O controle de qualidade nas indústrias farmacêuticas

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5281/zenodo.7110754

Palavras-chave:

Controle de qualidade. Farmacêutico. Medicamentos. Indústria Farmacêutica.

Resumo

O controle de qualidade na indústria farmacêutica é a combinação de procedimentos usados para garantir que um produto atenda de forma eficiente aos requisitos propostos. Este estudo tem como objetivo destacar a importância do controle de qualidade na fabricação e embalagem de produtos nas indústrias farmacêuticas no Brasil. Trata-se de uma Revisão Literária Integrativa com abordagem qualitativa, realizada através da busca e seleção de artigos científicos publicados nos últimos dez anos, disponíveis nas principais bases de dados da área da saúde, usando-se descritores específicos como critério de inclusão. A qualidade dos processos industriais farmacêuticos, assim como sua execução, é de grande interesse para a indústria farmacêutica, principalmente no que diz respeito à sua padronização. O controle de qualidade estrito de produtos farmacêuticos agrega valor científico quando verificado a lisura do processo desde o seu início de fabricação, envolvendo a química farmacêutica, até toda a cadeia de produção da indústria farmacêutica. Portanto, executar o controle de qualidade é primordial para garantir e verificar se um medicamento atende aos padrões de qualidade exigidos por meio de avaliação segura em todos os protocolos estabelecidos pelas agências reguladoras em saúde.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Julisson Marques Roque do Nascimento, Faculdade de Ciências e Educação Sena Aires, GO, Brasil

mceclip0.png https://orcid.org/0000-0002-2634-0754
mceclip1.png http://lattes.cnpq.br/3039862128073839
E-mail: julissonm74@gmail.com

Mirelle Rodrigues dos Santos, Faculdade de Ciências e Educação Sena Aires, GO, Brasil

mceclip2.png https://orcid.org/0000000200200673
mceclip3.png http://lattes.cnpq.br/3526124373309677
E-mail: mirellerodrigues444@gmail.com

Maria Salete Vaceli Quintilio, Faculdade de Ciências e Educação Sena Aires, GO, Brasil

Possui graduação Física, Licenciatura e Bacharelado, pela Universidade Estadual de Londrina (1989), mestrado em Ciências, área de concentração Astronomia, pela Universidade de São Paulo (1992) e doutorado em Ciências, área de concentração Astronomia, pela Universidade de São Paulo (1998). Tem formação complementar em EaD. Tem experiência no Magistério Superior em cursos de Licenciatura e de Fonoaudiologia. Atua também em Educação a Distância através de disciplinas híbridas utilizando a plataforma Moodle e cursos de aperfeiçoamento. Pesquisadora e orientadora, com ênfase em Ensino de Física, Ruído e Astronomia.

Referências

ROCHA, T. G.; GALENDE, S. B. A Importância do Controle de Qualidade na Indústria Farmacêutica. Revista Uningá Review, [S.l.], v. 20, n. 2, nov. 2014. ISSN 2178-2571. Disponível em: http://revista.uninga.br/index.php/uningareviews/article/view/1593. Acesso em: 24 abr. 2021.

SOARES, C. et al. Uma contribuição para compreender a indústria farmacêutica na dinâmica capitalista financeirizada. Physis: Revista de Saúde Coletiva [online], v. 30, n. 04, e300414, 2020. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S0103-73312020300414 . Acesso em: 20 abr. 2021

KORNIS, G. E. M.; BRAGA, M. H.; PAULA, P. A. B. Transformações recentes da indústria farmacêutica: um exame da experiência mundial e brasileira no século XXI. Physis: Revista de Saúde Coletiva [online], v. 24, n. 3, p. 885-908, 2014. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S0103-73312014000300012 . Acesso em: 24 abr. 2021.

AKKARI, A. C. S. et al. Inovação tecnológica na indústria farmacêutica: diferenças entre a Europa, os EUA e os países farmaemergentes. Gestão & Produção [online], v. 23, n. 2, p. 365-380, 2016. Disponível em: https://doi.org/10.1590/0104-530X2150-15 . Acesso em: 20 abr. 2021.

MIGUELOTE, V. R. da S.; CAMARGO Jr, K. R. De. Indústria do conhecimento: uma poderosa engrenagem. Revista de Saúde Pública [online], v. 44, n. 1, p. 190-196, 2010. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S0034-89102010000100021 . Acesso em: 20 abr. 2021.

BARATA-SILVA, C. et al. Desafios ao controle da qualidade de medicamentos no Brasil. Cadernos Saúde Coletiva [online], v. 25, n. 3, p. 362-370, 2017. Disponível em: https://doi.org/10.1590/1414-462X201700030075 . Acesso em: 20 abr. 2021.

TRINDADE, M. T.; FERRAZ, M. A.; FRANCO, A. J.; DINIZ, R. S. Controle e garantia de qualidade na indústria farmacêutica. Revista Científica Univiçosa, v. 10, n. 1, 2018. Disponível em: https://academico.univicosa.com.br/revista/index.php/RevistaSimpac/article/view/1187. Acesso em: 24 abr. 2021

NUNES PINHEIRO, A. D. Indicadores de Qualidade em Indústria Farmacêutica. Infarma - Ciências Farmacêuticas, [S.l.], v. 29, n. 4, p. 364-370, dec. 2017. ISSN 2318-9312. Disponível em: <http://dx.doi.org/10.14450/2318-9312.v29.e4.a2017.pp364-370>. Acesso em: 21 abr. 2021.

SOUSA, F.C.A. Farmácia e suas interfaces com vários saberes. Atena editora, 2020. DOI: 10.22533/at.ed.743200409

Brasil. Ministério da Saúde. Resolução nº 17, de 16 de abril de 2010. Brasília (DF), 2010.

Brasil. Ministério da Saúde. Resolução nº 33, de 05 de agosto de 2015. Brasília (DF), 2015.

CFF – Conselho Federal de Farmácia. Resolução nº 448 de 24 de outubro de 2006. Disponível em: https://www.cff.org.br/userfiles/file/resolucoes/448.pdf . Acesso em: 20 jun. 2021.

Alessandra Farias de Queiroz CHADDAD, A. F. De Q. O Papel do Farmacêutico no Processo de Qualidade em Formulações Magistrais. FACSETE, Disponível em: http://faculdadefacsete.edu.br/monografia/items/show/2348 . Acesso em: 22 mai. 2021.

MULLER, M. O papel da indústria farmacêutica na segurança dos medicamentos, ICTQ. 2020. Disponível em: https://www.ictq.com.br/industria-farmaceutica/736-o-papel-da-industria-farmaceutica-na-seguranca-dos-medicamentos . Acesso em: 30 mai. 2021.

LOMBARDO, M.; ESERIAN, J.K. A análise da qualidade de medicamentos e o papel do laboratório oficial no contexto da saúde pública. Rev. Adm. Saúde, v. 17, n.67, Abr-Jun, 2017. Acesso em: 12 mai. 2021. DOI: http://dx.doi.org/10.23973/ras.67.28

VALÉCIO, M. Controle da qualidade de insumos farmacêuticos é fundamental para eficácia do medicamento. Indústria Farmacêutica. ICTQ, 2019. Disponível em: https://www.ictq.com.br/industria-farmaceutica/990-controle-da-qualidade-de-insumos-farmaceuticos-e-fundamental-para-eficacia-do-medicamento . Acesso em: 13 jun. 2021.

BARROS, G.A.M.M. Gerenciamento do sistema de qualidade na indústria farmacêutica: um estudo de caso. 2015. Disponível em: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/34853 . Acesso em: 13 jun. 2021.

MOLINARI, G. J. D. P.; MOREIRA, P. C. dos S.; CONTERNO, L. de O. A Influência das Estratégias Promocionais das Indústrias Farmacêuticas sobre o Receituário Médico na Faculdade de Medicina de Marília: uma Visão Ética. Revista Brasileira de Educação Médica [online], v. 29, n. 2, p. 110-118, 2005. Disponível em: <https://doi.org/10.1590/1981-5271v29.2-017>. Acesso em: 12 jun. 2021.

ALVARENGA, G.E.L.; COSTA, M.A.N. Indústrias farmacêuticas e licença compulsória no combate à covid-19: melhor remédio? Rev. Augustus, Rio de Janeiro, v. 25, n. 51, p. 412-436, jul./out. 2020. DOI: https://doi.org/10.15202/1981896.2020v25n51p412 . Acesso em: 13 jun. 2021.

MACHADO, P.M.O.; RENAULT, T.B.; PARANHOS, J. Relação universidade-empresa: o caso das indústrias farmacêuticas e a realização de ensaios clínicos em hospitais universitários. Brazilian Journal of Development, Curitiba, v.7, n.4, p. 37381-37394, 2021.

RODRIGUES, P.W.; DUFLOTH, S.C.; CALDEIRA, M.G.N. Gerenciamento de risco nas inspeções sanitárias de indústrias farmacêuticas: principais indicativos de impacto do modelo adotado em Minas Gerais. Rev. gest. sist. saúde. São Paulo, v. 9, n. 1, p, 94-118, 2020. DOI: https://doi.org/10.5585/rgss.v9i1.14769. Acesso em: 13 jun. 2021.

SUGIMOTO, Y.P. Aspectos gerais de QBD – quality by design – em indústrias farmacêuticas nacionais. UFSP, 2020.

MOLLUCE, D. Estudo da potabilidade da água e a importância de seu controle de qualidade no fluxo de produção das indústrias farmacêuticas. 2021. 54 páginas. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Química) - Universidade Federal da Integração Latino-Americana, Foz do Iguaçu, 2021.

MUNEKATA, I.R. Ingresso da Anvisa no International Council For Harmonisation Of Technical Requirements For Pharmaceuticals For Human Use (ICH) e seu impacto nas indústrias farmacêuticas brasileiras. Diadema, 2020. 43 f.

Downloads

Publicado

2022-09-24

ARK