PAPEL DO FARMACÊUTICO NO CONTROLE GLICÊMICO DO PACIENTE DIABÉTICO

Palavras-chave: Diabetes. Farmacêutico. Medicamentos. Promoção à Saúde.

Resumo

Introdução: A assistência farmacêutica é um conjunto de ações voltadas para os indivíduos e a população em geral, com  procedimentos essenciais na promoção, prevenção e recuperação da saúde. O farmacêutico está envolto em  atividades de pesquisa, produção, distribuição, armazenamento, prescrição e dispensação de medicamentos.Objetivo: analisar a importância do papel do farmacêutico no controle glicêmico de pacientes diabéticos. Métodos: Trata-se de revisão narrativa com abordagem de pesquisa qualitativa. A busca de artigos foi realizada na Biblioteca Virtual de Saúde (BVS) nas bases de dados Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde (LILACS), Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde (BIREME) e Scientific Electronic Library Online (SCIELO), com publicações entre os anos de 2010 até 2020. Resultados: A efetividade dos tratamentos medicamentosos em pacientes diabéticos, tem na figura do farmacêutico um elo entre o suporte científico e as tomadas de decisões no uso racional de medicamento. Conclusão: o farmacêutico pode criar técnicas posológicas para o uso correto de insulinas e hipoglicemiantes orais, organizando os horários desses medicamentos, e criando fichas de controle para pacientes diabéticos.

 

Biografia do Autor

Maria da Conceição S. Franco, FACESA-Faculdade de Ciências e Educação Sena Aires, FACESA, Brasil.

Acadêmica do curso de Farmácia Bacharelado da Faculdade de Ciências e Educação Sena Aires, Goiás, Brasil. Orcid: http://orcid.org/0000-0002-4428-2930. E-mail: mariadaconceicaosf@gmail.com

Francisca Mônica de Jesus, FACESA-Faculdade de Ciências e Educação Sena Aires, FACESA, Brasil.

Acadêmica do curso de Farmácia Bacharelado da Faculdade de Ciências e Educação Sena Aires, Goiás, Brasil. Orcid: http://orcid.org/0000-0001-7314-6447. E-mail: monica.jp2@hotmail.com.

Clézio Rodrigues de Carvalho Abreu, FACESA-Faculdade de Ciências e Educação Sena Aires, FACESA, Brasil.

Mestre em Farmacologia Toxicologia e Produtos Naturais no curso de Ciências da Saúde - UNB; Especialista em Farmacologia Clínica - UNB; Possui graduação em Farmácia - COLEGIO SENA AIRES (2009). E-mail: clezioabreu@senaaires.com. Orcid: http://orcid.org/0000-0002-1511-6917. Lattes: http://lattes.cnpq.br/0474084524560630  

Referências

1. Costa Amine Farias, Flor Luísa Sorio, Campos Mônica Rodrigues, Oliveira Andreia Ferreira de, Costa Maria de Fátima dos Santos, Silva Raulino Sabino da et al. Carga do diabetes mellitus tipo 2 no Brasil. Cad. Saúde Pública. 2017. 33(2): e00197915. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-
311X2017000205011&lng=pt. Epub 30-Mar-2017.https://doi.org/10.1590/0102-311x00197915.

2. Rolim, Carlos Eduardo et al. A Importância da atenção farmacêutica e a diabetes mellitus tipo 2. INTESA – Informativo Técnico do Semiárido(Pombal-PB), v 10, n 2, p 92 - 104, Jul- dez,2016.

3. SBD- Sociedade Brasileira de Diabetes. Diretrizes Sociedade Brasileira de Diabetes 2019- 2020. https://www.diabetes.org.br/profissionais/images/diretrizes-completa-2019-2020.pdf. Acesso dia10/10/2020.

4. Moraes, Désirée Paula Barros, Arante, Gleicy Kelen Silveira & Castro, Geane FreitasPires Vaz. Aporte farmacêutico a portadores de diabetes tipo II, Revista Transformar,2017.

5. Marques, Luciene Alves Moreira et al. Atenção farmacêutica e práticas integrativas e complementares no SUS: conhecimento e aceitação por parte da população São Joanense. Physis Revista de Saúde Coletiva, Rio de Janeiro,2011.

6. Almeida, Nágila Mylla Melo, Belfort, Ilka Kassandra Pereira & Monteiro, SallyCristina Moutinho. Cuidado farmacêutico a um portador de diabetes: relato de experiência, Santa Maria, v. 43, n.3, p. 1-9, set./dez.2017.

7. Patricio, Miguel et al. Using Resistin, glucose, age and BMI to predict the presenceof breast cancer. BMC cancer, v. 18, n. 1, p. 29,2018.

8. Miranda Gabriella Morais Duarte, Mendes Antonio da Cruz Gouveia, Silva Ana Lucia Andrade da. O envelhecimento populacional brasileiro: desafios e consequências sociais atuais e futuras. Rev. bras. geriatr. gerontol. [Internet]. 2016 June [cited 2020 Nov08]
; 19( 3 ): 507-519.

9. Zombini, Edson Vanderlei et al. Classe hospitalar: a articulação da saúde e educaçãocomo expressão da política de humanização do SUS. Trab. Educ. Saúde, Rio de Janeiro, v. 10 n. 1, p. 71-86,mar./jun.2012.

10. Araújo, Aílson da Luz André de & FREITAS, Osvaldo de. Concepções do profissional farmacêutico sobre a assistência farmacêutica na unidade básica de saúde: dificuldades e elementos para a mudança. Revista Brasileira de Ciências Farmacêuticas. Brazilian Journal of Pharmaceutical Sciences vol. 42, n. 1, jan./mar,2008.

11. Cortez, Daniela X; LEITE, Renata M. Daniela. Assistência Farmacêutica noSUS.
Revista Interfaces: Saúde, Humanas e Tecnologia, Vol. 2, Nº 5, Ano 2014.

12. Costa, Fabryciane Gonçalves. Bem-estar subjetivo, resiliência e representações sociaisno contexto do diabetes mellitus, João Pessoa,2017.
13. Brandão, Aloísio. Controle do diabetes: o papel estratégico do farmacêutico – ENTREVISTA com o Farmacêutico Roberto Bazzote. Pharmacia Brasileira nº 79 – Novembro/Dezembro 2010/Janeiro2011.

14. Lavrins, Carollynne Ferreira Silva. A importância do profissional farmacêutico na melhoria da qualidade de vida dos pacientes diabéticos. Monografia (Graduação em Farmácia) – Faculdade de Farmácia, da Universidade de Rio Verde – UniRV – Campus Rio Verde,2016.

15. Gabe Kamila Tiemann, Jaime Patricia Constante. Práticas alimentares segundo o Guia alimentar
para a população brasileira: fatores associados entre brasileiros adultos, 2018. Epidemiol. Serv. Saúde [Internet]. 2020 [citado 2020 Out 31] ; 29( 1 ): e2019045.

16. Berto Silvia Justina Papini, Carvalhaes Maria Antonieta Barros Leite, Moura Erly Catarina de. Tabagismo associado a outros fatores comportamentais de risco de doenças e agravos crônicos não transmissíveis. Cad. Saúde Pública [Internet]. 2010 Aug [cited 2020 Oct 31] ; 26( 8 ):1573-1582.

17. Malta Deborah Carvalho, Campos Maryane Oliveira, Oliveira Max Moura de, Iser Betine Pinto Moehlecke, Bernal Regina Tomie Ivata, Claro Rafael Moreira et al . Prevalência de fatores de risco e proteção para doenças crônicas não transmissíveis em adultos residentes em capitais brasileiras, 2013. Epidemiol. Serv. Saúde [Internet]. 2015 Sep [cited 2020 Oct 31] ; 24( 3 ): 373- 387.

18. Ferreira Arthur Pate de Souza, Szwarcwald Célia Landmann, Damacena Giseli Nogueira. Prevalência e fatores associados da obesidade na população brasileira: estudo com dados aferidos da Pesquisa Nacional de Saúde, 2013. Rev. bras. epidemiol. [Internet]. 2019 [cited 2020 Oct 31] ; 22: e190024. Available from: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415- 790X2019000100420&lng=en. Epub Apr 01,2019.

19. Prado Maria Aparecida Medeiros Barros do, Francisco Priscila Maria Stolses Bergamo, Barros Marilisa Berti de Azevedo. Diabetes em idosos: uso de medicamentos e risco de interação medicamentosa. Ciênc. saúde coletiva [Internet]. 2016 Nov [cited 2020 Nov 13] ; 21( 11 ): 3447-3458. Available from: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232016001103447&lng=en. https://doi.org/10.1590/1413-812320152111.24462015.

19. Moraes, Désirée Paula Barros de; VAZ, Gleicy Kelen Silveira Arante; CASTRO, Geane Freitas Pires de. Aporte farmacêutico a portadores de diabetes tipo II. Revista Transformar, Itaperuna-RJ 10ª edição,2017.

20. Lucas Neto, João; Soares, Keidy da Silva. O Papel do Farmacêutico no Controle Racional de Mediamentos: Pacientes em Tratamento de Diabetes Mellitus Tipo 2 na Casa de Repouso da Sociedade São Vicente de Paulo de Coromandel. Revista Científica Multidisciplinar Núcleo do Conhecimento. Ano 03, Ed. 01, Vol. 03, pp. 68-85, Janeiro de 2018.

21. Oliveira, TCA; Farhat, Fátima Cristiane Lopes Goularte; Fegadolli,Claudia.
Implantação de protocolo de orientação farmacêutica para indivíduos com Diabetes mellitus em farmácia comunitária. Revista Brasileira de Farmácia, v. 93, n. 3, p. 379-384, 2012.

22. Pinheiro, Ana Caroline Da Costa Pinto. Protocolo De Cuidado Farmacêutico APacientes Com Diabetes Mellitus Na Atenção Primária À Saúde. Trabalho de conclusão de curso apresentado ao Curso de Graduação em Farmácia da Universidade Federal de Juiz de Fora, 2016.

23. Alencar, Bruno Rodrigues; Alencar, Tatiane de Oliveira Silva. Cuidados farmacêuticos em pessoas com diabetes em uso de insulina: relato de experiência. CEP, v. 49060, p. 440.2018.

24. Plácido, Viviane Butara de; Fernandes, Leonardo Parr dos Santos; Guarido, Cristiane Fátima. Contribuição da Atenção Farmacêutica para pacientes portadores de diabetes atendidos no ambulatório de endocrinologia da UNIMAR. Rev. Bras. Farm, v. 90, n. 3, p. 258-263,2009.

25. Buzetto, Tamires; de Oliveira, Karla Renata. Estudo e aplicação da prática da atenção farmacêutica a portadores de diabetes mellitus em unidade básica de saúde. Revista Contexto & Saúde, v. 10, n. 19, p. 41-49,2010.

26. Delbon, Camila Carvalho et al. Avaliação de conhecimento sobre diabetes em profissionais de assistência em farmácia que atuam na rede pública no município de Campinas. Dissertação (mestrado) – Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas.2018.

27. Silva, Carlena; Sousa, Juarez. O farmacêutico na unidade básica de saúde: atenção farmacêutica ao portador de Diabetes mellitus em uma unidade de saúde pública, no município de Santarém/PA. Acta Farmacêutica Portuguesa, v. 6, n. 1, p. 38-44,2017.

28. Aires, Cláudia Cristina Nóbrega de Farias & Marchiorato, Liliane. Acompanhamento farmacoterapêutico a hipertensos e diabéticos na unidade de saúde Tereza Barbosa: análise decaso.
R. Bras. Farm. Hosp. Serv. Saúde São Paulo v.1 n.1 1-24 set./dez. 2010.
Publicado
2020-11-20
Como Citar
Franco, M. da C. S., Jesus, F. M. de, & Abreu, C. R. de C. (2020). PAPEL DO FARMACÊUTICO NO CONTROLE GLICÊMICO DO PACIENTE DIABÉTICO. Revista JRG De Estudos Acadêmicos , 3(7), 636-646. https://doi.org/10.5281/zenodo.4281623