Papel da enfermagem na prevenção do suicídio e apoio às famílias: uma abordagem interdisciplinar no contexto do aumento dos transtornos mentais

Autores

DOI:

https://doi.org/10.55892/jrg.v6i13.771

Palavras-chave:

Suicídio, Enfermagem, Saúde mental

Resumo

Transtornos mentais representam um grupo de condições que têm um impacto profundo tanto nos indivíduos afetados quanto em suas famílias. O sofrimento emocional associado a essas doenças pode prejudicar a qualidade de vida e a funcionalidade das pessoas afetadas. Importante ressaltar que tais condições afetam não apenas o indivíduo diretamente, mas também os familiares e entes queridos que convivem com eles. Nas últimas décadas, um aumento notável na incidência e mortalidade de doenças mentais tem sido atribuído ao avanço tecnológico, que, ironicamente, tem levado a um maior isolamento social e impacto negativo na saúde mental. O objetivo deste estudo é analisar o papel da enfermagem na prevenção do suicídio e na assistência aos familiares das vítimas, considerando o aumento da incidência de doenças mentais e a relevância da abordagem interdisciplinar. Este estudo adotou uma abordagem de pesquisa descritiva-exploratória, utilizando a metodologia de revisão integrativa da literatura. Foram exploradas fontes como a Biblioteca Virtual em Saúde (BVS), o Banco de Dados em Enfermagem (BDENF), SCIELO e LILACS. Os resultados revelaram que os profissionais de saúde, incluindo enfermeiros, muitas vezes carecem de capacitação adequada para lidar com pacientes em risco de suicídio. A enfermagem desempenha um papel crucial na prevenção do suicídio e no cuidado aos familiares das vítimas. A abordagem interdisciplinar também é essencial para fornecer cuidados abrangentes e coordenados. A prevenção do suicídio exige estratégias que abordem tanto os fatores de risco individuais quanto os sociais, promovendo uma abordagem holística para melhorar a saúde mental da população.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rodrigo Kasprzykowski Boness Lima, Centro Universitário Mário Pontes de Jucá, AL, Brasil

[Lattes] - Graduação em andamento em Enfermagem pelo Centro Universitário Mario Pontes Jucá - UMJ, UMJ, Brasil.

Tâmyssa Simões, Centro Universitário Mário Pontes de Jucá, AL, Brasil

[Lattes] - Mestre em Educação em Ciências e Saúde pela Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ (2012-2015). Pós - graduação em Enfermagem Dermatológica pela Faculdade Integrada de Patos - FIP (2011-2012). Graduada em Enfermagem pelo Centro Universitário CESMAC (2007-2011).

Referências

AVANCI, R. C. et al. Relação de ajuda enfermeiro-paciente pós-tentativa de suicídio. SMAD, Rev. Eletrônica Saúde Mental Álcool Drog. (Ed. port.) [online]. 2009, vol.5, n.1, p. 1-15.

AVELINO, J. D. A. Orientações de condutas aos enfermeiros diante de um caso de ideação suicida: uma revisão narrativa, 2016. Trabalho de conclusão de curso. FLORIANÓPOLIS (SC), 2016. Disponível: https://repositorio.ufsc.br/bitstream/handle/123456789/167448/JOSIANE%20DE%20ALMEIDA%20AVELINO%20-%20Psico%20-%20TCC.pdf?sequence=1&isAllowed=y. Acesso em: 21 ago. 2023.

BRASIL. Ministério da prevenção de suicídio: manual dirigido a profissionais das

equipes de saúde mental. Organização Pan-Americana da Saúde e Universidade Estadual de Campinas. Brasília – DF, 2016. Disponível em: https://www.cvv.org.br/wp-

content/uploads/2017/05/manual_prevencao_suicidio_profissionais_saude.pdf. Acesso em 05 ago. 2023.

BRASIL. Ministério da Saúde. Ministério da Saúde lança agenda estratégica de prevenção do suicídio. Brasília, DF, 2017. Disponível em: <https://goo.gl/7fnnVo>.Acesso em 14 ago.2020

BURIOLA, A. A. et al. Assistência de enfermagem às famílias de indivíduos que tentaram suicídio. Escola Anna Nery, v. 15, n. 4, p. 710–716, out. 2011.

CACIANO, K. R. P. et al. Intervenções de Enfermagem para pacientes neurocríticos. Revista de Enfermagem UFPE Online, 13, e243847, 2019.

CESCON, L. F.; CAPOZZOLO, A. A.; LIMA, L. C.. Aproximações e distanciamentos ao suicídio: analisadores de um serviço de atenção psicossocial. Saúde e Sociedade, v. 27, n. 1, p. 185–200, jan. 2018.

FONSECA, E. F. M.; LÔBO, W. L. Tentativa de suicídio: reflexões em base a clínica centrada na pessoa. Revista do NUFEN, 2015.

FREITAS, A. P. A.; BORGES, L. M. Tentativas de suicídio e profissionais de saúde: significados possíveis. Estud Pesqui Psicol; vol. 14, n.2, 560-77p, 2014.

GOMES et al. Periódicos como instrumento para a atuação da enfermagem: tentativa de suicídio e suicídio. Resumos Apresentados – XIV ENEC, Bahia, 2011.

GONÇALVES, P. I. E.; SILVA, R. A.; FERREIRA, L. A. Comportamento suicida: percepções e práticas de cuidado. Psicologia Hospitalar, v. 13, n. 2, p. 84-7, 2015.

HECK, R. M. et al. Ação dos profissionais de um centro de atenção psicossocial diante de usuários com tentativa e risco de suicídio. Texto & Contexto Enfermagem, 2012.

MINAYO, M.C.S. O Desafio do Conhecimento: Pesquisa Qualitativa em Saúde. 10. ed. São Paulo, SP. HUCITEC, 2007.

OLIVEIRA, G. C. de et al. Cuidados de enfermagem a pacientes com risco de suicídio. Ciência, Cuidado e Saúde, v. 16, n. 2, p. (páginas do artigo), abril-junho 2017.

REISDORFER, N. et al. Suicídio na voz de profissionais e enfermagem e estratégias de intervenção diante do comportamento suicida. Rev Enferm UFSM, vol.5, n.2, p. 295-304, 2015.

RIBEIRO, N. M. et al. Análise da tendência temporal do suicídio e de Sistemas de Informações em Saúde em relação às tentativas de suicídio. Texto contexto enfermagem, vol. 27, n.2, p. 1-11, 2018.

SANTOS, J. C. et al. Impacto da formação “+Contigo” nos conhecimentos e atitudes dos profissionais de saúde acerca do suicídio. Revista Latino-Americana de Enfermagem, v. 22, n. 4, p. 679-84, 2014

SANTOS, J. C. P, et al. Guia orientador de boas práticas para a prevenção de

sintomatologia depressiva e comportamentos da esfera suicidaria. Ordem dos Enfermeiros, 2012

SILVA, N. K. N. et al. Ações do enfermeiro na atenção básica para prevenção do suicídio. SMAD, Rev. Eletrônica Saúde Mental Álcool Drog. (Ed. port.), v. 13, n. 2, p. 71-77, 2017.

SOARES, R. J. de O., NASCIMENTO, F. P. B. Suicídio e Tentativa de Suicídio: Contribuições da Enfermagem Brasileira. J. Health Scie. [Internet]. 22º de maio de 2017.

SOUSA, J. F. et al . Prevenção ao suicídio na atenção básica: concepção de enfermeiros. Rev Cuid, Bucaramanga , v. 10, n. 2, e609, Aug. 2019 . Available from <http://www.scielo.org.co/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2216-09732019000200201&lng=en&nrm=iso>. access on 21 Sept. 2023. Epub Jan 09, 2020. https://doi.org/10.15649/cuidarte.v10i2.609.

VILLELA, S. DE C.; SCATENA, M. C. M.. A enfermagem e o cuidar na área de saúde mental. Revista Brasileira de Enfermagem, v. 57, n. 6, p. 738–741, nov. 2004.

Downloads

Publicado

2023-11-17

Como Citar

LIMA, R. K. B.; SIMÕES, T. Papel da enfermagem na prevenção do suicídio e apoio às famílias: uma abordagem interdisciplinar no contexto do aumento dos transtornos mentais. Revista JRG de Estudos Acadêmicos , Brasil, São Paulo, v. 6, n. 13, p. 1793–1806, 2023. DOI: 10.55892/jrg.v6i13.771. Disponível em: http://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/771. Acesso em: 4 mar. 2024.

ARK