Dificuldades encontradas por pais e cuidadores para o desenvolvimento de crianças autistas: uma revisão da literatura

Autores

DOI:

https://doi.org/10.55892/jrg.v6i13.767

Palavras-chave:

Autismo, Criança, Desenvolvimento, Enfermagem, Dificuldade, Família

Resumo

Introdução: O Transtorno do Espectro Autista (TEA) é uma condição de desenvolvimento neurológico caracterizada por um desenvolvimento atípico, manifestações comportamentais, dificuldades na comunicação e interação social, e padrões repetitivos, além de um interesse restrito em atividades específicas. Objetivo: Analisar, por meio de bases científicas, as dificuldades encontradas por pais e cuidadores para o desenvolvimento de crianças autistas. Metodologia: Pesquisa de revisão bibliográfica integrativa com abordagem qualitativa. Resultados: A assistência de Enfermagem é fundamental no acompanhamento do paciente com TEA em todo o processo de diagnóstico e tratamento. A relação entre o enfermeiro e paciente autista é essencial, uma vez que na maioria dos casos haverá a dificuldade de expressão por parte do paciente, cabendo ao profissional o olhar atencioso, a escuta e a prestação de cuidados devem ser qualificados. Através de orientações dadas aos familiares sobre o autismo, criação de planos terapêuticos que visem à particularidade de cada criança ou paciente, é proporcionada uma melhor qualidade de vida a todos que estão envolvidos em sua criação e convivência. Conclusão: Diante do exposto, embora as dificuldades sejam inegáveis, também é importante reconhecer que, com o apoio adequado, essas crianças podem alcançar marcos significativos em seu desenvolvimento. À medida que a sociedade se torna mais consciente e inclusiva, a esperança é que o futuro reserve oportunidades ainda maiores para crianças autistas e seus cuidadores.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Laura Silva Gomes, Centro Universitário do Planalto Central Apparecido dos Santos – Uniceplac, DF, Brasil

[Lattes] - Graduando(a) em Enfermagem pelo Centro Universitário do Planalto Central Apparecido dos Santos – Uniceplac.

Deborah Marques Pereira Castro Nascimento, Centro Universitário do Planalto Central Apparecido dos Santos – Uniceplac, DF, Brasil

[Lattes] - Graduando(a) em Enfermagem pelo Centro Universitário do Planalto Central Apparecido dos Santos – Uniceplac.

Mariana Queiroz Loiola, Centro Universitário do Planalto Central Apparecido dos Santos – Uniceplac, DF, Brasil

[Lattes] - Graduando(a) em Enfermagem pelo Centro Universitário do Planalto Central Apparecido dos Santos – Uniceplac.

Walquiria Lene dos Santos, Centro Universitário do Planalto Central Apparecido dos Santos – Uniceplac

[Lattes] - Graduado(a) em Enfermagem pela Universidade Católica de Goiás (2002); Mestre(a) em Enfermagem pela Universidade Federal de Goiás (2008).

Referências

ALENCAR, D S, R. F.; PINTO DE SOUZA , J. C. Os desafios vivenciados por famílias de crianças diagnosticadas com Transtorno de Espectro Autista. Perspectivas em Diálogo: Revista de Educação e Sociedade, v. 8, n. 16, p. 164-182, 5 jan. 2021. Disponível em: https://periodicos.ufms.br/index.php/persdia/article/view/10668. Acesso em: 06 de Junho de 2023.

ALMEIDA, M. T. C et al. Tratamento dos sintomas e comorbidades associados ao Transtorno do Espectro Autista utilizando Cannabis sativa. Revista Eletrônica Acervo Saúde, v. 13, n. 4, p. e 6922, 2021. Disponível em: https://acervomais.com.br/index.php/saude/article/view/6922. Acesso em: 02 de Maio de 2023.

BONFIM, T. A. et al.. Assistência às famílias de crianças com Transtornos do Espectro Autista: Percepções da equipe multiprofissional. Revista Latino-Americana de Enfermagem [online]. 2023, v. 31. Disponível em: https://doi.org/10.1590/1518-8345.5694.3780. Acesso em: 19 de Maio de 2023.

BONFIM, T. A. et al.. Vivências familiares na descoberta do Transtorno do Espectro Autista: implicações para a enfermagem familiar. Revista Brasileira de Enfermagem, v. 73, p. e20190489, 2020. Disponível em: https://www.scielo.br/j/reben/a/cpkwQJQP8kccvs8zN4LgHCH/?lang=pt#. Acesso em: 19 de Maio de 2023.

BRASIL. Ministério da Saúde. TEA: saiba o que é o Transtorno do Espectro Autista e como o SUS tem dado assistência a pacientes e familiares. Brasilia: Ministério da Saúde, 2022. Disponível em: https://www.gov.br/saude/pt-br/assuntos/noticias/2022/abril/tea-saiba-o-que-e-o-transtorno-do-espectro-autista-e-como-o-sus-tem-dado-assistencia-a-pacientes-e-familiares. Acesso em: 04 de Junho de 2023.

BRASIL. Ministério da Saúde. Transtorno do Espectro Autista (TEA). [Paraná]: Secretaria da Saúde. Disponível em: https://www.saude.pr.gov.br/Pagina/Transtorno-do-Espectro-Autista-TEA#:~:text=O%20Transtorno%20do%20Espectro%20Autista%20(TEA)%20%C3%A9%20resultado%20de%20altera%C3%A7%C3%B5es,nos%20primeiros%20meses%20de%20vida. Acesso em: 30 de Abril de 2023.

CORRÊA, I. S.; GALLINA, F.; SCHULTZ, L. F.. Indicadores para triagem do transtorno do espectro autista e sua aplicabilidade na consulta de puericultura: conhecimento das enfermeiras. Rev. APS. V 24, n 2: p 282-95, 2021. Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/aps/article/view/32438. Acesso em: 06 de Junho de 2023.

CUMIM, J.; MÄDER, B. J. Espaço que a criança e adolescente com diagnóstico de Transtorno do Espectro Autista ocupa na rede de atenção psicossocial: revisão integrativa da literatura. Psicologia Revista, v. 29, n. 2, p. 404–421. 2020. Disponível em: https://revistas.pucsp.br/index.php/psicorevista/article/view/47426. Acesso em: 19 de Maio de 2023.

ESTRIN, L. et al. Barriers to Autism Spectrum Disorder Diagnosis for Young Women and Girls: a Systematic Review. Rev J Autism Dev Disord. V. 8, p. 454-470, out. 2020. Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/34868805/. Acesso em 16 de maio de 2023.

MAENER M.J., et al. Prevalence and Characteristics of Autism Spectrum Disorder Among Children Aged 8 Years - Autism and Developmental Disabilities Monitoring Network, 11 Sites, United States, 2018. MMWR Surveill Summ. 70(11):1-16. 2021. Disponível em: https://www.cdc.gov/mmwr/volumes/70/ss/ss7011a1.htm?s_cid=ss7011a1_w. Acesso em: 04 de Junho de 2023.

MAGAGNIN, T. et al.. Aspectos alimentares e nutricionais de crianças e adolescentes com transtorno do espectro autista. Physis: Revista de Saúde Coletiva, v. 31, n. 1, p. e310104. 2021. Disponível em: https://www.scielo.br/j/physis/a/WKnC7ffTK4CJZbgbCJRcChS/?lang=pt#. Acesso em: 19 de Maio de 2023.

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Secretaria de Atenção Primária à Saúde. Definição - Transtorno do Espectro Autista (TEA) na criança. 2022. Disponível em: https://linhasdecuidado.saude.gov.br/portal/transtorno-do-espectro-autista/definicao-tea/. Acesso em: 18 de Maio de 2023.

NETO, S. G. B.; BRUNONI, D.; CYSNEIROS, R. M.. Abordagem psicofarmacológica no transtorno do espectro autista: uma revisão narrativa. Cad. Pós-Grad. Distúrb. Desenvolv., São Paulo , v. 19, n. 2, p. 38-60, dez. 2019 . Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-03072019000200004&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 06 de Junho de 2023.

OPAS (Organização Pan-Americana da Saúde). Transtorno do Espectro Autista. 2021. Disponível em: https://www.paho.org/pt/topicos/transtorno-do-espectro-autista. Acesso em: 04 de Junho de 2023.

REIS D.D.L., et al. Perfil epidemiológico dos pacientes com Transtorno do Espectro Autista do Centro Especializado em Reabilitação. Para Res Med J.;3(1):e15. 2019. Disponível em: https://app.periodikos.com.br/journal/prmjournal/article/doi/10.4322/prmj.2019.015#nav2. Acesso em: 02 de Maio de 2023.

ROSSI, L. P. et al. Caminhos Virtuais e Autismo: acesso aos serviços de saúde na perspectiva da Análise de Redes Sociais. Ciência & Saúde Coletiva [online]. V. 23, n. 10, pp. 3319-3326, 2018. Disponível em: https://doi.org/10.1590/1413-812320182310.13982018. Acesso em: 06 de Junho de 2023.

SANDRI, J. V. A; PEREIRA, I. A; CORRÊA, T. G. L. P. Cuidado à pessoa com transtorno do espectro do autismo e sua família em pronto atendimento. Semina: Ciências Biológicas e da Saúde, Londrina, v. 43, n. 2, p. 251-262. 2022. Disponível em: https://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/biblio-1426437. Acesso em: 19 de Maio de 2023.

SANTOS, C. A.; MELO, H. C. S. Genética associada aos transtornos do espectro autista. Conexão Ci. Formiga/MG, Vol. 13, Nº 3, p. 68-78, 2018. Disponível em: https://periodicos.uniformg.edu.br:21011/ojs/index.php/conexaociencia/article/view/756. Acesso em: 10 de Abril de 2023.

SECRETARIA DE SAÚDE. Linha de Cuidado à Saúde da Pessoa com Deficiência Rede de Atenção à Saúde do Paraná. Rede de atenção à saúde do Paraná. Governo do estado do Paraná. 1a Edição. 2023. Disponível em: https://www.saude.pr.gov.br/Pagina/Linha-de-Atencao-Saude-da-Pessoa-com-Deficiencia. Acesso em: 03 de Junho de 2023.

SILLOS I. R. et al. Importância de um diagnóstico precoce do autismo para um tratamento mais eficaz: uma revisão da literatura. Revista Atenas Higeia, [S. l.], v. 2, n. 1, p. 1 - 7, 2019. Disponível em: http://atenas.edu.br/revista/index.php/higeia/article/view/19. Acesso em: 06 de Junho de 2023.

SILVEIRA, N. M. G. .; SANTOS, L. K. F. .; STASCXAK, F. M. Os desafios das crianças com autismo à Educação Inclusiva. Ensino em Perspectivas, [S. l.], v. 2, n. 4, p. 1–12, 2021. Disponível em: https://revistas.uece.br/index.php/ensinoemperspectivas/article/view/6620. Acesso em: 06 de Junho de 2023.

VOLKMAR, F. R.; WIESNER, L. A. Autismo: guia essencial para compreensão e tratamento; Tradução: Sandra Maria Mallmann da Rosa; Porto Alegre: Artmed. 2019. Acesso em: 10 de Maio de 2023.

WEISSHEIMER, G. et al.. Demandas de informações das famílias de crianças com Transtorno do Espectro Autista. Revista Brasileira de Enfermagem, v. 74, n. 5, p. e20200642, 2021. Disponível em: https://www.scielo.br/j/reben/a/VgmBNksLCTLNxs4cFzcf54r/?lang=pt#. Acesso em: 19 de Maio de 2023.

Downloads

Publicado

2023-11-13

Como Citar

GOMES, L. S.; NASCIMENTO, D. M. P. C.; LOIOLA, M. Q.; SANTOS, W. L. dos. Dificuldades encontradas por pais e cuidadores para o desenvolvimento de crianças autistas: uma revisão da literatura. Revista JRG de Estudos Acadêmicos , Brasil, São Paulo, v. 6, n. 13, p. 1714–1734, 2023. DOI: 10.55892/jrg.v6i13.767. Disponível em: http://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/767. Acesso em: 17 abr. 2024.

ARK