Fêmeas bovinas infectadas por brucella abortus em propriedade no município de Santa Helena - PR: relato de caso

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5281/zenodo.8023938

Palavras-chave:

zoonose, bovinocultura leiteira, brucelose, saúde animal, bovinos

Resumo

A brucelose é uma doença infectocontagiosa ocasionada por bactérias do gênero Brucella. A brucella abortus é a responsável por acometer bovinos e pode ser considerada uma das principais zoonoses presentes na pecuária brasileira, além de acarretar impactos econômicos e sanitários negativos aos produtores. A implantação de medidas para controle e erradicação da doença devem ser cumpridas, com o intuito de diminuir os casos positivos, e consequentemente o sacrifício sanitário de animais. Por se tratar de uma zoonose, os animais de produção devem ser testados frequentemente, com objetivo de garantir a inocuidade dos produtos oriundos deles, que são destinados ao consumo humano. O presente estudo tem como objetivo descrever a conduta prática realizada com os animais e com a propriedade, após a identificação de casos de bovinos positivos para brucelose, de acordo com o Plano Nacional de Controle e Erradicação da Brucelose e Tuberculose (PNCEBT).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marina Gabriela Ruscheinsky, Centro Universitário Dinâmica das Cataratas, UDC, PR, Brasil

Lattes
Graduanda em Medicina Veterinária pelo Centro Universitário Dinâmica das Cataratas, Foz do Iguaçu-PR.

Caroline Pereira da Costa, Centro Universitário Dinâmica das Cataratas, UDC, PR, Brasil

Lattes
Médica Veterinária pelo Centro Universitário Dinâmica das Cataratas, Foz do Iguaçu-PR. Mestre em Ciência Animal pelo programa de Reprodução Animal da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo-USP, São Paulo-SP. Atualmente, é docente no Centro Universitário Dinâmica das Cataratas.

Referências

Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne. Exportações Gerais. 2023. Disponível em: <https://www.abiec.com.br/exportacoes/>. Acesso em: 25 fev. 2023.

BARBOSA, Katiély P.; REZENDE, Matheus G. de; PAULA, Eric M. N. de. Riscos da inoculação acidental em humanos à vacina de brucelose animal. SEMANA UNIVERSITÁRIA – UNIFIMES - Mineiros, out. 2022. Disponível em: https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/download/1869/1401/7053. Acesso em: 01 mai. 2023.

BRASIL. LAGE, Andrey Pereira; ROXO, Eliana; MULLER, Ernst Eckehardt; POESTER, Fernando Padilla; CAVALLÉRO, João Crisostomo Mauad; NETO, José Soares Ferreira; MOTA, Pedro Moacyr Pinto Coelho; e GONÇALVES, Vitor Salvador Picão. PROGRAMA NACIONAL DE CONTROLE E ERRADICAÇÃO DA BRUCELOSE E DA TUBERCULOSE ANIMAL (PNCEBT): Manual Técnico. Brasília: MAPA/SDA/DSA, 2006. 188 p. Disponível em: <http://www.hospitaldeequinos.com.br/docs/Manual-do-PNCEBT-Original.pdf>. Acesso em: 25 fev. 2023.

BRASIL. Pecuária Nacional. Rebanho bovino bate recorde em 2021 e chega a 224,6 milhões de cabeças: O valor de produção dos principais produtos de origem animal chegou a R$ 91,4 bilhões em 2021; o leite concentrou 74,5% deste valor. [Brasília]: Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento, 23 set. 2022. Disponível em: https://www.gov.br/pt-br/noticias/agricultura-e-pecuaria/2022/09/rebanho-bovino-bate-recorde-em-2021-e-chega-a-224-6-milhoes-de-cabecas#:~:text=O%20Brasil%20conta%20com%20um,Geografia%20e%20Estat%C3%ADstica%20. Acesso em 25 fev. 2023.

MAURELIO, A. P. V., et al. SITUAÇÃO EPIDEMIOLÓGICA MUNDIAL DA BRUCELOSE HUMANA. Veterinária e Zootecnia, Botucatu, v. 23, n. 4, p. 597–560, 2022. Disponível em: https://rvz.emnuvens.com.br/rvz/article/view/838. Acesso em: 25 fev. 2023.

NAGALINGAM, Mohandoss; BASHEER, Thaslim J.; BALAMURUGAN, Vinayagamurthy; SHOME, Rajeswari; KUMARI, S. Sowjanya; REDDY, G. B. Manjunatha; SHOME, Bibek Ranjan; RAHMAN, Habibur; ROY, Parimal; KINGSTON, J. Josheph; e GANDHAM, RK. Comparative evaluation of the immunodominant proteins of Brucella abortus for the diagnosis of cattle brucellosis. Veterinary World, v. 14, n. 3, p. 803, 2021. Disponível em: <https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC8076471/>. Acesso em: 25 de fevereiro de 2023.

PARANÁ. Portaria Nº 157, de 17 de julho de 2020. Estabelece normas para o saneamento de propriedade com bovino ou búfalo diagnosticado positivo para brucelose ou tuberculose. Agência De Defesa Agropecuária Do Paraná. Disponível em: https://www.adapar.pr.gov.br/sites/adapar/arquivos_restritos/files/documento/2020-10/157_saneamentobrutu.pdf>. Acesso em: 25 fev. 2023.

SOLA, Marília Cristina; FREITAS, Fernanda Antunha de Freitas; SENA, Ervaldo Lourenço de Sousa; DE MESQUITA, Albenones José. BRUCELOSE BOVINA: REVISÃO. ENCICLOPÉDIA BIOSFERA, Centro Científico Conhecer - Goiânia, v.10, n.18; p. 686-714, 01 jul. 2014. Disponível em: <https://www.conhecer.org.br/enciclop/2014a/AGRARIAS/Brucelose.pdf>. Acesso em: 25 fev. 2023.

Downloads

Publicado

2023-06-10

Como Citar

RUSCHEINSKY, M. G.; COSTA, C. P. da. Fêmeas bovinas infectadas por brucella abortus em propriedade no município de Santa Helena - PR: relato de caso. Revista JRG de Estudos Acadêmicos , Brasil, São Paulo, v. 6, n. 13, p. 628–638, 2023. DOI: 10.5281/zenodo.8023938. Disponível em: http://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/612. Acesso em: 4 mar. 2024.

ARK