Jr., W. D. Materials Science and Engineering: An Introduction. EUA: Willey, 2002. 848p.

9. CANEVAROLO, S. V. Ciência de Polímeros. 2. ed. Brasil: ARTLIBER, 2007.

10. M&G. Manual Técnico Resina PET. São Paulo: M&G, 2003.

11. https://www.researchgate.net/profile/Shivang_Chaudhary/publication/310619339_Packaging_Development_by_Design_for_Solid_Oral_Dosage_Form-Tablets/links/5b50952c0f7e9b240fef46e9/Packaging-Development-by-Design-for-Solid-Oral-Dosage-Form-Tablets.pdf

12. http://eprints.ugd.edu.mk/15936/3/Section%204.pdf#page=45

13. BESELATM. The brand new retortable, transparent, ultra high gas barrier filme. New york: Kureha Corporation of america, 2005. 4p. (Technical catalogue).

14. ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 13177: embalagens flexíveis: avaliação do potencial de contaminação organoléptica de alimentos. Rio de Janeiro, 2012. 12p p.

15. ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 13058: embalagens flexíveis: análise de solventes residuais. Rio de Janeiro, 2012. 15 p.

16. BRASIL. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Resolução RDC nº 17, de 17 de março de 2008. Dispõe sobre regulamento técnico sobre lista positiva de aditivos para materiais plásticos destinados à elaboração de embalagens e equipamentos em contato com alimentos. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 18 mar. 2008. Seção 1, p. 43-51.

17. BRASIL. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Resolução RDC nº 52, de 26 de novembro de 2010. Dispõe sobre corantes em embalagens e equipamentos plásticos destinados a estar em contato com alimentos. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, DF, n. 244, 22 dez. 2010b. Seção 1, p. 79-80. Disponível em: .

18. BRASIL. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Resolução RDC nº 56, de 16 de novembro de 2012. Dispõe autorizados para a elaboração de embalagens e equipamentos plásticos em contato com alimentos. Diário Oficial [da] república Federativa do Brasil, Brasília, DF, 21 nov. 2012. Seção 1, p. 66-77.

19. BRASIL. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Resolução RDC nº 91, de 11 de maio de 2001. Aprova o Regulamento Técnico - critérios e classificação de materiais para embalagens e equipamentos em contato com alimentos constante do Anexo desta Resolução. Diário Oficial [da] República federativa do Brasil, Poder Executivo, Brasília, DF, 15 maio 2001.

20. Xiujuan Wang, Meng Song, Suting Liu, Sizhu Wu, Aung Myat Thu, Analysis of phthalate plasticizer migration from PVDC packaging materials to food simulants using molecular dynamics simulations and artificial neural network, Food Chemistry, Volume 317, 2020, 126465, ISSN 0308-8146, https://doi.org/10.1016/j.foodchem.2020.126465. (http://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0308814620303277)

21. https://www.researchgate.net/profile/Thomas_Curran/publication/336742392_Biosystems_and_Food_Engineering_Research_Review_24/links/5db0628a92851c577eb9e0dd/Biosystems-and-Food-Engineering-Research-Review-24.pdf#page=96
Publicado
2020-10-31
Como Citar
Souza, D. O. de, Martins, P. H. A., & Queiroz, F. J. G. (2020). QUALIFICAÇÃO DE MATERIAL FLEXÍVEL PVC / PVC - PVDC NA INDÚSTRIA FARMACÊUTICA. Revista JRG De Estudos Acadêmicos , 3(7), 240-256. https://doi.org/10.5281/zenodo.4167376

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##

##plugins.generic.recommendByAuthor.noMetric##