Conhecimento das mães de bebês internados em unidade de cuidados intermediários sobre o Aleitamento Materno

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5281/zenodo.8401088

Palavras-chave:

Aleitamento materno, Hospitalização, Enfermagem Materno-Infantil, Enfermagem Neonatal

Resumo

Objetivo: Identificar o conhecimento das mães de bebês internados em Unidade de Cuidados Intermediário Neonatal Convencional sobre as vantagens, cuidados e importância da orientação profissional relacionados ao aleitamento materno. Método: Trata-se de uma pesquisa exploratório-descritiva, com abordagem qualitativa, por meio de entrevistas às mães de bebês maiores de 34 semanas, que amamentaram pelo menos uma vez entre o 1º e o 3º dias de internação. Este projeto foi encaminhado e autorizado pelo Comitê de Ética em Pesquisa local. Resultados: Onze mães foram incluídas no estudo. Com base no método de análise de conteúdo, após o cumprimento sistemático de suas etapas, emergiram três categorias temáticas: Vantagens do Aleitamento Materno, cuidados relacionados ao processo de aleitamento materno e a importância da orientação sobre alimento materno. Considerações Finais: Diante dos resultados sugere-se a necessidade de uma revisão do trabalho da equipe de saúde durante o pré-natal, com o objetivo de capacitação e conscientização da importância do AM, considerando o enfermeiro como profissional central das ações relacionadas ao tema.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alessandra Rodrigues Severo , Faculdade Galileu

Enfermeira pela Faculdade Galileu. 

Janete Pessuto Simonetti, Faculdade Galileu

Graduada em Enfermagem, Habilitação Médico Cirúrgica, pela Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo (1985). Obteve o título de Mestre em Enfermagem Fundamental (1994) e Doutor em Enfermagem Fundamental (1999), ambos na Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo, USP. Sua carreira profissional como docente iniciou-se em 1991 na Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP), junto à Faculdade de Medicina de Botucatu (FMB), Curso de Graduação em Enfermagem. Foi Professor Assistente Doutor da disciplina de Saúde do Adulto Clínico e Cirúrgico do Departamento de Enfermagem e da Disciplina Interação Universidade Serviço Comunidade (IUSC) dos curso de medicina e enfermagem. Tem experiência na área de Enfermagem, com ênfase em Hipertensão Arterial, Consulta de Enfermagem, Estratégia Saúde da Família, Semiologia, Saúde do Adulto. Seus trabalhos tanto da prática docente como pesquisadora estão inseridos nos seguintes temas: assistência de enfermagem, hipertensão arterial, consulta de enfermagem, estratégia saúde da família, atenção primária, saúde do adulto. Foi professor colaborador dos Cursos de Pós-Graduação em Enfermagem, Mestrado Profissional, Mestrado Acadêmico e Doutorado da Faculdade de Medicina de Botucatu/UNESP. Atuou como professor tutor junto ao PET-SAÚDE da Faculdade de Medicina de Botucatu/UNESP de 2009 a 2018, com trabalhos voltados para a atenção primária. Foi Líder do Grupo de Pesquisa Saúde do Adulto da Unesp. Aposentou-se no ano de 2018 do serviço público. Professora Universitária das Faculdades Integradas, Galileu, de Botucatu desde 2020, Professora Universitária da Faculdade Califórnia de Ribeirão Preto, Coordenadora do Curso de Graduação em Enfermagem do Centro Universitário Unifatec-PR, desde 2021

Natália Conteçote Russo, Universidade Estadual Paulista (UNESP)

Enfermeira graduada e doutoranda em enfermagem pela Faculdade de Medicina de Botucatu - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - Unesp. Especialista em Formação Pedagógica para Docência, UTI Neonatal, Gestão em enfermagem e Saúde coletiva com ênfase em Saúde da família. Atualmente atua na Seção Técnica de Enfermagem Berçário / UTI Neonatal do Hospital das Clínicas de Botucatu e como professora substituta do curso de graduação de Enfermagem da Faculdade Medicina de Botucatu - Unesp.

Maria Justina Dalla Bernardina Felippe, Faculdade Galileu

Possui graduação em Enfermagem e Obstetrícia pela Universidade do Sagrado Coração ? USC BAURU (1983), Licenciatura em Enfermagem com foco na Atenção Básica e Escolar - USC BAURU (1987), Especialização em Administração Hospitalar pela Faculdade São Camilo (1985), Especialização em Enfermagem em Nefrologia pela SOBEN, Mestrado em Fisiopatologia em Clínica Médica- Área de Concentração em Nefrologia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2000) e doutorado em Doenças Tropicais pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2005). Fez MBA em Auditoria de Serviços de Saúde pelas Faculdades Metropolitanas Unidas de São Paulo. Especialização em Auditoria na Assistência de Enfermagem pela Faculdade INGÁ e Especialização em Acreditação pela Fundação Lucas Machado de Belo Horizonte. Foi Responsável Técnica pelo Serviço de Enfermagem (RT) do Hospital Estadual Bauru (HEB) como Gerente de Enfermagem no período de 2002 a 2008. Atuou como Diretor Técnico Saúde III junto ao Departamento de Auditoria, Avaliação e Controle e Diretor do Núcleo de Gestão da Qualidade da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (2011-2018). Atualmente é Coordenador do Curso de Graduação em Enfermagem da Faculdade Galileu em Botucatu, desde 2018. Coordenou e Ministrou aulas nos Cursos de Especialização em Saúde pela UNINGA ? Botucatu no período de 2007 a 2011. Tem experiência na área técnico cientifica de Enfermagem, em docência do ensino superior, com ênfase em Administração Hospitalar, Saúde do Adulto e Idoso, Imunologia e Farmacologia, Gestão da Qualidade e Auditoria de Processos, incluindo Auditoria do Serviço de Enfermagem atuando principalmente nos seguintes temas: Urgência e Emergência, Hemodiálise, Assistência de Enfermagem em Terapia Intensiva e Assistência de Enfermagem em Nefrologia. Atua como Coordenadora do Curso de Graduação em Enfermagem da Faculdade Galileu desde 2018, responsável pela elaboração do Projeto Pedagógico do Curso.

Priscila Braga de Oliveira, Universidade Estadual Paulista (UNESP)

Docente substituta nas disciplinas de Paciente Crítico, Fundamentos de Enfermagem e Saúde do Adulto Clínico e Cirúrgico - UNESP e enfermeira assistencial - UTI Pediátrica do Hospital das Clínicas - UNESP Botucatu. Atuou como enfermeira na Unidade de Urgência e Emergência do HCFMB/UNESP (2013-2018) e no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). Possui Doutorado (2020) e Mestrado (2015) UNESP Botucatu- Linha de pesquisa: Gestão dos Serviços de Saúde e Enfermagem. Graduada em Enfermagem na UNESP(2012). É integrante assídua do grupo de pesquisa " Estudos sobre Gerenciamento em Enfermagem", cadastrado no CNPq.

Clarita Terra Rodrigues Serafim, Universidade Estadual Paulista (UNESP)

Possui graduação em Enfermagem pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2012). Mestrado e Doutorado em Enfermagem pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - Linha de Pesquisa: O Processo de Cuidar em Saúde e Enfermagem. Atuou como enfermeira assistencial nas áreas de enfermagem clínica e cirúrgica (2014 - 2017), em Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (2017-2019) e Atenção Primária a Saúde - durante a pandemia do COVID-19 (2020-2021). Atualmente é Professora Assistente do Departamento de Enfermagem da Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP, atuando em ensino, pesquisa, extensão e gestão. Docente nas disciplinas de Paciente Crítico, Relacionamento Enfermeiro-paciente e Enfermagem Pediátrica. Vice-coordenadora do Programa de Residência Uniprofissional em Enfermagem em Cuidados Críticos. Tem experiência na área da Enfermagem atuando principalmente nos seguintes temas: cuidados intensivos, enfermagem neonatal, enfermagem pediátrica, segurança do paciente, sistemas de informação em saúde, tecnologias em saúde e gestão em saúde. 

Referências

ALEIXO, T. C. S. E. et al. Conhecimento e análise do processo de orientação de puérperas acerca da amamentação. Revista De Enfermagem Da UFSM. 2019. Disponível em: <https://periodicos.ufsm.br/reufsm/article/view/36423/pdf_1>. Acesso em: 05/set./23. DOI: 10.5902/2179769236423.

ANDREAS, N. J.; KAMPMANN, B.; MEHRING LE-DOARE, K. Human breast milk: A review on its composition and bioactivity. Early Human Development, [s.l.], v. 91, no 11, p. 629–635, 2015. ISSN: 0378-3782, DOI: 10.1016/J.EARLHUMDEV.2015.08.013.

ASSUNÇÃO CONCEIÇÃO, F. O. V. DE et al. Factors associated with early weaning in the human milk bank of a university hospital. Revista Brasileira de Saúde Materno Infantil, [s.l.], v. 23, p. e20210450, 2023. ISSN: 1519-3829, DOI: 10.1590/1806-9304202300000450.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2011.

BEZERRA, A. E. M.; BATISTA, L. H. C.; SANTOS, R. G. de A. Breastfeeding: what do women who participate in a prenatal group think? Revista Brasileira de Enfermagem, [s.l.], v. 73, no 3, 2020. ISSN: 19840446, DOI: 10.1590/0034-7167-2018-0338.

BOAS DIAS, B. V. et al. Banco de leite humano de Jundiaí/SP: dificuldades percebidas durante a amamentação. Revista Recien - Revista Científica de Enfermagem, [s.l.], v. 9, no 28, p. 83–91, 2019. ISSN: 2358-3088, DOI: 10.24276/rrecien2358-3088.2019.9.28.83-91.

BODANESE, A. P.; CARNEIRO, A. L. dos S.; RIBEIRO, B. G. M. As principais dificuldades encontradas pelas primíparas e multíparas na amamentação com aleitamento materno exclusivo. Research, Society and Development, [s.l.], v. 12, no 5, p. e12012541619, 2023. ISSN: 2525-3409, DOI: 10.33448/rsd-v12i5.41619.

CÂNDIDO, F. G. et al. Aleitamento materno versus distribuição gratuita de fórmulas infantis pelo Sistema Único de Saúde. Einstein (Sao Paulo). , [s.l.], v. 19, p. eAO6451, 2021. ISSN: 23176385, DOI: 10.31744/EINSTEIN_JOURNAL/2021AO6451.

CARVALHO, C. A. DE et al. Fatores sociodemográficos, perinatais e comportamentais associados aos tipos de leite consumidos por crianças menores de seis meses: coorte de nascimento. Ciência & Saúde Coletiva, [s.l.], v. 22, no 11, p. 3699–3710, 2017. ISSN: 1413-8123, DOI: 10.1590/1413-812320172211.28482015.

CAVALCANTE, R. B.; CALIXTO, P.; PINHEIRO, M. M. K. Análise de Conteúdo: considerações gerais, relações com a pergunta de pesquisa, possibilidades e limitações do método. Informação e Sociedade, [s.l.], v. 24, no 1, p. 13–18, 2014.

CILEDA DOS SANTOS PAIXÃO, M. et al. A amamentação sob o olhar das puérperas e as influências do meio sociofamiliar no processo de vinculação mãe-bebê. Contextos Clínicos, [s.l.], v. 12, no 3, p. 863–880, 2019. ISSN: 1983-3482, DOI: 10.4013/CTC.2019.123.08.

COELHO ALVES, M. M. et al. Food changes of nursing mothers during breastfeeding. Nutr. clín. diet. hosp., [s.l.], v. 38, no 4, p. 49–56, 2018. DOI: http://dx.doi.org/10.12873/384marly.

ERGANG, B. C. et al. Breastfeeding duration and eating behavior in early childhood: a systematic review. Revista Brasileira de Saúde Materno Infantil, [s.l.], v. 23, p. e20220074, 2023. ISSN: 1519-3829, DOI: 10.1590/1806-9304202300000074-EN.

FERREIRA DE SOUZA, T. et al. A influência da alimentação da mãe sobre o aleitamento materno. Revista Pró-UniverSUS, [s.l.], v. 12, no 2 Especial, p. 132–136, 2021. ISSN: 2179-8931, DOI: 10.21727/RPU.V12I2.2711.

FOLIGNO, S. et al. Evaluation of Mother’s Stress during Hospitalization Can Influence the Breastfeeding Rate. Experience in Intensive and Non Intensive Departments. Int J Environ Res Public Health, [s.l.], v. 17, no 4, p. 1298, 2020. DOI: 10.3390/ijerph17041298.

HORTA, B. L.; LORET DE MOLA, C.; VICTORA, C. G. Long-term consequences of breastfeeding on cholesterol, obesity, systolic blood pressure and type 2 diabetes: a systematic review and meta-analysis. Acta Paediatrica, [s.l.], v. 104, p. 30–37, 2015. ISSN: 1651-2227, DOI: 10.1111/APA.13133.

JACKSON, K. T.; DENNIS, C. L. Lanolin for the treatment of nipple pain in breastfeeding women: a randomized controlled trial. Maternal and Child Nutrition, [s.l.], v. 13, no 3, 2017. ISSN: 17408709, DOI: 10.1111/MCN.12357.

LYONS, K. E. et al. Breast Milk, a Source of Beneficial Microbes and Associated Benefits for Infant Health. Nutrients, [s.l.], v. 12, no 4, p. 1039, 2020. DOI: 10.3390/nu12041039.

NETO, C. M. et al. Comparative Study of the Use of HPA Lanolin and Breast Milk for Treating Pain Associated with Nipple Trauma Estudo comparativo do uso de lanolina HPA e leite materno para o tratamento da dor associada ao trauma mamilar. Rev Bras Ginecol Obstet, [s.l.], v. 40, p. 664–672, 2018. ISSN: 0100-7203, DOI: 10.1055/s-0038-1675180.

RAIMUNDI, D. M. et al. Conhecimento de gestantes sobre aleitamento materno durante acompanhamento pré-natal em serviços de saúde em Cuiabá. Saúde (Santa Maria). 2015. Disponível em: <https://periodicos.ufsm.br/revistasaude/article/view/18030/pdf>. Acesso em: 05/set./23. DOI: https://doi.org/10.5902/2179769236423.

RESENDE NASCIMENTO, A. M. et al. Atuação do enfermeiro da estratégia saúde da família no incentivo ao aleitamento materno durante o período pré-natal. Revista Eletrônica Acervo Saúde, [s.l.], no 21, p. e667–e667, 2019. ISSN: 2178-2091, DOI: 10.25248/REAS.E667.2019.

RIBEIRO, P. de L. et al. Ten steps to breastfeeding success: the influence on breastfeeding continuity / Dez passos para o sucesso no aleitamento materno: influência na continuidade da amamentação. Revista de Pesquisa Cuidado é Fundamental Online, [s.l.], v. 13, p. 451–459, 2021. ISSN: 2175-5361, DOI: 10.9789/2175-5361.RPCFO.V13.7549.

RUIZ, P. et al. Prevalência de aleitamento materno exclusivo após internação em unidade de cuidados neonatais. Residência Pediátrica, [s.l.], v. 12, no 3, p. 1–5, 2022. ISSN: 2236-6814, DOI: 10.25060/RESIDPEDIATR-2022.V12N3-463.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO. Aleitamento Materno: Prevalência e práticas de aleitamento materno em crianças brasileiras menores de 2 anos. ENANI-2019. Rio de Janeiro: [s.n.], 2021. Disponível em: <https://enani.nutricao.ufrj.br/index.php/relatorios/>. Acesso em: 05/set./23.

VEHLING, L. et al. Exclusive breastfeeding in hospital predicts longer breastfeeding duration in Canada: Implications for health equity. Birth, [s.l.], v. 45, no 4, p. 440–449, 2018. ISSN: 1523-536X, DOI: 10.1111/BIRT.12345.

WORLD HEALTH ORGANIZATION. Implementation guidance: protecting, promoting and supporting breastfeeding in facilities providing maternity and newborn services: the revised baby-friendly hospital initiative. Geneva: [s.n.], 2018. Disponível em: <https://apps.who.int/iris/handle/10665/272943>. Acesso em: 05/set./23. ISBN: 9789241513807.

Downloads

Publicado

2023-10-02

Como Citar

RODRIGUES SEVERO , A. .; PESSUTO SIMONETTI, J. .; CONTEÇOTE RUSSO, N. .; DALLA BERNARDINA FELIPPE, M. J.; BRAGA DE OLIVEIRA, P.; TERRA RODRIGUES SERAFIM, C. Conhecimento das mães de bebês internados em unidade de cuidados intermediários sobre o Aleitamento Materno. Revista JRG de Estudos Acadêmicos , Brasil, São Paulo, v. 6, n. 13, p. 1387–1399, 2023. DOI: 10.5281/zenodo.8401088. Disponível em: http://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/711. Acesso em: 4 mar. 2024.

ARK