Os riscos do uso de medicações para o emagrecimento

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5281/zenodo.7110774

Palavras-chave:

Emagrecimento. Medicamentos. Riscos

Resumo

Objetivo deste tudo foi avaliar o os riscos de se utilizar medicamentos no processo de emagrecimento. Essa pesquisa tem o intuito de mostrar a importância da utilização de medicações corretas, receitadas por médicos de forma controlada, no processo de emagrecimento, encorajando o paciente a usa métodos não farmacológicos para se obter sucesso na perda de peso. Metodologia: Foi realizado um estudo de revisão de literatura, com a utilização das normas ABNT, por meio das bases de dados, SCIELO (Scientific Eletronic Library On-line), MEDLINE, LILACS, Google Acadêmico, Bireme, Ebsco Host, Pubmed, livros e artigos publicados entre os anos 2011 a 2021 em português, inglês e espanhol, foram incluídos os artigos que obedeceram aos seguintes critérios: (1) estudos que tenham como foco no uso de medicamentos para o emagrecimento e seus riscos (2) estudos que estejam disponíveis em texto completo. Foram excluídos da busca bibliográfica os artigos incompletos e não disponíveis. Conclusão: O uso indiscriminado de medicamentos para emagrecer pode causar efeitos adversos, como ansiedade, problemas cardíacos, confusão, insônia, alterações de humor e comportamento violento. Além desses transtornos, existem transtornos psiquiátricos, incluindo delírios, alucinações visuais e auditivas e delírios.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Antônia Vanessa Ferreira   Silva, Faculdade de Ciências e Educação Sena Aires, GO, Brasil

mceclip0.png https://orcid.org/0000-0001-9148-7667
mceclip1.png http://lattes.cnpq.br/5124185881567850
E-mail: vanessaferreira170291@gmail.com

Laryssa Bispo dos Santos, Faculdade de Ciências e Educação Sena Aires, GO, Brasil

mceclip2.png https://orcid.org/0000-0002-0060-0650
mceclip3.png http://lattes.cnpq.br/9581684529465842
E-mail: laryssabispo11@gmail.com

Fellipe José Gomes Queiroz, Faculdade de Ciências e Educação Sena Aires, GO, Brasil

Mestrado em Ciências Farmacêuticas pela Universidade de Brasília (2015) com ênfase em Química Farmacêutica, Química Medicinal e Bioprospecção. Pós-graduação Lato Sensu em Didática no Ensino Superior em EAD, FACESA. Possui graduação em Farmácia pela Universidade Católica de Brasília (2012) com habilitação em Homeopatia (CRF-DF/2015). Profissionalmente, atua como Coordenador do Curso de Farmácia da FACESA (modalidade presencial e à distância)

Referências

BRASIL, Ministério da Saúde. Uso off label: erro ou necessidade? Rev. Saúde Pública: Informes Técnicos Institucionais, Brasília, v. 46, n. 2, p.398-399, 2012.

Franco, R. R., Cominato, L., & Damiani, D. (2014). O efeito da sibutramina na perda de peso de adolescentes obesos. Arquivos Brasileiros de Endocrinologia & Metabologia, 58(3), 243–250. https://doi.org/10.1590/0004-2730000002825

Gomes, J. S. (2016). O uso irracional de medicamentos fitoterápicos no emagrecimento: Uma revisão de literatura. http://repositorio.faema.edu.br:8000/jspui/handle/123456789/410

Carvalho e Martins, M. do C. de, Souza Filho, M. D. de, Moura, F. S., Ribeiro de Carvalho, J. de S., Müller, M. C., Neves, R. V., Mousinho, P. C., & Lima, I. P. (2011). Uso de drogas antiobesidade entre estudantes universitários. Revista da Associação Médica Brasileira, 57(5), 570–576. https://doi.org/10.1590/S0104-42302011000500017

Moreira, E. F., Almeida, I. M., Barros, N. B. de, & Lugtenburg, C. A. B. (2021). Quais os riscos-benefícios da sibutramina no tratamento da obesidade/ What are the risk-benefits of sibutramine in the treatment of obesity. Brazilian Journal of Development, 7(4), 42993–43009. https://doi.org/10.34117/bjdv7n4-659

Neto, B. B. de C., Neto, I. F., Souza, V. de A. de, Sousa, F. D. A. de, Marques, A. E. F., & Pereira, L. R. de A. B. (2021). Uso de medicamentos para emagrecimento por estudantes de cursos superiores da área da saúde, em uma instituição de ensino privada, na cidade de cajazeiras, paraíba, brasil. Revista Saúde e Meio Ambiente, 12(1), 167–179.

Oliveira, I. C. de, & Cordeiro, P. B. de M. H. (2013). Os Fitoterápicos como Coadjuvantes no Tratamento da Obesidade. Cadernos UniFOA, 8(1 (Esp.)), 97–104. https://doi.org/10.47385/cadunifoa.v8.n1

Santos, C. de S. C., & Belo, R. F. C. (2017). Prevalência do uso de fármacos para o emagrecimento em universitárias de sete lagoas- mg. Revista Brasileira de Ciências da Vida, 5(1).

Santos, K. P. dos, Silva, G. E. da, & Modesto, K. R. (2019). Perigo dos medicamentos para emagrecer. Revista de Iniciação Científica e Extensão, 2(1), 37–45.

Silva, R. R. e, & Abreu, P. A. (2021). Chás e emagrecimento: Uma análise crítica do que está sendo recomendado nos vídeos do youtube. Revista Saúde e Meio Ambiente, 12(1), 235–248.

Silva, L. F. O. da, Silva, F. V. M. da, & Oyama, S. M. R. (2013). Prevalência do uso de medicamentos para emagrecer entre universitárias: Prevalence of weight-loss drugs among university. Revista Recien - Revista Científica de Enfermagem, 3(7), 19–26.

Downloads

Publicado

2022-09-24

ARK