Uma comparação entre o modelo de três fatores de fama e French e o modelo lcapm no mercado acionário brasileiro

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5281/zenodo/.7957923

Palavras-chave:

Precificação de ativos, LCAPM, Mercado acionário brasileiro

Resumo

O modelo CAPM de Sharpe e Lintner tem sido amplamente utilizado na predição dos retornos em mercados acionários, contudo, ele sofre muitas críticas em relação à sua aplicabilidade. Neste estudo, procurou-se estudar como o modelo do LCAPM, estudado por Minovic e Zivkovic (2014) no mercado acionário croata, se comportava no mercado acionário do Brasil. Para isso foram feitas comparações com os modelos de Fama e French (1993) e o CAPM (1964). A metodologia utilizada foi do tipo estatística descritiva, na qual houve a formação de nove carteiras, assim como Fama e French (1993) utilizou. Para a mensuração do retorno esperado sobre uma carteira i, utilizou-se de regressões múltiplas em série de tempo, tendo como variável dependente os retornos mensais das carteiras construídas, menos a taxa livre de risco, neste caso a Selic, e como variáveis independentes o prêmio pelo risco de mercado, medido pelo beta, o fator tamanho e o fator liquidez. Os resultados apresentados demonstraram que conforme os estudos de Hearn, Piesse e Strange (2010) e Minovic e Zivkovic (2014), o modelo LCAPM apresentou uma performance superior ao tradicional CAPM e ao modelo de três fatores de Fama e French (1993).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cláudio Pilar da Silva Júnior, Federal University of Paraíba

Lattes
Possui graduação no curso de Bacharelado em Administração de Empresas pela Universidade Estadual do Piauí - UESPI (2006), Especialização em Gerenciamento Financeiro pelo Centro de Ensino Unificado de Teresina - CEUT (2010), Mestrado em Administração pela Universidade Federal da Paraíba - PPGA/UFPB (2012) e Doutorado em Administração na linha de Pesquisa Informação e Mercado pelo Programa de Pós Graduação em Administração da Universidade Federal da Paraíba - PPGA/UFPB (2017). Tem experiência na área de Administração, com ênfase em Administração Financeira e aplicação de métodos estatísticos. Atualmente, é professor adjunto da Universidade Federal da Paraíba, além de participar do grupo de pesquisa ?GFIC - Grupo de Pesquisa em Finanças e Contabilidade ? da UFPB.

Referências

ALMEIDA, J. R.; EID JR, W. Estimando o retorno das ações com decomposição do índice book-to-market: evidências na BOVESPA. Revista Brasileira de Finanças, v. 8, n 4, pág 417 - 441, 2010.

BORNHOLT, G. Extending the capital asset pricing model: the reward beta approuch. Accounting and Finance, v. 47, pág 69 - 84, 2007.

CHAN, H. W; FAFF, R. W. An investigation into the role of liquidity in asset pricing: Australian evidence. Pacific-Basin Finance Journal, v. 11, pág 555 - 572, 2003.

CHANGUE, F. D.; BUENO, R. L. S. CAPM e modelo de três fatores. FGV, 2007.

FAMA, E. F.; FRENCH, K. R.The cross-section of expected stock returns. The Journal of Finance, v. 47, n 2, pág 427 - 465, 1992.

FAMA, E. F.; FRENCH, K. R. Common risk factors in the returns on stocks and bonds. Journal of Financial Economics, v. 33, pág 3 - 56, 1993.

FAMA, E. F.; FRENCH, K. R. O modelo de precificação de ativos de capital: teoria e evidências. Revista de administração de empresas, v. 47, n 2, pág 103 - 118, 2007.

GIBBONS, ROSS, SHANKEN. A test of the efficiency of a given portfolio. Econometrica, 57, p. 1121-1152, 1989.

HEARN, B.; PIESSE, J.; STRANGE, R. Market Liquidity and stock size premia in emerging financial markets: the implications for foreign investment. International Business Review, v. 19, pág 489 - 501, 2010.

MACHADO, M. A. V., MACHADO, M. R. Liquidez e precificação de ativos: evidências do mercado brasileiro. Brazilian Business Review, Vitória, v. 11, n 1, pág 73 - 95, 2014.

MACHADO, M. A. V.; MEDEIROS, O. R. Modelos de precificação de ativos e o efeito liquidez: evidências empíricas no mercado acionário brasileiro. Revista Brasileira de Finanças, v. 9, n 3, pág 383 - 412, 2011.

MÁLAGA, F. K.; SECURATO, J. R. Aplicação do modelo de três fatores de Fama e French no mercado acionário brasileiro - um estudo empírico do período 1995-2003. Anais do Encontro Nacional da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração (ENANPAD), 2004.

MINOVIC, J; ZIVKOVIC, B. CAPM augmented with liquidity and size premium in the Croatian stock market. Economic Research, v. 27, n 1, pág 191 - 206, 2014.

MUSSA, A.; ROGERS, P.; SECURATO, J.R. Modelos de retornos esperados no mercado brasileiro: testes empíricos utilizando metodologia preditiva. Revista de Ciências da Administração, v. 11, n 23, 2009.

RAYES, A. C. R. W.; ARAÚJO, G. S.; BARBEDO, C. H. S. O modelo de 3 fatores de Fama e French ainda explica os retornos no mercado acionário brasileiro? Revista Alcance - Eletrônica, v. 19, n 01, pág 52 - 61, 2012.

ROGERS, P.; SECURATO, J. R. CAPM teórico versus CAPM empírico: sugestão para estimativa do beta nas decisões financeiras. In Congresso USP de Contabilidade e Controladoria, 8.,2008, São Paulo.

ROGERS, P.; SECURATO, J. R. Estudo comparativo no mercado brasileiro do Capital Asset Pricing Model (CAPM), Modelo 3-fatores de Fama e French e Reward Beta Approach. Revista de administração contemporânea - eletrônica, v. 3, n 1, pág 159 - 179, 2009.

SILVA JÚNIOR, C. P.; MACHADO, M. A. V. Aplicação do Modelo Alternativo de três fatores na estimação dos retornos das ações no mercado brasileiro. Revista Universo Contábil, v. 12, n. 3, p. 26 – 48, 2016.

Downloads

Publicado

2023-05-22

Como Citar

SILVA JÚNIOR, C. P. da. Uma comparação entre o modelo de três fatores de fama e French e o modelo lcapm no mercado acionário brasileiro. Revista JRG de Estudos Acadêmicos , Brasil, São Paulo, v. 6, n. 13, p. 184–195, 2023. DOI: 10.5281/zenodo/.7957923. Disponível em: http://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/558. Acesso em: 24 fev. 2024.

ARK