A importância do profissional farmacêutico no cuidado com crianças e adolescentes em depressão

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5281/zenodo/.7968525

Palavras-chave:

Criança e Adolescente, Depressão, Atenção farmacêutica, Terapia, Medicamentos

Resumo

O uso de medicamentos psicotrópicos em crianças e adolescentes vem aumentando na população mundial. Estes medicamentos são substâncias que afetam o comportamento e apresentam ação na atividade do sistema nervoso central, sendo que seu consumo indiscriminado pode provocar consequências graves à saúde, inclusive causando dependência. Desta forma, a atenção farmacêutica no uso indiscriminado de psicotrópicos em crianças e adolescentes, mencionando suas propriedades terapêuticas, é muito importante. Este trabalho tem como objetivo estabelecer e discutir o uso de medicamentos em crianças e adolescentes que são diagnosticados com depressão e verificar a importância da intervenção do profissional farmacêutico na terapia farmacológica a estes pacientes. Este é um estudo de Revisão de Literatura. As obras foram selecionadas dentre as bases de dados científicas digitais gratuitas, tais como MEDLINE, Biblioteca Virtual em Saúde (BVS), Scientific Electronic Library Online (SCIELO) e foram incluídas aquelas que apresentavam os descritores: psicotrópicos, atenção farmacêutica, medicamentos, crianças e adolescentes. O estudo revelou que, apesar do tratamento de depressão ser bem estabelecido para adultos, quando se trata de crianças e adolescentes a terapia medicamentosa ainda é incerta quanto à posologia e duração do tratamento, indicando a utilização de uma equipe multiprofissional, donde o farmacêutico, por estar facilmente acessível à população, é aquele capacitado para orientar e esclarecer as dúvidas relacionadas à farmacologia, possibilitando melhores resultados quanto à eficácia, segurança e adesão à terapia antidepressiva prescrita.  

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jacylane Moura de Freitas Batista, Faculdade de Ciências e Educação Sena Aires

Lattes
Graduanda em Farmácia pela Faculdade de Ciências e Educação Sena Aires.

Mônica Sousa da Costa Caroba, Faculdade de Ciências e Educação Sena Aires, GO, Brasil

Lattes
Graduanda em Farmácia pela Faculdade de Ciências e Educação Sena Aires.

Maria Salete Vaceli Quintilio, Faculdade de Ciências e Educação Sena Aires, GO, Brasil

Lattes
Possui graduação Física, Licenciatura e Bacharelado, pela Universidade Estadual de Londrina (1989), mestrado em Ciências, área de concentração Astronomia, pela Universidade de São Paulo (1992) e doutorado em Ciências, área de concentração Astronomia, pela Universidade de São Paulo (1998). Tem formação complementar em EaD. Tem experiência no Magistério Superior em cursos de Licenciatura e de Fonoaudiologia. Atua também em Educação a Distância através de disciplinas híbridas utilizando a plataforma Moodle e cursos de aperfeiçoamento. Pesquisadora e orientadora, com ênfase em Ensino de Física, Ruído e Astronomia

Referências

ABUHAB, D.; SANTO, A. B. A. P.; MESSENBERG, C. B.; FONSECA, R. M. G. S.; SILVA, A. L. A. O trabalho em equipe multiprofissional no CAPS III: um desafio. Rev Gaúcha Enferm., Porto Alegre, v. 26, n. 3; p. 369-380, 2005.

AVANCI, J. Q., ASSIS, S. G., & OLIVEIRA, R. V. C. Sintomas depressivos na adolescência: estudo sobre fatores psicossociais em amostra de escolares de um município do Rio de Janeiro, Brasil. Cadernos de Saúde Pública, v. 24, n. 10, p. 2334-2346, 2013.

BAHLS, S. C. et al. Psicoterapias da depressão na infância e na adolescência. Estud. psicol. (Campinas), v. 20, n. 2, p. 25-34, 2003.

BEUTINGER, Daniele; LIMBERGER, Jane Beatriz. Interfaces entre a assistência farmacêutica e o projeto terapêutico singular sob o olhar de profissionais de um CAPSi. Disciplinarum Scientia| Saúde, v. 20, n. 2, p. 239-256, 2019.

BOEIRA, F.O.; ANDRADE, C.A. Assistência Farmacêutica e Políticas Públicas em Saúde Mental no Município de Pinhais. Cadernos da Escola de Saúde, Curitiba, v. 1, n. 13, p. 14-25, 2015.

BRENT, David A. Antidepressants and Suicidality. Psychiatric Clinics of North America, v. 39, n. 3, p. 503–512, set. 2016.

CIPRIANI, Andrea; ZHOU, Xinyu; DEL GIOVANE, Cinzia; HETRICK, Sarah E.; QIN, Bin; WHITTINGTON, Craig; COGHILL, David; ZHANG, Yuqing; HAZELL, Philip; LEUCHT, Stefan; CUIJPERS, Pim; PU, Juncai; COHEN, David; RAVINDRAN, Arun V.; LIU, Yiyun; MICHAEL, Kurt D.; YANG, Lining; LIU, Lanxiang; XIE, Peng. Comparative efficacy and tolerability of antidepressants for major depressive disorder in children and adolescents: a network meta-analysis. Lancet (London, England), v. 388, n. 10047, p. 881–890, 27 ago. 2016.

CONSELHO BRASILEIRO DE ATENÇÃO FARMACÊUTICA - CBAT: proposta. Brasília: Organização Pan-Americana da Saúde, 2002. p.30.

CORDEIRO, F. R.; TERRA, M. G.; PIEXAK, D. R.; ELY, G. Z.; SILVA, A. A. Cuidados de enfermagem à pessoa com esquizofrenia: revisão integrativa. Rev Enferm UFSM, Santa Maria, v. 2, n. 1, p. 174-181, 2012.

CORDIOLI, A. V. et al. Psicofármacos. Consulta rápida. Porto Alegre: ArtMed; 2011.

DAVEY, Christopher G.; CHANEN, Andrew M.; HETRICK, Sarah E.; COTTON, Sue M.; RATHEESH, Aswin; AMMINGER, Günter P.; KOUTSOGIANNIS, John; PHELAN, Mark; MULLEN, Edward; HARRISON, Ben J.; RICE, Simon; PARKER, Alexendra G.; DEAN, Olivia M.; WELLER, Amber; KERR, Melissa; QUINN, Amelia L.; CATANIA, Lisa; KAZANTZIS, Nikolaos; MCGORRY, Patrick D.; BERK, Michael. The addition of fluoxetine to cognitive behavioural therapy for youth depression (YoDA-C): a randomised, double-blind, placebo-controlled, multicentre clinical trial. Lancet psychiatry, Kidlington, v. 6, n. 9, p. 735-744, 2019.

DE GUSMÃO, Anaís Bezerra et al. Tratamento da depressão infantil: atuação multiprofissional do psicólogo e do farmacêutico, 2020.

FEIJÃO, Geórgia Maria Melo; MARQUES, Gilsiane Maria Vasconcelos; ANDRADE, Anne Graça de Sousa. Depressão: características clínicas, alterações neuropsicológicas e possibilidades de tratamento do transtorno na infância e adolescência. Scientia, Sobral, v. 3, n. 6, 2016.

FERREIRA, FABIANA SARI et al. O papel do farmacêutico na prevenção de erros de medicação. Research, Society and Development, v. 10, n. 3, p. e18310313280- e18310313280, 2021.

FERREIRA, Rosimeire; FONSECA, Barbara C. Rodrigues. Depressão infantil: considerações sobre a contribuição da psicoterapia clínica cognitivo-comportamental no tratamento. Revista científica eletrônica da FAEF, [s. l.], 2013.

FRIEDBERG, Robert D; MCCLURE, Jessica M. A prática clínica de terapia cognitiva com crianças e adolescentes. Porto Alegre: Artmed, 2004. 272 p.

GARCIA, SUELEN OLIVEIRA. Os fármacos antidepressivos e as consequências para os adolescentes. 2021. 20 páginas. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) – Faculdade Anhanguera, Rio Grande/RS, 2021.

GONZÁLES REY, R. L. (2012) Pesquisa qualitativa em psicologia: caminhos e desafios. (M. A. F. Silva, Trad.). São Paulo: Pioneira Thomson Learning. (Trabalho original publicado em 2012).

HARRIS, Julia J.; REYNELL, Clara. Como os antidepressivos influenciam o sinal BOLD no cérebro em desenvolvimento? Neurociência cognitiva do desenvolvimento, v. 25, p. 45-57, 2017.

HATHAWAY, Elizabeth E.; WALKUP, John T.; STRAWN, Jeffrey R. Antidepressant treatment duration in pediatric depressive and anxiety disorders: how long is long enough? Current problems in pediatric and adolescent health care, Saint Louis, v. 48, n. 2, p. 31-39, 2018.

HILL, Claire; WAITE, Polly; CRESWELL, Cathy. Anxiety disorders in children and adolescents. Paediatrics and child health, [S. l.], v. 26, n. 12, p. 548-553, 2016.

HOMBERG, Judith R.; SCHUBERT, Dirk; GASPAR, Patricia. New perspectives on the neurodevelopmental effects of SSRIs. Trends in pharmacological sciences, Amsterdam, v. 31, n. 2, p. 60-65, 2010.

HORWITZ, A. V.; WAKEFIELD, J. C. A tristeza perdida. Como a psiquiatria transformou a depressão em moda. São Paulo: Summus, 2010.

KEHL, M.R. O Tempo e o Cão: A Atualidade das Depressões. São Paulo: Boitempo, 2009.

KELVIN, Raphael. Depression in children and young people. Paediatrics and child health, [S. l.], v. 26, n. 12, p. 540-547, 2016.

LEMOS, Paula; MARBACK, Roberta Ferrari. Depressão infantil e impactos no desenvolvimento do indivíduo. Seminário estudantil de produção acadêmica, Salvador, v. 15, p. 374-386, 2016.

LOBATO, WILTON; CARNEVALLI, BRUNO. Atenção farmacêutica em usuários de antidepressivos numa farmácia privada de sete lagoas-mg. Revista Brasileira de Ciências da Vida, v. 6, n. 05, p. 39-57, 2018.

LU, DEBBIE H. et al. Colaboração entre crianças e adolescentes psiquiatras e farmacêuticos de saúde mental para melhorar os resultados do tratamento. Clínicas Psiquiátricas para Crianças e Adolescentes, v. 30, n. 4, pág. 797-808, 2021.

LUCCHETTA, Rosa Camila; MASTROIANNI, Patricia de Carvalho. Intervenções farmacêuticas na atenção à saúde mental: uma revisão. Revista de Ciências Farmacêuticas Básica e Aplicada, p. 165-169, 2012.

MAROUN, RITA A.; THACKERAY, LISA A.; MIDGLEY, NICK. Significado e medicação: uma análise temática das visões e experiências de adolescentes deprimidos com antidepressivos SSRI e terapias psicológicas. BMC psiquiatria, v. 18, n. 1, pág. 1-11, 2018.

MARUF, Abdullah A. l.; GREENSLADE, Alexandra; ARNOLD, Paul D.; BOUSMAN, Chad. Antidepressant pharmacogenetics in children and young adults: a systematic review. Journal of affective disorders, Amsterdam, v. 254, p. 98-108, 2019.

MOREIRA, Mateus Silvestre; MORAIS, Rodrigo Gomes De; MOREIRA, Edimar Agnaldo; LEITE, Sâmara Fernandes; TEIXEIRA, Claudia Cristina; SILVA, Malu Emanuelle; FREITAS, Daniela Fernanda De. USO DE PSICOFÁRMACOS EM CRIANÇAS E ADOLESCENTES. Revista da universidade vale do rio verde, 2014.

O’SULLIVAN, Katriona; REULBACH, Udo; BOLAND, Fiona; MOTTERLINI, Nicola; KELLY, Dervla; BENNETT, Kathleen; FAHEY, Tom. Benzodiazepine prescribing in children under 15 years of age receiving free medical care on the General Medical Services scheme in Ireland. BMJ open, Londres, v. 5, n. 6, p. e007070, 2015.

OBARA, F., AVILA, R.N.P., SILVA, L.L da. Uso de antidepressivos entre adolescentes. https://www.inesul.edu.br/revista.

POLETTO, M., KOLLER, S. H., & DELL’AGILO, D. D. (2009). Eventos estressores em crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social de Porto Alegre. Ciência e Saúde Coletiva, 14(2), 455- 466.

POWELL, Vania Bitencourt; ABREU, Neander; OLIVEIRA, Irismar Reis de; SUDAK, Donna. Terapia cognitivo-comportamental da depressão. Revista brasileira de psiquiatria, São Paulo, v. 30, p. s73-s80, 2008.

READDEAN, Kevin C.; HEUER, Albert J.; SCOTT PARROTT, J. Effect of pharmacist intervention on improving antidepressant medication adherence and depression symptomology: A systematic review and meta-analysis. Research in Social and Administrative Pharmacy, v. 14, n. 4, p. 321–331, abr. 2018.

SADOCK BJ, SADOCK VA, RUIZ P. Compêndio de Psiquiatria – Ciência do Comportamento e Psiquiatria Clínica, 11ª edição. Porto Alegre: Editora Artmed, 2017. https://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/sms-12925. Acesso em: 14 de out. 2022.

SOUZA, L. D. M., SILVA, R. S., GODOY, R. V., CRUZEIRO, A. L. S., FARIA, A. D., PINHEIRO, R. T. et al (2010). Sintomatologia depressiva em adolescentes iniciais: estudo de base populacional. Jornal Bras. de Psiquiatria, 57(4), 261-266.

STALLARD, Paul. Guia do terapeuta para os bons pensamentos - bons sentimentos: utilizando a terapia cognitivo comportamental com crianças e adolescentes. Porto Alegre: Artmed, 2007. 210 p.

VALENÇA, RENATA CRISTINY PEREIRA; GUIMARÃES, SHAYANE BARROS; DA PAIXÃO SIQUEIRA, LIDIANY. Prescrição e uso de antidepressivos em crianças e adolescentes–uma revisão da literatura. Brazilian Journal of Development, v. 6, n. 12, p. 94860-94875, 2020.

WAGNER K. D. Pharmacotherapy for major depression in children and adolescents. Prog Neuropsychopharmacol Biol Psychiatry, v. 29, n. 5, p. 819-26, 2015.

ZANELLA, C.G.; AGUIAR, P.M.; STORPITIS, S. Atuação do farmacêutico na dispensação de medicamentos em Centros de Atenção Psicossocial Adulto no município de São Paulo, SP, Brasil. Ciência & Saúde Coletiva, vol. 20, n. 2, 2015.

Downloads

Publicado

2023-05-24

Como Citar

BATISTA, J. M. de F.; CAROBA, M. S. da C.; QUINTILIO, M. S. V. A importância do profissional farmacêutico no cuidado com crianças e adolescentes em depressão . Revista JRG de Estudos Acadêmicos , Brasil, São Paulo, v. 6, n. 13, p. 196–209, 2023. DOI: 10.5281/zenodo/.7968525. Disponível em: http://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/546. Acesso em: 4 mar. 2024.

ARK