Orientação na área das competências socioemocionais em contextos multiculturais

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5281/zenodo.8006408

Palavras-chave:

Aconselhamento, Competências socioemocionais, Programas de orientação, Contextos multiculturais

Resumo

Um dos objetivos da Orientação Educacional é o desenvolvimento social e a aprendizagem em alunos do Ensino Secundário que se encontram em contextos multiculturais. O aumento das competências socioemocionais é promovido através das intervenções do Programa de Orientação. Não só melhora o processo de aprendizagem e desempenho acadêmico dos alunos, como também favorece sua integração social e escolar, exercendo assim uma função preventiva contra o futuro fracasso escolar e outros fatores de risco, como absenteísmo, abandono escolar ou violência (bullying). A ampla diversidade cultural que caracteriza o nosso Sistema Educativo exige a identificação de competências socioemocionais que estejam positivamente relacionadas com a aprendizagem ideal e melhor adaptação socioeducativa dos alunos do secundário que se encontram em contextos multiculturais, bem como a identificação das diferenças culturais existentes no processo de ensino e aprender essas competências. Há também a necessidade de programas de orientação e formação em competências socioemocionais validados cientificamente, pois são uma forma adequada de melhorar a aprendizagem e o ajustamento socioeducativo dos alunos do Ensino Secundário.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Otávio Barduzzi Rodrigues da Costa, Universidade Presbiteriana Mackenzie

Possui graduação em Ciências Sociais pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2000) com enfase em antropologia, também é sociólogo com registro no MTB e presta serviço de pesquisa a Housecriativa editorial. Bacharel em Direito pela ITE-Bauru -Advogado nº OAB-SP 314.526 atuante em direitos humanos e do trabalho, Mestre em filosofia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, licenciado em filosofia com especialização em filosofia e educação pela Uniclaretianas, Licenciado em pedagogia pela FACOL, doutorando em ciências da religião universidade metodista(trancado), doutorando em Educação, arte e História da Cultura pela Mackenzie.

Referências

ABED, A. L. Z. O caminho das habilidades socioemocionais como a aprendizagem e o sucesso escolar dos alunos da educação básica. Construção psicopedagógica, v. 24, n. 25, pág. 8-27, 2016.

BARRETO, D. Desenvolvimento de competências socioemocionais: Desafios em uma escola técnica. Educação, Cultura e Comunicação, v. 12, n. 23, 2021.

BOULOS JUNIOR, Alfredo. Sociedade e cidadania. Ensino Médio, 2015.

CONSTANTINO, P. Orientação educacional nas escolas técnicas estaduais de São Paulo: inserção, atribuições e contexto de atuação. Plurais Revista Multidisciplinar, v. 5, n. 1, p. 285-304, 2020.

CORDEIRO, E. et al. Educação socioemocional: caminhos para inspirar estudos, pesquisas e práticas. Revista Tempos e Espaços em Educação, v. 14, n. 33, pág. e13729-e13729, 2021.

DA COSTA, C. M. Diálogo Acerca das Competências Sociais e Suas Interfaces Com a BNCC e a Formação Docente. Revista Internacional Educon, v. 1, n. 1, pág. e20011006-e20011006, 2020.

DA FONSECA, D. C. Educação socioemocional no RN: diálogos sobre práticas pedagógicas pós-BNCC. Revista Caparaó, v. 1, n. 2, p. e11-e11, 2019.

DE SOUZA ARIETA, M.Orientação Educacional e Inclusão. Caderno Marista de Educação, v. 12, n. 1, p. e40790-e40790, 2021.

FERRAZ, I. Orientação educacional com psicanálise: um lugar de escuta em tempos de escola remota. Estilos da Clínica, v. 26, n. 1, p. 29-43, 2021.

LIMA, Joyce Leylane Rocha. Rede Cuca de Fortaleza e o desenvolvimento de competências socioemocionais em atividades extraclasse. 2021.

MACHADO, Maria Goreti Farias. Contribuições da legislação educacional na formação dos profissionais da orientação educacional: abordagens no TCC. Corbellini, Silvana (Org.). Orientação educacional: registros de um percurso de formação [recurso eletrônico] Porto Alegre: Forma Diagramação, 2021. p. 67-80, 2021.

MARTINS, C. C. Competências socioemocionais: o estado da área nas publicações ibero-latinas. ARQUIVOS DE INVESTIGAÇÃO EM SAÚDE, v. 9, n. 4, 2020.

MARIN, Â. H. et al. Competência socioemocional: conceitos e instrumentos associados. Revista Brasileira de Terapias Cognitivas, v. 13, n. 2, pág. 92-103, 2017.

MARQUES, Renata da Silva. Desenvolvimento socioemocional na educação infantil em diálogo com a pedagogia Inaciana. 2018.

MORAN, José. Metodologias ativas e modelos híbridos na educação. Novas Tecnologias Digitais: Reflexões sobre mediação, aprendizagem e desenvolvimento. Curitiba: CRV, p. 23-35, 2017.

SCHORN, Solange Castro. Compreensões de coordenadores pedagógicos sobre habilidades socioemocionais em contextos educativos: um estudo das contribuições de Wallon para a educação socioemocional. 2018.

SANTOS, Daniel e cols. Desenvolvimento socioemocional e aprendizagem na escola. In: Encontro anual 2014 do Latin American Meeting of the Economist Society (LAMES), São Paulo. 2014.

SILVA, Eveline Dias da. Estudo sobre uma abordagem transdisciplinar entre a educação estatística e a educação socioemocional. 2018.

VERAS, Daniela de Sousa Oliveira Melo. A atuação do orientador educacional na perspectiva do desenvolvimento da autoestima do educando. 2019.

Downloads

Publicado

2023-06-05

Como Citar

COSTA, O. B. R. da. Orientação na área das competências socioemocionais em contextos multiculturais. Revista JRG de Estudos Acadêmicos , Brasil, São Paulo, v. 6, n. 13, p. 328–338, 2023. DOI: 10.5281/zenodo.8006408. Disponível em: http://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/532. Acesso em: 24 fev. 2024.

ARK