Desafios e disparidades na resposta dos enfermeiros à parada cardiorrespiratória: uma análise abrangente das práticas e treinamentos no contexto hospitalar

Autores

DOI:

https://doi.org/10.55892/jrg.v6i13.869

Palavras-chave:

Enfermeiros, Cardiopatias, Pacientes, Papel, Taquicardia Ventricular

Resumo

O aumento das doenças cardiovasculares no Brasil, com elevados custos e morbimortalidade, destaca a parada cardiorrespiratória (PCR) como uma situação crítica. No ambiente hospitalar, os enfermeiros enfrentam dilemas éticos e legais diante dessa emergência. O estudo visa compreender os principais desafios enfrentados por enfermeiros nesse contexto, bem como descrever os desafios enfrentados pelos enfermeiros diante da parada cardiorrespiratória no cotidiano hospitalar. Realizou-se uma revisão integrativa da literatura, com busca em bancos de dados como Scielo, Medline e Google Acadêmico. Foram selecionados artigos publicados entre 2018 e 2023, relacionados a PCR, enfermeiros, suporte básico de vida e treinamento. A avaliação dos artigos considerou relevância, qualidade metodológica e contribuição para a pesquisa. Com base em autores como Silva et al. (2020) evindenciou-se que estratégias ativas de ensino podem potencializar o desenvolvimento de conhecimento em enfermagem. No entanto, outros estudos (Guskuma et al., 2019; Santiago et al., 2020) apontaram déficits significativos, indicando a necessidade de aprimoramento nas condutas. A análise comparativa entre estudos revelou discrepâncias. Lopes (2021) mostraram níveis satisfatórios de conhecimento entre profissionais da equipe de enfermagem, enquanto outros como Benetti et al. (2021) ressaltaram falhas teóricas e práticas, impactando a qualidade da assistência. A formação específica, como o curso de Suporte Avançado de Vida Cardiovascular (SAVC), foi associada a um melhor desempenho (Lopes, 2021).  Esse estudo revelou disparidades no conhecimento e prática dos enfermeiros diante da PCR. Além disso, estratégias ativas de ensino, treinamentos específicos e simulações realísticas foram apontados como eficazes. A heterogeneidade nos resultados destaca a necessidade de abordagens personalizadas. A capacitação contínua, alinhada às diretrizes da American Heart Association, é crucial. Ambientes hospitalares que promovam formação técnica-científica, integração da equipe e atualizações constantes são fundamentais para melhorar a resposta dos enfermeiros em situações de PCR, impactando positivamente nas taxas de sobrevida.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Erivelton Bezerra da Silva, Centro Universitário Mario Pontes Jucá - UMJ

[Lattes] - Graduação em andamento em Enfermagem pelo Centro Universitário Mario Pontes Jucá - UMJ, UMJ, Brasil.

João Paulo Malta da Silva, Centro Universitário Mario Pontes Jucá - UMJ, Brasil

[Lattes] - Possui graduação em Enfermagem pelo Centro Universitário Maurício de Nassau (2017). Especialista em Urgência, Emergência e Unidade de Terapia Intensiva pelo Centro Universitário de Patos - UNIFIP (2020)

Referências

ALMEIDA, D. C.; BARANY, G.; CAMACHO, M. A. S.; SANTOS, P. S.; ARANHA, A. L. B. Ação do enfermeiro frente à parada cardiorrespiratória intra-hospitalar. Revista Científica Núcleo do Conhecimento, v. 6, n. 3, p. 199-212, 2018.

ANJOS, C. A. S.; COMIN, M. F. Enfrentando o insucesso na parada cardiorrespiratória na sala de urgência e emergência. Revista Inova Saúde, v. 11, n. 1, 2021.

BARBOSA, I. S. L.; FILHO, I. M. M.; PEREIRA, B. A.; SOARES, S. R.; SILVA, W.; SANTOS, O. P. O conhecimento profissional de enfermagem frente à parada cardiorrespiratória segundo as novas diretrizes e suas atualizações. Revista Científica Sena Aires, v. 7, n. 2, p. 117-126, 2018.

BARROS, Francisco; NETO, Manoel. Parada e reanimação cardiorrespiratória: conhecimento do enfermeiro baseado nas diretrizes da American Heart Association. Brasília: Enferm. Foco, 2018.

BAUER, Affonso et al. Suporte Básico de Vida: Atualização das Diretrizes da American Heart Association. São Paulo: Revista Científica Multidisciplinar Núcleo do Conhecimento, 2018.

BENETTI, H. A.; CUSTÓDIO, D. C. G. G.; SILVA, P. R.; SOUZA, L. A.; CRUZ, G. S.; NASCIMENTO, L. S.; CASTILHO, N. G. R.; PINHEIRO, P. H. S. Desafios enfrentados pelos enfermeiros frente à parada cardiorrespiratória em um hospital de urgência e emergência. Brazilian Journal of Development, v. 7, n. 12, p. 112925-112943, 2021.

BRAGA, R. M. N.; FONSECA, A. L. E.; RAMOS, D. C. L.; GONÇALVES, R. P. F.; DIAS, O. V. Atuação da equipe de enfermagem no atendimento à vítima de parada cardiorrespiratória no ambiente intra-hospitalar. Revista de Atenção à Saúde, v. 16, n. 56, p. 101-107, 2018.

CRUZ, L. L.; RÊGO, M. G.; LIMA, E. C. O enfermeiro frente à parada cardiorrespiratória em ambiente hospitalar: desafios do cotidiano. REFACI, 2018. Disponível em: https://dspace.uniceplac.edu.br/handle/123456789/82. Acesso em: 29 out. 2023.

DUARTE, Hugo; DIXE, Maria. Conhecimentos dos estudantes de enfermagem sobre suporte básico de vida. Coimbra: Revista de Enferm. UFPE on line, 2021.

GUIMARÃES, Hélio; OLIVATO, Guilherme; PIPISCO, Agnaldo. Ressuscitação cardíaca pré-hospitalar. Do pré-hospitalar à sala de emergência: minutos que salvam uma vida – suporte básico. São Paulo: Rev. Soc. Cardiol. Estado de São Paulo, 2018.

GUSKUMA, Erica et al. Conhecimento da equipe de enfermagem sobre ressuscitação cardiopulmonar. Goiânia: Revista Eletrônica de Enfermagem, 2019.

LINARES, Roy et al. Conocimientos y Práctica de Reanimación Neonatal de Enfermeras de Neonatología del Hospital Regional Docente Cajamarca. Cajamarca: Revista Médico-Científica CAMBios HECAM, 2018.

LOPES, A. P.; NOGUEIRA, G. B. O conhecimento do enfermeiro e sua atuação no atendimento intra-hospitalar à vítima de parada cardiorrespiratória. Revista Eletrônica Acervo Saúde, v. 13, n. 5, 2021. Disponível em: https://doi.org/10.25248/REAS.e7520.2021. Acesso em: 24 out. 2023.

NUNES, F. P.; BARBOSA, K. T. F.; OLIVEIRA, F. M. R. L.; LEAL, N. P. R.; SANTOS, V. M.; SILVA, L. J. A.; SILVA, J. B. L. N. Conhecimento de estudantes de enfermagem sobre parada cardiorrespiratória: estudo transversal. Revista Baiana de Enfermagem, v. 35, 2021.

PEREIRA, Embert et al. Formação de estudantes de enfermagem sobre parada cardiorrespiratória. Maringá: Rev. enferm. UFPE on line, 2019.

SANTIAGO, Bruno et al. Parada cardiorrespiratória: intervenções dos profissionais de enfermagem. Jequié: Rev. Pesqui, 2020.

SANTOS, A. P. C.; MARQUES, P. B. Atuação do enfermeiro frente à parada cardiorrespiratória em ambiente extra-hospitalar. Revista Eletrônica Atualiza Saúde, v. 9, n. 9, p. 7-15, 2021.

SILVA, Aline et al. Suporte básico de vida: avaliação do conhecimento considerando a articulação de estratégias ativas de ensino. Ribeirão Preto: Texto & Contexto-Enfermagem, 2021.

SILVA, Larissa et al. Atendimento inicial na parada cardiorrespiratória: uma revisão integrativa da literatura. Itajubá: Research, Society and Development, 2022.

Downloads

Publicado

2023-12-09

Como Citar

SILVA, E. B. da; SILVA, J. P. M. da. Desafios e disparidades na resposta dos enfermeiros à parada cardiorrespiratória: uma análise abrangente das práticas e treinamentos no contexto hospitalar. Revista JRG de Estudos Acadêmicos , Brasil, São Paulo, v. 6, n. 13, p. 2448–2458, 2023. DOI: 10.55892/jrg.v6i13.869. Disponível em: http://revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/869. Acesso em: 4 mar. 2024.

ARK