O PAPEL DO ENFERMEIRO NA PROMOÇÃO DA SAÚDE DO HOMEM E A IMPORTÂNCIA DAS POLÍTICAS PÚBLICAS DE SAÚDE

Palavras-chave: Atenção Primária. Enfermeiro. Promoção de Saúde e Educação em Saúde. Saúde do Homem. Unidade Básica de Saúde.

Resumo

O tema deste artigo é o papel do enfermeiro na promoção da saúde do homem. Investigou-se o seguinte problema: “como o enfermeiro estimula a promoção da saúde do homem em instituições de saúde?”. Cogitou-se a seguinte hipótese “o enfermeiro constitui elemento fundamental na implementação de políticas públicas de saúde do homem”. O objetivo geral é demonstrar a relevância do enfermeiro na oferta de assistência ao homem. Os objetivos específicos são: compreender a importância do profissional de enfermagem na saúde do homem e descrever as políticas públicas para tal público. Este trabalho é importante para o profissional de Enfermagem devido ao fato de que o entendimento do tema permite uma melhor assistência, para a ciência, é relevante porque favorece a melhoria das atuais estratégias de atendimento; agrega à sociedade pelo fato de melhores políticas públicas favorecem uma melhor assistência. Trata-se de uma pesquisa qualitativa teórica com duração de seis meses.

Biografia do Autor

Ana Paula Miranda de Oliveira, Universidade Paulista, UNIP, SP, Brasil.

Graduanda em Enfermagem pela Unip (Universidade Paulista). CV Lattes: https://lattes.cnpq.br/8804201334541243. ORCID: http://orcid.org/0000-0002-0703-7004. E-mail: anapaulamirandadeoliveira47@gmail.com

Débora Adriana Ramos, Universidade Paulista, UNIP, SP, Brasil.

Mestre em Psicologia. CV Lattes: <http://lattes.cnpq.br/8157104994909882>. ORCID: http://orcid.org/0000-0003-0683-5466. E-mail: psicologa.ramos@gmail.com

Jonas Rodrigo Gonçalves, Universidade Católica de Brasília, UCB, DF, Brasil.

Doutorando em Psicologia; Mestre em Ciência Política (Direitos Humanos e Políticas Públicas); Licenciado em Filosofia e Letras (Português e Inglês); Especialista em Direito Constitucional e Processo Constitucional, em Direito Administrativo, em Direito do Trabalho e Processo Trabalhista, entre outras especializações. Professor das faculdades Processus (DF), Unip (SP) e Facesa (GO). Escritor (autor de 61 livros didáticos/acadêmicos). Revisor. Editor. CV Lattes: http://lattes.cnpq.br/6904924103696696. ORCID: https://orcid.org/0000-0003-4106-8071. E-mail: jonas.goncalves@institutoprocessus.com.br.

Referências

BASÍLIO, M. C.; ALBANO, B. R.; NEVES, J. B. Desafios para a inclusão dos homens nos serviços de atenção primaria à saúde. Rev. Enferm. Integ – Ipatinga, MG; 2012.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Ações Programáticas Estratégicas. Política Nacional de Atenção Integral à Saúde do Homem: princípios e diretrizes. Brasília. 2ed., 2009.

BRASIL. Ministério da Saúde. Rede Interagencial de Informações de Informações para a Saúde. Indicadores e dados básicos [Internet]. Brasília. 1 ed. 2012.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Departamento de Vigilância Epidemiológica. Manual de recomendações para o controle da tuberculose no Brasil. Brasília, 3 ed. 2011. p. 284.

BRASIL, Ministério da Saúde, Departamento de Ações Programáticas Estratégicas. Política Nacional de Atenção Integral à Saúde do Homem: princípios e diretrizes. [on-line]. Brasília. 1ed., 2008. Disponível em: http://www.saude.gov.br/sas/portarias.

CALIARI, J. S.; FIGUEIREDO, J. S. Tuberculose: perfil de doentes, fluxo de atendimento e opinião de enfermeiros. Acta Paul Enfermagem, v. 25, n. 1, 2012.

CARRARA, S.; RUSSO, J. A.; FARO, L. A política de atenção à saúde do homem no Brasil: os paradoxos da medicalização do corpo masculino. Revista Physis, v. 19. n. 3, 2009.

CESARO, B. C.; SANTOS, H. B.; SILVA, F. N. M. Masculinidades inerentes à política brasileira de saúde do homem. Rev Panam de Salud Publica, v. 42, n. 119, 2018.

FIGUEIREDO, W. Assistência à saúde dos homens: um desafio para os serviços de atenção primária. Revista de Ciência e Saúde Coletiva, v. 10, n. 1, 2005.

FONTES, W. et al. Atenção à saúde do homem: interlocução entre ensino e serviço. Acta Paulista de Enfermagem, v. 24, n. 3, 2011.

GOMES, R. Sexualidade masculina e saúde do homem: proposta para uma discussão. Revista Ciências & Saúde Coletiva, v. 8, n. 3, 2003.

GOMES, R.; LIMA, B.; SCHRAIBER, L. B.; COUTO, M. T. O homem com foco da saúde pública. Revista Ciência e Saúde Coletiva, v. 10, n. 1, 2005.

GONÇALVES, Jonas Rodrigo. Como escrever um Artigo de Revisão de Literatura. Revista JRG de Estudos Acadêmicos, Ano II, Vol.II, n.5, 2019.

GONÇALVES, Jonas Rodrigo. Como fazer um Projeto de Pesquisa de um Artigo de Revisão de Literatura. Revista JRG de Estudos Acadêmicos, Ano II, Vol.II, n.5, 2019.

GONÇALVES, Jonas Rodrigo. Manual de Artigo de Revisão de Literatura. Brasília: Processus, 2019.

GONÇALVES, Jonas Rodrigo. Manual de Projeto de Pesquisa. Brasília: Processus, 2019.

GONÇALVES, Jonas Rodrigo. Metodologia Científica e Redação Acadêmica. 8. ed. Brasília: JRG, 2019.

KESSLER, M. et al. Ações educativas e de promoção da saúde em equipes do Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica, Rio Grande do Sul, Brasil. Revista Epidemiologia, Serviços e Saúde, v. 27, n. 2, 2017.

KIMMEL, M.S. A produção simultânea de masculinidades hegemônicas e subalter-nas. Horiz Antropologia, v. 4, n. 9, 1998.

LEAL A. F.; FIGUEIREDO, W. S.; NOGUEIRA-DA-SILVA, G. S. O percurso da Política Nacional de Atenção Integral à Saúde dos Homens (PNAISH), desde a sua formulação até sua implementação nos serviços públicos locais de atenção à saúde. Revista Ciência e Saúde Coletiva, v. 17, n. 10, 2012.

MENDONÇA, V. S.; ANDRADE, A. N. A Política Nacional de Saúde do Homem: necessidade ou ilusão? Revista Psicologia Política, v. 10, n. 20, 2010.

MOZER, I. T.; CORRÊA, A. C. P. Implementação da Política Nacional de Saúde do Homem: o caso de uma capital brasileira. Escola Anna Nery, v. 18, n. 4, 2014.

NOGUEIRA, Iara Sescon; PREVIATO, Giselle Fernanda; BALDISSERA, Vanessa Denardi Antoniassi; PAIANO, Marcelle; SALCI, Maria Aparecida. Atuação do enfermeiro na atenção primária à saúde na temática do câncer: do real ao ideal. Revista Cuidado é Fundamental, v. 11, n. 3, p. 725-731, 2019.

OLIVEIRA, M. A. C.; PEREIRA, I. C. Atributos essenciais da Atenção Primária e a Estratégia Saúde da Família. Rev Bras Enferm, v. 66, n. esp., 2013.

PRODANOV, C. C.; FREITAS, E. C. Metodologia do trabalho científico: métodos e técnicas da pesquisa e do trabalho acadêmico. 2.ed. Novo Hamburgo/RS: FEEVALE, 2013.

SANTANA, E.M.; LIMA, E.M.M.; BULHÕES, J.L.F.; MONTEIRO, E.M.L.; AQUINO, J.M. A atenção à saúde do homem: ações e perspectivas dos enfermeiros. Rev. Min. Enferm. v. 8, n. 3, 2011.

SAUTHIER, M.; GOMES, M. L. B. Gênero e planejamento familiar: uma abordagem ética sobre o compromisso profissional para a integração do homem. Revista Brasileira de Enfermagem, v. 64, n. 3, 2014.

SCHRAIBER, L. B. et al. Necessidades de saúde e masculinidades: atenção primária no cuidado aos homens. Cad Saude Publica, v. 26, n. 5, 2010.

SCHWARZ, E.; GOMES, R.; COUTO, M. T.; MOURA, E. C.; CARVALHO, S. A.; SILVA, S. F. C. Política de saúde do homem. Revista de Saúde Pública, v. 46, n. esp, 2012.

SILVA, P. A. S.; FURTADO, M. S.; GUILHON, A. B.; SOUZA, N.V. D. O.; DAVID, H. M. S. L. A saúde do homem na visão dos enfermeiros de uma Unidade Básica de Saúde. Escola Anna Nery, v. 16, n. 3, 2012.

SILVA, P. et al. A saúde do homem na visão dos enfermeiros de uma unidade básica de saúde. Esc. Anna Nery, v. 16, n. 3, 2012.

SILVA, S.O. Cuidado na perspectiva de homens: um olhar da enfermagem. [dissertação]. Santa Maria: Universidade Federal de Santa Maria, 2010. 97 p.

SILVA, V.L.Q. Sexualidade masculina e saúde do homem na estratégia de saúde da família: trabalhando com a equipe a pesquisa-ação [dissertação]. Ribeirão Preto: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto, 2010.

SIQUEIRA, B. P. J.; TEXEIRA, J.R.B.; VALENÇA NETO, P. F.; BOERY, E. M.; BOERY, R. N. S.; VILELA, A.B.A. Homens e cuidado à saúde nas representações sociais de profissionais de saúde. Escola Anna Nery, v. 18, n. 4, 2014.

SIQUEIRA, E. L.; OLIVEIRA, G. R.; MENDES, J. D.; XIMENES, J. M.; MORAES, K. M. Atenção à saúde do homem: trabalhando a percepção do profissional enfermeiro na estratégia saúde da família. Revista SANARE, v. 13, n. 1, 2014.

TEIXEIRA, D. B.S.; CRUZ, S. P. S. L. Atenção à saúde do homem: análise da sua resistência na procura dos serviços de saúde. Revista Cubana de Enfermería, v. 31, n. 4, 2016.

VAZ, C.A.M.; SOUZA, G. B.; MORAES FILHO, I.M.; SANTOS, O.P.; CAVALCANTE, M. M. F. P. Contribuições do enfermeiro para a saúde do homem na atenção básica. Revista de Iniciação Científica e Extensão – REIcEn, v. 1, n. 2, 2018.
Publicado
2020-11-01
Como Citar
Oliveira, A. P. M. de, Ramos, D. A., & Gonçalves, J. R. (2020). O PAPEL DO ENFERMEIRO NA PROMOÇÃO DA SAÚDE DO HOMEM E A IMPORTÂNCIA DAS POLÍTICAS PÚBLICAS DE SAÚDE. Revista JRG De Estudos Acadêmicos , 3(7), 257-273. https://doi.org/10.5281/zenodo.4172970

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##

1 2 > >>