A LEITURA COMO PRÁTICA SOCIAL E AQUISIÇÃO DA CULTURA NA ESCOLA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5281/zenodo.4321971

Palavras-chave:

LEITOR. LEITURA. SUJEITO-LEITOR. CULTURA. PRÁTICA SOCIAL

Resumo

O ato de ler é o processo de construir significado a partir do texto. Para isso o leitor utiliza na leitura seus conhecimentos prévios, seus saberes linguístico e textual e o conhecimento de mundo. Desde modo, é a partir da interação desses conhecimentos que se consegue construir o sentido do texto. Mas, a partir do momento em que se tem consciência que um dos grandes problemas da educação brasileira é que muitos alunos chegam à vida adulta sem desenvolver as habilidades básicas para ler e o gosto pela leitura, torna-se necessária e urgente uma reflexão sobre a finalidade da leitura que será enfocada neste estudo sob dois aspectos: leitura como prática social e práticas de leitura na escola. Tendo, como meta mostrar que ambas estão diretamente inter-relacionadas e que se constituem através das modalidades de diálogo do sujeito leitor com os sentidos que se estabelecem por meio de suas leituras de mundo.

Biografia do Autor

Eunice Nóbrega Portela, Universidade de Brasília, UnB, DF, Brasil.

Pós- Doutorado em Psicanálise, Doutora em Educação pela Universidade de Brasília, Mestre em Educação pela Universidade Católica de Brasília, Especialista em Orientação Educacional, Administração Escolar, Psicopedagogia Clínica e Institucional. Pesquisadora, Escritora, Professora Universitária e Empresária.

Ismênia Pereira da Costa Santana, Universidade de Brasília, UnB, DF, Brasil.

Mestre em Literatura Brasileira; especialização em Literatura Brasileira; especialização em Códigos e Linguagens com ênfase no Ensino Médio e graduação em Letras Português e Respectiva Literatura ambos realizados na Universidade de Brasília. Tem experiência na área de Educação.

Referências

ALMEIDA, Josélia da Silva. Leitura e ensino, sociedade e literatura: vários problemas e uma proposta. Dissertação de Mestrado em Teoria da Literatura defendida na Universidade de Brasília em 1999.

ANTUNES, Irandé. Aula de Português: encontro & interação. São Paulo: Parábola Editorial, 2003.

BAKHTIN, Mikhail. Marxismo e filosofia da linguagem. São Paulo: Hucitec, 1992.

BARROSO, Maria Veralice. A leitura da literatura no contexto da globalização: uma reflexão acerca do ensino crítico de literatura nas escolas públicas do Distrito Federal. Dissertação de Mestrado em Teoria da Literatura defendida na Universidade de Brasília em 2006.

BRASIL. Secretaria de Educação Básica. Orientações curriculares para o ensino médio - “Linguagens, Códigos e suas Tecnologias. ” Volume 1. Brasília: Ministério da Educação, 2006.

BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: Terceiro e quarto ciclo do ensino fundamental. Língua Portuguesa. Brasília, 1998.

CORTÁZAR, Júlio. “Alguns aspectos do conto”. Valise de cronópio. São Paulo: Perspectiva, 1974.

FERREIRA, Aurélio Buarque de Holanda. Mini Aurélio século XXI escolar: O Mini

Dicionário da língua portuguesa. 4a edição revista e ampliada. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2000. FERREIRA, Aurélio Buarque de Holanda. Mini Aurélio século XXI escolar: O Minidicionário da língua portuguesa. 4a edição revista e ampliada. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2000.

FREIRE, Paulo. A importância do ato de ler. 22a edição. São Paulo: Cortez, 1988. LAJOLO, Marisa. Do Mundo da Leitura para a Leitura do Mundo. 6a edição. São

Paulo: Editora Ática, 2006.

PROFA. Programa de Formação de Professores Alfabetizadores. Coletânea de Textos. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Fundamental. Módulos 2 e 3. Brasília, 2002.

MACHADO, Augusto de Freitas. Leitura literária: elemento de constituição de um indivíduo autônomo. Dissertação de Mestrado em Teoria da Literatura defendida na Universidade de Brasília em 2007.

MARTINS, Maria Helena. O que é leitura. 13a edição. São Paulo: Editora Brasiliense, 1982.

SILVA, Jadyane Pereira da. O sujeito - leitor nos PCNs. Dissertação de mestrado em Teoria Literária defendida na Universidade de Brasília em 2004.

SILVA, Ezequiel T. da. Criticidade e leitura: ensaios. Campinas, São Paulo: Martins Fontes, 1998.

TINOCO, Robson Coelho. In: Literatura e Sociedade: (Des) Conexões Contemporâneas. Revista Cerrados. Publicação do Departamento de Teoria Literária e Literaturas, organizado por Sylvia Helena Cyntrão; ano 15, n. 21. Brasília, 2006.

Publicado

2019-06-20

Como Citar

Portela, E. N. ., & Santana, I. P. da C. . (2019). A LEITURA COMO PRÁTICA SOCIAL E AQUISIÇÃO DA CULTURA NA ESCOLA. Revista JRG De Estudos Acadêmicos, 2(4), 25–48. https://doi.org/10.5281/zenodo.4321971