Fatores relacionados a ocorrências iatrogênicas entre os enfermeiros de urgência e emergência

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5281/zenodo.8097008

Palavras-chave:

Latrogenia. Assistência de Enfermagem. Segurança do paciente. Emergência e complicações.

Resumo

Objetivo: Identificação dos fatores que podem levar os enfermeiros a cometerem erros nos atendimentos de urgência e emergência. Método: Trata-se de uma revisão bibliográfica. Os artigos foram consultados nas bases de dados PubMed, SciELO e Lilacs. Os descritores foramobtidos no DeCS (Descritores em  Ciência  da  Saúde) e MeSH (Medical SubjectHeadings) e foram: Iatrogenia, assistência de enfermagem, segurança do paciente, emergência e complicações. Resultados Fatores como o quadro de funcionários insuficientepara a alta demanda de pacientes e a carga horária excessiva, assim como a falta de insumos hospitalares, protocolos de Manejo, Capacitação profissional e educação continuada, podem levar um enfermeiro a cometer erros iatrogênicos em pacientes em situação de urgência e emergência. Conclusão: Deste modo, pode-se analisar que questões relacionadas ao ambiente do trabalho podem ocasionar erros e consequências iatrogênicas ao paciente durante a assistência de enfermagem. A atualização dos profissionais, manutenção do ambiente de trabalho são fatores essenciais para evitar riscos e eventos adversos durante a manutenção do processo de saúde do paciente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Gabrielly Marcelino de Sousa, Faculdade de Ciências e Educação Sena Aires-Facesa, GO, Brasil

Lattes

Graduando em Enfermagem pela Faculdade de Ciências e Educação Sena Aires-Facesa

Anna Kelly Fontes de Silva, Faculdade de Ciências e Educação Sena Aires-Facesa, GO, Brasil

Lattes

Graduando em Enfermagem pela Faculdade de Ciências e Educação Sena Aires-Facesa

Sandra Godoi de Passos, Universidade Católica de Brasília

Lattes

Possui graduação em Enfermagem pela Universidade Católica de Goiás (2004) , Mestrado em Gerontologia pela Universidade Católica de Brasília (2019) e Especialização em Saúde Coletiva pela Universidade de Brasília (UNB).

Referências

RAMOS, E. MI. Complicações iatrogênicas no atendimento de emergência de um hospital público. Revista de Enfermagem UFPE on line, v. 7, n. 6, p. 4514–4520, 25 maio 2013.

CAVALCANTE, L.E.B. SOUSA, F.D.T. Educação permanente para a equipe de enfermagem em um serviço de Urgência e Emergência: Relato de experiência. Revista Científica Multidisciplinar Núcleo do Conhecimento. Ano 05, Ed. 08, Vol. 14, pp. 37-48. Agosto de 2020. ISSN: 2448-0959

SANTOS, A.P.S. OLIVEIRA, A.L.S. MACHADO, R.P. MACEDO, A.V.V. SILVA, C.V.S. OLIVEIRA, C.J. O esgotamento físico dos enfermeiros no setor de urgência e emergência: revisão integrativa. Nursing (São Paulo). 2019 Abril 1;22(251):2839–43.

LOBÃO WM, MENEZES IG. Atitude dos enfermeiros e predisposição da ocorrência de eventos adversos em unidade de terapia intensiva [Internet]. Rev enferm UFPE on line. 2017. Disponível em: https://periodicos.ufpe.br/revistas/revistaenfermagem/article/viewFile/23350/18963. Acesso em 20 de outrubro de 2022.

DUARTE S da C.M, STIPP M.A.C, SILVA M.M da, OLIVEIRA F.T de. Eventos adversos e segurança na assistência de enfermagem. Revista Brasileira de Enfermagem [Internet]. 2015 Feb;68(1):144–54. Disponível emhttp://www.scielo.br/pdf/reben/v68n1/0034-7167-reben-68-01-0144.pdf. Acesso em 20 de outubro de 2022.

BECCARIA L.M, PEREIRA R.A.M, CONTRIN L.M, LOBO S.M.A, TRAJANO D.H.L. Eventos adversos na assistência de enfermagem em uma unidade de terapia intensiva. Revista Brasileira de Terapia Intensiva. 2009. Disponível em:

https://doi.org/10.1590/S0103-507X2009000300007. Acesso em 20 de outubro de 2022.

MIASSO A.I, GROU C.R, CASSIANI S.H de B, SILVA A.E.B de C, FAKIH F.T. Erros de medicação: tipos, fatores causais e providências tomadas em quatro hospitais brasileiros. Revista da Escola de Enfermagem USP. 2006 ; 40( 4): 524-532.

SANTOS A.E, PADILHA K.G. Eventos adversos com medicação em Serviços de Emergência: condutas profissionais e sentimentos vivenciados por enfermeiros [Internet]. Rev Bras Enferm. 2005. Disponível em: https://www.scielo.br/j/reben/a/5jt3nhbQmZrJXSFw9YVBdmq/?format=pdf&lang=pt. Acesso em: 20 de outubro de 2022.

ANTUNES E.C, MARÇAL C, CARDOSO F, MOREIRA da Silva I. C, Grangeiro R.G.C. Iatrogenia no cuidado da enfermagem: implicações éticas e PENAIS . Revista de Pesquisa Cuidado é Fundamental Online [Internet]. 2009;1(1):74-84. Disponível em: https://www.redalyc.org/articulo.oa?id=505750815009. Acesso em 25 de outubro de 2022

MARIANO, C. G. , CUNHA, F. V. C., & VADOR, R. M. F . Anais do II Congresso Nacional Multidisciplinar em Enfermagem On-line. IMPORTÂNCIA DO USO DE PROTOCOLOS EM URGÊNCIA E EMERGÊNCIA PELO PROFISSIONAL ENFERMEIRO. Revista Multidisciplinar Em Saúde, 2(4), 162. 2021.

DINIZ A.M.D.O. Construção de protocolo clínico de atendimento de enfermagem em urgência e emergência no município de piedade dos gerais-mg [Internet]. Universidade Federal de Santa Catarina. 2014. Disponível em: https://repositorio.ufsc.br/bitstream/handle/123456789/173101/ANA%20MARTA%20DE% 20OLIVEIRA%20DINIZ%20-%20UE%20-%20TCC.pdf?sequence=1&isAllowed=y. Acesso em 01 de novembro de 2022.

Downloads

Publicado

2023-06-29

Como Citar

SOUSA, A. G. M. de; SILVA, A. K. F. de; PASSOS, S. G. de. Fatores relacionados a ocorrências iatrogênicas entre os enfermeiros de urgência e emergência. Revista JRG de Estudos Acadêmicos , Brasil, São Paulo, v. 6, n. 13, p. 1185–1191, 2023. DOI: 10.5281/zenodo.8097008. Disponível em: http://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/665. Acesso em: 4 mar. 2024.

ARK