O ATUAL PAPEL DA ENFERMAGEM NA SAÚDE MENTAL

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5281/zenodo.4637824

Palavras-chave:

Papel da Enfermagem. Saúde Mental. Enfermagem Psiquiátrica.

Resumo

O objetivo da pesquisa foi demonstrar qual o papel da enfermagem no tratamento de pacientes com transtorno mental, explorar as formas de tratamento e avaliar o processo de desenvolvimento do cuidado para com o paciente com sofrimento psíquico. Este trabalho é uma revisão integrativa de literatura na qual é um recurso para permitir a finalidade de resultados significativos com o objetivo da elaboração do presente estudo. A equipe de enfermagem exerce papel importante no tratamento de pacientes com transtorno mental, que requer total atenção no acolhimento, vínculo e continuidade ao paciente. Se faz fundamental a importância de capacitação do enfermeiro para o desenvolvimento das habilidades, a capacidade de ouvir e interagir é essencial com a comunicação e relacionamento com o paciente. O enfermeiro deve promover a reinserção psicossocial.

Biografia do Autor

Laurana Fernandes Rodrigues, Universidade Paulista UNIP, SP, Brasil

Orcid: https://orcid.org/0000-0002-9993-1790
Lattes: http://lattes.cnpq.br/5196295521442793
Universidade Paulista UNIP, SP, Brasil
E-mail: lauranafernandes21@gmail.com

Ana Paula de Souza Tenório Custódio, Universidade Federal de Pernambuco, UFPE, Brasil

Orcid: https://orcid.org/0000-0002-4699-3269
Lattes: http://lattes.cnpq.br/8460688993157099
Universidade Federal de Pernambuco, UFPE, Brasil
E-mail: paulinhatenorio15@gmail.com

Referências

Souza ABS, Oliveira LKP, Schneid LJ. Acolhimento realizado na atenção básica pela equipe de enfermagem ao paciente portador de transtorno mental. Revista Amazônia. 2016; 4(3):44-47.

Duarte VF, Neto GL, Rodrigues L, Campos CJG. Ditos acadêmicos do ontem e do hoje acerca do papel da enfermagem no processo e rotina da desinstitucionalização. Revista eletrônica em saúde mental. 2016; 12(2):117-133

Silva SX, Santana JRM, Martins GFR, Sena MCS, Silva GS, Paula TA, et al. Importância do profissional de enfermagem nos cuidados ao paciente com transtorno mental. Brasilian Journal ir health Review 2019; 2(4): 3217-3231.

SILVA MS, Machado PAT, Nascimento RS, Oliveira TS, Silva TF, Batista EC. A enfermagem no campo da saúde mental. Revista Amazônia Science & Health. 2017; 5(2):40-44.

Elias ADS, Tavares CMM, Muniz MP. Interseção entre ser enfermeiro e ser terapeuta em saúde mental. Revista brasileira de enfermagem. 2020. 73(1):2-8.

Ferraz MGC, Sousa MIB, Araújo AP, Sousa SC, Benevides KCB, Silva KCO. Atuação do enfermeiro no atendimento aos usuários com sofrimento psíquico. Revista enfermagem UFPE on line. 2019; 13:e242131.

Eslabao AD, Pinho LB, Coimbra VCC, Lima AMDS, Camatta MW, Santos EO. Objeto e tecnologia do processo de trabalho de uma equipe itinerante em saúde mental. 2017; 38(3):e67278.

Silva APM, Coelho BP, Souza LPSS, Silva KMA, Silva EP, Pinto IS, Oliveira RM, et al. Saúde mental no trabalho do enfermeiro da atenção primária de um município no Brasil. Revista Cubana de enfermagem. 2015; 31(1): 2-14.

Santos JCL, Bastos DS, Mesquita BA, Cardoso LSP, Silva AA. Assistência de enfermagem ao cuidador familiar de portadores de transtorno mental. Brazilian jornal of health review. 2019; 2(6): 5227-5349.

Oliveira RC, Silva LF, Jesus MR, Santos TJ, Evaristo TN, et al. O cuidado clínico e o processo de enfermagem em saúde mental. Revista eletrônica acervo saúde. 2020; 38(38):1-8.

Filho JAS, Silva CRL, Marques APBF, Nóbrega RJN, Pinto AGA. Práticas de cuidado em saúde mental desenvolvidas por enfermeiros na estratégia da saúde da família. Revista nursing. 2020; 23(262): 3638-3642.

Schran LS, Machineski GG, Rizzotto MLF, Caldeira S. Percepção da equipe multidisciplinar sobre a estrutura dos serviços de saúde mental. Revista gaúcha Enfermagem 2019; 40(20): 180-151.

Garcia APRF, Freitas MIP, Lamas JLT, Toledo VP. Processo de enfermagem na saúde mental. 2017; 70(1): 209-18.

Botti NCL, Torrezio MCS. Festival da loucura e a dimensão sociocultural da reforma psiquiàtrica. Psicologia & sociedade. 2014; 26(spe): 212-221.

Villela JC, Maftum MA, Paes MR. O ensino de saúde mental na graduação de enfermagem. Texto contexto Enfermagem, Florianópolis. 2013; 22(2): 397-406.

Schrank G, Olschowsky A. O centro de atenção psicossocial e as estratégias para inserção da família. Revista escola de Enfermagem USP. 2008; 42(1): 127-34.

Sayeki T, Fiorati RC. Projeto terapêutico nos serviços extra-hospitalares de saúde mental. Saúde soc. São Paulo. 2012; 21(3): 587-598.

Almeida AB, Nascimento ERP, Rodrigues J, Schweitzer. Intervenção nas situações de crise psíquica. Revista brasileira de Enfermagem. 2014; 67(5): 708-14.

Carvalho LCP, Moreira MDS, Rézio LA, Teixeira NZF. A construção de um projeto terapêutico singular com usuário e família. O mundo da saúde, São Paulo. 2012; 36(3): 521-525.

Downloads

Publicado

2021-03-26

Como Citar

Rodrigues, . L. F. ., & Custódio, A. P. de S. T. . (2021). O ATUAL PAPEL DA ENFERMAGEM NA SAÚDE MENTAL. Revista JRG De Estudos Acadêmicos, 4(8), 264–272. https://doi.org/10.5281/zenodo.4637824